Topo

Topo

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Notas CDL - Santa Cruz do Capibaribe

Ontem, 29, na sede da CDL - Santa Cruz do Capibaribe, aconteceu a 1ª reunião do Comitê Gestor do Desenvolvimento de Santa Cruz do Capibaribe - Projeto ACONTECER, com a participação de seus membros representantes. O encontro permitiu aos presentes estudarem maneiras e idéias para que o projeto alcance um aumento no número de pessoas envolvidas, como também, viabilizar soluções e sugestões para o aprimoramento do desenvolvimento da cidade, já que este visa o bem estar da cidade.

* Da esquerda para a direita: Josevaldo Bruno da Silva - membro do Comitê pela CDL, Valmir Gomes Ribeiro - Presidente da ASCAP, João Pereira Neto - membro do Comitê pela ASCAP, Fábio Lopes - Presidente da CDL, Bruno Bezerra - Coordenador do Comitê, José Climério Neto - membro do Comitê pela ASCAP e Arnaldo Xavier - Coordenador do Comitê de Desenvolvimento de Santa Cruz do Capibaribe - Projeto ACONTECER.

Doação

A CDL - Santa Cruz do Capibaribe, ontem, 29, doou um computador e uma impressora a Delegacia de Polícia de Santa Cruz do Capibaribe, que tem como responsável o Delegado de Polícia o Sr. Márcio Cruz. A doação foi feita com o intuito de contribuir na agilidade dos atendimentos burocráticos internos da Delegacia no município.

*Da esquerda para a direita: Bruno Bezerra - Diretor de Desenvolvimento da CDL, Márcio Cruz - Delegado de Polícia e Fábio Lopes - Presidente da CDL.

Novo salário mínimo, de R$ 465, entra em vigor neste domingo

Reajuste de 12% foi mantido apesar dos cortes no Orçamento.
Governo espera estimular consumo interno com aumento de R$ 50.
Entra em vigor no próximo domingo (1º) o novo salário mínimo, que passa de R$ 415 para R$ 465. O valor corresponde a um reajuste de 12% e terá reflexo no início de março, quando normalmente são pagos os salários de fevereiro. O valor do novo mínimo havia sido negociado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva com as centrais sindicais em 2008 e foi confirmado pelo ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, na terça-feira passada (27) durante o anúncio de corte provisório do Orçamento de 2009. O corte anunciado –o maior de ambos os mandatos do presidente Lula – foi de R$ 37,2 bilhões. O reajuste será aplicado por meio de medida provisória. Além de atender aos sindicalistas, o governo pretende estimular o consumo com o aumento de R$ 50. Nesta sexta-feira (30), o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, dá entrevista coletiva para falar do reajuste.
Os reajustes do salário mínimo causam impacto a pelo menos 21 milhões de brasileiros, segundo o Ministério do Trabalho, usando dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre os aposentados e pensionistas, mais de seis milhões recebem pelo menos um salário mínimo mensal.

Comitê Gestor prorroga prazo para o Simples Nacional

O Secretário Executivo do Comitê Gestor do Simples Nacional, Silas Santiago, informou na manhã de ontem, 29, que irá prorrogar os prazos para adesão do Simples Nacional. Essa medida foi tomada devido a solicitação da Fenacon, do último dia 27, tendo em vista, principalmente, a dificuldade que diversas empresas estavam encontrando para quitar os débitos previdenciários de junho a dezembro de 2008. Essas pendências, em algumas localidades, devem ser equacionadas presencialmente nos postos da Receita Federal do Brasil, sendo que o órgão estava agendando os atendimentos para a partir de fevereiro.Os novos prazos, da Resolução CGSN nº. 54 que será publicada no DOU de hoje, 30, serão os seguintes:

a) Adesão pelo Simples Nacional com efeitos para 2009: até 20/02/2009.
b) Pedido do parcelamento especial e pagamento da respectiva da 1ª parcela: até 20/02/2009.
c) Regularização das pendências apontadas quando do pedido de opção: até 20/02/2009.
d) Divulgação do resultado dos pedidos de opção que apresentaram pendências no momento da solicitação: 10/03/2009.
e) Vencimento da competência 01/2009: 13/03/2009.
Para o presidente da Fenacon, Valdir Pietrobon, essa medida irá favorecer muitas empresas que estavam encontrando dificuldades para aderir ao Simples Nacional. “Sem dúvida alguma, esses novos prazos facilitarão os procedimentos de adesão e regularização de eventuais pendências, o que beneficiará muitas empresas”, disse.
Até às 8h de hoje 349.884 empresas já haviam solicitado inclusão. Deste número, 233.135 encontram-se com pendências, 95.252 já foram deferidas automaticamente e 21.437 são novas empresas.
Fonte: Fenacon

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Notas CDL

Parceria Instituto Euvaldo Lodi




Na tarde da última segunda-feira (26/01) o presidente da CDL - Santa Cruz do Capibaribe Fábio Lopes recebeu a visita da coordenadora do Instituto Euvaldo Lodi - IEL Regional Eliane Alves, com o intuito de firmar parceria entre a CDL e o IEL. O Instituto Euvaldo Lodi é o principal responsável pelo contato de jovens com o mercado de trabalho através de seus programas de estágios.





Com o intuito de apresentar o Projeto ACONTECER os coordenadores do mesmo Bruno Bezerra e Arnaldo Xavier, receberam na sede da CDL - Santa Cruz do Capibaribe, na última terça-feira (27/01), a jornalista da TV ASA BRANCA Daniele Fonseca. Projeto este que tem recebido apoio da sociedade santa-cruzense e dos meios de comunicação de massa de Pernambuco. Portanto, mostra que é um projeto sério que só tem a acrescentar desenvolvimento para o comércio, a indústria, o social, a cultura e a economia da cidade. Pensar, planejar, e fomentar o desenvolvimento é compromisso da CDL e da ASCAP.




Mais crédito para o empreendedor




Na busca de viabilizar meios que possam auxiliar os empresários santa-cruzenses em seus ramos de atividades foi que a CDL - Santa Cruz do Capibaribe nas pessoas do presidente Fábio Lopes, do Diretor de Desenvolvimento e coordenador do Comitê Gestor do Desenvolvimento de Santa Cruz do Capibaribe - Projeto ACONTECER - Bruno Bezerra e do associado e membro do Comitê Carlos Ribeiro receberam na sede da entidade, o Gerente de Negócios do Banco do Nordeste Murilo Romero. O encontro teve como pauta principal firmar parceria para desenvolver uma linha de crédito específica para o comércio local. O Banco disponibilizará um funcionário semanalmente para a sede da CDL para fazer o atendimento e verificar a necessidade financeira de cada empresa. O BNB está reduzindo o processo burocrático e firma esta parceria com a CDL para que a entidade possa disseminar as linhas de crédito existentes com mais acessibilidade. No dia 06 de fevereiro acontece as primeiras entrevistas com este funcionário do BNB. Está é a segunda ação desenvolvida pelo Projeto ACONTECER. O empresário que queira conhecer esta linha de crédito deve procurar a CDL para se inscrever e agendar sua vaga. Informações: 3731-2850 ou na sede da CDL.







Oficios







Em resposta ao ofício enviado pela CDL - Santa Cruz do Capibaribe as Secretarias Municipais sobre o Projeto ACONTECER, recebeu os ofícios abaixo respondendo o referido assunto.










Artigo

Os Principais Valores da Liderança Moderna

Eugênio Sales Queiroz

Liderar nunca foi fácil e nos tempos de hoje o profissional na posição de líder, seja ele empresário, diretor, gerente, supervisor ou coordenador, precisa entender muito bem como se processa o caminho de uma liderança eficiente. O líder moderno precisa entender não só do ramo de negócio em que atua, mas entender também de valores que, muitas vezes, passam despercebidos no cotidiano profissional.

Quais são esses valores importantes?

1. O valor do conhecimento, pois aquele que não conhece seus liderados e suas deficiências, não consegue administrar corretamente uma empresa, que precisa sempre de um líder conhecedor de tudo aquilo que acontece em seu ambiente de trabalho e fora dele.
2. O valor da conquista, pois o líder eficiente é aquele que não impõe, mas aquele que conquista a todos para que o trabalho seja feito com excelência.
3. O valor da inteligência emocional; sem controle emocional o líder moderno perde o respeito para com seus liderados, que precisam sempre de uma pessoa equilibrada, principalmente nos momentos mais difíceis.
4. O valor da autocrítica, afinal de contas, ninguém é perfeito, e uma auto-análise vez por outra ajudam o líder a rever seus próprios conceitos e paradigmas.
5. O valor da humildade, isso porque o líder precisa entender todo o processo da liderança, mas precisa também saber ouvir seus liderados e entender o que se passa no dia-a-dia profissional de cada um deles e quais são suas principais dificuldades.

Você, que é líder, analise cuidadosamente como você está lidando com seus próprios valores de liderança e fortaleça, principalmente, aquelas qualidades que, ultimamente, você não vem conseguindo melhores resultados.
Eugênio Sales Queiroz é consultor empresarial. Ministra cursos e palestras sobre motivação, vendas e liderança.Contato: eugeniosales@terra.com.br http://www.eugeniosales.com.br/

Ypiranga perde para o Sport por 4x1

O Sport Clube do Recife venceu facilmente o Ypiranga, ontem no estádio Otávio Limeira Alves em Santa Cruz do Capibaribe. Mantendo a liderança, o clube recifense veio ao interior e ganhou fácil do time da terra das confecções.


A zaga do Ypiranga continuava a cometer muitos erros, principalmente na saída de bola, e facilitava o trabalho dos atacantes do Sport. Aos 21, Welton voltou a falhar e entregou uma bola nos pés de Guto. Ele tocou para Sidny, que driblou um marcador e, na hora do chute, carimbou a defesa. O Ypiranga descontou aos 32, após uma falha do zagueiro César, que entregou a bola para Assis fazer o primeiro gol no Sport na temporada.



Mesmo com a segunda derrota em casa, o time de Santa Cruz do Capibaribe mostra que o importante é participar. Em uma bela campanha, o Ypiranga em parceria com a CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas do município. A campanha diz respeito às drogas, sobretudo o crack que tem se alastrado na cidade. Segundo o Conselho Tutelar o número de crianças e adolescentes consumindo a droga em Santa Cruz tem crescido de forma alarmante.





Para Bruno Bezerra, diretor de desenvolvimento e empreendedorismo da CDL Santa Cruz do Capibaribe e criador do Projeto Acontecer, diz que pior do que a droga é a omissão da sociedade, muito embora no caso do crack, mais parece que a sociedade ainda não “despertou” para o pesadelo que representa as pedras de crack. “Nós que fazemos o Projeto Acontecer não aceitamos perder esse jogo sem lutar, sem tentar fazer algo, não aceitamos porque sabemos que temos condições de vencer. E é justamente nesse momento que nossos CRAQUES entram em campo. Com o início do Campeonato Pernambucano 2009, temos uma excelente oportunidade de chamarmos a atenção da sociedade para essa dura realidade”, enfatizou.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Entrevista


Diante do bom desempenho da Câmara de Dirigentes Lojistas, unidade de Santa Cruz do Capibaribe, sob presidência de Fábio Lopes, a Federação das CDLs do Estado de Pernambuco realizou uma entrevista com ele a fim de divulgar melhor as ações da entidade. Em 2008, a CDL Santa Cruz do Capibaribe obteve a façanha de aumentar em 25% o número de associados. Outro ponto importante, foi a elaboração do informativo e do blog da instituição que Fábio Lopes, entende que a comunicação se faz necessária em todos os âmbitos sociais, daí o desejo dele de reimplantar esses meios de comunicação direta com o sócio.




Petrobras: recorde em exportações


A Petrobras registrou déficit de US$ 928 milhões em sua balança comercial ao longo do ano passado, apesar de ter obtido saldo positivo de 103 mil barris/dia em relação ao volume comercializado. Em 2007, foi observado um saldo positivo de US$ 71 milhões na balança da companhia e foram exportados, em média, 673 mil barris/dia de petróleo e derivados, crescimento de 9,4%.

Em valores, as exportações somaram US$ 21,2 bilhões, alta de 42,7% se comparado ao obtido no mesmo ano. As importações cresceram mais, com alta de 49,6% sobre o ano anterior, totalizando US$ 23,1 bilhões. A estatal não inclui em sua balança o volume importado de gás boliviano. Entram nessa conta apenas petróleo e derivados, todos produtos líquidos.



Pesquisa revela que brasileiros são bem otimistas em relação a crise financeira

Hoje começa o Fórum Econômico Mundial, em Davos, Suíça. O evento reúne chefes de Estados das maiores potências do planeta. Em reportagem, de Clovis Rossi, na Folha de São Paulo, o jornalista revela que os executivos estão em pânico devido a crise financeira, e mostra que diante do espanto dos executivos, os brasileiros são bem otimistas em relação a desaceleração da economia.
O desânimo é atestado pela pesquisa feita pela PricewaterhouseCoopers e divulgada na véspera da abertura do encontro anual. A confiança dos executivos caiu para o nível mais baixo desde 2003, quando a Price começou a pesquisar as expectativas dos executivos-chefes das grandes empresas do mundo. Só 21% deles disseram estar confiantes em que o faturamento aumente nos próximos 12 meses.
Em paralelo ao Fórum Econômico Mundial, ocorre desde ontem, em Belém – PA, o Fórum Social Mundial – FSM. Este evento social foi criado em 2001, por iniciativa de ONGs do Brasil e estrangeiras com o intuito de discutir alternativas às políticas neoliberais impostas pelos países mais ricos.

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Procuradorias do país se preparam para protestar devedores em 2009


As procuradorias responsáveis pelas maiores dívidas tributárias do país planejam tirar da gaveta em 2009 projetos de inscrição de devedores do fisco no cadastro da Serasa e dos Serviços de Proteção ao Crédito (SPCs). A Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), a Procuradoria-Geral Federal (PGF) e as procuradorias estaduais de São Paulo e do Rio de Janeiro estão com projetos engatilhados para sujar o nome dos contribuintes no mercado de crédito. No caso da PGFN e da PGF, há previsão legal para a prática desde o ano passado, e as portarias que darão início às inscrições nos cadastros de inadimplentes aguardam apenas a assinatura dos seus procuradores-chefes. No Rio, foi publicada em 15 de dezembro uma lei estadual autorizando a prática, e São Paulo, responsável por um programa-piloto de protestos de contribuintes em 2005, quer retomar o plano.

A PGFN é responsável pela cobrança da maior dívida fiscal do país, com 11 milhões de devedores e R$ 1,3 trilhão de créditos. Os planos de levar as dívidas a protesto existem desde 2006, mas podem efetivar-se a partir de março. A idéia é protestar apenas dívidas de até R$ 10 mil, que representam cerca de 90% do número de créditos em cobrança, mas apenas 1% da dívida. A PGFN promoveu uma anistia parcial desses créditos - cerca de 2,1 milhões de processos - e, encerrado esse procedimento, deverá levar os demais devedores à Serasa.




fonte: valoronline.com





segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Investimento vindo de fora do Brasil bate o recorde de US$ 45,06 bilhões em 2008


A entrada de investimentos externos diretos (IED) líquidos no país foi de US$ 45,060 bilhões no ano passado completo, montante recorde e superior àquele previsto pelo Banco Central (BC) para o período, de US$ 40 bilhões.


Na relação com o Produto Interno Bruto (PIB), o IED fechou equivalente a 2,84%. Em 2007, houve ingresso de US$ 34,585 bilhões (2,59% do PIB). Conforme nota do BC, o resultado de US$ 45,060 bilhões em 2008 foi o mais elevado na série história, iniciada em 1947.


Em dezembro apenas, foi registrada entrada de US$ 8,117 bilhões em investimentos externos diretos, melhor do que os US$ 886 milhões apurados em igual mês de 2007.

sábado, 24 de janeiro de 2009

Varejo.com divulga entrevista com Roque Pelizzaro Jr, presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas

ASN - Como foram os negócios do setor varejista em 2008?


Pelizzaro Jr - Ninguém pode reclamar de 2008. Apesar do final do ano, quando houve uma desaceleração, os números foram muito bons. Os efeitos da crise não chegaram ao Brasil como nos países desenvolvidos. A média anual de crescimento do varejo brasileiro, no ano passado, ficou acima de 9%, comparada com 2007. A empregabilidade do setor também aumentou. Só em dezembro, caiu um pouco.


ASN - Falta crédito para o setor de varejo?


Pelizzaro Jr - Nosso varejo sempre ficou longe do crédito. Devido a falta dele, os empresários do varejo construíram as próprias alternativas. Os lojistas são responsáveis pelo crediário dos estabelecimentos. Nos Estados Unidos, o varejo depende de crédito e do sistema financeiro, não existe crediário próprio. Aqui no Brasil todo varejo aceita cheque pré-datado, carnês, entre outros. O SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) foi criado pelos lojistas para ser uma ferramenta de consulta e garantia, no momento em que concedem o crédito direto ao consumidor.


ASN - Quais são as outras peculiaridades do varejo brasileiro?


Pelizzaro Jr - Os grandes varejistas estão presentes em cerca de 350 municípios, não mais do que isso. Tomando como referência os cerca de 5,5 mil municípios do País, o restante, ou cerca de 5,2 mil municípios, são atendidos por pequenos e médios varejistas. Essa é outra característica que diferencia o varejo brasileiro.


ASN - Qual é a expectativa do setor em relação a 2009?


Pelizzaro Jr - Acho que 2009 será um ano de turbulência. O mar está revolto, mas temos todas as condições de atravessar a tempestade e chegar do outro lado melhor do que outros países. Todos teremos papel importante nessa travessia: empresários, governo, trabalhadores e até consumidores. Não podemos empurrar com a barriga essa situação. Temos condições de crescer a números acima da média mundial. No momento em que o mundo se recuperar desse processo, o Brasil poderá estar em condições melhores, internas e externas, para se recolocar no mercado mundial. Tudo vai depender de como vai se comportar o fator emprego. Se ficar em patamar razoável, nosso setor tem possibilidade de continuar crescendo, apesar de que não será em índices de 5% a 7% ao ano.


ASN - O que sugere aos empresários do setor e ao País, neste momento?


Pelizzaro Jr - Não se espera recessão no Brasil, mas temos de fazer o dever de casa: baixar a taxa de juros (Selic); realizar as reformas trabalhista e tributária; melhorar o mix de produtos do comércio; definir o perfil do consumidor; ter foco no consumidor e entender o que ele quer consumir. A manutenção e geração de postos de trabalho são os temas com os quais governo, sindicatos e empresas têm que se preocupar e solucionar. A flexibilização da lei trabalhista é emergencial. Nossa preocupação deve ser manter a economia ativa por meio da formalidade, gerando empregos para o povo brasileiro. A carga tributária é muito alta, mas neste momento a reforma tributária pode esperar. O câmbio vai ter acomodação entre R$ 2,20 e R$ 2,30, no segundo semestre. A inflação está totalmente sob controle. Nada justifica que a queda da taxa Selic seja menor do que 1%, neste momento (o Copom reduziu a taxa Selic em 1%, horas depois desta entrevista). O Brasil precisa respirar e mostrar ao mercado que estamos dispostos a tomar decisões e correr riscos controlados. É uma questão de coragem dos nossos empresários, políticos, governantes e do cidadão. Se o cidadão não acreditar nas medidas que estão sendo tomadas, não vai consumir. Se ele não consumir, a economia não roda.


ASN - Como será possível manter e gerar empregos ao longo da crise?


Pelizzaro Jr - Esta é a hora de os poderes públicos colocarem o dedo na ferida. A única coisa que significará decidir errado, neste momento, é deixar de decidir. O foco principal é flexibilizar a lei trabalhista, preservando os diretos de quem já está trabalhando e possibilitando o aumento e geração dos postos de trabalho em setores, que não terão tanto impacto com a crise. Neste momento, a reforma trabalhista é prioridade absoluta. As outras reformas que o País precisa, como a tributária, podemos esperar. É fácil para sindicatos de trabalhadores, com garantia de empregos, falar em regalias e direitos. Não existe sindicato dos desempregados, que olhe pelas necessidades dos trabalhadores fora do mercado.


ASN - Quais são os setores menos impactados pela crise?


Pelizzaro Jr - São aqueles mais voltados para o mercado interno. Como aconteceu em 2007 e 2008, a grande locomotiva da economia brasileira foi a família brasileira, ou seja, nosso mercado interno. Agora é a hora e vez de voltarmos para nosso mercado interno.


ASN - O senhor acaba de participar do encontro internacional de presidentes de confederações de comércio varejista, ocorrido nos Estados Unidos. Quais foram as conclusões desse fórum?


Pelizzaro Jr - Quarenta e um presidentes de confederações de comércio varejista participaram do encontro. Escutei muito o quê se espera do varejo no mundo e de alguns países específicos, neste momento. No debate, o Brasil realmente apresentou as melhores condições no grupo Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) para superar bem essa crise. Em dezembro passado, os negócios do varejo norte-americano ficaram 2,7% abaixo do que em dezembro de 2007. No Brasil, neste mesmo período ficamos cerca de 3% acima de 2007. O Brasil foi o único país, entre os Brics e os do primeiro mundo, que apresentou resultados positivos no varejo em 2008. Uma grande rede de supermercados norte-americana não vai reduzir investimentos no Brasil. Será o único país no qual não deixará de investir. "Os executivos americanos dessa rede vão ter que aprender português", brincaram no encontro.


ASN - O interesse de grandes varejistas internacionais no nosso mercado interno não ameaça as empresas nacionais do setor?


Pelizzaro Jr - Nós temos que nos preparar e trabalhar para receber o capital estrangeiro no nosso varejo. Em 2007, estive na Itália e na França para ver como fizeram lá, quando redes varejistas internacionais chegam ao mercado deles. Eles utilizaram o conceito de segmentação, dividindo o varejo em três segmentos, por tipo de consumo: conveniência, impulso, e programado. Na Europa, o varejo programado fica para os grandes varejistas, com plantas grandes e localização retirada dos centros das cidades. Os outros dois perfis de compra ficam para os pequenos varejistas. Nas legislações municipais, os planos diretores têm a missão de distribuir o varejo no município, equilibrando as oportunidades para pequenos, médios e grandes varejistas. Desse modo, não fecham a economia à entrada do capital estrangeiro, organizando o espaço de mercado e até geográfico do varejo. Em 2009, vamos tratar desse tema, segmentação do varejo, com o Sebrae.





quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Damas da sociedade santacruzense reunidas em um objetivo social






Com o objetivo de angariar recursos para que a nova sede da AADESC – Associação de Assistência ao Deficiente Físico de Santa Cruz do Capibaribe, seja edificada, a Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL, tendo a frente a Coordenadora do Núcleo da Mulher, Mirian Regina e a primeira dama da CDL Nara Raquel. Ambas se envolveram nesse projeto a fim de sensibilizar as damas da sociedade santacruzense no tocante às causas sociais do município. “A CDL em nossa cidade é uma entidade de credibilidade e ao se tornar nossa parceira nesta luta só veio a acrescentar ao nosso projeto e, mostrar o quanto ele é sério e de suma importância para as crianças que atendemos”, afirmou a presidente da AADESC Andrea Moraes.

Com esse evento, a CDL mostra sua preocupação com a responsabilidade social e deixa claro que sabe demonstrar carinho com causas que de fato valham a pena. Na semana passada o Presidente da unidade Santa Cruz do Capibaribe, Fábio Lopes reuniu os empresários com o mesmo intuito. “A CDL não é apenas uma entidade que busca melhorias para a classe empresarial, ma sim uma agente social, que também está disposta a se mobilizar junto com a sociedade para mostrar como é importante o trabalho social desenvolvido pela AADESC”, enfatizou Fábio Lopes.

Publicação


Folha de Pernambuco publica hoje, nota sobre o Cômite Gestor do Desenvolvimento de Santa Cruz do Capibaribe/PE - Projeto ACONTECER.


Acesse e confira:



quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Campanha um craque na luta contra o crack

Texto de Bruno Bezerra



Para quem ainda não se deu conta, nós – enquanto sociedade – estamos perdendo o jogo para uma droga chamada crack.

O crack é uma substância sólida, cristalina, obtida pelo tratamento de um sal de cocaína, ou de pasta impura que o contém, com bicarbonato de sódio. Esta droga, tóxica e ilegal, pode ser fumada, o que intensifica a ação do princípio ativo, que é a cocaína, com os seus efeitos danosos à saúde, e a ânsia por drogar-se novamente.

Inúmeras crianças e jovens de cidades como Recife, Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Vitória de Santo Antão e muitas outras cidades pernambucanas de médio porte, estão à mercê de uma combinação terrível: o crack é uma droga barata e com alto poder de dependência química. O crack está acabando com o futuro de uma parcela significativa de nossas crianças. Mas quem deu esse direito ao crack?

Por vezes, pior do que a droga é a omissão da sociedade, muito embora no caso do crack, mais parece que a sociedade ainda não “despertou” para o pesadelo que representa as pedras de crack.

Nós que fazemos o Projeto Acontecer não aceitamos perder esse jogo sem lutar, sem tentar fazer algo, não aceitamos porque sabemos que temos condições de vencer. E é justamente nesse momento que nossos CRAQUES entram em campo. Com o início do Campeonato Pernambucano 2009, temos uma excelente oportunidade de chamarmos a atenção da sociedade para essa dura realidade.

Precisávamos agir, precisávamos ter atitude, então resolvemos viabilizar o projeto “Seja um CRAQUE na luta contra o crack” com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o problema. Agora estamos envolvendo clubes, jogadores, treinadores, imprensa, torcedores e tantos quantos queiram vencer esse jogo contra o crack.

Por que vamos deixar que uma pedra de crack estrague o futuro de uma criança quando podemos fazer com que uma bola de futebol possa abrilhantar esse mesmo futuro?

O grande escritor Monteiro Lobato certa vez disse: Um país se constrói com homens e livros. Uma frase extraordinária, contudo, não podemos esquecer que os homens do futuro nascem das crianças do presente.
Saudações empreendedoras

Lançamento

Projeto Acontecer


A busca pelo desenvolvimento econômico, social e cultural da cidade de Santa Cruz do Capibaribe é de responsabilidade da sociedade e, pensando justamente assim que a CDL - Santa Cruz do Capibaribe e a ASCAP – Associação dos Confeccionistas de Santa Cruz do Capibaribe, lançaram hoje, na sede da CDL o Comitê Gestor de Santa Cruz do Capibaribe - PE, denominado "Projeto ACONTECER".
Com o intuito de unir forças empreendedoras, no sentido de pensar, planejar e fomentar o desenvolvimento da indústria e do comércio local, como também, no fomento da cultura empreendedora e na realização de negócios, na humanização do desenvolvimento econômico e humano, na promoção de ações que venham aumentar a consciência e o zelo pelo patrimônio público, e ainda, ações que venham gerar desenvolvimento econômico com respeito ao meio ambiente e incremento na qualidade de vida da população.
Fazem parte do projeto oito membros sendo três representantes da CDL, três da ASCAP e como coordenadores Bruno Bezerra e Arnaldo Xavier.
"Este foi o momento oportuno encontrado pelas entidades (CDL/ASCAP) para viabilizar este projeto, já que as entidades têm este pensamento em comum, pois estamos na busca de melhorias para nossa cidade", ressalta o coordenador do projeto Bruno Bezerra. De acordo com Walmir Ribeiro presidente da ASCAP, Santa Cruz tem hoje, 8 mil empresas e como associadas das entidades aproximadamente 700 empresas. Por isso, os coordenadores do projeto solicitam a participação dos associados das entidades, com sugestões para que o projeto se solidifique e atinja toda a sociedade.




Informações:

CDL: 3731-2850

ASCAP: 3731-2818

Prazo para adesão ao Supersimples vai até 30 de janeiro


Dívidas podem ser parceladas em até 100 vezes no portal da Receita Federal


Brasília - Cerca de 200 mil micro e pequenas empresas deverão aderir ao Simples Nacional em janeiro de 2009. A estimativa é da Receita Federal e inclui novas categorias contempladas pela Lei Complementar 128, sancionada em dezembro de 2008 e que ajusta a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. A nova lei também permitiu o parcelamento de dívidas com a Receita em até 100 vezes para os empreendimentos que estão aderindo ao Simples pela primeira vez. O prazo final, tanto para aderir quanto para pedir o parcelamento, é o dia 30 de janeiro.


As novas categorias empresariais que poderão entrar no Simples são as de serviços de instalação, reparos e manutenção em geral; decoração e paisagismo; laboratórios de análises clínicas ou de patologia clínica; serviços de tomografia, diagnósticos médicos por imagem, registros gráficos e métodos óticos além de ressonância magnética, serviços de prótese em geral; indústria de bebidas não-alcoólicas e não-refrigerantes; escolas de ensino médio e pré-vestibulares.


O consultor em Políticas Públicas do Sebrae Nacional André Spinola lembra que o parcelamento das dívidas não é permitido às empresas que já foram excluídas do Simples e estão retornando, nem às que já estavam enquadradas no sistema. E o parcelamento em 100 vezes só é garantido para dívidas com a Receita, não valendo para inadimplências com estados e municípios. Nada impede que o empresário tente parcelamento nessas esferas, mas serão negociações caso a caso. Spínola ressalta ainda que muitos empresários soltam foguetes de alegria com prazos longos de pagamento sem perceberem que, se por um lado vão ter alívio, por outro terão compromisso financeiro e não podem vacilar. "É preciso contabilizar esses custos todo mês. E não podemos esquecer que esses parcelamentos não incluem desconto algum". O primeiro passo para quem pretende aderir ao Simples Nacional é clicar no portal da Receita Federal (http://www.receita.fazenda.gov.br/) e procurar o banner do Simples Nacional no canto lateral direito da página. No momento do cadastramento, o empreendedor saberá se tem dívidas ou não. Os pagamentos da Receita podem ser parceladas no próprio site, clicando no menu Parcelamento Simples Nacional 2009, que se encontra no centro da página inicial do portal.


Se a dívida for com o estado ou município, é preciso procurar as respectivas secretarias de Fazenda e Finanças e tentar negociar parcelamentos. "Trata-se de uma nova oportunidade a quem estava fora do Simples, mas é preciso ficar atento aos prazos", afirma o secretário-executivo do Simples Nacional, Silas Santiago. O secretário informa que no final de dezembro de 2008 foram excluídas 258 mil empresas do sistema, sendo que dessas a grande maioria, 240 mil, estavam sem movimentação.


Fonte: Agência Sebrae de Notícias (www.agenciasebrae.com.br)


Convite

A CDL - Santa Cruz do Capibaribe em parceria com a ASCAP - Associação dos Confeccionistas de Santa Cruz do Capibaribe, convidam seus associados para participarem hoje (21.01.2009), às 10 hs da manhã, na sede da CDL (Rua: Júlia Aragão, 249 - Bairro Novo), da primeira reunião oficial para a criação do Comitê Gestor do Desenvolvimento de Santa Cruz do Capiabribe/PE. Denominado Projeto Acontecer, o Comitê será coordenado pelas entidades ASCAP e CDL, que propõe unir suas forças com objetivo de pensar planejar e fomentar o desenvolvimento da indústria e do comércio da cidade, que conseqüentemente agregará ao desenvolvimento cultural e social.
Desta forma as entidades acreditam proporcionar a Santa Cruz do Capibaribe a oportunidade de empreender ordenadamente para assim conquistar novas vitórias.
A CDL e a ASCAP contam com a sua presença e antecipadamente agradece a sua importante colaboração.
Informações ligue: CDL: 3731-2850 ou ASCAP: 3731-2818

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Artigo


Como Administrar Uma Empresa Com sucesso

Eugênio Sales Queiroz


Já vai longe o tempo em que administrar uma empresa precisaria apenas capital de giro e competência. Os tempos mudaram e as exigências são outras.
Com a concorrência sempre inovando e buscando sobressair-se, faz-se necessário que o gestor, administrador de toda e qualquer empresa possa investir sempre em:

1. Conhecimentos
2. Novas Habilidades
3. Competências Duráveis
4. Soluções Práticas
5. Inovação
6. Criatividade
7. Valor Agregado
8. Flexibilidade
9. Motivação e Compromisso

Conhecimentos porque tudo muda o tempo todo.
Novas habilidades porque o cliente exige isso de toda empresa.
Competências duráveis que são aquelas que vão fazer toda a diferença.
Soluções práticas porque o cliente moderno não perdoa demora em resolver problemas por parte da empresa.
Inovação, que é na realidade o que mais o cliente deseja.
Criatividade, outra característica importante para o cliente, pois com criatividade tudo pode ser resolvido de forma mais dinâmica e rápida, satisfazendo, assim, as necessidades do cliente moderno e exigente.
Valor agregado, também, é outro diferencial notado pelos clientes mais experientes e que gostam de levar vantagem em tudo que compra.
Flexibilidade, pois empresas rígidas não conseguem sobreviver por muito tempo.
Motivação e compromisso, pois uma equipe desmotivada e sem compromisso perde uma excelente oportunidade de encantar e realizar todas as vontades e exigências do cliente.
Pense nisso e sucesso sempre.

Eugênio Sales Queiroz é consultor empresarial. Ministra cursos e palestras sobre motivação, vendas e liderança.

Inflação medida pelo IPC-S avança em quatro capitais

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) avançou em quatro das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV), na segunda prévia do mês de janeiro. Na cidade de São Paulo, que tem o maior peso no cálculo do índice, os preços subiram 0,23%, segundo levantamento divulgado hoje (19) pela FGV, referente ao IPC-S de 15 de janeiro. No levantamento anterior, relativo a 7 de janeiro, a elevação havia sido de 0,22%.
De acordo com os dados, também houve aceleração da inflação em Belo Horizonte (de 0,80% para 0,94%), em Porto Alegre (de 0,10% para 0,28%), e em Salvador (de 0,94% para 1,25%).
Em movimento oposto, a Fundação verificou desaceleração nos preços em Brasília (de 0,79% para 0,75%), Recife (de 1,13% para 0,64%) e Rio de Janeiro (de 1,31% para 1,24%).
O índice global referente à segunda prévia de janeiro teve leve alta, passando de 0,68% para 0,69%, conforme havia divulgado na semana passada a FGV. Dos sete grupos pesquisados, dois apresentaram acréscimo em nas taxas de variação. As altas foram observadas em educação, leitura e recreação (de 0,84% para 1,83%) e transportes (de 0,82% para 0,89%).
Para calcular o IPC-S, a Fundação Getulio Vargas coleta preços de aproximadamente 450 produtos e serviços usados por famílias com renda mensal de um a 33 salários mínimos residentes em Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, no Rio de Janeiro, em Salvador e São Paulo.
Fonte: Agência Brasil

Relatório da UNCTAD revela crescimento positivo para o Brasil em 2009


Relatório da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad) revela que a economia brasileira deverá crescer 2,9% neste ano. Apesar da crise que assola o mundo e desaceleram as economias, o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil será melhor que a média mundial de crescimento, que será de apenas 1% em 2009.


De acordo com a Unctad, o crescimento do país ficará acima da média de 2,3% projetada para a América Latina, mas abaixo dos 4,6 % previsto para os países em desenvolvimento. A economia brasileira também terá expansão menor que a de países emergentes, como China (com crescimento estimado de 8,4%), Índia (7%) e Rússia (4,8%).


Leia mais

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Indústria do vestuário busca medida para se livrar de encargos tributários

A indústria do vestuário diz que só com medidas de desajuste tributário conseguirá se manter no mercado sem precisar demitir. De acordo com Ronald Masijah, presidente do Sindivestuário, entidade que representa a indústria da confecção, pelo menos 30% do valor final dos seus produtos estão atrelados à folha de pagamento.
Uma das medidas propostas por Masijah é que que seja reduzido o percentual destinado ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que hoje são de 27,8% e 8% para os fabricantes de vestuário, respectivamente.
O setor pede redução da carga tributária, devido a mesma ser muito elevada. Só o Produto Interno Bruto – PIB é representado por cerca de 40% de impostos do setor.

Leia mais...

CDL doa cupons da Campanha Natal Show de Prêmios a Associação de reciclagem


A Câmara de Dirigentes Lojistas de Santa Cruz do Capibaribe realizou hoje uma doação dos cupons utilizados na Campanha Natal Show de Prêmios dos anos 2007 e 2008. A entrega foi feita à ASCREC - Associação dos Catadores de Reciclagem de Santa Cruz do Capibaribe. Foram mais de 700 mil cupons, onde os mesmos serão reciclados e deixarão de poluir as cidades. A unidade de Santa Cruz, sempre se dispõe a entrar em parcerias feito essa mostra que tem responsabilidade sócio-ambiental.
“A importância disso, não se dá apenas pelo fato econômico para a cooperativa, mas pela importância que a CDL tem em relação ao Meio Ambiente. Essa atitude é muito boa para a nossa cidade e para o Meio Ambiente em geral. Seria muito interessante que as Empresas locais seguissem o exemplo da CDL e se disponibilizassem a selecionar seu lixo, entrasse em contato conosco e assim a gente passa na empresa recolhendo esse lixo”, relatou o Coordenador da Associação, Luiz Carlos.


Você empresário, junte-se a CDL e faça de seu município uma cidade mais limpa! Entre em contato 9608-1033, falar com Luiz Carlos.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Governo do Estado leva educação no trânsito às praias

Neste verão, a Secretaria das Cidades, via Detran-PE intensifica campanha de educação no trânsito nos litorais Norte e Sul, atingindo um total de 23 praias que nessa época do ano têm um fluxo maior de veículos e pedestres nas vias. A iniciativa conta com a Turma do Fom Fom, com os seus seis personagens – Tio Buzina, Bibite, Sirena, Barruada, Mão Dupla e o palhaço Fom Fom – incorporados por 12 artistas educadores.
A experiência piloto teve início já no primeiro final de semana do ano com a participação de oito músicos que acompanham a Turma no trabalho de panfletagem nas areias das praias, ruas, bares e restaurantes. O alerta com relação à lei 11705/08, conhecida como lei seca, que proíbe o condutor de dirigir sob efeito do álcool ou de qualquer substância psicoativa é um dos motes da ação. Mas o material de divulgação da campanha dá, ainda, dicas de segurança e leva mensagens de paz no trânsito.
A estratégia é realizar um corpo a corpo no estilo arrastão nos principais focos de concentração das praias (beira mar), com a turma do Fom Fom envolvendo o público no contato direto com as informações referentes ao tema. Inclusive, alusivas a prevenção de acidentes.


Relação das praias atingidas pela ação da Turma do Fom Fom:



  • Ponta de Pedra
  • Carne de Vaca
  • Catuama
  • Itamaracá
  • Forte Orange
  • Pilar
  • Jaguaribe
  • Maria Farinha
  • Pau Amarelo
  • Janga
  • Olinda
  • Porto de Galinhas
  • Maracaípe
  • Serrambi
  • Gaibú
  • Calehtas
  • Itapuama
  • Barra de Sirinhaem
  • Tamandaré
  • São José da Coroa Grande
  • Boa Viagem
  • Piedade
  • Candeias
    Teleatendimento ao usuário(das 7h30 às 17h30) Tel.: (81) 3453.1514

Juros apresentam leve queda em dezembro

Pernambuco mantém liderança na emissão de cheque pré-datado


Pesquisa feita pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças aponta retração de 0,12 ponto porcentual nas taxas cobradas aos consumidores. BC alega já ser reflexo das ações da instituição

O número de cheques pré-datados cresceu 8,18% em dezembro de 2008 ante igual período do ano anterior. Na comparação com novembro, no entanto, houve queda de 0,53%, segundo pesquisa da TeleCheque divulgada ontem. Segundo o vice-presidente da instituição, José Antonio Praxedes Neto, o recuo em relação ao mês anterior é um reflexo da preocupação do varejo com a concessão de crédito. Os varejistas estão reduzindo prazos e planos de parcelamento, temendo um aumento da inadimplência, avalia. Em dezembro, o segmento com maior volume de pré-datados foi o de vestuário (87,63%), seguido por calçados (84,96%) e supermercados (84,61%).No ranking por Estados, o maior emissor de cheques pré-datados foi Pernambuco (92,11%), com um crescimento de 0,25% em relação ao mês passado e 6,4% comparado a dezembro de 2007. Na sequência, ficaram Maranhão (90,99%), Amazonas (87,61%), Rio Grande do Norte (86,85%), Pará (86,30%) e Rio (86,07%).

Fonte: Jornal do Commercio

CDL - Santa Cruz do Capibaribe se envolve com ações de Responsabilidade Social na cidade

Com o intuito de viabilizar meios para que AADESC – Associação de Assistência ao Deficiente Físico de Santa Cruz do Capibaribe consiga realizar um sonho de construir uma nova sede para a entidade, foi que a CDL – Santa Cruz se tornou parceria da AADESC.
Há mais de oito anos em reuniões internas com sócios e diretoria a AADESC planeja esta ampliação da estrutura física e conseqüentemente dos números de crianças a serem atendidas pela associação. Em uma área de 750m a obra custará aos cofres da instituição R$ 270 mil reais, a qual terá uma piscina aquecida (hidroterapia), refeitório, banheiros adaptados, salas de espera, fisioterapia, fonaudiologia e terapia ocupacional para as crianças portadoras de algumas doenças degenerativas.
De acordo com a presidente da AADESC – Andréa Moraes a colaboração da CDL está sendo de suma importância, pois foi a partir da parceria entre a CDL com a Campanha Natal Show de Prêmios e AADESC que a campanha da entidade filantrópica recebeu o impulso que faltava. “A CDL em nossa cidade é uma entidade de credibilidade e ao se tornar nossa parceira nesta luta só veio a acrescentar ao nosso projeto e, mostrar o quanto ele é sério e de suma importância para as crianças que atendemos”, ressalta a presidente da instituição.
Na ocasião Andréa recebeu das mãos do presidente da CDL – Fábio Lopes um cheque no valor de aproximadamente três mil reais, relativo a uma contribuição da CDL, mais os 10% da receita líquida adquirida na Campanha Natal Show de Prêmios realizada pela CDL nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2008.
“A CDL não é apenas uma entidade que busca melhorias para a classe empresarial, ma sim uma agente social, que também está disposta a se mobilizar junto com a sociedade para mostrar como é importante o trabalho social desenvolvido pela AADESC”, afirma Fábio Lopes – presidente da CDL.
Você associado pode contribuir e muito para que este projeto saia do papel e se torne realidade. Reflita e junte-se AADESC e a CDL na concretização deste sonho!


Doações:
Associação de Assistência ao Deficiente Físico de Santa Cruz do Capibaribe – AADESC
Banco: Real (356)
Agência: 1147 Conta-corrente: Nº 7002204-1


quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Juventude de Pernambuco ganha projeto de Turismo

*Foto: Da esquerda para a direita: Sr. Eduardo Catão 9Presidente da FDCL/PE e da Fundação CDL Recife), Silvio Costa Filho (Secretário de Turismo de Pernambuco) e Silvio Vanconcelos (Presidente da CDL Recife).


A Fundação CDL Recife, o Governo do Estado de Pernambuco e uma rede de apoiadores do trade turístico da cidade lançaram, dia 16 de dezembro, no Centro de Convenções, o Trilha Jovem, programa gratuito de inclusão social e profissional, que já capacitou mais de quatro mil jovens ao longo das nove cidades brasileiras por quais passou.

Fonte: FCDL/PE



CINE UESCC

Com mais esta iniciativa a UESCC enriquece ainda mais sua história, trazendo para os estudantes de Santa Cruz do Capibaribe e público em geral, diversificados eventos.

PROGRAMAÇÃO DO CINE UESCC

Dia: 16.01.2009 (Sexta-feira)
Hora: 19 hs (pontualmente)
Filme: MEU NOME NÃO É JOHNNY
Entrada: Gratuita
Local: SEDE DA UESCC - por trás da Escola Padre Zuzinha (entre o Sispol e a Telemar)

Marque na sua agenda, pois toda sexta-feira, durante as férias escolares o CINE UESCC trará filmes de qualidade para você!

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Convite

A CDL – Santa Cruz do Capibaribe, nesta quarta-feira (14/01), leva ao conhecimento de alguns sócios da entidade a primeira etapa de um projeto que visa colaborar com a construção de uma nova sede para Associação de Assistência ao Deficiente de Santa Cruz do Capibaribe (AADESC).
Há 17 anos a AADESC, ajuda cerca de 50 crianças entre zero à 14 anos, no tratamento de doenças degenerativas. O atendimento acontece nas segundas, terças e quintas, das 7hs às 12hs.
De acordo com a presidente da associação - Andréa Moraes este projeto de ampliação da entidade será para melhorar e elevar o número de atendimentos. A obra está orçada em R$ 270 mil.
Você associado pode contribuir e tornar este sonho realidade!



Visite a entidade:
Rua: Severino B. Bezerra, 94.
Bairro Dona Dom.
Santa Cruz do Capibaribe/PE
Telefone: 3731-3267

CDL - Santa Cruz do Capibaribe marca reunião com Secretário Municipal de Defesa Social


Na última sexta-feira (09/01), o presidente da CDL – Santa Cruz do Capibaribe Fábio Lopes se reuniu com o atual Secretário Municipal de Defesa Social - Coronel Vareda para saber o posicionamento do então secretário, com relação aos assuntos que anteriormente foram tratados com o ex-secretário Coronel Jeroham.
Assuntos cujos temas são de interesse da sociedade e principalmente da classe empresarial da cidade como: a cartilha de orientação (contendo dicas de segurança, elaborada pela entidade em parceria com a Polícia Militar), a instalação das câmeras no centro interligadas ao Centro Integrado de Monitoramento e Operações (CIMOP), os trailers de segurança da guarda municipal e por fim saber informações sobre o trânsito municipal.
O Coronel Vareda se mostrou interessado em dar continuidade aos trabalhos iniciados pelo secretário anterior e solicitou um período de tempo para analisar, conhecer e viabilizar os projetos.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Artigo


Líder Motivado Lidera Melhor


Eugênio Sales Queiroz


Já vai longe o em tempo que o líder (anteriormente chamado de “chefe”) tinha que ter um semblante sério, ou seja, um rosto de poucos amigos. Nos tempos de hoje, esse, tipo de líder está cada vez mais, sendo desprezado, porque o líder moderno precisa ter uma atitude motivadora constantemente.
Vejamos a seguir algumas coisas que o líder consegue fazer quando o mesmo é um líder que motiva:

1. A equipe confia plenamente no que ele diz.
2. A equipe sabe que pode contar com ele o tempo todo.
3. Os membros da equipe sabem que ele inspira confiança.
4. Os membros da equipe sentem-se à vontade para discutir idéias.
5. A equipe, como um todo, tem livre acesso, quando precisa resolver assuntos mais sérios.

Esse é o tipo de líder de que as empresas e pessoas precisam para alcançar com maestria o tão desejado sucesso.
O líder motivado, é bom lembrar, que não é apenas aquele que aplaude o resultado positivo da sua equipe; é aquele, também que sabe “puxar a orelha” dos seus liderados, com elegância e com determinação, falando “olho no olho” para que erros primários não sejam mais cometidos.
Enfim, o líder motivado sabe conduzir com firmeza e sabedoria todos aqueles que fazem parte da sua equipe, visando o bem comum.
Pense nisso e sucesso sempre!

Eugênio Sales Queiroz é consultor empresarial.
Ministra cursos e palestras sobre motivação, vendas e liderança.


DVDTECA CDL

Desde Junho de 2008, a CDL – Santa Cruz do Capibaribe disponibilizou para os seus associados a DVTECA CDL um espaço reservado para que os sócios possam através de livros e DVD’s obter mais conhecimentos sobre diversos temas de interesse da classe empresarial, assim proporcionando desenvolvimento e informação.
Para ter acesso aos DVD’s disponíveis é necessário que o sócio vá até a sede da entidade, escolha o tema a ser trabalhado com sua equipe e agende o período que deseja utilizá-lo.
Este serviço oferecido pela CDL é gratuito e, se você associado ainda não conhece, faça uma visita e confira mais esta ferramenta que a instituição oferece.

Informações ligue: 3731-2850

sábado, 10 de janeiro de 2009

Venda de férias não implicará cobrança de imposto de renda


A Receita Federal decidiu que o trabalhador que vender 10 dias de suas férias terá isenção do imposto de renda no período. A decisão foi tomada na última quarta-feira, dia 07 de janeiro. A Justiça já havia decidido que o dinheiro recebido pela venda das férias é uma espécie de indenização e não pode ser tributado como renda. A Receita resolveu acabar com a polêmica e decidiu que o imposto não poderá mais ser recolhido quando o trabalhador vender uma parte das férias.

Quando um trabalhador que recebe R$ 3 mil de salário vende dez dias de férias, recebe R$ 1 mil a mais e paga de imposto de renda R$ 342,38. Como os dez dias vão ficar de fora da base de cálculo, os impostos vai cair para R$ 131,66 – uma diferença de R$ 210,72. Para o trabalhador que teve seu imposto descontado desde 2006, poderá acessar o site da Receita que terá seu valor reembolsado.
O arquivo da Receita para refazer a declaração pode ser encontrado na página do órgão. “Você refaz sua declaração e manda de novo como retificadora”, explica Antoniel Lucas, supervisor da Receita.




Texto retirado do site WWW.pe360graus.com com aldaptação de Betto Aragão

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Filme sobre o presidente Lula será rodado em Garanhuns

No fim do mês de janeiro as atrizes Glória e Cléo Pires, Juliana Baroni e outras personalidades conhecidas pela telinha estarão em Garanhuns para as filmagens do filme “Lula, o filho do Brasil”, que será rodado na cidade natal do Presidente.
Dirigido por Fabio Barreto, o longa-metragem é baseado no livro homônimo da jornalista Denise Paraná. O filme contará a história de Luiz Inácio da Silva, o popular presidente da República, desde seu nascimento até a morte de sua mãe, Dona Lindu, em 1980.
Em família, Glória e Cléo Pires, respectivamente, interpretam Lindu e Maria de Lourdes, a primeira esposa de Lula. Juliana Baroni fica com o papel da primeira-dama Marisa Letícia da Silva. Para o protagonista, foi selecionado um ator paulista.
A idéia de filmar a vida de Lula foi do pai do diretor Fábio Barreto, o produtor Luiz Carlos Barreto, desde a primeira eleição vencida para presidência por Lula. “Meu pai é nordestino que veio para o Sul e venceu também. Daí vem essa admiração pelo presidente”, explicou Fabio Barreto. “A personalidade, a trajetória e o trabalho que Lula está fazendo é uma referência mundial. A história dá um grande filme”.
“Lula, o Filho do Brasil” deve custar R$ 12 milhões. Cerca de oitenta componentes integram a equipe. O longa começa a ser filmado no dia 21 de janeiro e o lançamento está previsto para setembro ou começo de outubro de 2009.
Da Redação da TV Asa Branca

Maior evento de eletrônicos do mundo começa nesta quinta


A CES (Consumer Electronics Show) é o maior evento de eletrônicos do mundo. Nele são apresentados dezenas de milhares de novos produtos, entre telefones celulares, computadores, softwares, TVs, e todo tipo de gadgets e periféricos.
O evento é imenso: neste ano serão 2.700 expositores, que mostrarão os seus principais produtos para cerca de 130 mil visitantes em uma área de 160 mil metros quadrados. Empresas do mundo todo aguardam a CES para anunciarem a todos os principais produtos que serão lançados durante o ano, e com isso elas atraem a atenção da mídia especializada e de milhões de internautas que lêem os artigos, testes e análises dos produtos.
Para comportar um evento deste tamanho, são utilizados dois Centros de Convenção em Las Vegas: o Las vegas Convention Center (um dos maiores do mundo) e o Sands Convention Center, além de outras áreas de exposição adjacentes.A CES 2009 começa com uma grande atração: Windows 7. O presidente da Microsoft, Steve Ballmer, deve mostrar as novidades sobre o sucessor do Windows Vista em sua palestra, e todos esperam o anúncio da versão beta oficial e pública do novo sistema operacional que será lançado no final deste ano.

Para confirir os lançamentos acesse o site: www.teconologia.br.msn.com/ces

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

98ª Convenção Mundial de Varejo


Durante os dias 08 e 16 de janeiro de 2009, o Sr. Eduardo Catão, presidente da FCDL-PE e, também, vice-presidente do Conselho Administrativo do SPC Brasil, participará do maior evento do varejo mundial - a NRF 2009 – 98ª Convenção Mundial de Varejo, que acontecerá na cidade de Nova York – Estados Unidos.
A esquerda na foto o Sr. Eduardo Catão

Convite


PROGRAMAÇÃO DO CINE UESCC

Dia: Sexta-feira (09/01/2009)

Local: Sede da UESCC (Por tráz da Escola Padre Zuzinha)

Hora: 19 HS (PONTUALMENTE)

Filme: O FABULOSO DESTINO DE AMELIE POULAIN

Entrada: Grátis

Público-alvo: Todos(as) que apreciam a Sétima Arte




Licenciamento 2009


O DETRAN Pernambuco dá início a mais um Licenciamento Anual de Veículos Usados. Este ano, a cobrança do IPVA/2009, inicia-se no mês de Março para todas as terminações de placas. O calendário de pagamentos se estenderá até o mês de Maio e haverá a mesma facilidade de parcelamento dos anos anteriores, ou seja, todo veículo com IPVA/2009 acima de R$ 100,00 poderá realizar o pagamento em 3 parcelas ou optar pelo Desconto de 5% para pagamento em Cota Única.
As ações empreendidas pelo DETRAN-PE na busca da descentralização do seu atendimento facilitaram ainda mais a vida do cidadão usuário que, desde 2000, pode usufruir um novo conceito de organização que opera em rede totalmente informatizada e com foco no cliente, através de um atendimento descentralizado, padronizado e universalizado.
Confira no site do próprio órgão, o calendário de pagamentos

Receita libera amanhã consulta ao primeiro lote da malha fina

A Receita Federal libera amanhã (8), a partir das 9h, a consulta ao primeiro lote de restituições do Imposto de Renda de 2008 dos contribuintes que caíram na malha fina. Receberão o pagamento 54.813 contribuintes, totalizando um montante de R$ 74,686 milhões em restituições.
O dinheiro poderá ser sacado a partir do próximo dia 15, com correção de 9,35% (correspondente à variação da taxa básica de juros, a Selic, entre maio e dezembro) e de mais 1% referente a janeiro deste ano.
Os contribuintes em questão tiveram que resolver pendências de suas declarações, depois de notificados pela Receita, por isso só terão a liberação feita este mês.
De acordo com o órgão, em 2008 houve queda de retenções em relação ao ano anterior: 361,4 mil contribuintes precisaram fazer ajustes nas declarações, 118 mil a menos do que em 2007.
A omissão de rendimentos envolveu 44% das retenções, e as divergências nas informações, 30%, segundo a Receita Federal do Brasil. As consultas poderão ser feitas na página do órgão na internet ou pelo telefone 146.
Fonte: Agência Brasil

Maiores informações visite o site: www.receita.fazenda.gov.br

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Pernambuco faz lei para estimular micro empresas

O Governo de Pernambuco está regulamentando a participação de micro e pequenas empresas (MPEs) nas contratações públicas, concedendo tratamento favorecido, diferenciado e simplificado nas licitações de bens, serviços e obras. O decreto que prevê essas mudanças será publicado no Diário Oficial nos próximos dias.Para o secretário de Administração, Paulo Câmara, a ação vem atender ao novo paradigma das compras governamentais, que utiliza a prerrogativa do poder de compra do estado como propulsor dos pequenos negócios, gerando assim trabalho e renda.Com o decreto, compras com valores estimados em até R$ 80 mil poderão ser feitas apenas com as MPEs. Nas compras acima desse valor poderão ser reservadas cotas de até 25% para a MPEs. O decreto foi elaborado pela Secretaria de Administração (SAD) e submetido ao crivo do Comitê Estadual de Implementação da Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006, estabelecido em 2007 e composto por representantes do governo e dos Poderes Judiciário e Legislativo, por instituições da sociedade civil e órgãos de classe. Desde então, a Secretaria de Administração tem posto em prática os benefícios da Lei Complementar nº 123, estabelecendo tratamento diferenciado para as MEs e EPPs.

Artigo

O Líder Que Planeja Consegue Excelentes Resultados

Por Eugênio Sales Queiroz


É impressionante ver a quantidade de empresas que não conseguem resultados melhores simplesmente porque seus líderes não fazem um planejamento como deveria ser.
Traduzindo para a área de vendas, é importante saber que se não houver um planejamento onde todos saibam o que devem fazer para que as vendas aconteçam em maior escala, haverá desperdício de tempo e conseqüentemente vendas serão perdidas.

Quem lidera uma equipe de vendas, sabe da importância de ter uma equipe bem orientada com planejamento adequado para cada área de atuação.
Mas afinal de contas em que um planejamento de vendas pode ajudar a uma empresa a vender sempre mais?
Primeiro: Todos terão uma idéia exata de como proceder com os produtos e serviços que serão apresentados ao cliente.
Segundo: Não haverá a necessidade de reuniões constantes para os vendedores ficarem tirando dúvidas, em vez disso estarão visitando mais clientes.
Terceiro: Toda a equipe de vendas saberá exatamente quais são suas metas e seguirão com mais determinação para obterem êxito em suas vistas.
Essas são informações importantes para que com um planejamento bem feito sua equipe possa progredir cada dia mais.

Eugênio Sales Queiroz é consultor empresarial. Ministra cursos e palestras sobre motivação, vendas e liderança.
Contato: eugeniosales@terra.com.br http://www.eugeniosales.com.br/

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Lei Complementar (Microempreendedor)

A Lei Complementar 128/2008 cria a figura do Microempreendedor Individual – MEI, com vigência a partir de 01.07.2009.

Considera-se MEI o empresário individual a que se refere o art. 966 da Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002 (adiante reproduzido) - Código Civil, que tenha auferido receita bruta, no ano-calendário anterior, de até R$ 36.000,00 (trinta e seis mil reais), optante pelo Simples Nacional:

Art. 966. Considera-se empresário quem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou de serviços.
Parágrafo único. Não se considera empresário quem exerce profissão intelectual, de natureza científica, literária ou artística, ainda com o concurso de auxiliares ou colaboradores, salvo se o exercício da profissão constituir elemento de empresa.

No caso de início de atividades, o limite de receita será de R$ 3.000,00 (três mil reais) multiplicados pelo número de meses compreendido entre o início da atividade e o final do respectivo ano-calendário, consideradas as frações de meses como um mês inteiro.

TRIBUTAÇÃO

O Microempreendedor Individual - MEI poderá optar pelo recolhimento dos impostos e contribuições abrangidos pelo Simples Nacional em valores fixos mensais, independentemente da receita bruta por ele auferida no mês.

O Microempreendedor Individual recolherá, na forma regulamentada pelo Comitê Gestor, valor fixo mensal correspondente à soma das seguintes parcelas:

a) R$ 45,65 (quarenta e cinco reais e sessenta e cinco centavos), a título da Contribuição para a Seguridade Social, relativa à pessoa do empresário, na qualidade de contribuinte individual.
b) R$ 1,00 (um real), a título de ICM, caso seja contribuinte deste imposto; e
c) R$ 5,00 (cinco reais), a título do ISS, caso seja contribuinte deste imposto.

O Microempreendedor Individual não estará sujeito à incidência do IRPJ, do IPI, da CSLL, da COFINS, do PIS, e do INSS patronal.

VEDAÇÕES

Não poderá optar pela sistemática de recolhimento pelo MEI:

I - cuja atividade seja tributada pelos Anexos IV ou V da Lei Complementar 123/2006, salvo autorização relativa a exercício de atividade isolada na forma regulamentada pelo Comitê Gestor;
II - que possua mais de um estabelecimento;
III - que participe de outra empresa como titular, sócio ou administrador; ou
IV - que contrate empregado, exceto em relação ao empresário individual que possua um único empregado que receba exclusivamente 1 (um) salário mínimo ou o piso salarial da categoria profissional.

ENQUADRAMENTO

A opção pelo regime MEI dar-se-á na forma a ser estabelecida em ato do Comitê Gestor, observando-se que:

I - será irretratável para todo o ano-calendário;
II - deverá ser realizada no início do ano-calendário, na forma disciplinada pelo Comitê Gestor, produzindo efeitos a partir do primeiro dia do ano-calendário da opção, ressalvado o disposto no item III;
III - produzirá efeitos a partir da data do início de atividade desde que exercida nos termos, prazo e condições a serem estabelecidos em ato do Comitê Gestor.

MEI COM UM ÚNICO EMPREGADO

Poderá se enquadrar como MEI o empresário individual que possua um único empregado que receba exclusivamente 1 (um) salário mínimo ou o piso salarial da categoria profissional.

Nesta hipótese o MEI:

I - deverá reter e recolher a contribuição previdenciária relativa ao segurado a seu serviço na forma da lei, observados prazo e condições estabelecidos pela Secretaria da Receita Federal do Brasil;
II - fica obrigado a prestar informações relativas ao segurado a seu serviço, na forma estabelecida pelo Comitê Gestor;
III - está sujeito ao recolhimento da contribuição do INSS patronal, calculada à alíquota de 3% (três por cento) sobre o salário de contribuição.