Topo

Topo

quarta-feira, 31 de março de 2010

Economia para pagar juros é a menor para um mês de fevereiro desde 2001


Do G1.com

A economia feita pelo setor público (governo, estados, municípios e empresas estatais) para pagar os juros da dívida pública somou R$ 859 milhões em fevereiro deste ano, o que representa o resultado mais baixo, para este mês, desde o início da série histórica do Banco Central, em 2001.

O resultado primário (antes do pagamento dos juros da dívida pública) foi positivo em fevereiro somente por conta dos estados e municípios. Isso porque o governo registrou um déficit de R$ 701 milhões e as empresas estatais apresentaram um resultado negativo de R$ 1,58 bilhão. Os estados e municípios, por sua vez, tiveram um superávit primário de R$ 3,1 bilhões no mês passado.

Razão do baixo superávit

Segundo o chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes, o resultado de fevereiro, embora superavitário, não foi muito favorável. Ele explicou que o superávit foi baixo por conta do pagamento de "royalties" a estados e municípios, assim como pelas transferências constitucionais feitas a estes entes.

"Por isso [royalties e transferências], tivemos um resultado favorável [superávit de R$ 3,1 bilhões] dos estados e municípios. O resultado ruim das estatais federais aconteceu por conta da distribuição de dividendos", disse ele. Para os próximos meses, Lopes afirmou que o resultado tende a melhorar devido à recuperação esperada na arrecadação de tributos.

Bimestre e acumulado em 12 meses

No primeiro bimestre deste ano, porém, o superávit primário foi bem maior por conta do resultado positivo de R$ 16,1 bilhões em janeiro. No bimestre, a economia feita para pagar juros da dívida púbica somou R$ 17,04 bilhões, ou 3,26% do Produto Interno Bruto (PIB). Em 12 meses até fevereiro, totalizou R$ 70,6 bilhões, ou 2,21% do PIB. A meta para todo este ano é de 3,3% do PIB.

Dívida pública

Com o fraco superávit primário de fevereiro, a dívida líquida do setor público apresentou elevação para R$ 1,34 trilhão, ou 42,1% do PIB. Em janeiro, a dívida estava em R$ 1,31 trilhão, ou 41,6% do PIB.

Altamir Lopes, do BC, informou, que se espera uma redução da relação dívida/PIB para 40% do PIB no fechamento de 2010. "Cumprida a meta de 3,3% do PIB [de superávit primário estabelecida para este ano] e considerando os parâmetros de mercado para câmbio e juros, esperamos uma relação de 40% do PIB no fim do ano. Estaria mantida a tendência de queda. Esse que é um dado importante", disse ele.

ABRH/PE realiza palestra em Caruaru

A Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH) – Seccional Pernambuco, em parceria com a ABRH - Núcleo Caruaru, realiza, no próximo dia oito de abril, às 19:30h, no 9° andar do Empresarial Difusora, palestra gratuita sobre “As Novas Competências dos Gestores de Pessoas”.

A palestra será ministrada por Andreza Amorim com a participação de Cibelli Pinheiro, presidente da ABRH – PE e do Conselho Regional dos Profissionais de Relações Públicas (CONRERP 5ª Região). As vagas são limitadas.

Andreza Amorim é Relações Públicas, Jornalista, Pós-Graduada em Comunicação Empresarial e Especialista em Gestão de Pessoas. Consultora Organizacional, Diretora da ATA Solução Empresarial e do Núcleo da ABRH em Caruaru.

Onde: Empresarial Difusora Auditório da Ativas – Sala 429 – 9ºandar

Quando: 08/04 das 19:30 às 21:30h

As inscrições devem ser feitas pelo 3721-5504 com Núbia. (Vagas Limitadas)

ATA Solução Empresarial
Núcleo de Comunicação 3721-5504
Luciana Queiroz 9132-6544 DRT/PE 3086
Thereza Leal 9228-9055 DRT/PE 4134

terça-feira, 30 de março de 2010

Seminário EMPRETEC do SEBRAE será apresentado em Santa Cruz do Capibaribe


O EMPRETEC é um seminário que tem por objetivo desenvolver, nos participantes, características de comportamentos empreendedores. O programa foi desenvolvido pela ONU - Organização das Nações Unidas visando o fortalecimento destas características empreendedoras. O participante deverá primeiro identificar seu potencial empreendedor e verificar quais são seus pontos fortes e fracos.

O público alvo é empresários, aspirantes a empresários e profissionais liberais. O intuito da palestra é mostrar aos participantes como se desenvolve o comportamento empreendedor, e potencial competitivo, fazendo com que ele se familiarize e se identifique com características presentes nos empresários bem sucedidos.

A palestra será conduzida por Ana Lúcia Rique. Esta é a primeira vez que uma palestra com um conteúdo tão propício ao empreendedor santa-cruzense é apresentada na cidade. As palestras do EMPRETEC são sempre muito concorridas entre as cidades e Santa Cruz do Capibaribe, através da CDL conseguiu espaço para ser mostrada na Terra das Confecções. A palestra é uma realização da CDL em parceria com o SEBRAE.

A palestra acontecerá hoje (31), às 19 horas da noite no auditório do SENAI.

A entrada será gratuita!

Comunicado

A CDL Santa Cruz do Capibaribe comunica a todos seus associados e comunidade em geral que nos dias 02 e 03 de abril, sexta-feira e Sábado, respectivamente, não vai ter expediente em decorrência do feriado da Semana Santa. O funcionamento normal da entidade voltará na segunda-feira, dia 05 de abril. A entidade aproveita o ensejo e deseja a todos uma Semana Santa de muita paz.

Banco Central vai trocar cédulas do Real até 2012


As novas cédulas da moeda brasileira, o Real, já estão ficando prontas e devem entrar em circulação no mercado no dia 20 de maio. A medida foi tomada para tornar as cédulas mais seguras contra falsificação e também porque o governo busca internacionalizar o real.

O Banco Central prevê colocar em circulação neste primeiro semestre as notas de R$ 100 e R$ 50 reais. As demais notas seriam inseridas no mercado no segundo semestre e até 2012 todas as cédulas serão substituídas.

O Brasil já teve muitas mudanças do dinheiro, mas dessa vez é apenas uma mudança de cédulas, ou seja, o dinheiro será o mesmo, apenas as cédulas irão mudar de jeito e tamanho. As novas notas do real são maiores um pouco e possuem maior segurança contra falsificação.

>>Leia matéria sobre a mudança das cédulas aqui!

Fusão de redes varejistas ajuda pouco o consumidor

Texto de Vinícius Albuquerque
do R7.com

A fusão entre as líderes regionais do varejo, Insinuante - com presença mais forte na Bahia - e Ricardo Eletro - em Minas Gerais - cria uma força mais capaz de lidar com fornecedores e concorrentes, mas isso não deve significar necessariamente preços mais baixos ao consumidor, segundo analistas ouvidos pelo R7.

O grupo Máquina de Vendas, surgido com a fusão entre as duas líderes regionais, pode lidar de forma mais adequada com a indústria e resistir ao avanço de gigantes como Pão de Açúcar, Casas Bahia e Magazine Luíza, disse o consultor de varejo George Washington Mauro, da GWM Consultoria.

- Uma rede menor perde força com o fornecedor. Com um grupo de R$ 5 bilhões de faturamento, cria-se uma oportunidade de concorrer de igual para igual.

Mauro considera ser natural que fusões ocorram no setor varejista, e que a união entre duas empresas de forte presença regional forme uma frente para competir no mercado. Ele afirmou ainda que é preciso esperar para ver como o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) vai reagir ao negócio.

- Não se sabe o que o Cade vai fazer. Ele procura controlar para evitar abuso, mas no fundo o que o governo não quer é que ocorra um problema social, como desemprego, se alguma empresa viesse a fechar.

Já o professor do Centro de Excelência no Varejo, da FGV (Fundação Getulio Vargas), Maurício Morgado, diz que essa força para lidar com fornecedores e concorrentes pode não se refletir em preços mais baixos para o consumidor.

- Isso [a fusão de Ricardo Eletro e Insinuante] não beneficia o consumidor. Podem dizer que sim, mas não acredito, pois são menos opções de escolha. Negocia-se melhor com fornecedores, mas isso não necessariamente será repassado para os clientes.

Para Morgado, do ponto de vista das empresas, é inegável que a fusão trará benefícios.

- O grupo Pão de Açúcar/Casas Bahia ficou muito forte, as pequenas redes regionais precisam ganhar escala para fazer frente a um mercado mais competitivo.

Ele avaliou que a internet pode ser um lugar para encontrar preços competitivos, mas o comércio online no Brasil ainda não é tão expressivo. A própria indústria, por sua vez, poderia tomar a iniciativa de se dirigir diretamente ao consumidor - ele lembrou o caso da americana Dell Computer, que nasceu da venda direta de computadores ao consumidor, e só recentemente se aproximou das redes varejistas.

Essa estratégia, no entanto, é pouco provável, segundo o professor, uma vez que a indústria de eletrodomésticos e eletroeletrônicos no Brasil depende muito do varejo. Segundo ele, para as redes que restam a estratégia pode ser a oferta de serviços diferenciados, mais específicos, ou produtos diferenciados, como faz hoje a rede Fast Shop.

>>Leia a matéria completa e veja o faturamento dos grandes varejistas no Brasil

segunda-feira, 29 de março de 2010

“Minha casa, minha vida”: Programa do Governo Federal chega a Santa Cruz do Capibaribe


A Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe, neste ato representada pelo prefeito municipal Antônio Figueirôa de Siqueira, em cumprimento aos critérios estabelecidos pelo Ministério das Cidades, torna público a todas as pessoas interessadas que será feito o cadastramento no Programa Habitacional “Minha casa, minha vida”, devendo os interessados preencher os seguintes requisitos e apresentar a documentação abaixo:

a) Documentos pessoais: Identidade, CPF, Título de Eleitor, Carteira de Trabalho, Carteira Reservista (para sexo masculino), comprovante de residência (conta de água ou luz), Certidão de Nascimento (dos filhos), Certidão de Casamento (ou declaração de convivência) e Certidão de não Convivência (para casais separados, mas que não completaram o processo de separação);

b) Comprovação de renda (formal ou informal), somente para enquadramento no programa de até R$ 1.395,00 (um mil trezentos e noventa e cinco reais);

c) Não ter sido beneficiado anteriormente em programas de habitação social do governo;

d) Não possuir casa própria ou financiamento em qualquer UF (Unidade Federativa);

e) Residir no município de Santa Cruz do Capibaribe ha mais de 03 anos;

f) Famílias que residem em locais de risco e/ou insalubres;

g)Famílias que tenham como chefe de família mulheres;

h) Famílias cadastradas no CADÚNICO.

Serviço


Os cadastros serão realizados nos dias 29,30 e 31 de março de 2010 , no horário das 8 às 12 horas, no CRAS – Centro de Referência da Assistência Social localizado na rua Padre Estima, 140 – Centro; e na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social que fica na rua Cabo Otávio Aragão, 412 – Centro.

Parabéns...


Hoje, quem faz aniversário é o Diretor de Desenvolvimento e Empreendedorismo da CDL Santa Cruz do Capibaribe, Bruno Bezerra. Ele que com sua luta desenvolve um bonito trabalho na entidade, onde em todas as oportunidades representa a CDL tão bem. Todos da instituição desejam a você Bruno, um dia de felicidades e de muita paz.

Parabéns!

Veja matéria da Folha de São Paulo postada no site da FENACON

País volta a ser oitava maior economia
Após 11 anos, Brasil voltou ao posto que havia sido perdido para a Rússia segundo ranking que considera PIBs em dólares

Crescimento ajuda a atrair mais investidores e a elevar influência geopolítica; dados foram compilados pela Economist Intelligence Unit

ÉRICA FRAGA - ESPECIAL PARA A FOLHA

A recente crise mundial alçou o Brasil à condição de oitava maior economia do mundo em 2009. É a primeira vez desde 1998 que o pais ocupa essa posição no ranking global com o PIB (Produto Interno Bruto) medido em dólares.

A crise econômica no mundo desenvolvido, a fortaleza do real e políticas anticíclicas bem sucedidas adotadas pelo governo contribuíram para esse resultado. Mas por trás da performance brasileira há também deficiências, como uma economia ainda fechada, que se travestiram de vantagem durante a crise, mas que no longo prazo tendem a voltar a pesar negativamente na trajetória do país.

O desempenho da economia brasileira já havia sido favorável entre 2007 e 2008, quando passou da décima à nona posição no ranking mundial, deixando para trás a Espanha e o Canadá, embora tenha sido ultrapassado pela Rússia. Com esse movimento, o Brasil também passou a ser a segunda maior economia das Américas, atrás apenas dos Estados Unidos.

Ganhar posições no ranking de maiores economias é positivo porque torna o país mais atrativo para investidores externos e aumenta seu peso geopolítico. Mas desde que a mudança seja sustentável; e, de preferência, se trouxer chances de mais progresso no futuro.

Colocando o caso brasileiro em perspectiva histórica, não se pode dizer que a melhoria registrada nos últimos dois anos represente um fato inédito. Há décadas o país oscila entre a oitava e a décima posição (embora tenha estado pontualmente também em sétimo e décimo terceiro lugares desde 1980).

O câmbio costumava ser fator primordial nas mudanças do Brasil no ranking das maiores economias. Na última vez em que havia ocupado a oitava posição, em 1998, foi derrubado pela maxidesvalorização do real em janeiro do ano seguinte, caindo para décimo lugar.

No ano passado a força do real também colaborou para a melhoria relativa do Brasil. Prova disso é o fato de que o tamanho da economia brasileira medido pela chamada paridade do poder de compra (PPP) -que ajusta os valores absolutos do PIB de acordo com o custo de vida em cada país -se manteve na nona posição.

Mas não foi só o câmbio. Outros fatores também ajudaram o Brasil, como o próprio desempenho da economia e o fato de ser relativamente fechado.

ÉRICA FRAGA é editora sênior da consultoria britânica Economist Intelligence Unit (EIU)

Semana Santa: período de renovação da fé


Hoje estamos começando a viver a Semana Santa. Neste período, a renovação da fé humana é constante. Vivemos tempos de violência, desigualdades, bebidas em excesso, direção perigosa, enfim, fatos que precisam ser revistos pela sociedade em geral. Nessa fantástica semana, vamos tentar ver o que de fato são valores e que não podem se perder pelo tempo. O segredo da felicidade está no processo de construções de pontes, e não de paredes. Pontes que irão nos levar um ao outro, pois as paredes torna o homem isolado.

Todos nós que fazemos a CDL Santa Cruz do Capibaribe desejamos a todos os associados e sociedade em geral, uma Semana Santa Bárbara e uma Páscoa de renovação!!!

China investirá pesado no Brasil em 2010

Do JC online

O ano de 2010 deverá assistir a um salto no volume de investimentos da China no Brasil, com os maiores negócios da história das relações bilaterais. A maior quantidade de recursos estará concentrada nos setores de petróleo, mineração e siderurgia, que atendem a necessidades estratégicas do país asiático para manutenção do alto ritmo de crescimento econômico.

A visita ao Brasil do presidente Hu Jintao, em 15 e 16 de abril, será um marco nessa onda de investimentos. Durante a passagem do líder chinês pelo Brasil deverá ser assinado contrato entre a LLX, do empresário Eike Batista, e a estatal Wisco (Wuhan Iron and Steel Corporation) para a construção de uma siderúrgica no Porto do Açu. Se concretizado, o investimento será o maior já realizado pela China no setor de siderurgia em outro país, além de ser o maior investimento chinês já recebido pelo Brasil. A Wisco entrará com 70% dos US$ 4,7 bilhões necessários à concretização do projeto.

A Petrobras e a Sinopec discutem parceria que pode levar à exploração conjunta de petróleo no Brasil e trabalham para que o acordo seja anunciado durante a visita de Hu. A estatal chinesa já tem participação de 20% em dois poços da Petrobras no Pará. Além disso, a companhia brasileira negocia novo empréstimo de US$ 10 bilhões com o Banco de Desenvolvimento da China (BDC), que poderá ser anunciado na visita do líder chinês.

Com a perspectiva de manter forte crescimento no futuro próximo, os chineses estão preocupados com a segurança energética e tentam garantir fontes estáveis de fornecimento. O descobrimento do petróleo na camada do pré-sal no Brasil abriu novo capítulo na exploração do produto e criou uma fonte potencial de fornecimento à China. “O setor de petróleo levará ao surgimento de nova geração de projetos de investimentos chineses no Brasil” disse o embaixador do Brasil na China, Clodoaldo Hugueney.

O mapa do mercado de luxo no Brasil

Do G1.com


Este ano, a cada 35 dias, um brasileiro deve comprar uma Ferrari. Não é, necessariamente, o mesmo consumidor que visitará as lojas DVF de Diane Von Furstenberg, Burberry, CH Carolina Herrera e Aston Martin, que serão inauguradas ainda no primeiro semestre, ou as novas butiques da Louis Vuitton e da Cartier. O cliente do mercado de luxo vai usar muito seu cartão de crédito. Com um gasto médio de quase R$ 3,5 mil por compra, o consumidor brasileiro do mercado de luxo deve impulsionar em até 50% as vendas de dezenas de marcas – consolidando 2010 como o melhor ano para o luxo no país.

No ano passado, mesmo sob o efeito da crise financeira mundial, o universo do luxo faturou em torno de US$ 6,45 bilhões no Brasil, 8% a mais do que os US$ 5,99 bilhões registrados em 2008, segundo o último estudo da empresa de pesquisas GfK Brasil em parceria com MCF Consultoria, especializada na área. Em 2009, o Brasil assistiu à chegada das grifes Hermès, Missoni, Christian Louboutin, Bentley, Lamborghini e Bugatti, que investiram juntas US$ 830 milhões. Segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), no mesmo ano, as vendas de veículos importados passaram de 370.937 para 485.428 carros, um avanço de 30,9%.

>>Leia a matéria completa no G1.com

Empréstimo pessoal movimenta operações com crédito consignado

Da Band.com

As operações de crédito pessoal movimentaram R$ 2,11 bilhões, em fevereiro de 2010, segundo o MDS (Ministério da Previdência Social). Elas representaram quase a totalidade das operações de crédito consignado realizadas pelos aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) no mesmo mês. O valor é 140% acima dos R$ 877,5 milhões registrados em fevereiro de 2009.

Já o número de operações com cartões de crédito caiu 84,5% em relação ao mesmo período de 2009. Segundo o MDS, a queda demonstra que os aposentados e os pensionistas têm se desinteressado pelas compras com cartão.

De acordo com o MDS, as operações de crédito consignados, ou seja, a soma dos empréstimos pessoais com as compras com cartão de crédito, ficaram em R$ 2,12 bilhões. O resultado é 114,3% superior do registrado em fevereiro de 2009, que foi de R$ 990 milhões.

O Sudeste liderou o ranking das regiões com mais operações de crédito consignado, em fevereiro. Foram 434,6 mil contratos que representam 54,82% do total do país. Destes, 50,69% somente no Estado de São Paulo. Em seguida vieram a região Nordeste, com 286 mil operações, e o Sul, com 162,3 mil empréstimos consignados.

Redação: Bruna Carolina Carvalho


domingo, 28 de março de 2010

CDL Jovem Santa Cruz do Capibaribe: um ano de muitas ações

Em apenas um ano que foi criada, a CDL Jovem de Santa Cruz do Capibaribe já demonstrou que foi veio para desenvolver trabalhos junto à sociedade santa-cruzense. A diretoria tomou posse no início de março de 2009, e no decorrer do mandato, já prestou importantes serviços à população. Campanhas de cunho social foram elaboradas para unir toda comunidade em prol de objetivos sociais.

Conheçam algumas das ações feitas pela CDL Jovem de Santa Cruz do Capibaribe:

Participação na Convenção das CDLs: O jovem presidente Isac Filho participou apresentando uma palestra sobre a criação da CDL Jovem da cidade;

Envio de ofícios aos Bancos: Foi enviado aos Bancos da cidade um ofício solicitando a colocação de caixas eletrônicos em todos os setores do Moda Center Santa Cruz;

Campanha faça uma Criança Feliz: a campanha arrecadou brinquedos, os quais foram distribuídos entre crianças carentes de Santa Cruz do Capibaribe;

Missão a Feira de Franquias: A diretoria da entidade viajou ao Recife para visitar a feira de Franquias, organizada no Centro de Convenções;

Missão Ecológica: em parceria a CDL sênior, a CDL Jovem foi até a Serra do Distrito do Pará, visitar o local, onde puderam observar todo ecossistema disposto no local;

Campanha do Livro: essa foi uma das campanhas que mais surtiu efeito dentro da sociedade. Foram arrecadados quase seis mil livros, onde toda a sociedade pode participar e posteriormente, os livros foram doados a Escolas Públicas e Creches da cidade.

Essas foram ações que a CDL Jovem em seu primeiro ano de atuação desenvolveu visando a unidade social. Para o presidente Isac Filho, todas essas ações os fazem se sentir muito felizes, pois é através delas que se percebe o quanto se pode contribuir com as pessoas de uma sociedade. “A gente pode ter uma atuação ainda mais ampla, e essa atuação é preciso justamente por falta de políticas públicas no seio social da nossa cidade”, relatou.

sábado, 27 de março de 2010

Prêmio reconhece boa gestão de micro e pequenas empresas brasileiras

Da redação da
revista PEGN

MPE Brasil premiou nove organizações de todo o país

Micro e pequenas empresas com boas práticas de gestão foram premiadas no 7° Reconhecimento e Premiação Nacional às Micro e Pequenas Empresas, organizado pelo Movimento Brasil Competitivo (MBC), em parceria com o Sebrae Nacional, Gerdau e Fundação Nacional da Qualidade (FNQ).

Em 2009, foram 57 mil empresas inscritas de todo o país. As organizações premiadas foram: Fazenda Vale do Boi (TO), na categoria Agronegócios; Patrimonium Segurança (PR), na categoria Comércio; ICQL Química (RJ), na categoria Indústria; Escola Kennedy (BA), na categoria Serviços de Educação; Simpharma (PE), na categoria Serviços de Saúde; Omega Tecnologia (RS), na categoria Serviços de Tecnologia da Informação; Canto das Águas Hotel (BA), na categoria Serviços de Turismo; Aprimor Consultoria (RN), na categoria Serviços; e Quinta da Estância Grande (RS), na categoria Destaque de Boas Práticas em Responsabilidade Social.

As inscrições para o Ciclo 2010 do MPE Brasil estão abertas. O objetivo é alcançar 75mil inscrições. Os interessados podem se inscrever gratuitamente pelo site www.mbc.org.br/mpe ou nos pontos de atendimento do Sebrae. As empresas serão avaliadas pela qualidade da gestão e capacidade empreendedora do empresário, por meio de questionários de auto-avaliação, utilizando critérios internacionalmente reconhecidos.

Dia da costureira


Santa Cruz do Capibaribe é uma importante cidade dentro do Pólo das confecções do Agreste pernambucano. O município se destaca pela gente empreendedora e pela garra e força das mulheres que de forma sutil e elegante, são quem fazem dessa terra a mola propulsora de todo pólo. Hoje, 27 de março, é comemorado o dia da costureira, e a CDL de Santa Cruz do Capibaribe não poderia deixar de parabenizar essas guerreiras pelo seu dia.


Parabéns!!!

Felicidades


A CDL Santa Cruz do Capibaribe felicita seu colaborador, o agente administrativo Charles Leopoldino, que hoje (27), está comemorando uma data especial em sua vida. Charles é tido por seus colegas de trabalho como excelente companheiro. Por isso todos nós que fazemos a CDL Santa Cruz do Capibaribe lhes desejamos toda felicidade do mundo! Parabéns!

sexta-feira, 26 de março de 2010

Depois da poluíção do Rio Capibaribe ser destaque na imprensa nacional, Secretário de Meio Ambiente divulga nota

Justificativa da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente sobre a poluição do Rio Capibaribe.

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, juntamente com o Governo Municipal, herdou das administrações passadas um dos maiores poluidores do Rio Capibaribe no nosso município, a saber, o Matadouro Público de nossa cidade.

Desde o início desta administração, o Prefeito Toinho, juntamente com a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, não mediu esforços para adequar o matadouro público as normas da Agência Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos - CPRH e da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária - ADAGRO.

O Ministério Público de posse do relatório da ADAGRO, solicitou a interdição do matadouro, sendo feito um ajuste de conduta para cumprir esta solicitação. O Prefeito contratou uma empresa para fazer o projeto da construção de uma estação de tratamento dos efluentes a serem descartados pelo matadouro, projeto este apresentado a CPRH e reprovado pela distância do matadouro, que fica a 35 metros, quando o correto é 170 metros da margem do rio. Foi solicitado também vistoria da ADAGRO, sendo apresentado em sua conclusão a necessidade de uma adequação de aproximadamente 80% das estruturas internas, além da readequação geral da higienização do local e qualificação de todos os funcionários. Não sendo possível investimento naquele matadouro, pois é jogar dinheiro fora, haja visto que a localização do mesmo não atende a reivindicação da CPRH.

O Prefeito Toinho do Pará está negociando um terreno entre Santa Cruz do Capibaribe e Poço Fundo, próximo às margens da PE-160, para a construção de um novo matadouro, possivelmente regionalizado, com investimento do Governo do Estado, obedecendo as normas da CPRH e da ADAGRO. Esta é a solução para não se jogar os poluentes do matadouro na calha do Capibaribe. Conclusão: O matadouro público municipal nunca deveria ter sido construído no local onde se encontra, e todos os problemas de poluição do Rio Capibaribe causados pela sua existência, estão ligados à proximidade e irregularidade de sua construção.

Rui José Medeiros Silva

Secretário de Agricultura e Meio Ambiente

Homens ultrapassam mulheres entre os inadimplentes

Do Diário PE

Os homens superaram as mulheres entre os mais inadimplentes do país nos dois primeiros meses do ano. Com crescimento de 9,5% na comparação com janeiro e fevereiro do ano passado, os homens somaram 50,34% do total de entrevistados, de acordo com dados da TeleCheque.

A faixa etária que ficou mais inadimplente no bimestre foi entre 31 e 40 anos, que geralmente não está inserida nas vagas temporárias geradas no final do ano. De acordo com a pesquisa, classes mais baixas devem voltar a assumir o posto dos mais inadimplentes. Com a crise mundial, as classes mais altas foram afetadas e tomaram essa posição.

Segundo dados do vice-presidente da TeleCheque, José Antônio Praxedes Neto, as classes C e D enfrentam maior dificudade em conseguir crédito no país, ao contrário da A e B que, naturalmente, conquistam vantagens em diversas instituições financeiras.

"Apesar disso, vemos que o mercado está disposto a investir o que for necessário para ampliar os negócios e não vão economizar em campanhas publicitárias e condições de prazos e descontos diferenciados para fidelizar os consumidores de suas lojas", disse Praxedes, em nota.

Para completar o perfil, os mais inadimplentes foram os casados (47,42%), com idade entre 31 e 40 anos (33,48%), com 2º grau completo (46,97%), empregados (35,28%), com a faixa de rendimento entre R$ 2.075 a R$ 2.490 (20,22%). O principal motivo da inadimplência foi o descontrole financeiro (47,19%). Os itens mais comprados foram telefones celulares e acessórios (13,03%), vestuário (11,01%) e itens de supermercados (9,21%).

A pesquisa foi realizada com 455 pessoas inadimplentes, usuárias de cheques no Brasil, mas que não são, necessariamente, inadimplentes nessa forma de pagamento.

Reunião da CDL Jovem de Santa Cruz do Capibaribe

A diretoria da CDL Jovem de Santa Cruz do Capibaribe se reuniu ontem (25), na sala de reuniões da entidade para apresentar e discutir a elaboração da Campanha de reordenação do trânsito, realização da festa junina da entidade, prestação de contas e uma missão ao Porto de SUAPE.

Para o presidente da Entidade Jovem, Isac Filho, a reunião foi muito importante, pois foi dado um grande passo quanto a formatação da Campanha do trânsito. “Esperamos que essa campanha surta efeito, que as pessoas possam se conscientizar a partir dele. Porém, temos de conscientizar tanto os condutores como também o poder público na questão do nosso trânsito, para que assim nós possamos trafegar melhor pelas ruas da nossa cidade”, conlcuiu.

quinta-feira, 25 de março de 2010

Rio Capibaribe de tantos poetas chora pelo sangue

O sangue do matadouro público de Santa Cruz do Capibaribe está sendo todo derramado dentro de um dos mais importantes rios do Nordeste; o Rio Capibaribe. O rio ficou todo tingido de vermelho no trecho próximo do matadouro da Terra das Confecções. O fato foi notícia no Jornal do Commércio, Jornal Nacional e no Globo Notícia, além de blogs da cidade.

Na semana que se comemorou o dia da água, essa contradição que entristece a todos os habitantes das 42 cidades banhadas pelo Rio.

Veja o vídeo exibido no Jornal Nacional!

CDL Caruaru completa 45 anos e firma parcerias para campanha de prêmios


A CDL Caruaruense está fazendo 45 anos em paralelo a Rádio Liberdade de Caruaru. Como sacada de marketing, a entidade se uniu a Rádio e firmou parceria com a CDL de Santa Cruz do Capibaribe e Belo Jardim para comemorar a data.

O intuito da Campanha é buscar dar um incremento nas vendas dentro do período composta por datas comemorativas como dia das mães e dos namorados, além dos festejos juninos e a Copa do Mundo.

O lançamento da Campanha aconteceu no Baco’s Recepções em Caruaru. Na ocasião, o presidente da CDL da Terra do Mestre Vitalino, Adjar Soares falou da importância da campanha para a região. “A campanha foi formatada para que possamos junto aos lojistas incrementar as vendas nessas três cidades que firmamos parceria. Esperamos aumentar as vendas em 30% na região, aquecendo o comércio para aproveitarmos as datas comemorativas no período da campanha”, explicou.

As cidades de Santa Cruz do Capibaribe e Belo Jardim também irão participar da Campanha. Nos próximos dias, representantes da CDL Caruaru estarão visitando os municípios para apresentar e divulgar a campanha para os lojistas de ambas as cidades
.

Convite EMPRETEC

A CDL unidade Santa Cruz do Capibaribe convida a toda sociedade para uma palestra no próximo dia 31, às 19:00 no auditório do SENAI. O tema da palestra EMPRETEC - metodologia desenvolvida pela ONU, e implantada no Brasil pelo sistema Sebrae.

O público alvo é empresários, aspirantes a empresários e profissionais liberais. O intuito da palestra é mostrar aos participantes como se desenvolve o comportamento empreendedor, e potencial competitivo, fazendo com que ele se familiarize e se identifique com as seguintes características presentes nos empresários bem sucedidos.

A palestra será conduzida por um consultor do SEBRAE e a entrada é gratuita.

CDL Santa Cruz do Capibaribe promove vários cursos

A CDL da Terra das Confecções está sempre promovendo cursos para associados e sociedade em geral. Só neste mês de março a entidade promove três cursos. Massas e molhos, com o gastrônomo, Henrique Feitosa, onde no decorrer do curso ele mostrou como preparar as melhores massas e combinar com molhos dos mais diferentes sabores.

Atualmente, a instituição está com os cursos de Gestão de Pessoas com a Consultora Áurea Malta. O curso foi bastante concorrido e as pessoas que estão participando estão maravilhadas com os resultados apresentados no módulo.


O outro curso apresentado é com Fred Malta, Formação Comercial que tem como objetivo desenvolver nos participantes estratégias de como lidar com o comércio de modo geral.


quarta-feira, 24 de março de 2010

Capibaribe das águas limpas, por que não? CDL Santa Cruz do Capibaribe adere a campanha em prol do Rio Capibaribe


A Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL de Santa Cruz do Capibaribe aderiu a essa campanha onde, todas as cidades banhadas pelo Rio Capibaribe serão convocadas a se unir ao movimento em prol da revitalização do Capibaribe.

Esta semana, a CDL da terra das confecções assinou um termo onde se compromete estar unida a outras entidades das 42 cidades banhadas pelo Capibaribe. A proposta dos membros do Comitê da Bacia Hidrográfica do Capibaribe é unir esforços junto a instituições e, consequentemente, buscando recursos para fomentar ações ao longo 270 km.

O Termo de adesão assinado pela CDL reza os seguintes tópicos:

Contribuir objetivamente para a conservação e recuperação da Bacia do Rio Capibaribe;

Promover atividades ou apoiar iniciativas que tenham como finalidade este objetivo;

Apresentar anualmente, ao Comitê da Bacia do Rio Capibaribe, resultados que evidenciem este compromisso assumido.

Inflação fica maior em Brasília, Recife e Salvador, mostra FGV

Do G1.com

A inflação calculada pelo Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) ficou maior em três das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) na passagem da segunda para a terceira semana de março. A maior aceleração foi registrada no Recife, onde o indicador passou de 0,79% para 0,91%.

Também ficaram maiores, na mesma comparação, as taxas verificadas em Brasília, que passou de 0,40% para 0,42%), e Salvador (de 0,34% para 0,44%).

No conjunto das capitais, no entanto, o indicador perdeu força, passando de 0,93% para 0,87%, resultado da desaceleração verificada na inflação nas demais cidades.

Apesar da queda, Porto Alegre seguiu com a maior taxa entre as capitais pesquisadas: o IPC-S na capital gaúcha recuou de 0,36% para 1,21%. Também permanecendo acima de 1%, a inflação recuou de 1,30% para 1,13% no Rio de Janeiro.

As demais desacelerações foram registradas em Belo Horizonte (de 0,81% para 0,75%) e São Paulo (de 0,87% para 0,81%).

terça-feira, 23 de março de 2010

Artigo


Os símbolos da Páscoa



Déborah F. Costa - Nutricionista*



O nome páscoa surgiu a partir da palavra hebraica "pessach" ("passagem"). Para os cristãos, a Páscoa é a passagem de Jesus Cristo da morte para a vida: a Ressurreição. Diferentes símbolos são utilizados para representá-la, os principais são o ovo, o cordeiro, o vinho e o peixe.


De todos os símbolos os ovos de páscoa são os mais conhecidos. Nas culturas pagãs, o ovo trazia a idéia de começo de vida. Os povos costumavam presentear os amigos com ovos, desejando-lhes boa sorte. Os chineses já costumavam distribuir ovos coloridos entre amigos, na primavera, como referência à renovação da vida. Os cristãos primitivos do oriente foram os primeiros a dar ovos coloridos na Páscoa simbolizando a ressurreição, o nascimento para uma nova vida.


Esses ovos são feitos de chocolate, produto derivado do cacau e pode ser encontrado em várias versões: ao leite, branco, amargo, com amendoim, amêndoa ou avelã, com ou sem recheio, etc., variando em função do acréscimo em partes diferentes de seus componentes individuais e assim, varia também seu valor calórico, que em qualquer dos casos é elevado. Possui diversos benefícios, o mais conhecido é o efeito antioxidante do chocolate, principalmente no chocolate amargo, pois contém polifenóis em sua composição; que previne o envelhecimento precoce e atua como protetor das funções do coração. Além de conter proteínas, gorduras, cálcio, magnésio, ferro, zinco, caroteno, vitaminas E, B1, B2, B3, B6, B12 e C.


Vale ressaltar que o excesso de chocolates pode ocasionar obesidade, cáries, alergias e elevação do colesterol. E que os chocolates na versão "diet" costumam apresentar mais gordura do que os chocolates convencionais tornando-se, portanto mais calóricos. Sendo indicados apenas para pessoas que não possam consumir açúcar como diabéticos.
Chocolates no geral, devem ser consumidos com moderação sendo recomendado não mais que 30g de chocolate por dia.


*Graduada pela UFPB, com atuação no âmbito Clínico, Hospitalar e Ambulatorial.

Preços continuam subindo em março em todo Brasil

Do R7.com

Os preços continuam subindo em março, segundo dados divulgados nesta terça-feira (23) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). No mês passado, o IPCA-15 (Índice Geral de Preços ao Consumidor Amplo- 15 dias) constatou que os produtos em dez capitais brasileiras mais o Distrito Federal ficaram, em média, 0,55% mais caros. O IPCA é o indicador que o governo federal considera como inflação oficial.

O IPCA-15 é uma prévia do IPCA anual. Ou seja: quando o governo diz “para a inflação ficar dentro da meta”, é sobre o IPCA que ele se refere. Para este ano, a meta de inflação é de 4,5%, mas os analistas dizem que se os preços continuarem subindo mês a mês, a inflação em 2010 vai ficar bem acima desse patamar.

- Considerando os últimos doze meses, o índice ficou em 5,09%, também acima dos doze meses imediatamente anteriores (4,63%). Em março de 2009 a taxa havia ficado em 0,11%.

Os preços na educação foram os que mais influenciaram a redução do ritmo inflacionário. Os efeitos dos reajustes sazonais (que acontecem em determinada época) de início do ano ficaram concentrados em fevereiro. É normal que o segmento educação empurre os preços para cima em janeiro e em fevereiro. Em março, o grupo apresentou variação de 0,55%, enquanto em fevereiro atingiu 4,55%. A taxa de 0,55% do mês reflete, basicamente, os reajustes ocorridos na região metropolitana de Fortaleza (5,77%).

Os reajustes nos transportes públicos também já foram absorvidos nas capitais analisadas. As tarifas dos ônibus urbanos passaram de 3,84% em fevereiro para 1,7% em março. Ou seja, o ritmo da inflação caiu para menos da metade. Em Belém (6,32%), com reajuste de 8,8% (em vigor desde o dia 03 de fevereiro); Rio de Janeiro (5,86%), reajuste de 6,82% (em 08 de fevereiro); e Porto Alegre (5,60%), reajuste de 6,52% (em 07 de fevereiro).

Para calcular o IPCA-15, os preços foram coletados entre 11 de fevereiro e 15 de março e comparados com o resultado do período de 15 de janeiro a 10 de fevereiro. São analisadas famílias com rendimento entre 1 a 40 salários mínimos, e a pesquisa abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e Goiânia. A metodologia utilizada é a mesma do IPCA; a diferença está no período de coleta dos preços.

Venda de material de construção cresce 19% em fevereiro

Do G1.com

As vendas de materiais de construção no Brasil avançaram 19% em fevereiro na comparação com o mesmo mês do ano passado, mas recuaram 4,15% em relação a janeiro. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (23) pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat).

Segundo a entidade, a queda na comparação mensal pode ser atribuída ao menor número de dias úteis em fevereiro.

"No acumulado do primeiro bimestre deste ano tivemos alta de 16,31%. Assim, mantemos a estimativa de fechar 2010 com um crescimento em torno de 15%", disse o presidente da Abramat, Melvyn Fox, em comunicado.

Nos últimos 12 meses, o varejo de materiais de construção acumula queda nas vendas de 7,68%. Em fevereiro, as vendas de materiais básicos aumentaram 22,06% em relação ao mesmo período do ano passado, mas recuaram 4,45% ante janeiro.

Já as vendas de materiais de acabamento no mês passado cresceram 13,42% sobre fevereiro de 2009 e caíram 3,56% sobre o primeiro mês deste ano.

De acordo com a Abramat, fevereiro foi o quarto mês com variação positiva das vendas de materiais na relação anual. Para os próximos meses, a entidade estima a continuidade desse movimento, apoiado na manutenção da desoneração do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre os materiais de construção e no avanço das obras do programa "Minha Casa, Minha Vida".

"A extensão do IPI reduzido para materiais de construção pode beneficiar ainda mais o consumidor 'formiguinha'. As reformas e ampliações autogeridas de moradias serão um fator primordial para manter a demanda aquecida", acrescentou o presidente da Abramat.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Empresas de Santa Cruz do Capibaribe são 42% na Rodada de Negócios em Caruaru

Em sua nona edição, a Rodada de Negócios da Moda Pernambucana, a cidade de Santa Cruz do Capibaribe leva 43 empresas para expor sua produção, representando 42% das empresas expositoras. Caruaru teve 22 lojistas e o restante ficou dividido entre empresas de Toritama e outras cidades da região.

O evento aconteceu de 17 a 19 de março na cidade de Caruaru, no Espaço de Eventos Maria José Recepções II. Um espaço montado com estandes com as melhores roupas do Pólo das Confecções do Agreste, que recebeu 300 compradores de todo Brasil.

A nona Rodada teve 103 empresas no total e movimentou cerca mais de R$ 10 milhões de reais, segundo os organizadores. De acorco com Anderson Porto, presidente da Associação Comercial e Empresarial Caruaruense – ACIC, as vendas de agosto são sempre superiores as do mês de março.

A expectativa dos organizadores para esse ano foi totalmente superada. Eles esperavam um aumento de 20% no montante de negociações em relação a do ano passado nesse mesmo período. As empresas expositoras desse ano somaram um aumento de 10%. Em agosto, acontece a décima edição e os organizadores prometem surpresas para alavancar a economia da região.

Volume de cheques diminui 78,8% em 15 anos


Do R7.com

O volume de cheques compensados diminuiu em 78,8% entre maio de 1994, logo após o início do Plano Real, e fevereiro do ano passado, segundo dados do BC (Banco Central). A popularização dos cartões de crédito e débito é apontada como a causadora da diminuição do uso do “cheque-pré” – operação de crédito que teve o seu auge nos anos 80.

Entre junho de 1992 e maio de 1994, foram compensados mensalmente entre 310 mil e 445mil cheques. A partir de junho de 1995, no entanto, nenhum outro mês voltou a ter compensação de 300 mil cheques ou mais e, a partir de janeiro de 2003, o volume caiu para o patamar dos 100 mil e daí não saiu mais – chegando a um mínimo de 94 mil em fevereiro do ano passado.

O assessor técnico da Febraban, Walter Tadeu, diz que o cheque veio para ficar e terá seu espaço, como nos Estados Unidos, onde, apesar do grande volume de plásticos, ainda permanece.

- Não dá para dizer que no Brasil o cheque esteja no fim. O que pode acontecer é que o cheque poderá dividir o mercado com outras formas de pagamento.

Lojistas e calote

No comércio, a visão é praticamente a mesma. O velho talonário deve existir pelos próximos 30 anos, segundo Nabyl Sahyoun, presidente da Alshop (Associação Brasileira dos Lojistas de Shopping). Ele destacou ainda que a maior segurança oferecida por empresas de consulta ao histórico de crédito dos clientes favorece a permanência do cheque.

Com ganhos no nível de renda e de emprego, os calotes no cheque diminuíram,segundo o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos, divulgado na semana passada. Em fevereiro, foram devolvidos 1,607 milhão de cheques, o menor número desde março de 1997 (1,419 milhão).

A Serasa aponta, no entanto, que a redução nas emissões será lenta. Em fevereiro deste ano, por exemplo, foram compensados apenas 1,85% a menos de cheques na comparação com janeiro. Trata-se do menor patamar desde setembro de 2008.

Pequenos negócios têm prazo até 31 de março para entregar declaração de receita

Texto de Dilma Tavares
da Agência SEBRAE

Atrasos implicam multa de R$ 50 para o Empreendedor Individual e de pelo menos R$ 200para as micro e pequenas empresas

O prazo de entrega da Declaração Anual do Simples Nacional para o Empreendedor Individual (DASN-MEI) formalizado em 2009 e para a entrega da Declaração Anual do Simples Nacional (DAS) das micro e pequenas empresas, relativo ao ano-calendário 2009, termina no próximo dia 31 de março.

De acordo com o secretário executivo do Comitê Gestor do Simples Nacional, Silas Santiago, até o dia 15 de março haviam sido transmitidas 43.304 declarações de receita do Empreendedor Individual. Até o dia 18 de março, 784.174 mil micro e pequenas empresas entregaram suas declarações do Simples Nacional.

A estimativa é de que 51.787 empreendedores individuais deveriam entregar essas declarações. Para aqueles que não enviarem o documento dentro do prazo a multa é de R$ 50,00. No caso das micro e pequenas empresas que o fizerem fora do prazo a multa varia entre 2% e 20% dos tributos devidos, com o valor mínimo de R$ 200,00.

Silas Santiago explica que a fixação do prazo de 31 de março para a entrega da declaração anual das micro e pequenas empresas evitou que “os estados pedissem declarações adicionais das empresas com vistas ao cálculo do Índice de Participação dos Municípios (IPM)”.

A declaração é feita pela internet, no Portal do Simples Nacional, no endereço http://www8.receita.fazenda.gov.br/SimplesNacional/. Ou pelo portal da Receita Federal do Brasil (www.receita.fazenda.gov.br) onde há um link de acesso ao portal do Simples Nacional.

O empreendedor Individual também pode fazer a declaração no Portal do Empreendedor, no endereço HTTP://www.portaldoemrpeendedor.gov.br. Ao fazer a declaração ele também deverá imprimir o carnê de pagamento das taxas mensais relativas a 2010.

Os empreendedores individuais podem ainda procurar orientação no Sebrae e os serviços dos escritórios de contabilidade incluídos no Simples Nacional, que recolhem os tributos via tabela três. Por lei esses profissionais devem fazer gratuitamente a primeira inscrição e a primeira declaração desses empreendedores.

A relação desses escritórios está no site da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon) no endereço http://www.fenacon.org.br.

domingo, 21 de março de 2010

Artigo

SOLUÇÕES EMPRESARIAIS EM FINANÇAS

Por Sérgio Araújo

Uma boa gestão financeira é essencial a qualquer empresa. Dentro de um contexto altamente competitivo e com as margens de lucros cada vez mais estreitas, é fundamental controlar e minimizar custos, ter uma margem de segurança adequada e trabalhar com um bom capital de giro. Seguem algumas dicas simples e práticas que podem ser implementada pelas empresas:

 Controlar os custos, seja registrando em um caderno, em uma planilha ou até mesmo em sistemas de informação. Os custos precisam ser acompanhados e analisados constantemente.

 Veja também o capital de giro necessário à empresa e evite pagar juros altos que aumentam os custos financeiros. O capital de giro envolve dinheiro em caixa para manter as contas em dia, caso aconteça algum imprevisto nas vendas.

 Outro item importante é o estoque, que deve ser organizado e controlado. Estoque muito baixo pode ser um risco operacional. Por outro lado, estoque muito alto acarreta em custos e requer maior capital de giro.

 Portanto a empresa precisa de um estoque mínimo que garanta o abastecimento operacional. O prazo médio de recebimento deve ser compatível com o prazo médio de pagamento, pois isso também afeta o capital de giro.

Ter equilíbrio financeiro requer disciplina, bom senso e bom raciocínio lógico.

Sérgio Araújo
Mestre em Comércio Exterior e Relações Internacionais
Diretor e consultor da Máximo Soluções Empresarias
Professor do Centro de Ensino Superior Santa Cruz (CESAC)
Disciplinas: Administração Financeira e Orçamentária, Logística Empresarial e Contabilidade Geral

sexta-feira, 19 de março de 2010

CDL Santa Cruz do Capibaribe realiza palestra sobre direito do consumidor para alunos de escola pública


Visando tornar a Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL Santa Cruz do Capibaribe cada vez mais inserida na comunidade estudantil da cidade, a entidade aproveitou as comemorações do Dia do Consumidor, ocorrido no dia (15), para realizar uma palestra sobre Direito do Consumidor. A palestra foi voltada para os estudantes do ensino médio da Escola Padre Zuzinha.

Quem apresentou a palestra foi o Advogado e Diretor Jurídico da CDL, Marcelo Diogenes. O encontro teve o intuito também de apresentar aos estudantes o que é a CDL e qual o seu papel dentro do comércio lojista de Santa Cruz do Capibaribe.

Entrevista com Dr. Jean Bezerra - Coordenador do NPJ da ASCES

Blog CDL: Como funciona e há quanto tempo existe o Núcleo de Prática Jurídica da ASCES e quais as causas mais freqüentes apresentadas pelas pessoas que buscam a solução de seus problemas jurídicos?

Dr. Jean Bezerra: O Núcleo de Prática Jurídica da Associação Caruaruense de Ensino Superior/Faculdade ASCES, por exigência da Portaria do MEC nº 1886/94 e das Diretrizes Curriculares do Curso de Direito do MEC. No Curso de Direito da Faculdade ASCES foi instituído em 1996, reorganizado em 2001. Na verdade trata-se de escritório modelo, implementando o eixo de formação prática dos alunos do curso de bacharelado em direito, com atividades práticas, simulada e real. Nas atividades práticas reais, fazemos atendimento à comunidade mais carente, que não possa constituir advogado e/ou pagar as custas processuais. Também atuamos celebrando convênios com diversos escritórios de advocacia, Poder Judiciário Federal e Estadual, Ministério Público Federal e Estadual, Defensoria Pública Estadual e entidades que atuem com o direito.
As causas mais freqüentes no NPJ são aquelas relacionadas ao direito de família, como, por exemplo, divórcio, separação judicial, alimentos, interdição, dentre outras. De toda sorte, também atuamos com outras matérias cíveis, desde que tramitem na Comarca de Caruaru.

Blog CDL: Em sua opinião qual a importância de parcerias como esta, tanto para a instituição de ensino (ASCES), quanto para a CDL?

Dr. Jean Bezerra: Na verdade, as parcerias são importantes sustentáculos para oportunizar aos alunos estagiários aprendizagem da prática advocatícia, ministerial e cartória. Não se olvide dos benefícios para a comunidade, já que as pessoas receberão informações, orientações e mesmo serviços advocatícios sem quaisquer ônus.

Blog CDL: O Código de Defesa do Consumidor é um assunto pouco explorado no pólo de confecções do agreste pernambucano e ao mesmo tempo super importante para a realização das transações comerciais aqui desenvolvidas. Então, como fazer para que as pessoas se interessem em conhecer seus direitos e deveres, enquanto consumidores e/ ou fornecedores?

Dr. Jean Bezerra: Entendemos que a melhor forma das pessoas conhecerem seus direitos no campo do direito consumerista é se informando, participando de palestras, cursos e workshop, sem olvidar da importância do curso de bacharelado em direito. De toda sorte, iniciativas como esta da CDL Santa Cruz do Capibaribe ajudam a fomentar os conhecimentos acerca desta realidade.

Blog CDL: Quais os principais Direitos que estão garantidos no Código de Defesa do consumidor?

Dr. Jean Bezerra: São vários os direitos garantidos no CDC, mas alguns são extremamente salutares, a exemplo do direito de informação adequada acerca dos riscos do produto ou serviço, o direito de proteção da vida, saúde e segurança contra os riscos provocados por práticas no fornecimento de produtos ou serviços considerados perigosos ou nocivos, a educação e divulgação sobre o consumo adequado dos produtos ou serviços, asseguradas a liberdade de escolha e a igualdade nas contratações e diversos outros insculpidos no art. 6º e seguintes do Código de Defesa do Consumidor.

Blog CDL: Quais as principais obrigações do fornecedor, seja de um produto ou serviço?

Dr. Jean Bezerra: Quanto às obrigações o CDC estabelece diversas, sempre visando equilibrar a relação consumerista. Na verdade, o fornecedor deverá oferecer produtos e serviços com qualidade e quantidade adequados ao consumo, deverá zelar pela garantia dos produtos e serviços, se responsabilizar pelos vícios e defeitos dos produtos e serviços, fazer publicidade de tal forma que o consumidor, fácil e imediatamente, a identifique como tal, dentre outras espalhadas na sistemática do CDC.

Blog CDL: Qual o alerta/mensagem que o professor Jean Moura gostaria de fazer para os consumidores e lojistas santacruzenses?

Dr. Jean Bezerra: Que independentemente do seguimento de atividade empresarial que as pessoas – fornecedores e consumidores – estejam envolvidas, procurem se informar de seus direito e deveres, sobretudo lendo, debatendo e implementando as exigências da legislação consumerista, por um consumo mais consciente e sustentável.

CDL realiza eventos para comemorar o Dia Mundial do Consumidor



Em comemoração ao Dia Mundial do Consumidor (15 de março) a Câmara de Dirigentes Lojistas - CDL de Santa Cruz do Capibaribe, comemorou no dia 18, com a realização do 1º Balcão de Informações Jurídicas ao Consumidor.

A Ação foi feita em parceria com o Núcleo de Prática Jurídica da ASCES e também, através do Projeto CDL nas Escolas apresentou uma palestra sobre Direito do Consumidor com Marcelo Diógenes - Diretor Jurídico da CDL, na Escola Padre Zuzinha.

Os eventos estiveram voltados para a imersão popular neste tema que é tão pouco abordado e de suma importância para as transações comerciais da cidade, pois só através do conhecimento é que o consumidor ou fornecedor poderão compreender a legislação do Código de Defesa do Consumidor (CDC) e, conseqüentemente exigir seus direitos e/ou cumprirem com suas obrigações.


Do NPJ da ASCES participaram 08 alunos (Fagner Emanoel, Amanda Emília, Claudio da Cunha, Emanoel Thiago, Juliana Ferreira, Priscilla Guedes e Juliana Rosemere) todos orientados pela professora Cristiane Vasconcelos e o Dr. Jean Bezerra – Coordenador do Núcleo, além da participação do técnico do PROCON – Caruaru, Hítalo Cássio.


De acordo com a Advogada e professora Cristiane Vasconcelos as relações de consumo não só são aquelas formais as quais você vai a uma loja que está devidamente registrada com CNPJ e que você pega uma nota fiscal (NF), após a compra de um produto ou serviço, as notas elas são importantes para você comprovar um dano, um vício no produto, um defeito, mas aquela prestação de serviços ou aquela venda que você não tem a documentação, por exemplo, você vai a uma oficina e contrata um serviço de mecânica para o carro e troca o pneu do carro e quando sai mais para frente o pneu do carro estoura e foi em razão da prestação de serviço mal feito, mesmo que não exista a documentação devida você tem como provar que existiu aquela relação e tem como responsabilizar aquele que prestou o serviço.

Outro caso são os bares, as lanchonetes, os restaurantes, pois você precisa ter a confirmação que aquele prejuízo que você esteve, aquele dano, aquela doença foi em decorrência de uma alimentação feita naquele estabelecimento, mas que precisa ter uma ligação, mesmo que a prova seja apenas testemunhal.

A grande diferença do CDC é o que a gente chama juridicamente de inversão do ônus da prova, quer dizer que quem vai ter que provar que a comida não estava estragada é o dono do estabelecimento e não consumidor, pois neste caso ele terá como alegar que, por exemplo, veio para a feira na cidade e no dia 02, comeu uma coxinha e após começou a sentir-se mal, então, teremos a internação médica, a constatação de uma infecção intestinal.

Existem também o caso em que o consumidor que vai à loja comprar um fardo de tecido ou um rolo de malha e ao chegar a casa percebe que o tecido está com falhas e ele o leva para trocar e o comerciante diz que não vai trocar isso é uma relação de consumo com produto com vício por que se ele tem falha é inadequado ao consumo ou ele vai ter o seu preço abatido, pois quem tem que provar que o tecido estava bom é o dono da loja.


“Outra questão muito importante que acontece na nossa região é o fato de chegar numa loja e está exposto “só trocamos mercadoria até o prazo de três dias”, este prazo não existe, pois o CDC diz que o prazo para troca de mercadorias não duráveis como roupas, alimentos, remédios é de 30 dias e o prazo para bem duráveis como é o caso de carro, geladeira e fogão o prazo é de 90 dias ou até mais se o defeito do produto aparecer realmente com o uso”, concluiu a advogada.

quinta-feira, 18 de março de 2010

Aumento dos salários bate recorde em 2009

Texto de Letícia Casado
do R7.com

Os trabalhadores brasileiros fecharam o ano passado com o maior número de reajustes salariais acima da inflação, desde o primeiro balanço realizado em 1996 pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

Segundo dados divulgados nesta quinta-feira (18), 93% das negociações salariais conseguiram reajuste igual ou maior que a inflação medida pelo IBGE, o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). O resultado mostra que 80% ou mais categorias de trabalhadores conseguiram reajustes em percentual no mínimo igual a inflação.

O recorde anterior havia sido registrado em 2008, no auge da crise internacional, quando 89% das negociações ficaram acima da inflação. O ano de 2003 foi o pior para reajustes. De cada dez negociações, seis ficavam abaixo da inflação do período, segundo José Silvestre Prado de Oliveira.

- Vivemos inflação de 5% ao ano. Não é difícil atingir essa meta. Em 2003, a inflação ficou em quase 20%.

A pesquisa não leva em consideração os benefícios conquistados pelas categorias, como cesta básica, mas apenas os reajustes financeiros brutos.

Por setor, somente na indústria houve recuo na quantidade de categorias com ganhos acima da inflação. No entanto, o resultado foi pouco expressivo, de 88% para 85%. Somente 8% tiveram reajuste igual a inflação e 7% conseguiram tiveram reajuste abaixo.

No comércio, 88% dos trabalhadores conseguiram reajuste. O setor de serviços, além de ter registrado o maior aumento no número de negociações, conseguiu ainda reduzir em 50% o número de acordos abaixo da inflação – tendo passado de 21% (2008) para 10% (2009).

Arrecadação soma R$ 53,5 bilhões em fevereiro e bate recorde para o mês

Do G1.com

A arrecadação federal – que inclui impostos, contribuições federais e demais receitas, como os royalties – somou R$ 53,54 bilhões em fevereiro deste ano, informou nesta quinta-feira (18) a Secretaria da Receita Federal.

Segundo o órgão, a arrecadação do mês passado é a melhor para meses de fevereiro da história. O recorde anterior havia sido registrado em fevereiro de 2008, quando a arrecadação, em números já corrigidos pela inflação, somou R$ 53,4 bilhões.

Os números mostram que houve um aumento real (após o abatimento da inflação) de 13,23% em relação a fevereiro do ano passado, quando a economia brasileira sentia os efeitos da crise financeira internacional, o que gerou queda da arrecadação.

Primeiro bimestre

No primeiro bimestre deste ano, ainda segundo o órgão, a arrecadação totalizou R$ 126,56 bilhões, com um crescimento real de 13,46% sobre o mesmo período do ano passado.

O resultado da arrecadação, no primeiro bimestre deste ano, também representa novo recorde histórico para o período.


Fatores para o crescimento


O principal fator que explica o crescimento da arrecadação em fevereiro, e no acumulado deste ano, foi a crise financeira registrada em 2009. Com a economia fraca, em consequência das turbulências externas, o governo arrecadou menos.

Além disso, o governo também baixou tributos para estimular o crescimento econômico em 2009, fator que também contribuiu para baixar a arrecadação.

Em fevereiro do ano passado, por exemplo, o governo abdicou de R$ 2,34 bilhões em tributos para impulsionar o nível de atividade e, no primeiro bimestre de 2009, a renúncia fiscal foi de R$ 4,3 bilhões.

Com o retorno do crescimento econômico, e com o fim das desonerações de tributos, a arrecadação voltou a ganhar fôlego em 2010. Com o IPI de Automóveis, por exemplo, governo arrecadou 551% a mais em fevereiro, e 630% a mais no primeiro bimestre.

No caso do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), o aumento real da arrecadação foi de 17,9% em fevereiro e de 3,24% no primeiro bimestre. Também subiu a arrecadação do IRRF-Rendimentos do Trabalho (+13,8% em fevereiro e 3,3% no bimestre).

O Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF), cuja alíquota para estrangeiros subiu 2% em outubro do ano passado, o aumento doi de 23,7% em fevereiro e de 24,6% nos dois primeiros meses deste ano.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Técnicas de Vendas: Cursos de sucesso são realizados pela CDL

Os cursos da CDL Santa Cruz do Capibaribe já se tornaram sucesso diante do público associado e lojistas em geral. Em todos os temas dos cursos, a sala fica lotada. Para esta edição do curso Técnicas de Vendas, a aceitabilidade foi tanta que está sendo preciso realizar as aulas no auditório.



Confira os pontos que estão sendo abordados:

• Novos conceitos de vendas
• Perfil e habilidades do vendedor
• Fazendo a venda adicional
• Estratégias de vendas
• Comunicação e motivação em vendas
• Plano de vendas
• Qualidade no atendimento ao público
• Garantia de pós-venda
• SMS – Saúde, Meio ambiente e segurança aplicados a área.

É amanhã, não deixe de comparecer ao 1º Balcão de Informações Jurídica da CDL em parceria com a ASCES

CDL e FAVIP discutem futuras parcerias para Santa Cruz do Capibaribe

Nesta terça-feira (16), a CDL de Santa Cruz do Capibaribe recebeu em sua sala de reuniões na sede da entidade o Coordenador do Curso de Economia da Faculdade do Vale do Ipojuca (FAVIP), o Sr. Valdecy Guimarães. Na ocasião foram discutidas ações que poderão ser desenvolvidas na cidade com a preocupação de entenderem como funciona a Caracterização Econômica do município.

terça-feira, 16 de março de 2010

Plano Collor, que confiscou a poupança completa 20 anos


Do R7.com

Há exatamente 20 anos a economia brasileira foi objeto de uma experiência inédita. Fernando Collor de Melo anunciou no dia 16 de março de 1990 – um dia depois de assumir a presidência do Brasil – um plano que prometia acabar com a inflação do país, que estava na casa dos 2.000% ao ano.

Por meio de uma Medida Provisória, Collor e sua então ministra da Fazenda, Zélia Cardoso de Mello, bloquearam a poupança e todas as aplicações financeiras da época acima de NCZ$ 50 mil (cruzados novos) – o equivalente hoje a R$ 6.000, em valores corrigidos pela inflação oficial, o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

Entre os governos de José Sarney – o primeiro civil a dirigir o país após 21 anos de ditadura militar – e o de Collor, o Brasil viveu cinco planos de estabilização econômica. Sarney, que a seu tempo teve taxas de popularidade e aprovação similares à do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, criou mecanismos de controle de preços como as chamadas tablitas, dando origem às “fiscais do Sarney” – que vigiavam os passos dos funcionários dos supermercados que andavam com marcadores de preços. Nenhum funcionou.

>>Leia mais

Receita espera 24 mi de declarações neste ano; sem alterações, seriam 27 mi

Do site da FENACON

Nas próximas sete semanas, cerca de 21 milhões de contribuintes ainda terão de entregar à Receita as declarações do IR deste ano. São esperados 24 milhões de declarações, mas esse número seria bem maior -cerca de 27 milhões- sem as mudanças feitas pelo fisco.

O contribuinte precisa ficar atento às alterações que o fisco promoveu neste ano com o objetivo de reduzir brechas para a sonegação com o uso de recibos "frios" e no pagamento de pensões. Nos últimos anos, a Receita sempre fez alguma mudança para fechar a porta àqueles que tentam ludibriar o leão.

A tarefa de prestar contas ao fisco não é complicada se o contribuinte já tiver toda a papelada em ordem. Fazer a declaração pela internet é um processo fácil, rápido e seguro. Para quem ainda usa formulário, um lembrete: este será o último ano em que a Receita vai aceitá-lo.

Assim como não deve deixar a entrega para os últimos dias, o contribuinte não deve ser apressado e entregar a declaração com erros "apenas para ficar em dia com o leão".

Sem todos os documentos em ordem, é preferível esperar um pouco mais para não cometer erros, mas sem entregar com atraso, pois aí será necessário pagar multa.
A data limite é 30 de abril (uma sexta-feira). Neste ano, a entrega vai até as 23h59min59s -um segundo a menos do que no ano passado.

Mudanças para 2010

Não há muitas mudanças nas regras para a declaração deste ano. Uma delas é a que fixa o valor do patrimônio que obriga o contribuinte a declarar. Para este ano, estão dispensados de declarar os contribuintes com patrimônio (dinheiro, imóveis, veículos etc.) de até R$ 300 mil (em 2009, até R$ 80 mil), desde que não se enquadrem em nenhuma outra hipótese que torne a entrega obrigatória.

Outra mudança importante refere-se aos titulares ou sócios de empresas. Agora, os titulares ou sócios de empresas de qualquer porte, mesmo inativas, que também estavam automaticamente obrigados a declarar, só precisam prestar contas à Receita se estiverem enquadrados nos demais critérios de obrigatoriedade. Em 2009, cerca de 5 milhões de contribuintes entregaram declarações só por serem sócios de empresas.

Devolução só com entrega

Mesmo que não se enquadre em nenhuma dessas hipóteses que tornem obrigatória a entrega da declaração, o contribuinte que teve IR retido na fonte em 2009 terá de apresentar a declaração. Essa é a única forma de reaver o imposto já pago, uma vez que a Receita não devolve o dinheiro sem a entrega da declaração.

Neste ano, a Receita disponibiliza um conteúdo especial para os contribuintes. No site do órgão, há diversas novidades para facilitar a obtenção de informações relacionadas à declaração. Há até um "Perguntão" -são 684 perguntas e respostas, referentes a 50 temas, que ajudam o contribuinte.

Nesta e nas páginas seguintes deste guia, o contribuinte tem as principais dicas para declarar e também para evitar ser surpreendido pela malha fina do fisco. Até o final de abril, a Folha publicará, de terça-feira a sábado, no caderno Dinheiro, um serviço de esclarecimento às dúvidas dos leitores.

segunda-feira, 15 de março de 2010

Quer entender como funciona seus direitos e deveres? Leia o cartaz abaixo!


15 de março: festa para ela!


Toda felicidade do mundo, hoje dedicada a colaboradora da CDL Santa Cruz do Capibaribe, Nazaré que está de parabéns pela passagem de mais um ano. A felicidade a gente encontra em momentos de descuido, quando menos a esperamos, ela nos chega, nos abraça e nos torna maravilhados pelo simples fato de existir!

Receba os sinceros parabéns de todos que fazem a CDL Santa Cruz do Capibaribe, inclusive de nós que fazemos a comunicação da entidade!

PARABÉNS!

Hoje, 15 de março é comemorado o Dia Mundial do Consumidor

Dia Mundial do Consumidor será celebrado em Santa Cruz do Capibaribe através de uma parceria entre a A CDL e a ASCES que juntas irão promover o 1º Balcão de Informações em Comemoração ao Dia Mundial do Consumidor

O Código de Defesa do Consumidor entrou em vigor no Brasil há 19 anos e, desde a sua implantação inúmeras mudanças ocorreram na relação entre o consumidor e o fornecedor para mostrar quais são os direitos e deveres.
A CDL preocupada em parabenizar de uma forma criativa o consumidor e o lojista santacruzense promove o 1º Balcão de Informações realizado pela entidade em parceria com o Núcleo de Prática Jurídica da Associação Caruaruense de Ensino Superior - ASCES na próxima quinta-feira, 18/03, das 9h às 13hs, na sede da Instituição. O atendimento será oferecido gratuitamente.

Com o objetivo de conscientizar os consumidores sobre os seus direitos e aos empresários com relação aos seus deveres diante da prestação de serviço ou sobre a venda de um produto é a que a CDL convida todos os associados da entidade, como também, toda a sociedade local para tirarem suas dúvidas e absorverem informações importantes com relação ao tema proposto.

Você que quer ter uma orientação sobre: vícios e defeitos de produtos e serviços, prazo de troca, substituição de mercadorias, contratos de prestação de serviços, entre outros, não pode deixar de comparecer ao 1º Balcão de Informações.
"Esta foi a maneira que a CDL encontrou para dispor ao consumidor santa-cruzense informações precisas sobre um tema que é tão pouco abordado e, que é tão importante para realização das transações comerciais da nossa cidade", enfatiza Fábio Lopes, presidente da CDL.

A peça chave para os negócios é o Cliente, concorda?


Atendimento ao Público: tema de curso na CDL em abril


Com o intuito de reciclar os conhecimentos dos atendentes das empresas santacruzenses é que a CDL em parceria com o SENAI traz a partir de abril mais um curso voltado para contribuir com o atendimento direto ao público consumidor de Santa Cruz do Capibaribe.


Abaixo segue o programa do curso:



  • Princípios de qualidade no atendimento ao cliente;

  • Quem são nossos clientes – sua importância;

  • Tipos e características do cliente;

  • Necessidades do cliente;

  • Perfil do profissional de atendimento ao público;

  • Atendimento ao telefone;

  • SMS – Saúde, Meio ambiente e Segurança aplicados à área;

Data: 12 á 16 de Abril de 2010
Horário: 18:30 as 22:00
Local: Auditório da CDL
Investimento: R$ 60,00

Instrutora:
Paula Gizelle Silva Bezerra
– Graduada em Administração com habilitação em Gestão de Negócios, MBA em Marketing, participação no programa de imersão PUC Rio Grande do Sul.


Ligue agora e garanta já a sua vaga: 3731-2850.

domingo, 14 de março de 2010

Dia Internacional da Mulher: Revista Zíper homenageia as mulheres guerreiras de Santa Cruz do Capibaribe

Santa Cruz do Capibaribe é uma cidade tipicamente feminina. Uma cidade onde quem reina são elas, as mulheres. A Terra das Confecções que tem como símbolo maior da sua economia a figura da mulher, não poderia deixar de ser anualmente homenageada.

Todos os anos, a Revista Zíper programa uma festa onde tece inúmeras honrarias para todas as mulheres. A equipe da Zíper seleciona algumas para receber um prêmio representando as demais batalhadoras que fazem Santa Cruz do Capibaribe ser destaque nacional pela sua economia empreendedora.

Uma iniciativa da Revista Zíper, mas que recebe total apóio do empresariado local e de entidades representativas como o da Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL que, para esta edição do Prêmio Mulher, teve como um dos convidados para entregar o prêmio, o presidente da entidade, Fábio Lopes.

A entrega do prêmio este ano foi totalmente feita por homens de destaque na cidade. Walmir Ribeiro, Ex-presidente da Associação Comercial dos Confeccionistas – ASCAP, Fábio Lopes, Presidente da CDL e dois importantes empresários do município, Áureo Braz da Braztur e Arnaldo Xavier da Rota do Mar.

A festa aconteceu na última sexta-feira (12), no Glamour Recepções e entrou pela madrugada ao som da boa música do cantor recifense, Tony Maciel, que encantou a todos com seu repertório diversificado e altamente cultural. Uma festa que teve todo o brilho e elegância da mulher santacruzense.

sexta-feira, 12 de março de 2010

Veja as imagens do curso de Molhos e Massas que está acontecendo na CDL Santa Cruz do Capibaribe



Aguardem, ao final do curso matéria completa sobre todo o aprendizado dos participantes!

Veja o que nos propõe o SAMU


PIB do Estado cresce 5,4% O crescimento acumulado no ano é de 3,8%


Os números do Produto Interno Bruto - PIB pernambucano, divulgados ontem pela Agência Condepe/Fidem, confirmam o excelente desempenho da economia do Estado. Os dados revelam que, no quarto trimestre de 2009, o PIB estadual, a preço de mercado, cresceu 5,4%, em relação ao mesmo período de 2008. Com este último resultado, a taxa de crescimento do ano de 2009 fechou em 3,8%.

Como já vem acontecendo há algum tempo, a construção civil continua exercendo forte influência sobre os resultados da indústria. Neste período, o crescimento registrado foi de 15,5%. Dos segmentos que integram o setor de serviços, destacam-se as performances do comércio (4,9%), transportes (6,1%) e atividades imobiliárias, aluguéis e intermediação financeira (4,1%). De acordo com Maurílio Lima, diretor executivo de estudos, pesquisas e estatística da Agência Condepe/Fidem, Pernambuco cumpriu a previsão dos analistas e fechou o ano alcançando aproximadamente 4% de crescimento. “Nosso Estado esteve melhor que o Brasil em praticamente todos os números. Muito disso se deve à diversificação da nossa indústria, que conseguiu equilibrar o impacto dos setores mais atingidos, além dos fortes investimentos públicos e privados que garantiram que os efeitos da crise fossem minimizados e Pernambuco se recuperasse mais rapidamente”, explica.

Por atividade econômica, as estimativas do Produto Interno Bruto do quarto trimestre de 2009, quando comparadas às que foram calculadas para o mesmo período de 2008, apresentaram os seguintes resultados: agropecuária (-0,1%), indústria (6,5%), serviços (5,3%) e impostos (6,3%). A agropecuária teve seu resultado bastante influenciado pelo bom desempenho da pecuária, com um crescimento de 11,1% no comparativo anual, contribuindo para que o setor fechasse o ano com crescimento de (0,5%). Destaque para o aumento no efetivo de aves (20,1%) e na produção de ovos (10,7%). Já na agricultura os números negativos foram influenciados pelas lavouras temporárias e, especificamente, pelas produções de cana-de-açúcar (4,1%), arroz (-25,3%) e feijão (-14,7%), que juntas respondem por aproximadamente 65% desse segmento no Estado.

O PIB estadual é o resultado do cálculo de toda a riqueza produzida no Estado, realizado em parceria entre o Governo de Pernambuco e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. No caso do acompanhamento trimestral, Pernambuco está entre os cinco Estados do País que desenvolveram metodologia para a divulgação desta variável macroeconômica - ao lado do Ceará, Bahia, Minas Gerais e Rio Grande do Sul - compatíveis com os resultados nacionais. Esses números contribuem para suprir a crescente demanda por informações, principalmente para os promotores das políticas públicas voltadas para o desenvolvimento do Estado.

fonte: Diário Oficial PE


quinta-feira, 11 de março de 2010

Artigo


Vitaminas: fontes, funções e deficiência


Por Déborah F. Costa - Nutricionista*


As vitaminas são elementos indispensáveis para a vida, necessários em doses muito baixas, algumas delas, medidas em microgramas. São classificadas como hidrossolúveis e lipossolúveis. Regulam o metabolismo e ajudam os processos bioquímicos que liberam a energia do alimento digerido.
A deficiência de vitaminas, seja por falta de ingestão ou por má absorção gera quadros de hipovitaminose. A seguir uma tabela com algumas vitaminas, fontes, funções e sintomas ou sinais de carência.


Vitamina: A
Função: Combate radicais livres; atua nas funções da retina; formação dos ossos e pele.
Fontes: Fígado, frutas verdes e amarelas, hortaliças.
Doenças provocadas pela carência (Avitaminoses): Cegueira noturna, cefaléia, lesões na pele, diminuição de glóbulos vermelhos e formação de cálculos renais.


Vitamina: E
Função: Melhora a capacidade imunológica e sexual; combate radicais livres.
Fontes: Grãos, ovos, óleos vegetais e folhas verdes.
Doenças: Dificuldades visuais e alterações neurológicas


Vitamina: D
Função: Regulação do cálcio do
sangue e dos ossos
Fontes: Óleo de peixe, fígado, gema de ovos.
Doenças: Raquitismo e
osteoporose


Vitamina: K
Função: Atua na coagulação do sangue, previne osteoporose.
Fontes: Fígado, verduras e iogurte.
Doenças: Desnutrição, má função do fígado, problemas intestinais.


Vitamina: C
Função: Atua no fortalecimento de sistema imunológico; combate radicais livres e aumenta a absorção do ferro pelo intestino.
Fontes: Laranja, limão,
abacaxi, kiwi, acerola, morango, brócolis, melão, manga.
Doença: Escorbuto


Vitamina: B1
Função: Atua no metabolismo energético dos açúcares.
Fontes: Cereais, carnes, verduras, levedo de cerveja.
Doença: Beribéri


Vitamina:B2
Função: Atua no metabolismo de enzimas, proteção no
sistema nervoso.
Fontes: Leites, carnes, vísceras e verduras verdes.
Doenças: Inflamações na língua e pele, anemias e seborréia.


Vitamina:B5
Função: Age no metabolismo de
proteínas, gorduras e açúcares.
Fontes:Fígado, amendoim, peixe, ovos, verduras, legumes, cereais integrais.
Doenças: Fadigas, cãibras musculares,
insônia.


Vitamina:B6
Função: Crescimento, proteção celular, metabolismo de gorduras e proteínas, produção de hormônios, combate a TPM.
Fontes: Carnes, frutas, verduras, cereais r levedo de cerveja.
Doenças:Pelagra, seborréia, anemia, distúrbios de crescimento.


Vitamina: B12
Função: Formação de hemácias e multiplicação celular.
Fontes: Fígado, carnes, ovos e frutos do mar.
Doenças: Anemia perniciosa.


*Graduada pela UFPB, com atuação no âmbito Clínico, Hospitalar e Ambulatorial.