Topo

Topo

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Eleições 2010

No próximo domingo (03), a população brasileira vai às urnas decidir o futuro do Brasil. Nós da CDL Santa Cruz do Capibaribe preparamos uma fila para você não se perder na hora da votação. Imprima e coloque o número dos seus candidatos, assim na hora de votar será mais fácil. Vote e fortaleça o seu país!!!


Tendências e estratégias do varejo no Brasil

Fonte: CNDL

As tendências internacionais e nacionais e as estratégias para o comércio varejista foram os temas da palestra do Coordenador do Centro de Excelência do Varejo da Deloitte, Reynaldo Saad, na 51ª Convenção Nacional do Comércio Lojista, que está sendo realizada em Florianópolis. O executivo de uma das maiores consultorias do mundo discorreu sobre o cenário econômico global e brasileiro e apontou quais as principais preocupações que o comerciante precisa ter para ganhar e manter clientes.

Segundo Saad, o Brasil passa por um momento econômico extremamente positivo, principalmente com o crescimento do PIB e da renda das famílias. Essa nova realidade trouxe para o comércio um gama enorme de pessoas que antes pouco ou nada consumiam, aumentando as necessidades dessa parcela da população e também os desafios para as empresas. “Esse cenário é bastante promissor para o setor, e para sabermos quais as estratégias que devem ser adotados realizamos uma ampla pesquisa a partir das tendências detectadas”, ressaltou o economista.

Uma dessas estratégias é facilitar ao máximo o acesso à compra pelo consumidor, com o lojista utilizando outras ferramentas para vender, como a internet. “O crescimento das vendas online é muito grande em todo o mundo e no Brasil deve ter um incremento enorme nos próximos anos. Por isso, o lojista precisa estar preparado.” Além disso, Saad destacou que o consumidor está cada vez mais consciente, sabendo o que quer e sempre levando em consideração não apenas o valor do produto, mas o que está agregado também. Nesse sentido, é imprescindível que o cliente encontre o produto que deseja e sinta-se satisfeito em sua necessidade de consumo.

Outro ponto levantado pelo executivo foi a excelência na prestação de serviços. Para que o empresário consiga ter um nível melhor nesse ponto, o cuidado com o capital humano de cada loja é essencial. “Precisamos, além da capacitação, que os colaboradores da empresa estejam impregnados pela cultura da companhia e transmitam isso para o consumidor de uma forma positiva.” Para finalizar, o economista ressaltou que uma empresa do varejo só vai conseguir crescer se levar em consideração dois aspectos: a imagem da companhia e a redução nos custos.






quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Candidato Eduardo da Fonte faz visita a CDL Santa Cruz do Capibaribe


Em uma passagem rápida pela cidade de Santa Cruz do Capibaribe, o candidato a Deputado Federal Eduardo da Fonte fez uma visita a CDL do município para conversar com os empresários quanto as suas perspectivas e sobre o desenvolvimento da Terra mãe do Polo das Confecções do Agreste.

A comitiva do candidato, encabeçada pelo vereador Dimas Dantas, foi recebida pelos Diretores Bruno Bezerra, Isac Aragão e pelo diretor da CDL Jovem Gustavo Mestre. Na oportunidade, Bruno apresentou a CDL a Da Fonte e em seguida o conduziu ao auditório da entidade, onde o público empresarial estava esperando-o para uma conversa e ouvir algumas das propostas do candidato.

Bruno Bezerra deu as boas vindas ao candidato em nome do Presidente da CDL, Fábio Lopes e em seguida abriu a palavra para os demais diretores, como também para o presidente da ASCAP, Aroldo Ferreira que na ocasião falou da necessidade quanto ao Distrito Industrial e pediu que o candidato busque apoio para que o Distrito se torne uma realidade.

Da fonte enfatizou quanto à preocupação de Aroldo, e disse que buscará apoio sim para que isso se torne realidade. “Nós temos de fazer aqui um grupo de trabalho, para que façamos um planejamento, e assim podermos sanar as necessidades de médio e a longo prazo”, reiterou Da Fonte.

O Candidato tem recebido apoio na cidade em todas as esferas. O Secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Adeilson Bezerra disse que o apoia porque geralmente “os candidatos prometem, com Eduardo foi diferente, ele fez”, enfatizou o secretário.

Construir um castelo medieval foi o desafio de mais de 300 participantes no Encontro Nacional da CDL Jovem


Fonte: CNDL

Um game empresarial ambientado na Idade Média, com direito a cenário medieval, rainha, mensageiro e a construção de um castelo no tempo de uma hora. Este foi o desafio de mais de 300 jovens empreendedores na tarde dessa segunda-feira (27/9) durante o Encontro Nacional da CDL Jovem, na 51ª Convenção Nacional do Comércio Lojista, em Florianópolis.

Segundo Renan Alberti Stringhini, coordenador da CDL Jovem na Capital catarinense, o objetivo do jogo era incentivar o corporativismo e empreendedorismo nos participantes com situações da vida real. “Durante o game tiveram que liderar, planejar, improvisar e enfrentar desafios como a escassez de recursos, no caso papel e garrafas, utilizadas na confecção do castelo”, explica.

Agrupados em três equipes – cada uma com uma função (uma montava a base, outra o corpo do castelo e a outra a torre), os jovens foram guiados por arquitetos, que orientavam a construção. “A cada três equipes tinha um arquiteto que era o meio de comunicação entre elas, não podiam trocar informações entre si. Assim mostrávamos a importância de um canal de comunicação eficaz para o êxito de um negócio”, diz Stringhini.

No jogo, batizado de “A Magia do Castelo Real”, os 60 minutos de duração para a execução da tarefa equivaliam a dois meses. Segundo Stringhini, o intuito principal não era chegar a um vencedor, mas fazer com que todos aplicassem as práticas do empreendedorismo e aprendessem com a experiência. O encontro de jovens lideranças tem como propósito a troca de experiência e a capacitação de empresários do comércio com idades entre 18 e 35 anos.

CDL Jovem de Santa Cruz do Capibaribe

E, por falar em CDL jovem, o presidente da entidade jovem de Santa Cruz do Capibaribe, Isac Filho foi eleito representante de Pernambuco junto às entidades jovens de todo Brasil.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Comunicado da CDL Santa Cruz do Capibaribe referente ao feriado dos padroeiros da cidade

A CDL Santa Cruz do Capibaribe comunica aos empresários que amanhã (29), é feriado municipal devendo todas as lojas ser fechadas, ou as que optarem por funcionarem na referente data devem procurar a CDL local para assinar o acordo coletivo de trabalho. A CDL funcionará até as 17 horas de hoje, sendo que se o empresário optar pelo funcionamento deve procurar a executiva da CDL e firmar o acordo.

Mais informações: 81-37131-2850

Veja a resolução completa clicando aqui!

Confira a tabela dos feriados deste ano!

Seja um sócio SPC da CDL Santa Cruz do Capibaribe


Jim Cunningham abre ciclo de palestras na 51ª Convenção Nacional

Fonte: CNDL

O consultor norte-americano Jim Cunningham abriu o ciclo de palestras da 51ª Convenção Nacional do Comércio Lojista na manhã desta segunda, 27, em Florianópolis/SC. Com o tema "A magia da Disney e os segredos da excelência em serviços o consultor apresentou que o segredo de um bom atendimento está na realização dos colaboradores. Durante a palestra, o consultor ainda brincou e descontraiu a plateia de mais de 5 mil convencionais.

Encantar o cliente - O mestre em psicologia – também conhecido por construir modelos de serviços de qualidade em empresas como Saab Volvo, Ford Motors Company, Chrysler Finance, O Globo e Banco do Brasil – considera outro ingrediente essencial para o sucesso de um negócio: a felicidade. “O que você é pago para fazer? Fazer as pessoas felizes é a resposta que a Disney espera ouvir dos seus profissionais”, conta. Na Walt Disney, a satisfação dos visitantes é medida pelo fator ‘Uau’. “Quanto mais uaus, mais eficiente consideramos o serviço”, explica.

Cunningham reconhece que conquistar o público é uma arte. Considera que um negócio de qualidade corresponde a 10% de produto e 90% de serviço. E acredita que o que determina o retorno ou não de um cliente é o serviço prestado. “Os funcionários não devem ser treinados para o sucesso da empresa, mas para o sucesso de cada um. O segredo de um bom atendimento está na auto-realização”, garante o executivo. Para ele, existem dois tipos de líderes: os bons e os ótimos. “Você é um bom líder quando o seu time confia em você. E um ótimo líder quando seu time confia em si mesmo”, ressalta.

CDL Jovem


Durante a manhã, a coordenação da CDL Jovem Nacional esteve reunida, presidida pelo coordenador da CDL Jovem Nacional, Davidson Cardoso. Esta reunião foi um preparativo para o Encontro da CDL Jovem que acontece na parte da tarde deste primeiro dia de evento.

Cartão de Crédito

Cartão de crédito foi assunto da segunda palestra da 51ª Convenção Nacional do Comércio Lojista. Os mais de 5 mil convencionais puderam assistir ao painel "Discutindo o Varejo e Cartão de Crédito, que teve como mediador o professor Nelson Barrizzelli. Entre os convidados estavam o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, que falou sobre cartão de crédito, e o Sr. Deusmar Queiros, proprietário da farmácia Pague Menos e Diretor da CDL Fortaleza, que falou sobre seu ramo de atuação.




Convenção: economista aconselha cautela aos lojistas

Fonte: CNDL

Eduardo Giannetti, autor de best-sellers e professor do Instituto de Ensino e Pesquisa de SP, deu início a primeira palestra do período da tarde, nesta segunda-feira (27), durante a 51ª Convenção Nacional do Comércio Lojista, em Florianópolis. O economista acentuou o bom momento vivido pelo Brasil atualmente, mas chamou a atenção para diversas deficiências econômicas, políticas e sociais que vão impedir o país de crescer a médio e longo prazo.

Giannetti afirma que o país quer crescer, sem investir. “Temos vocação para o crescimento, sem a vocação de poupança”, afirma. Ele aconselhou os lojistas a não se acostumar com o crescimento de 2010, pois os números positivos são pontos fora da curva que não serão suficientes para sustentar um crescimento de 7,5% ao ano. “O PIB vai se manter em 4,5% ao ano”,declara.

A baixa qualidade de mão de obra, a educação deficiente, a carga tributária absurdamente alta e a grande maioria vivendo de dinheiro estatal foram os principais problemas brasileiros apontados pelo economista. “Cerca de 53% dos brasileiros hoje não têm ensino fundamental completo, a carga tributária bruta é de 36% do PIB e esse dinheiro não se transforma em benefícios para as pessoas, além disso o Estado brasileiro gasta mais do que arrecada, aproximadamente de 2% A 3% a mais do que arrecada”, analisa.

Giannetti destacou ainda que em toda sociedade humana tem duas maneiras de ganhar a vida: estar no mercado a cada dia oferecendo produtos e serviços e, assim, se sustentar dignamente ou viver de impostos que a sociedade paga, como é o caso dos funcionários públicos, beneficiários do INSS e do Bolsa Família. Este grupo que vive de impostos chega a somar cerca de 120 milhões de brasileiros. “Em determinado momento, a conta não vai fechar, pois vão faltar pessoas que gerem riquezas. O estado não gera riquezas, só transfere riquezas. Por isso não podemos crescer sem poupar, investir, melhorar o ambiente de negócios e realizar as reformas do sistema tributário e trabalhista”, alerta.

Dica aos lojistas

Para os lojistas, o economista resumiu a sua mensagem na seguinte constatação: há duas maneiras de se justificar no mercado, fazer melhor do que os outros ou então inovar e realizar algo que ninguém mais está fazendo. “Estar sempre na frente, ter clareza sobre a posição do seu negócio no mercado e se manter permanentemente atento ao cliente que entra na loja, pois o varejo deve buscar conhecer as pessoas, estar sintonizado com seus sonhos, fantasias e dificuldades”, finaliza.






Convenção: mercado de cartões de crédito em debate

Fonte: CNDL

O mercado de cartões de crédito esteve em debate nessa segunda-feira na 51ª Convenção Nacional do Comércio Lojista, em Florianópolis (SC). O painel teve como mediador Nelson Barizzelli, economista e consultor, e como debatedores Roque Pellizzaro Júnior, presidente da CNDL, e Deusmar Queiroz, presidente do grupo de farmácias Pague Menos. Durante a apresentação, os três destacaram a expansão desse segmento, mas ressaltaram que há muitos desafios para os empresários do comércio que utlizam esse meio eletrônico.

Nelson Barizzelli apresentou um panorama do varejo,mostrando como os cartões se inserem no setor. As vendas no varejo chegam a 550 bilhões de reais aproximadamente. De acordo com o economista, fatores como facilidade, segurança e agilidade fazem com que os consumidores utilizem, cada vez mais, o cartão de crédito em suas transações comerciais. “Enquanto essa forma de pagamento está em constante crescimento, o uso do cheque apresenta números estacionados”, afirmou. O consultor também comparou os valores das administradoras de cartão de outros países com o do Brasil. Segundo ele, o impacto dos custos do financiamento são muito altos aqui e faz com que impacte nos resultadas da empresa e/ou aumente o preço do consumidor. Além disso, ele defendeu um tratamento diferenciado para segmentos específicos do ramo do varejo.

A eliminação do aluguel da máquina e a redução da taxa cobrada pelas empresas credenciadas – que já caiu cerca de 35% - foram algumas das consquitas citadas por Roque Pellizzaro Júnior na busca da solução de alguns problemas enfrentados pelos lojistas com a utilização de meios eletrônicos. “Com a unificação das máquinas para o recebimento de diferentes bandeiras de cartões, conseguimos a quebra da exclusividade desde 1º de julho,.Agora o lojista pode negociar com as diferentes empresas e conseguir algumas vantagens, como a eliminação do aluguel da máquina e também a redução da taxa cobrada pelas empresas credenciadas. Mas é necessário fazer muito mais”, ressaltou.

Já Deusmar Queiroz, responsável por um dos maiores cases de sucesso comercial do país, a rede de farmácias Pague Menos, apresentou dados da economia brasileira, demonstrando que este é o momento do empresário acreditar e investir no Brasil. Entre os dados apresentados por Queiroz está o número de cartões de créditos emitidos, que passou de 29 milhões em 2000 para mais de 136 milhões no ano passado. “Estamos passando por um momento excelente no Brasil e muito desse crescimento é reflexo do varejo. Mas precisamos continuar investindo e cada vez mais acreditar que temos um país rico e com grandes possibilidades no futuro”, opinou.







segunda-feira, 27 de setembro de 2010

FECOMERCIO realizará pesquisa na Capital das Confecções

Com apoio da CDL Santa Cruz do Capibaribe, a FECOMERCIO-PE irá realizar uma pesquisa na cidade, para sondagem de opinião dos consumidores e empresários e consumidores. O público alvo da pesquisa serão pessoas ligadas a cadeia produtiva e consumidores das confecções produzidas no município. A , pesquisa será desenvolvida nas grandes, médias, pequenas e micro empresas em todos os segmentos.

A sondagem tem como objetivo identificar as principais expectativas dos compradores e empresários da cidade em um dos principais períodos de aquecimento varejista, que acontece com os festejos de final de ano.

A estrutura da pesquisa consistirá em coleta de dados por meio de um questionário. Os resultados serão analisados e com a pesquisa será possível antecipar o comportamento do consumidor e empresários, onde ambos os lados poderão se conhecer melhor a fim de proporcionar uma interação maior entre fornecedor e cliente. A pesquisa deverá está acontecendo na primeira semana de outubro.

Maiores informações – 81-3731-2850





Eventos do Comércio varejista brasileiro

Fonte: Revista o Lojista

O maior encontro do varejo brasileiro

Além de ser um dos principais destinos turísticos brasileiros, em setembro Florianópolis se torna também a “Capital nacional do varejo”. A cidade sedia a 51ª edição da Convenção Nacional do Comércio Lojista, que traz este ano palestrantes nacionais e internacionais, além de debates e painéis que discutirão os mais diversos assuntos de interesse da classe lojista do país.

Além da qualificada programação técnica, o evento significa uma grande oportunidade para a confraternização entre dirigentes lojistas de diversos estados brasileiros, trocando experiências e oportunizando a realização de novos negócios. Para tanto, uma grande feira está sendo preparada com muitas novidades em produtos e serviços para a qualificação ainda maior do mercado varejista.

Agenda:

29/09 a 02/10
Construir Brasília
Feira Internacional da Construção
Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães
Brasília – DF
www.feiraconstruir.com.br/df


Artigos de decoração em destaque

A House e Gift Fair é a maios feira de artigos para casa e decoração da América Latina. Segmentada em sete salões especializados e dois espaços, reúne toda a cadeia produtiva do setor, atraindo compradores de todo Brasil e do exterior, que ativam contatos, estreitam relacionamentos e geram negócios. São mais de 1,3 mil empresas expositoras, entre fabricantes, importadores e distri

uidores, que apresentam moda, novidades e tendências. Em 2010, a feira completa 20 anos com uma área de exposição 10% maior em relação a edição do ano passado.

Outro indicativo de importância do evento para o setor é a crescente procura e aquisição de espaços por empresas internacionais, com destaques para expositores de 59 países. A House e Gift acontece todos os anos de 14 a 17 de agosto no Expo Center Norte em São Paulo.

Agenda:

Outubro
Dias 06 a 08
Feira Internacional de Segurança e Proteção
Onde: Centro de Exposições Imigrantes – São Paulo – SP
www.fispvirtual.com.br

Pet South America
27ª Feira Internacional de Produtos e Serviços da Linha Pet e Veterinária
Onde: Expo Center Norte – São Paulo – SP
www.petsa.com.br



Abertura da 51ª Convenção Nacional do Comércio Lojista reúne mais de 5 mil pessoas

Fonte: CNDL


Teve início na noite deste domingo, 26, em Florianópolis/SC a 51ª Convenção Nacional do Comércio Lojista. Com a participação histórica de mais de 5 mil empresários, a Convenção Nacional acontece até o próximo dia 29 de setembro. Com o slogan “Uma ponte para a inovação”, o encontro acontece no CentroSul, o Centro de Convenções da capital catarinense.

A abertura foi marcada pelo desfile dos presidentes das Federações de CDLs com as respectivas bandeiras. Durante discurso de abertura, o presidente da CDL Florianópolis, Osmar Silveira, lembrou da história da cidade e que o Movimento Lojistas deve sempre inovar para atender melhor seu cliente. Em seguida, o superintendente do Sebrae Santa Catarina lembrou dos pequenos e micro empresários. Em seguida, o presidnete das Federações de CDLs de Santa Catarina, Sérgio Medeiros, destacou valores e conquistas realizadas. "O micro e pequeno empresário é um herói diante da pesada carga tributária.

Durante discurso emocionado e muito apaludido, o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, agradeceu a presença dos mais de 5 mil convencionados. O presidente da CNDL lembrou ainda da Frente Parlamentar Mista do Comércio Varejista e das conquistas do varejo comoo veto à Lei do Inquilinato, cartão de crédito e financiamento do BNDES. Além disto, destacou o projeto Copa 2014, a modernização do SPC Brasil e falou dos desafios do varejo e da substiruição tributária que está acabando com as MPEs.

Para finalizar, os catarinenses receberam os convencionais com uma exibição da única filial do Balé Bolshoi fora da Rússia.

A Convenção

Durante os quatro dias, os participantes terão a oportunidade de aprimorar seus conhecimentos por meio de uma qualificada programação, que inclui palestras nacionais e internacionais, debates e painéis. O evento também será uma grande oportunidade para a confraternização dos dirigentes lojistas, trocando experiências e oportunizando a realização de novos negócios “Preparamos a melhor programação de todos os tempos”, destaca Osmar Silveira, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Florianópolis, uma das entidades promotoras do encontro, em parceria com a Federação das CDLs de Santa Catarina (FCDL SC) e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Palestras internacionais como a do escritor norte-americano James Hunter - que já vendeu mais de 3,5 milhões de livros, dos quais dois milhões no Brasil - e o ex-coordenador da Universidade da Disney, Jim Cunningham, são algumas das atrações mais esperadas pelo público. Cunningham abre o ciclo de palestras nesta segunda-feira, falando sobre a magia da Disney e os segredos da excelência em serviços. Já Hunter se apresentará na terça, defendendo sobre o conceito de liderança servidora, defendendo o conceito de liderança servidora no perfil do novo líder.

O case de sucesso das sandálias havaianas, que passou do básico para o artigo de luxo, será apresentado na quarta-feira, às 8h30min, pela ex-executiva da Alpargatas, Ângela Hirata. Os temas motivação e superação não foram esquecidos. Ainda na quarta-feira, às 11h30min, o pianista João Carlos Martins mostrará para os participantes como superou os obstáculos que teve que enfrentar durante sua vida pessoal e profissional. Também haverá debates sobre a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa e questões como o crescimento do monopólio, acesso ao crédito e novos mercados.

Programação paralela

A nova geração do movimento lojista, o novo cenário do setor das videolocadoras e as questões específicas do varejo feminino serão discutidas em três eventos específicos – 11º Encontro Nacional do CDL Jovem, 1º Encontro Nacional de Videolocadoras e o 3º Encontro Nacional da Mulher Empreendedora. A Feira Nacional Lojista concentrará os maiores fornecedores de soluções e negócios para o segmento – desde automação comercial até mobiliário e franquias.







sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Sindicato patronal de Santa Cruz do Capibaribe realiza sua primeira assembleia


A primeira assembleia do Sindicato do Comércio de Santa Cruz do Capibaribe – SINDCOM foi realizada na tarde desta quinta-feira (23), na sede da CDL local aonde está funcionando a sede do sindicato.

O presidente Isac Aragão abriu a reunião lendo uma carta do advogado da Fecomercio, Thomas Albuquerque, onde o mesmo explica os procedimentos da legalização do órgão e como será feita a arrecadação dos valores entre os empresários sindicalizados.

Na ocasião compareceram seis membros do Sindicato, sendo que é necessário um maior engajamento do empresariado local, pois pessoas de fora já estavam tomando a frente da criação do sindicato patronal da Terra das Confecções sem o conhecimento dos empreendedores de Santa Cruz do Capibaribe. Caso isso chegasse a se concretizar, o empresariado local ficaria a mercê de decisões de pessoas desconhecidas.

O presidente Isac Aragão explicou que com a criação desse sindicato, 40% do imposto sindical que as empresas pagam se revertem para ser investido no sindicato da cidade para ser investido em ações de engrandecimento da classe empresarial. “Nós já conseguimos três palestras junto a FECOMERCIO. A primeira delas será “Convenção Coletiva de Trabalho”, onde iremos ver a possibilidade de apresentarmos para o público local na terceira quinta feira de outubro” Isac Aragão.

Além das palestras, o empresariado que buscar o sindicato e aderir a sindicalização terá como apoio assessoria em casos de acordo de trabalho e sempre que houver algo relacionado ao sistema patronal, empregador/empregados.


Djalma Cintra será novo presidente da CDL Caruaru

Fonte: Assessoria CDL Caruaru

Em reunião realizada na última quarta-feira (22), na sede da CDL Caruaru, o empresário Djalma Cintra foi escolhido por unanimidade pela diretoria da entidade e seus conselheiros como o mais novo presidente para gestão de 2011 a 2013. A eleição acontecerá em outubro, quando será apresentada a nova diretoria.

Djalma Cintra já esteve à frente da entidade no ano de 1982, atualmente ele é vice-presidente. Para Adjar Soares - que ocupa a posição de presidente desde o ano de 2008 - o empresário escolhido tem um papel importante no desenvolvimento da cidade e região e é também um nome que transmite confiabilidade entre os lojistas da CDL Caruaru, que este ano está comemorando 45 anos, “estamos muito satisfeitos e temos certeza que com Djalma Cintra a credibilidade da entidade será preservada porque ele faz parte da história da CDL Caruaru”, afirma.

Histórico do novo presidente

Djalma Farias Cintra, presidente do Grupo Bonanza, cadeia de supermercados com sede em Caruaru-PE, teve sua primeira experiência como lojista em uma pequena mercearia, adquirida em 1958, quando ele tinha apenas 17 anos de idade. “Eu estudava, trabalhava e residia em Caruaru. Um corretor ofereceu o negócio a meu pai, que morava em uma fazenda na zona rural de São Bento do Una. Em valores de hoje, meu pai pagou algo em torno de R$ 10 mil pelo mercadinho”, lembrou.

Em 62, um passo importante foi dado pelo jovem comerciante: um armazém, pertencente a um sargento chamado França, fornecia produtos para soldados de um quartel próximo. Com a transferência do sargento para outra unidade militar, o negócio foi colocado à venda e Cintra adquiriu o estabelecimento. “Foi uma grande aquisição, já que as compras pelos militares eram descontadas em folha e com isso a inadimplência era zero. A segurança foi total e conseguimos multiplicar por dez o faturamento da mercearia”, disse.

O golpe militar de 64 no País gerou mudanças no controle do quartel e o novo comando proibiu a lojinha de Cintra de vender com desconto em folha para os soldados, sob a alegação de que esse tipo de transação não poderia ser feita por um civil. “Apesar do baque, continuamos vendendo bem, pois estávamos razoavelmente estruturados”. Em 69, Cintra adquiriu uma padaria e em 1970 se desfez da mercearia. “O ramo de panificação, devido a pouca concorrência na época, era um excelente negócio”.

A primeira grande reforma na padaria veio em 1973 e, no ano seguinte, o governo militar, para reduzir o consumo de trigo devido ao alto preço pago no processo de importação do produto, proibiu a produção de pães de 100g e obrigou os panificadores a fabricar pães de 200g. Entretanto, como sua padaria ficava em um bairro pobre, onde o consumidor consome bastante pão, independente da gramatura, a medida do governo foi na verdade um bom negócio para Cintra. “O pão grande perde menos água no forno e por isso dá uma margem de lucro maior”, explicou.

Em 1976 a panificadora transformou-se em supermercado. “Muita gente, acreditando tratar-se de segmentos semelhantes, migrou de estivas para supermercado e se deu mal. Imagine então sair de padaria para ser supermercadista? Contudo, graças a Deus me dei muito bem. Contei com a decisiva ajuda de homens de negócio como o companheiro Sebastião Rodrigues (presidente da Aspa), que à época trabalhava na Comeg.


Três anos mais tarde ele abriu a sua segunda loja e, em 1981, um concorrente aportou em Caruaru e quase fez sucumbir os planos de Cintra de se tornar um grande supermercadista da região. Em apenas dois anos, esse mesmo concorrente já contava com nada menos de 18 unidades nas redondezas. Algum tempo depois, contudo, o forte concorrente saiu do mercado, mas deixou uma situação bastante delicada para os demais varejistas da região. “A agressiva atuação deles me fez vender minha segunda loja para o Grupo Pão-de-Açúcar, embora anos mais tarde a loja tenha novamente voltado para minhas mãos”, contou.

Cintra disse que uma grande seca provocou a falta no Agreste de itens como feijão, fato que o obrigou a comprar o produto no Recife, de carretas vindas do Paraná. “Partia de Caruaru por volta da meia-noite e, às 3h da manhã, chegava à antiga Cobal, no Recife. A qualidade do feijão nessas carretas era muito diversa. Por isso eu saia furando sacos e mais sacos até encontrar um feijão de melhor qualidade, daí era só acertar com o motorista para ele descarregar a mercadoria em Caruaru”. O empresário falou de outros problemas superados, entre eles o efeito negativo do Plano Cruzado, “que sufocou os supermercadistas de todo o País”.

O resultado dessa força para enfrentar os desafios e do empenho para realizar o sonho de ser um grande empresário fez do Grupo Bonanza um dos maiores empreendimentos do setor em Pernambuco. Hoje são 17 lojas (uma delas será inaugurada no próximo dia 30 de setembro), espalhadas por cidades do interior de Pernambuco e da Paraíba.

O Grupo também atua no setor de atacado com as operações Balcão Caruaru/Balcão Campina/Balcão Petrolina e Balcão Recife, além da Multi Distribuidora, Aliança Distribuidora e Comprão, loja de autosserviço de atacado e varejo. Além disso, atua no ramo da construção civil com a DFC Negócios Imobiliários, geralmente construindo lojas e depósitos de acordo com as necessidades do Grupo, que hoje conta com 2.600 funcionários. De acordo com o ranking da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), o Bonanza está na 43º posição entre os maiores supermercadistas do país. Já a Multi Distribuidora, está na 21º, segundo a Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (ABAD).

* Texto do histórico do novo presidente da CDL Caruaru é da Oficina Comunicação.




Curso de Técnicas de Vendas é promovido na CDL Santa Cruz do Capibaribe


Com o associativismo cada vez mais latente na contemporaneidade, as associações têm promovido muitos cursos que elevem de forma significante o trabalho dos colaboradores em geral. As empresas precisam está aptas a toda e qualquer tipo de concorrência. A CDL Santa Cruz do Capibaribe visando esse conceito tem buscado atender as expectativas dos seus associados com cursos, palestras e treinamentos.

Mensalmente, são realizados cursos para que os colaboradores façam parte da linha diferencial da empresa. Atualmente, a entidade está realizando o curso de Técnicas de Vendas, onde atende aos que fazem a linha de frente das empresas: os vendedores. O curso está sendo realizado em parceria com o SENAI e ministrado pela instrutora Paula Gisele.

Veja o conteúdo que está sendo abordado no curo:


Novos conceitos de vendas
Perfil e habilidades do vendedor
Fazendo a venda adicional
Estratégias de vendas
Comunicação e motivação em vendas
Plano de vendas
Qualidade no atendimento ao público
Garantia de pós-venda
SMS – Saúde, Meio ambiente e segurança aplicados a área.

Serviço
Data: 20 á 24 de Setembro de 2010
Horário: 19:00 as 22:00
Local: Auditório da CDL
Investimento: R$ 60,00



quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Noite dos filhos ausentes


A tradicional Noite dos Filhos Ausentes mais uma vez irá abrilhantar a Festa de São Miguel. Em frente a Igreja Matriz, embaixo das centenárias gameleiras e ao sabor de comidas e bebidas regionais. Os ilustres filhos de Santa Cruz do Capibaqribe irão se confraternizar, fazer homenagens e apreciar o som da Banda Novo Século, da Coberta de Mulambo e do Menestrel do Frevo, Getúlio Cavalcanti.

A festa da família santacruzense acontece neste sábado, 25 de setembro, às 21h, em frente a Igreja Matriz.

Participe!



Veja as imagens do Curso de Qualidade no Atendimento ministrado na CDL Santa Cruz do Capibaribe

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Atleta santa-cruzense faz bonito no Ciclismo Nacional


A quinta e sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Bicicross realizado no início deste mês na Bahia, contou com mais de 300 pilotos de todo Brasil. Em um evento de alto nível e manobras radicais, o piloto mirim Matheus Henning fez bonito e foi vencedor na categoria Cruizer 12 anos, onde representou com dignidade o Estado de Pernambuco e a Terra das Confecções.

Matheus Henning competiu em duas categorias, além da Cruizer ele correu também na boys 12 anos, onde ficou em segundo lugar. O piloto é patrocinado pela Meta Mania, Sport Company, Gato Boy, AJMS Construtora, Rota do Mar e Moda Center Santa Cruz. Além dos patrocinadores, Henning recebe apoio da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, Câmara de Vereadores e CDL Jovem da cidade.

Logo depois do campeonato na Bahia, o piloto seguiu para Fortaleza – CE, onde participou das olimpíadas escolares nacionais do Estado. Em outubro, o atleta segue para a cidade de Sapiranga – RS para participar de mais uma etapa.




PORTARIA DO MTE QUE REGULAMENTA PONTO ELETRÔNICO É LEGAL

O Superior Tribunal de Justiça considerou legal a portaria que regulamenta o uso do ponto eletrônico para controle de frequência de funcionários. A ministra Eliana Calmon, relatora do recurso que pedia a suspensão da norma, alegou que a portaria está de acordo com a Constituição Federal. As informações são da Agência Brasil.

O recurso, negado pelo STJ, foi apresentando pela empresa Paquetá Calçados e pela Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma). A ministra relatora acatou os argumentos apresentados pela Advocacia-Geral da União (AGU), que afirma que a portaria foi expedida de acordo com a Constituição, e que as empresas demoraram para procurar o Poder Judiciário, uma vez que deixaram para veicular a ação a poucos dias da entrada em vigor do ato normativo.

O prazo final para as empresas se adaptarem à regulamentação é 1º de março de 2011. No entanto, nem todas são obrigadas a adotar o ponto eletrônico, podendo também optar pelo registro manual ou mecânico.

Equipamento


Segundo a AGU e o Ministério do Trabalho, o ponto eletrônico garante a proteção da saúde, higiene e segurança do trabalho ao estabelecer meios com segurança jurídica para o controle eletrônico de jornada. Entre as novidades do aparelho que as empresas terão que adotar, está a de imprimir um comprovante ao trabalhador toda vez que houver registro de entrada e saída do funcionário, possibilitando, desta forma, maior controle do trabalhador no final do mês sobre suas horas trabalhadas.

Fonte: Conjur.







terça-feira, 21 de setembro de 2010

Curtas da CDL

Forró da AADESC foi sucesso total

O segundo forró da AADESC foi realizado na última sexta-feira (17), e contou com total apoio da CDL de Santa Cruz do Capibaribe. A festa contou com a apresentação do forrozeiro Flávio José e dos santa-cruzenses Dida de Nan e Rubieno Catanha. O evento foi sucesso de público que arrastou o pé com o autêntico forró pé de serra.

Melhor é possível

Por mais que a Guarda Municipal lute para manter a ordem no trânsito de Santa Cruz do Capibaribe, nada vai para frente se a população não ajudar. A sociedade quer tudo muito organizado, mas se a atuação conjunta nada será mudado. É preciso conscientização das pessoas quanto a atuação da Guarda, pois ela está pronta para atuar e ajudar a nós, Santa-cruzenses a ter um trânsito organizado. Os condutores ainda desrespeitam as leis e param em cima das faixas do pedestre.

Natal Show de Prêmios 2010

A CDL Santa Cruz do Capibaribe já está com tudo pronto para mais uma campanha de sucesso. O Natal Show de Prêmios da CDL da Terra das Confecções é uma vitrine para o lojista exibir o que há de melhor e aquecer a economia local. Os colaboradores da CDL já estão a postos para o início das vendas das cotas. A grande novidade deste ano é que as lojas que aderirem a campanha receberão um presente de acordo com o valor da cota obtida.

SINDCOM realiza sua primeira assembleia

O Sindicato do Comércio de Santa Cruz do Capibaribe - SINDCOM realiza sua primeira assembleia nesta quinta-feira (23). O SINDCOM se formalizou no mês passado e funcionará na sede da CDL, sob a presidência do empresário Isac Aragão.

Cresce expectativa de vida entre brasileiros

Fonte: CNDL

Os brasileiros estão vivendo mais. Pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada na última sexta-feira (17), mostra que a expectativa de vida no país aumentou cerca de três anos entre 1999 e 2009. Assim, é esperado que um brasileiro viva pelo menos 73,1 anos.

As menores taxas de mortalidade são registradas entre as mulheres, por isso elas têm vivido por mais tempo e somam 55,8% das pessoas com mais de 60 anos no país. No período avaliado, a expectativa de vida delas passou de 73,9 anos para 77 anos. Entre os homens, subiu de 66,3 anos para 69,4 anos.

Entre as unidades federativas, o Distrito Federal é o que proporciona melhores condições de vida aos idosos. As mulheres de lá chegam a viver 79,6 anos, a maior taxa no país. Por outro lado, em Alagoas, eles vivem 63,7 anos, índice inferior à expectativa de vida no país em 1999.

O IBGE destaca que, apesar de estar aumentando, a taxa de expectativa de vida ao nascer no Brasil ainda é menor que a da América Latina e do Caribe (73,9 anos) e só fica à frente da Ásia (69,6 anos) e da África (55 anos), longe da taxa da América do Norte que é 79,7 anos.

A pesquisa mostra que o aumento da esperança de vida ao nascer e a queda da fecundidade no país têm feito subir o número de idosos, que passou entre 1999 e 2009 de 6,4 milhões para 9,7 milhões. Em termos percentuais, a proporção de idosos na população subiu de 3,9% para 5,1%.

Em compensação, no mesmo período, caiu o número de crianças e adolescentes de 40,1% para 32,8%, estreitando o topo da pirâmide etária brasileira. Mesmo assim, o país é considerado jovem.




segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Empresários santa-cruzenses compõem a Chapa para síndico do Moda Center Santa Cruz

A força empresarial de Santa Cruz do Capibaribe está unida para assumir a diretoria do Moda Center Santa Cruz. O edital de convocação da eleição de Síndico do Moda Center Santa Cruz já está circulando e uma chapa totalmente composta por empresários da cidade já está pronta para a disputa, que deve ocorrer nos próximos dias.

Confira a chapa formada pelos empresários:

Síndico: Valmir Ribeiro - Sport Company
1º Sub Síndico: José Arruda
2º Sub Síndico: Arnaldo Xavier - Rota do Mar
1ª Tesoureira: Fátima Nascimento - Yanomami
2º Tesoureiro: Menininho - Joggofi
1ª Secretária: Áurea Xavier - Borda Já
2º Secretário: José Robélio - Laylize/Rótulo do Corpo

Conselho Fiscal

Conselheiro Fiscal: José Dalvino - Dalmon Boy
Conselheiro Fiscal: Tosa - Tutti Frutti
Conselheiro Fiscal: Fábio Aragão - Sensitiva
Sup. Conselho Fiscal: José Kumarú - Restaurante Kumarú
Sup. Conselho Fiscal: Sr. Biuzinho - B&A Moda Feminina
Sup. Conselho Fiscal: Luiz de França - Silk Express
Conselho Consultivo
Conselheiro Consultivo: Manoel Paulino - Satex
Conselheiro Consultivo: Carlos Ribeiros - Cheiro de Pano
Conselheiro Consultivo: Edson Ramalho - Abayomí
Conselheiro Consultivo: Luiz Carlos - Michelle Lingerie
Conselheiro Consultivo: José Bezerra
Conselheiro Consultivo: Isac Aragão - Farmácia
Sup. do Cons. Cons. Deoclécio - Kikorum Jeans
Sup. do Cons. Consultivo: Ronaldo - Acqualara
Sup. do Cons. Consultivo: Ivonaldo Quixabeira - Via Rosa
Sup. do Cons. Consultivo: Guaxinim - Spertos
Sup. do Cons. Consultivo: Janilton Allan - Zuzinha Kid´s
Sup. do Cons. Consultivo: Edjane Araújo - Camboriú

Festa dos padroeiros de Santa Cruz do Capibaribe inicia com muitas mudanças

A Festa dos padroeiros da Terra das Confecções começou neste domingo (19), com profundas mudanças. A Avenida Padre Zuzinha, que outrora agregou multidões para ver os shows profanos não compareceu este ano. No entanto, as famílias lotaram o largo da festa para ver o show do Grupo musical, Cantores de Deus que abriu a festa do Senhor Bom Jesus dos Aflitos e São Miguel.


De acordo com Monsenhor Heleno, a mudança é um pedido da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB, onde eles pedem que nas ruas onde ocorram as festas religiosas sejam desvinculadas das festas profanas, evitando assim os altos índices de violência em festas de padroeiros pelo Brasil afora.



Este ano, a festa dos padroeiros acontece apenas com programação religiosa na Avenida Padre Zuzinha. A festa profana será nos dias 28 e 29 com shows da Banda Matruz com Leite e do Cantor José Augusto e serão realizados no largo da Avenida Bela Vista, onde aconteceu o São João da cidade.






AADESC promove festa beneficente com forró tradicional


Em duas horas de show, Flávio José puxou o fole e encantou a todos no segundo Forró da Associação de Assistência ao Deficiente de Santa Cruz do Capibaribe - AADESC, com o seu forró tradicional. A festa beneficente aconteceu na última sexta-feira (17), no Cabana Clube. Um show animado para um seleto público que em prol da construção da sede própria da entidade aderiu em cheio ao evento.

O show começou animado pelos forrozeiros Dida de Nan e Rubieno Catanha, que pouco mais de meia noite entregaram o palco ao cantor paraibano. Flávio demonstrou satisfação em cantar para pessoas batalhadoras e sensíveis a causa. “Nós temos de fazer a nossa parte, nos envolvermos nas questões sociais, pois além de ajudarmos as pessoas, agradamos aquele lá em cima (Deus). A festa está muito bonita e as meninas da AADESC estão de parabéns pela iniciativa”, enfatizou Flávio.

O Forró da AADESC está em sua segunda edição, que prima pela qualidade musical no evento. No ano passado (2009), a atração foi Santana. De acordo com a presidente da entidade, Fátima Oliveira, isso é um cuidado constante. “No forró da AADESC nós temos o cuidado de trazermos cantores que prezem pela tradição para que assim o nosso público possa sentir que nossa festa é familiar e de bastante qualidade”, afirmou.

Na AADESC são atendidas 75 crianças e isso acontece com ajuda de parcerias. A CDL local, em demonstração da sua responsabilidade social apóia todos os eventos promovidos pela entidade. O presidente Fábio Lopes destaca que as parcerias são de extrema importância. “Precisamos deixar de pensar no eu para pensarmos o nós, pois só assim podemos ter uma sociedade mais justa e igual para todos”, concluiu.

>> Mais fotos:



PIB de PE cresce 12,4%

Fonte: Blog econômico da CDL Recife

As estimativas da Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco (CONDEPE/ FIDEM), divulgadas na ultima sexta-feira (03/09), revelam que no segundo trimestre de 2010 o Produto Interno Bruto (PIB) do Estado cresceu 12,4% em relação ao mesmo período de 2009 e 9,9% no acumulado do semestre. Ainda de acordo com a agência, esse foi o melhor resultado desde 1995 e a expectativa é de que a economia pernambucana mantenha crescimento e encerre o ano na casa dos dois dígitos.

Os setores que mais tiveram influência sobre esse resultado foram o industrial, que cresceu 17,5% – destaque para a indústria de transformação (22%) e de construção civil (21,2%). Já o setor de serviços expandiu 11%, e as atividades de maior impulso foram comércio, transporte e atividades mobiliárias, com crescimento de 9,9%, 21,2% e 13,7%, respectivamente.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o crescimento do PIB para o segundo trimestre foi de 1,2% em relação ao trimestre passado, resultado esse que, embora menor do o observado no primeiro semestre (2,7%), ficou acima do valor esperado pelo mercado. Na comparação com igual período de 2009, a expansão da economia do Brasil foi de 8,8% e de 8,9% em relação ao primeiro semestre de 2010.

Os resultados do PIB demonstram o ótimo momento da economia brasileira e mais ainda da economia do Estado, fruto do crescimento econômico observado através do aumento da renda, diminuição do desemprego, maior disponibilidade de crédito e conseqüente aumento do consumo, que repercutiram diretamente na expansão do comércio deste último semestre.




CDL-Recife realiza 4º Seminário sobre Fraudes

No próximo dia 21 de setembro a CDL-Recife, em parceria com a Losango, estará promovendo a 4ª edição do Seminário sobre Fraudes, com a palestra: “Prevenção: Seus resultados com mais qualidade”. O evento será realizado no Auditório do Senac, das 14h às 17h. As inscrições são gratuitas podem ser feitas pelo telefone (81) 3418.1151.



sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Resolução da FECOMERCIO e FECONESTE referente a feriados nacionais e locais

Senhores Empresários,

Foi celebrada entre a FECOMÉRCIO/PE (REPRESENTANTE PATRONAL) conjuntamente com a CDL – SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE e a FECONESTE (REPRESENTANTE OBREIRO) CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO ESPECÍFICA – REGULAMENTANDO O FUNCIONAMENTO DAS EMPRESAS DO COMÉRCIO E SERVIÇOS NO FERIADO DO DIA 07 DE SETEMBRO DE 2010 CCT esta este que estabelece as condições a seguir:

1 – JORNADA DE TRABALHO

1.1 – A JORNADA DE TRABALHO DOS EMPREGADOS nas Empresas estabelecidas no município de SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE que vierem a funcionar no DIA 07 DE SETEMBRO DE 2010 terá o limite de até 08 horas diárias, não podendo ultrapassar 44 horas semanais.

2 – FOLGA COMPENSATÓRIA

2.1 – As EMPRESAS do COMÉRCIO e SERVIÇOS estabelecidas no município de SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE QUE VENHAM A FUNCIONAR, com a utilização dos seus empregados, no DIA 07 DE SETEMBRO DE 2010, concederão aos mesmos, UMA (01) FOLGA COMPENSATÓRIA, garantida a folga semanal remunerada prevista na LEGISLAÇÃO PERTINENTE, folga esta a ser concedida no PRAZO MÁXIMO DE 30 (TRINTA) DIAS, a contar do dia 08 DE SETEMBRO DE 2010.
3 – DA AJUDA DE CUSTO

3.1 – Fica assegurado a TODOS OS EMPREGADOS que prestarem serviços no DIA 07 DE SETEMBRO DE 2009 a percepção gratuita do VALE-TRANSPORTE para ressarcir deslocamento naquela data e AJUDA DE CUSTO para lanche/alimentação no valor mínimo R$ 15,00 (QUINZE REAIS).

4 - DA AUTORIZAÇÃO PARA FUNCIONAMENTO
As empresas do segmento do COMÉRCIO E SERVIÇOS estabelecidas no município de SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE/PE que pretenderem funcionar no FERIADO do DIA 07 DE SETEMBRO DE 2010, deverão se MANIFESTAR POR ESCRITO à CDL – SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE aderindo às condições e deverão PREENCHER os seguintes PRÉ-REQUISITOS:

4.1. Comprovação junto à CDL – SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE do pagamento da CONTRIBUIÇÃO NEGOCIAL (CONVENÇÃO COLETIVA) e do IMPOSTO SINDICAL relativo ao ANO DE 2010 das entidades representantes das categorias Econômica (FECOMÉRCIO) e Profissional (FECONESTE), conforme estipulada na CCT.

4.2. Cumprida a etapa acima, será expedida a AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO PROVISÓRIA que ficará em poder da empresa beneficiada para hipótese de FISCALIZAÇÃO, como comprovação do cumprimento dos pré-requisitos estabelecidos na referida CCT.
Ressaltamos que estas condições são válidas APENAS para as EMPRESAS que ADERIRAM a Convenção Coletiva celebrada com a FECONESTE, FECOMÉRCIO e CDL – SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE.

As empresas que ainda NÃO ADERIRAM a referida Convenção Coletiva, poderão entrar em contato com a CDL – SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE, através da Srta. Katyane, para regularizarem o seu funcionamento no feriado do dia 07 DE SETEMBRO DE 2010.

As empresas que NÃO ADERIRAM a referida Convenção Coletiva que regulamenta o funcionamento do comércio e serviços nos feriados e que VIEREM A FUNCIONAR IRREGULARMENTE, estarão sujeitas a MULTA prevista na sua Cláusula 52ª da CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO da categoria, período 2010/2011, no valor de R$200,00 por cada empregado que laborar no dia 07 de setembro de 2010 e a prevista no Artigo 75, CLT c/c Artigo 6º-B da Lei 10.101/2000 alterada pela Lei 11.603/2007, no valor de até R$4.025,33.

Flávio José canta em forró beneficente para a AADESC


O cantor Flávio José se apresenta logo mais a noite no segundo forró beneficente, em prol da construção da sede própria da Associação de Assistência ao Deficiente de Santa Cruz do Capibaribe – AADESC. A festa vai acontecer no Cabana Clube, e além do paraibano Flávio, o público vai poder ainda arrastar o pé ao som do autentico forró embalado pelos santa-cruzenses Dida de Nan e Rubieno Catanha.


Copa 2014: Empresários e autoridades se reúnem para discutir rumos de um dos maiores eventos do planeta


Uma reunião marcou o dia de autoridades, empresários, governo e profissionais de tecnologia nesta quinta-feira 16 de setembro. O encontro aconteceu no Mar Hotel em Recife, onde foram debatidas as necessidades e impactos quanto a realização da Copa de 2014, no Brasil.

Bruno Bezerra, diretor de Empreendedorismo e Desenvolvimento da CDL Santa Cruz do Capibaribe representou a entidade neste projeto que está sendo desenvolvido pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas – CNDL e aqui no Estado teve o apoio da FCDL-PE e da CDL Recife. Os encontros acontecerão em todas as cidades que irão receber os jogos da copa de 2014.

A CDL Santa Cruz do Capibaribe já está se preparando com perspectivas de auxiliar os seus associados quando as boas oportunidades que o evento trará para a região.








quinta-feira, 16 de setembro de 2010

CDL Santa Cruz do Capibaribe prepara Campanha Natal Show de Prêmios 2010

A Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL unidade Santa Cruz do Capibaribe há oito anos realiza a Campanha Natal Show de Prêmios. Para este ano, a entidade já está com todo projeto preparado para mais um evento de sucesso.

O objetivo da Campanha é valorizar o comércio e fortalecer a economia local, além de presentear os clientes através de sorteios com cupons obtidos em compras acima de R$ 20 reais.

Serão 58 dias de campanha, tendo início no dia 03 de novembro, com sorteio dos prêmios no dia 29 de dezembro, na Pracinha do Estudante, na Av. 29 de Dezembro.

A novidade deste ano é que as empresas que fizerem adesão da campanha, automaticamente receberão um prêmio de acordo com o valor da cota que for comprada.





Caruaru sediará o 5º Encontro das Empresas de Serviços do Estado de Pernambuco

O sindicato das Empresas de Serviços Contabéis – SESCAP-PE e a Associação de Empresas de Serviços Contabéis – AESCON-PE realizarão nos dias 24 e 25 de setembro, o 5º Encontro das Empresas de Serviços do Estado de Pernambuco.

O evento acontecerá no auditório do Shopping Difusora de Caruaru, que terá como tema: Estratégia, prevenção e qualidade de serviços na era digital. O intuito do encontro é reforçar a importância de um posicionamento mais estratégico e dinâmico, em momento propício para trabalhar a competitividade.
O evento vem representar uma ocasião especial de reciclagem, integração e direcionamento, através da realização de palestras, debates e trocas de ideias e contatos, como o objetivo de reunir lideranças das esfera pública, privada e do terceiro setor para dialogar, fomentar novos caminhos e sinalizar ações para o crescimento do setor como um todo.



Oportunidade de emprego

Pesquisa de mercado da FECOMERCIO em Santa Cruz do Capibaribe

Emprego temporário


A CDL Santa Cruz do Capibaribe estará recebendo currículos para emprego temporário. O emprego consiste em uma pesquisa de mercado na cidade, a ser realizada pela FECOMERCIO. Os currículos devem ser entregues na sede da CDL, onde os mesmos serão encaminhados a FECOMERCIO que fará a seleção dos candidatos. Os aprovados na seleção irão assinar contrato por 15 dias, período em que será realizada a pesquisa.

Os candidatos precisarão ter ensino médio, técnico ou está cursando ensino superior. Desde já, a CDL Santa Cruz do Capibaribe pede que os empresários recebam bem os pesquisadores. A pesquisa será de suma importância para que ações pertinentes ao mercado da moda sejam implantadas na Terra das Confecções.

Oportunidade de emprego na CDL

Outra oportunidade que surge é também a vaga para serviços gerais na CDL. Os currículos já podem ser entregues na própria CDL que em breve estará realizando a seleção.





Jornada menor de trabalho não cria emprego

Fonte: CNDL

Tramita no Congresso Nacional a Proposta de Emenda à Constituição 231/95 que reduz a jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais, sem o ajuste correspondente no salário, e aumenta o valor do adicional da hora extra de 50% para 75% sobre o valor da hora trabalhada. Elaborada com o objetivo de criar empregos, a proposta requer a avaliação dos reais efeitos de tal mudança na vida dos trabalhadores e das empresas.

É especialmente preocupante o impacto da aprovação da proposta sobre micros e pequenas empresas, que não terão condições de absorver ou repassar a elevação dos custos do trabalho. A experiência internacional e a teoria econômica mostram que a geração de emprego depende de vários fatores. Entre os mais importantes estão os investimentos, o crescimento sustentado e a educação de boa qualidade. Leis sozinhas não criam empregos
.

CDL Santa Cruz do Capibaribe passa por reforma para melhor atender ao público




Quem passou nos últimos dias pela frente da CDL Santa Cruz do Capibaribe, ou foi até a entidade pode perceber que uma grande reforma está sendo feita na CDL. Com a chegada da JUCEPE, UNICRED Empresarial e do Sindicato dos Empresários à cidade, a CDL disponibilizou seu espaço para que a vinda de tais entidades seja viável.

Em breve, a CDL Santa Cruz do Capibaribe estará com uma cara nova. Um ambiente aconchegante para receber você que diariamente busca os serviços que só a CDL da Capital da Moda pode oferecer a você lojista. Portanto, o transtorno é necessário, tendo em vista que em breve tudo será melhor. Mas, essa reforma foi feita pensando exclusivamente em você. A CDL se desculpa na certeza da compreensão de todos.

Começam hoje os processos de exclusão de 35 mil empresas do Simples Nacional

Fonte: Agência SEBRAE de Notícias

Nesta quarta-feira (15), a Receita Federal do Brasil começa a encaminhar os Atos Declaratórios Executivos (ADE) de exclusão de 35 mil empresas do Simples Nacional, determinados por débitos com União, estados e municípios referentes aos anos-calendário 2007 e 2008.

Após o recebimento do comunicado as empresas têm prazo de 30 dias para quitarem seus débitos, o que somente poderá ser feito por meio de pagamento à vista. Em entrevista à ASN, o chefe da Divisão de Cobrança da Pessoa Jurídica da Receita Federal, Bruno Andrade, explica como se dará o processo e quais são as alternativas para essas empresas.

ASN - Das mais de 4,1 mil empresas do Simples Nacional, quantas têm débito e quais os valores?

Bruno Andrade -
No total são 560 mil empresas devedoras do Simples Nacional de débitos referentes aos anos-calendários 2007 e 2008. Desses 560 mil devedores nós estamos promovendo a exclusão, nesse terceiro lote, dos 35 mil com maiores débitos.

ASN - Essas 560 mil empresas devem quanto?

Bruno Andrade -
Elas devem R$ 4,3 bilhões. As 35 mil devem em torno de R$ 2,5 bilhões.

ASN - Qual o débito médio dessas empresas?

Bruno Andrade -
Varia muito. Temos empresas que deve mais de R$ 1 milhão enquanto há outras devendo R$ 500,00.

ASN - Esses créditos são da União, estados e municípios?

Bruno Andrade -
Sim. Cerca de 73% desses débitos são da União. Dos 27% restantes 19% se referem ICMS dos estados e 8% do ISS dos municípios.

ASN - Nesta quarta-feira começa a emissão das notificações. Como a empresa pode evitar a exclusão do Simples Nacional?

Bruno Andrade -
A empresa vai receber o Ato Declaratório Executivo de Exclusão e tem 30 dias, após a ciência desse Ato Declaratório, para fazer a regularização. Há duas formas de regularizar. Se achar que não é devido por qualquer motivo, tem que se dirigir à unidade da Receita para formalizar um processo, apresentar suas razões para contestar esses débitos. Do contrário, é obrigada a regularizar o pagamento da total dos débitos à vista.

ASN - Ou seja, tudo tem que acontecer dentro do prazo de 30 dias...

Bruno Andrade -
Sim. Existe uma alternativa. Como o efeito da exclusão é no dia 1º de janeiro de 2011, a empresa que recebeu o Ato Declaratório e não teve condições de regularizar sua situação pode, em janeiro de 2011, correr, se regularizar e fazer novamente sua opção que então não será interrompida. Nós não recomendamos porque até janeiro vão incorrer mais acréscimos legais e não é recomendável que ela deixe para pagar mais tarde.

ASN - Ela pode até perder esse prazo, correr e regularizar, mas tudo até janeiro de 2011.

Bruno Andrade -
Exato. Aí é o prazo final, porque se ela chegar dia 1 º de fevereiro e falar que não conseguiu regularizar, não tem jeito, ano que vem vai ficar fora do Simples Nacional de qualquer maneira, porque a opção é feita no mês de janeiro de cada ano. Sempre lembrando que durante o processo de opção, que é feito na Internet, é feita a verificação.

ASN - Mesmo que ela não pague nesse prazo de 30 dias, não será automaticamente excluída?

Bruno Andrade -
Não. Quando a gente exclui por débitos, sempre o efeito é para 1º de janeiro do ano seguinte e a exclusão é reversível. Focamos na regularização, de acordo com o que está escrito no documento, 30 dias após a ciência, até para se evitar que a empresa deixe para regularizar mais tarde e ocorra o que já aconteceu, chegar em janeiro, ver que não dá para regularizar e perder o prazo de opção.

ASN - E como ficam os débitos?

Bruno Andrade -
Ficam ativos até o momento do pagamento, independente de quando for pagar, se for pagar no ano que vem, se for pagar daqui a dois anos, o que é mais prejuízo ainda pra ela, porque é provável que o nome da empresa tenha sido inscrito no Cadin e que o débito tenha sido encaminhado para inscrição em dívida ativa da União e ajuizado na Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN). Então, é melhor não deixar o débito correr, porque além dos acréscimos moratórios, tem os outros prejuízos.

ASN - Os débitos adquiridos dentro do Simples não podem ser parcelados?

Bruno Andrade -
Não. O Simples Nacional é um regime razoavelmente recente, surgiu em julho de 2007, e o “consórcio” do Simples Nacional, formado pela União, estados e municípios, não tem ainda previsão legal para que esses débitos, hoje recolhidos de forma unificada, possam ser parcelados.

ASN - Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei Complementar que prevê um parcelamento automático para débitos das empresas do Simples Nacional. Para que elas possam usufruir esse projeto precisaria ser aprovado e a lei ser sancionada ainda este ano?

Bruno Andrade -
Sim. Aí a lei vai dizer a partir de quando estará vigorando essa condição do parcelamento. Tem que estar prevendo para que ocorra neste ano ainda, já que a exclusão vai ocorrer em 1º de janeiro de 2011.

ASN - Há casos de empresas do Simples Nacional que estão recorrendo e ganhando na Justiça o direito de parcelar, como ocorreu recentemente em São Paulo...

Bruno Andrade -
Existem atos isolados de empresas que recorreram à Justiça com decisões variadas. Mas como regra geral não há essa possibilidade de parcelamento.

ASN - Agora, é pesado para pagar tudo à vista...

Bruno Andrade -
Nesse caso colocamos os 35 mil maiores devedores e se eles são os 35 maiores devedores, provavelmente são os de maior faturamento também. E o débito é proporcional ao faturamento. Provavelmente as empresas menores, que não estão recebendo esse lote de exclusão agora, não têm faturamento tão alto assim.

ASN - Esse lote já está com juros embutidos? Se não pagar, vão correr mais juros?

Bruno Andrade -
A multa de mora é 0,33% ao dia limitada a 20%. Então, já está com a multa de mora na sua totalidade, os 20%. Os juros de mora são a taxa Selic, que é constantemente atualizada. Se ele for pagar hoje, daqui a 2 ou 5 meses, é a taxa Selic que vai acumulando, então ele vai pagar um valor maior. Fora isso, ele vai ter o nome inscrito no Cadin, o que deve resultar em restrições bancárias, por exemplo, e ele vai ter o débito inscrito na Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e sofrer todas as consequências do ajuizamento.

ASN - Esse é o terceiro lote de exclusões. Quantas empresas já foram excluídas?

Bruno Andrade -
Em 2008, promovemos a exclusão, por comando da Lei Complementar 123, dos lotes 1 e 2. Do total de 416 mil empresas que foram intimadas, em torno de 250 mil não regularizaram a acabaram sendo excluídas de 2008 para 2009.

ASN - Por problemas de débitos também?

Bruno Andrade -
Sim. Das exclusões que fazemos em lote, as duas de 2008 e a terceira que faremos agora, todas são por motivo de débitos. As exclusões por outro motivo, como por causa da CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas), uma empresa que passou a ter uma atividade impeditiva, essa exclusão é pontual. Em lote somente por débitos.

ASN - Quando ocorrem os próximos lotes de exclusão?

Bruno Andrade -
No ano que vem pretendemos emitir outros lotes. No segundo semestre teremos as informações carregadas nos nossos sistemas de controle dos crédito tributário, para que os próximos lotes de exclusão já englobem débitos de 2009 e 2010.







CESAC realiza gincana com alunos do curso de Administração


O dia do administrador foi comemorado pelos alunos do Curso de Administração do Centro de Ensino Superior de Santa Cruz do Capibaribe – CESAC, com uma gincana. O evento aconteceu na estrutura da Instituição, no último dia 09 de setembro.

Os trabalhos tiveram um cunho social. A gincana consistia em os estudantes arrecadar alimentos, onde os mesmos seriam doados à entidades e comunidades carentes da cidade. Ao todo, mais de meia tonelada foi arrecadada e entregue pelos próprios alunos.

As comunidades carentes que beneficiadas ficam nas proximidades da Cohab e do Bairro Pedra Branca. E as instituições que receberam as doações foram o Lar Irmã Dulce que cuida de pessoas idosas, Coordenadoria da Mulher e Casa da Criança Dona Arlinda.


O CESAC parabeniza aos alunos que, através da ação puderam refletir quanto os desafios da profissão e a sua responsabilidade social.



quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Curso de qualidade no atendimento é aplicado na CDL Santa Cruz do Capibaribe


A CDL Santa cruz do Capibaribe promove mais um curso na área de atendimento. Os encontros estão ocorrendo na sede da entidade e teve início no dia 13 e vai até o dia 17 deste mês. O curso tem como objetivo oferecer aos participantes ferramentas de comunicação e gerenciamento de relações, que possibilitem uma atuação efetiva e satisfatória junto a clientes externos, internos e fornecedores.

O público alvo será composto por empresários e profissionais que mantém contato direto com clientes. O curso visa atingir explanar desde o bom atendimento ao cliente até a aferição da satisfação dos mesmos.

Confira abaixo o conteúdo que está sendo abordado no curso:

•Princípios de qualidade no atendimento ao cliente
•Quem são nossos clientes – sua importância
•Tipos e características do cliente
•Necessidades do cliente
•Perfil do profissional de atendimento ao público
•Atendimento ao telefone
•SMS – Saúde, Meio ambiente e Segurança aplicados à área.




Artigo

ANÁLISE DE CENÁRIOS: Uma sintonia com o sucesso

Por: Sandro Rogério

A integração de mercados, no Mundo Contemporâneo, possibilita a aproximação dos fornecedores de produtos e serviços com os consumidores, independente de localização. Com efeito, um residente no Brasil poderá adquirir um produto ofertado na Grécia sem a distância representar um empecilho.

Por conseguinte, a concorrência acirrada obriga os dirigentes de empresa a manterem uma sintonia permanente com os cenários (econômicos, de riscos, etc.), a fim de que, tempestivamente, aspectos negativos aos ambientes empresariais (internos e externos) sejam identificados e ajustes sejam promovidos na mesma velocidade.

Para facilitar ações dessa natureza, serão apresentadas dicas com respaldo no ensinamento dos professores Kenneth Andrews e Roland Christensen da Havard Business School, expositores da Matriz SWOT, sigla em inglês cuja correspondente em português é FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças). Logo, dirigente empresarial:

A - no ambiente interno, faça o levantamento de todas as Forças e Fraquezas existentes na(s) unidade(s) dirigida(s) e efetive imediatamente as correções necessárias;
B - no ambiente externo, proceda da mesma maneira em relação às Oportunidades e às Ameaças.

Ante essa concepção, pode-se até supor que os professores da Havard Business School, acima mencionados, tenham encontrado inspiração na “Arte da Guerra” de Sun Tzu (500 a.C.) para erigir a Matriz FOFA. Na sua imensa sabedoria, pois, o eminente chinês proferiu: “Concentre-se nos pontos Fortes, reconheça as Fraquezas, agarre as Oportunidades e proteja-se contra as Ameaças”.

Por fim, ressalta-se que a INÉRCIA é a maior INIMIGA da ATIVIDADE EMPRESARIAL. E uma sintonia contínua com os cenários impulsiona a manutenção dos atributos de competitividade.

Sandro Rogério Barros de Vasconcelos
. Doutorando em Direito Internacional
. Master Business Administration em Gestão Pública e Responsabilidade Fiscal
. Especialista em Contabilidade Internacional
. Bacharel em Direito
. Gerente Geral do Banco do Brasil S.A. – Agência Santa Cruz do Capibaribe
. Professor do Centro de Ensino Superior Santa Cruz - CESAC
Disciplinas: Elaboração e Análise de Projetos, Administração Financeira e
Orçamentária (Curso de Administração) e Legislação Trabalhista (MBA
em Gestão Estratégica de Pessoas e Finanças




terça-feira, 14 de setembro de 2010

CNDL prevê alta de 10% nas vendas do comércio no ano

Fonte: CNDL

O presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), Roque Pellizzaro Junior, disse hoje que as vendas do comércio deverão crescer mais de 10% neste ano. Segundo ele, essa já é a terceira estimativa feita pela associação para o aumento das vendas. "No início do ano, era 6,5%, reajustamos para 8,5% após o Dia das Mães e já podemos imaginar um crescimento de dois dígitos, superior a 10%", disse.

O volume das vendas é medido pela CNDL por meio das consultas ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), feitas pelos lojistas a cada operação de venda a prazo ou com cheque. Em agosto, as consultas cresceram 5,5% em relação a julho e, em relação a agosto do ano passado, a expansão foi de 9,35%.

Pellizzaro Junior acredita que o mês de setembro também deverá apresentar crescimento nas vendas e redução na inadimplência. Isso porque, no mês, deverão entrar na economia R$ 9 bilhões referentes à primeira parcela do 13º salário de aposentados e pensionistas.

Cancelamentos

O cancelamento de registros de inadimplência junto ao SPC Brasil cresceu 11,31% em agosto deste ano na comparação com o mesmo mês do ano passado, informou a CNDL. Segundo Pellizzaro Junior, a taxa de aumento é recorde. "Essa é a maior taxa de crescimento em três anos, quando começamos a compilar esses dados", disse.

O cancelamento de registro no SPC ocorre quando o consumidor quita a dívida que causou a inclusão de seu nome do cadastro de inadimplentes. O aumento desses cancelamentos foi impulsionado pelo crescimento do emprego e da renda. "Isso mostra o perfil do cidadão brasileiro, preocupado com o patrimônio que é seu nome", disse o presidente da CNDL. Ele lembra que, este ano, praticamente todas as convenções coletivas estão gerando aumentos reais de salário, o que faz com que os consumidores tenham mais dinheiro no bolso.

A redução na quantidade de cadastrados no SPC pode ter ainda um efeito positivo nas vendas do Natal deste ano. "Com esse processo de recuperação de crédito, o volume de pessoas que vão chegar no Natal aptas a usar credito é maior. E isso deve gerar um crescimento nas vendas", disse.

Hoje, a CNDL informou que a inadimplência, medida por novos registros no SPC, caiu 2,13% de julho para agosto, mas subiu 3,73% em agosto na comparação com o mesmo mês do ano passado. Essa alta, porém, não preocupa, pois reflete o próprio aumento nas vendas. "Como teve aumento das compras, aumenta a inadimplência. Isso está dentro da margem tolerada", disse.








Artigo

Inovar é questão de sobrevivência

Por Sérgio Nardi

A Era da Informática está com seus dias contados, até porque a tecnologia, hoje, deixou de ser diferencial para tornar-se necessidade básica da vida das empresas e das pessoas. Inicia-se aqui a Era da Inovação, onde o ‘algo mais’ e o poder da diferenciação é cada vez mais difícil de ser identificado em meio ao tsunami incontrolável de informações e oportunidades geradas pelas mais diferentes formas de negócios.

Se por um lado as oportunidades deixaram de se apresentar de maneira óbvia, por outro lado, a dificuldade e o distanciamento das ideias da real concretização ficam cada vez mais distantes das deturpadas relações do passado, onde poder, dinheiro e influência eram mandatários, importantes na disputa pelas melhores oportunidades.

As chances, antes visíveis nos negócios da velha economia, perdem espaço e status para as oportunidades mutantes e ocultas nos negócios da nova geração.

O poder de percepção e reação dos novos empreendedores tem uma dinâmica incessante e a capacidade desses novos empresários de processar ideias, fatos e oportunidades deve ser infinitamente maior que a de nossos não tão longínquos antepassados.

Segundo o professor do Insper, Romeo Deon Busarello, a informação ao longo do tempo sofreu uma enorme mudança de paradigma; de 1900 a 1945 as coisas mudavam a cada 45 anos, de 1980 a 1990 estima-se que as coisas se alteravam a cada 10 anos e em 2006, a informação e os acontecimentos deixam de ter relevância a cada 2 anos. Novas ideias e grandes insights correm o risco de envelhecer rapidamente se não forem imediatamente colocados em prática. Grandes sucessos hoje podem não fazer mais parte do amanhã; alguém se lembra da Olivetti, diga ‘X’ para uma Polaroid ou dê de presente para o seu filho, um Atari.

Inovar é buscar algo a mais para o consumidor, participação ativa como em um console Wii, interação na exibição de um filme em 3D, praticidade e opção em um paper view e comodidade e conforto através do comércio eletrônico em geral.

As possibilidades são infinitas e cabem em qualquer lugar, do telefone celular hoje é possível comprar de uma flor até um apartamento, basta um clique.

Muitas dessas engenhocas tecnológicas surgem da força da iniciativa privada em se reinventar, mas muito ainda se deve às incubadoras e as políticas de incentivo à inovação. Por isso, o Brasil deve caminhar a passos largos em direção à inovação. Hoje, o país investe apenas 1% do PIB, segundo o estudo “Políticas de incentivo à inovação tecnológica no Brasil", do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). A meta para 2010 é de ampliar esse investimento, através de leis de incentivo, para cerca de 1,5% do PIB, um aumento significativo, mas longe ainda de nações inovadoras como Alemanha, Japão e EUA, que destinam algo em torno de 2,4% do PIB em investimentos voltados à inovação.

Arrojo, determinação e obstinação são alguns dos adjetivos dessa nova safra de empreendedores inspirados em Steve Jobs, Steve Wozniak, Larry Page e Sergey Brin, respectivamente os fundadores da Apple e do Google, que no início, munidos com um punhado de dólares, muita inspiração e empresas de garagem, literalmente falando, construíram impérios corporativos da nova geração, em pouco mais de 15 anos.

O princípio da inovação é uma via de mão dupla e não trafega apenas no ramo da informação e da tecnologia. Inovar pode ser, por exemplo, pensar novo usando o velho. Nesse quesito, o caso mais emblemático nos últimos anos é a reviravolta das velhas e quase esquecidas sandálias Havaianas que, de “roupa nova”, passaram em pouco tempo à nova coqueluche mundial.

Inovar não significa exclusivamente investimentos em tecnologia e informação. Inovar é desconstruir, emancipar preconceitos, transformar o óbvio em obsoleto e enxergar as oportunidades sob uma nova ótica. Inovar é estar isento para pensar nas oportunidades, independente da classe social, do credo, da etnia ou da formação profissional e escolar de cada um e do mercado. É buscar novas chances, onde ninguém ousa encontrar.


Sérgio Nardi é palestrante, escritor, especialista em gestão empresarial e autor dos livros “A Nova Era do Consumo de Baixa Renda”, “Marketing para o Varejo de Baixa Renda” e “Viva Melhor”. www.sergionardi.com.br - twitter/sergio_nardi



Varejo online espera alta de 50% nas vendas conjunta

Fonte: varejista.com

As principais redes varejistas com operações de comércio eletrônico começaram hoje uma série de promoções conjuntas, com descontos de até 70% nos produtos, frete grátis e parcelamentos em até 12 vezes. Batizada de Detonaweb, a nona edição reúne sites como Americanas, Carrefour, Comprafacil, Extra, Magazine Luiza, Marisa, Ponto Frio, Submarino e Walmart. As promoções, que seguem até sexta-feira, dia 17, podem ser acessadas pelo site da campanha, por meio do endereço eletrônico www.detonaweb.com.br.

Segundo o diretor executivo da camara-e.net, Gerson Rolim, a expectativa é de um aumento em até 50% nas vendas quando comparado ao evento do ano passado. Em 2009, o site da campanha recebeu mais de 690 mil acessos de internautas nos cinco dias de ofertas. "Reunindo de forma inédita 20 varejistas online temos a possibilidade de proporcionar ofertas para todas as categorias", disse Rolim. "Com este tipo de iniciativa, temos condições de oferecer produtos para consumidores que, até então, não pensavam em adquiri-los por meio da Internet."

Este ano, as ofertas estão reunidas no portal da promoção, ao contrário de outros anos, quando as varejistas ofereciam diretamente em seus sites. "Neste formato, proporcionamos uma maior concorrência entre os participantes, com atualizações ao longo do dia das ofertas", afirmou o representante do comitê de varejo online da camara-e.net, Jonas Ferreira. Conforme ele, os preços não são combinados entre as redes varejistas, "garantindo transparência e competitividade".

Segundo Rolim, a expectativa para este ano é de um crescimento de 35% do número de pessoas que vão às compras na internet, o que representaria uma base de 23 milhões de consumidores. "O aumento do número de pessoas com acesso à internet e o aumento da frequência das compras levaram o setor a crescer 40% em média nos últimos anos", destacou Rolim.




segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Expectativa das vendas de final de ano já começa a movimentar o Moda Center Santa Cruz


Faltando pouco mais de três meses para o final de ano, os produtores de confecções de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, já começam a se preparar para a boa época em vendas garantida pelas festividades de natal e ano novo. No Moda Center Santa Cruz, local onde se comercializa a produção da cidade, é visível o aumento de compradores. As feiras que acontecem de domingo às terças feiras, e antes tinha o seu ápice nas terças feiras, hoje é comum um aumento de clientes já no domingo.


Maria da Graça diz que antes só vinha para o seu Box nas segundas e terças, mas devido ao elevado número de gente comprando ela começou a vir aos domingos. “A feira hoje acontece praticamente no domingo. Se eu não vier vender hoje (domingo), minhas vendas caem consideravelmente. Então, eu deixo de descansar e venho vender. Troco o domingo por outro dia da semana”, explicou a comerciante.



Empresa apresenta solução inovadora para setor varejista

Fonte: CNDL

A catarinense Víqua, líder na fabricação de soluções hidráulicas e responsável por grandes inovações no setor – dos mais de 800 produtos atuais, 92% foram lançados no mercado de forma pioneira –, também investe em novas estratégias de atuação para os lojistas e lança um novo modelo de negócios, o Gira+.

O sistema visa oferecer um bom gerenciamento da rotatividade de produtos, além de boa exposição e identificação dos itens na loja e da qualificação técnica dos vendedores para o atendimento ao consumidor. Segundo Luciana Nunes, coordenadora de marketing da VÍQUA, o Gira+ foi desenvolvido com base em estudo de mercado e na identificação da necessidade do varejo de gerenciar adequadamente o fluxo de produtos nas lojas.

A solução contempla expositores diferenciados que proporcionam melhor disposição das mercadorias no ponto de venda, consultoria para avaliar o perfil dos clientes a fim de adequar o trabalho de merchandising e mix ideal de produtos para que girem mais rápido.

“A Víqua oferecerá aos lojistas ótimas condições de negociação para a instalação dos diversos módulos do sistema. Outro ponto importante é que, devido à eficiência no giro de produtos, o sistema se paga sozinho, e o lojista não tem nenhum custo. Todo o investimento é da VÍQUA”, ressalta Luciana.

Como estímulo e suporte ao lojista, a Víqua oferece também treinamentos para vendedores, campanhas de incentivo, material de merchandising e suporte contínuo para a boa rotatividade das mercadorias e para a reposição de acordo com o volume de vendas.

Parceria com o lojista

Os expositores Gira+, colocados estrategicamente dentro das lojas, são oferecidos em sete opções de mix de produtos (com itens de alta rotatividade) e módulos diferentes – com diversas possibilidades de montagens –, adequados ao tamanho e às necessidades de cada revenda. Conforme o tipo de varejo, uma loja de construção de pequeno ou de médio porte, por exemplo, há uma solução personalizada para o negócio.

Outra boa novidade do sistema é que produtos que, eventualmente, não apresentarem bom desempenho de vendas dentro de um prazo de 180 dias, devido às especificidades do comportamento de compra de cada região, podem ser devolvidos à VÍQUA.

“O Gira+ é um sistema diferenciado de exposição de produtos, pois oferece um serviço completo ao varejista, desde a seleção adequada de itens até a assistência na avaliação de desempenho, passando pela instalação dos produtos e pelo treinamento dos vendedores. Com esse modelo, a VÍQUA pretende aprimorar os negócios de seus parceiros. O giro rápido de produtos proporciona melhores resultados financeiros”, afirma Daniel Alberto Cardozo Jr., diretor da Víqua.

Desde o lançamento do Gira+, a Víqua visitou diversos estabelecimentos que adotaram o modelo. A ideia era verificar a viabilidade e a resposta do novo sistema a fim de deixá-lo ainda mais sob medida para o lojista. O Gira + já foi adotado por mais de 150 pontos de venda, em várias cidades do País, e tem alcançado índices de satisfação extremamente altos e 95% de adesão do varejo nas regiões visitadas.