Topo

Topo

sábado, 30 de outubro de 2010

Feira do Empreendedor de Pernambuco reúne empretecos do Estado




Empreendedores de Santa Cruz do Capibaribe participaram do Primeiro Encontro de Empretecos do Estado. O evento aconteceu na tarde desta sexta-feira (29), dentro da Feira do Empreendedor de Pernambuco, no Centro de Convenções de Olinda – PE. A comitiva santa-cruzense foi organizada pela CDL da cidade e saiu em viagem para o Recife, às 12 horas e 30 minutos da sede da entidade.

Ao chegar ao local do evento, a comitiva foi recebida pela coordenação do SEBRAE – PE e levados ao auditório do encontro de empretecos. Na oportunidade, os coordenadores abriram espaço para os participantes fazer relatos das mudanças pós participação do EMPRETEC.





sexta-feira, 29 de outubro de 2010

CDL Santa Cruz do Capibaribe é um dos temas em Feira de Conhecimento


Com o Tema: Santa Cruz Terra Progresso, povo trabalhador, a Escola Primeiro Mundo de Aprendizagem abriu a III Feira de Conhecimento, na manhã desta sexta-feira (29). A CDL Santa Cruz do Capibaribe é tema de conhecimento da turma da 8ª série. Na oportunidade, os estudantes da turma entrevistaram o Presidente Fábio Lopes, quanto a economia da cidade e sobre as ações desenvolvidas pela entidade.



Os estudantes da 8ª série abordaram situações de empreendedorismo na cidade, e além de Fábio Lopes, entrevistaram o Síndico do Moda Center Santa Cruz, Valmir Ribeiro. As entrevistas foram editadas, colocadas em um DVD e está sendo distribuído pelos estudantes a todos os visitantes que passam pela sala da turma, no evento.




Presidente da CDL Santa Cruz do Capibaribe é eleito para a nova diretoria da FCDL-PE


O presidente da CDL Santa Cruz do Capibaribe, Fábio Lopes, foi eleito na tarde desta quinta-feira (28), como um dos diretores da Federação das CDLs de Pernambuco – FCDL-PE.

Na cerimônia de eleição, vários nomes de CDLs espalhadas por todo Estado, abrangendo todas as regiões, a FCDL se mostra fortalecida, pois as ações e lideranças estão descentralizadas, tal qual, o ex-presidente, Eduardo Catão, presidiu a entidade, dando voz e vez as CDLs de cada recanto de Pernambuco.

De Santa Cruz do Capibaribe, uma das CDLs mais atuantes do Estado, Fábio Lopes levará sua experiência para a Federação, e com certeza contribuirá ricamente para o bom desenvolvimento da FCDL.

Todos que fazem a CDL Santa Cruz do Capibaribe, parabenizam o presidente Fábio Lopes pelo cargo e desejamos muita sabedoria na condução dos novos trabalhos.

Veja como ficou a nova diretoria da FCDL:

PRESIDENTE - ADJAR SOARES
1º VICE-PRESIDENTE - JOSE RAMOS DE ANDRADE
2º VICE-PRESIDENTE - FRANCISCO MOREIRA TEIXEIRA
3º VICE-PRESIDENTE - MARIA EDILEUZA NASCIMENTO PEDROSA
1º DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO - CID LOBO DE MENDONÇA
2º DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO - RAIMUNDO LOPES
DIRETOR - FERNANDO COUTO
DIRETOR - EVANDRO ALVES DE LIMA
DIRETOR - FÁBIO LOPES
DIRETOR - CLÁUDIO DUARTE
DIRETOR - EVERALDO LIMA
DIRETOR - VANTUIR REGIS
DIRETOR - FRANCISCO ASSIS MATOS ALENCAR
DIRETOR - GILVAN SÁ BARRETO DE SÁ
DIRETOR - SILVIO VASCONCELOS
DIRETOR - WELLIGTON SILVA VASCONCELOS
CONSELHEIRO FISCAL - FRANCISCO MOURATO DA CRUZ
CONSELHEIRO FISCAL - MARCOS LUIZ MARIANO
CONSELHEIRO FISCAL - BRIVALDO RODRIGUES
CONSELHEIRO FISCAL - DJALMA GOMES DA SILVA
CONSELHEIRO FISCAL - GEACY VIEIRA BRANDÃO
CONSELHEIRO FISCAL - EDUARDO MELO CATÃO



quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Assembleia da CDL Santa Cruz do Capibaribe convoca presidente da UNIMED Caruaru

A 10ª assembleia da CDL de Santa Cruz do Capibaribe teve como convidado o presidente da UNIMED Caruaru, Dr. Pedro Melo. O intuito da convocação foi para discutir melhorias referentes aos conveniados da UNIMED na cidade, sobretudo os que são associados da entidade, pois há uma parceria da CDL com a UNIMED.

Na ocasião, Dr. Pedro Melo disse que tomou posse em abril deste ano, e que tem ciência de muitos problemas, mas para que tudo possa ser melhorado, é preciso que os conveniados fiscalizem e denunciem os maus profissionais. Em seguida, a diretoria da CDL tirou dúvidas e alguns dos diretores expuseram alguns dos problemas enfrentados. Um dos questionamentos foi sobre o mau atendimento. Dr. Melo foi enfático, e disse que o atendimento é o cartão de visita de uma empresa e que precisa ser o melhor.


De acordo com o presidente, a UNIMED tem investido em treinamentos e qualificação profissional. “Recentemente nós tivemos um treinamento com os colaboradores da área de frente da UNIMED, que são as atendentes. Contratamos o Consultor Eugênio Sales e o nosso objetivo é ir qualificando e demonstrando ao nosso cliente que estamos de olho no que está acontecendo. Na hospedagens dos nossos pacientes, contratamos um profissional da área de hotelaria para que os pacientes sejam prontamente atendidos de forma adequada e levado ao quarto na hora da chegada ao hospital da UNIMED em Caruaru”, explicou.

Para qualquer denúncia, o Dr. Melo deixou o e-mail da ouvidoria:
ouvidoria@unimedcaruaru.com.br






Estratégia e Comercialização: potencialização de mercado

O Núcleo Regional da FIEPE em Caruaru está disponibilizando nos dias 05 e 06 de novembro, o curso Estratégia e Comercialização: potencialização de mercado. Os encontros vão acontecer na sede do núcleo que fica na Rua Pe. Félix Barreto, 79, 4º andar - Maurício de Nassau, sendo subdividido da seguinte forma: sexta (05), das 18h30 às 22h e no sábado (06) das 8h às 12 e 13h às 17h.

O intuito do curso é atender profissionais da área de vendas, gestores comerciais, a fim de propiciar ferramentas para que os mesmos possam Desenvolver nos participantes o pensamento estratégico voltado para comercialização, demonstrando técnicas e ferramentas de atuação mercadológica.

Confira mais informações no panfleto abaixo:



quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Faça diferente: inovar é um ótimo negócio


SEBRAE inicia curso gratuito em Santa Cruz do Capibaribe.



Olhares sobre um mesmo bem, vistos de ângulos diferenciados!

Fonte: CNDL





Lançamento do Guia de Compras da Moda Pernambucana terá parceria com o Moda Center Santa Cruz e a FADIRE


O Lançamento do Guia de Compras da Moda Pernambucana acontecerá no dia 26 de novembro, no Moda Center Santa Cruz, e tem como objetivo fazer com que as indústrias do setor de Confecções do Estado fortaleçam suas marcas e agreguem valor às suas coleções.

Dentro do evento, acontece ainda o Primeiro Encontro da Moda Pernambucana, onde na oportunidade vários estilistas da cidade e do Estado e do Nordeste irão expor as suas criações.

Nomes da alta costura irão expor seus trabalhos em desfiles de moda, como também as empresas que estiverem no Guia de Compras desfilarão suas coleções para o verão 2011.


Para a edição do Guia de Compras, o presidente da ASCAP, Aroldo Ferreira, explica que serão 15 mil exemplares. De acordo com Aroldo Ferreira, o evento contará com várias palestras voltadas para os empreendedores do segmento de confecções.

Veja a entrevista com o presidente da ASCAP Aroldo Ferreira:

Como será o guia de compras deste ano?

Aroldo Ferreira -
O Guia de Compras da Moda Pernambucana edição 2011, será lançado no dia 26 de novembro de 2010, onde na ocasião a ASCAP em Parceria com a Faculdade de Desenvolvimento e Integração Regional - FADIRE e o Moda Center, estará realizando o Primeiro Encontro da moda pernambucana, que consiste em uma semana de ações coordenadas pela ASCAP e FADIRE envolvendo palestras, oficinas, desfile, coquetel, reality show com estilistas de todo Nordeste e apresentação de tendências. Será uma semana com várias ações voltadas ao empresário e aos colaboradores com o objetivo de qualificar e informar a população de forma interativa.

Como está sendo a participação das Empresas e das entidades parceiras?

Aroldo Ferreira -
No Guia contamos com a participação de 60 empresas, onde as mesmas apresentarão sua identidade e o seu segmento através de três fotos de peças comerciais em forma conceitual, sendo destinada uma página do Guia para cada empresa. Explanaremos a importante participação de empresas do pólo que contribuem para a realização do excelente trabalho na região na forma de apresentação em logomarca e textos sobre as mesmas. Teremos a Participação da FADIRE (núcleo do Curso de Designer) no desenvolvimento da capa do Guia de Compras assim como o desenvolvimento de looks para a abertura do desfile de lançamento. O Guia contemplará uma lista com dados de todas as empresas associadas às entidades parceiras como ACIC, ACIASU, ACIT, ACIPA e SINDVEST. Com o objetivo de facilitar a localização das empresas pelos novos clientes.

Como será o desenvolvimento do Guia de Compras?

Aroldo Ferreira -
Para desenvolver o este trabalho foram contratados excelentes profissionais de nossa região formando uma grande e profissional equipe composta por Designer, Stylist, Designer gráfico, Fotógrafo, Diagramador, Coordenadores, Modelos, Assessores e toda equipe envolvida direta e indiretamente.

Qual o objetivo de ter uma tiragem de 15 mil exemplares?

Aroldo Ferreira -
Na Edição de 2010, a tiragem foi de 10.000 exemplares conseguimos desenvolver uma ótima estratégia de distribuição e atender todas as principais regiões de nosso Brasil e em todos os eventos de Moda que estiveram em nosso alcance durante todo o Ano. Para a Edição de 2011, programamos uma tiragem de 15.000 para melhor atendermos os Eventos focados em todo o Brasil, distribuir em forma de Mala Direta para todos os clientes do banco de dados da ASCAP (Aproximadamente 2.000 clientes) e para abastecer as empresas participantes da Ação tendo em vista que teremos um acréscimo de aproximadamente 40% na quantidade de empresas participantes na Edição 2011, em relação à Edição 2010.

O que a empresa participante do Guia pode esperar de retorno?

Aroldo Ferreira -
Quanto ao retorno podemos afirmar que é garantido durante todo o ano, tendo em vista que a forma de distribuição é feita de forma totalmente focada. Conseguimos chegar diretamente em um universo extenso de clientes e a forma que as peças são apresentadas e fotografadas servem como referência da identidade da empresa, por isso conseguimos uma durabilidade e longevidade no material. Sempre presencio comentários de empresários participantes das outras edições do Guia que conseguiram fechar vários negócios e conquistar vários clientes através do Guia de Compras da Moda Pernambucana. “Na minha empresa, por exemplo, tenho várias comercializações que foram realizadas diante da apresentação dos produtos no Guia de Compras da Moda Pernambucana”. Além da empresa participante está contribuindo para o desenvolvimento e a melhor visibilidade de nosso Polo de Confecções em todo o Brasil, são ações como esta que precisamos participar para contribuir para o crescimento e visibilidade local e desmitificar a visão de outros Estados brasileiros em relação aos nossos produtos.

Qual a importância da parceria com o Moda Center Santa Cruz para a realização do Evento?

Aroldo Ferreira -
A parceria com o Moda Center para a realização deste evento é de fundamental importância para um resultado satisfatório de todo o projeto. Precisamos unir todas as forças para um só objetivo que nesta ação se trata de visibilidade e futuras comercializações sabemos que no Moda Center está concentrado a maior quantidade de clientes em nossa cidade, por isso não teria melhor lugar para lançarmos o Guia de Compras com desfile, coquetel, e distribuição do mesmo para clientes. Mas a parceria com o Moda Center não se trata apenas desta ação isolada, a ASCAP e o MODA CENTER unidos também com a CDL e demais entidades locais, lutam em um só objetivo que é o desenvolvimento, crescimento e visibilidade de nossa cidade.





terça-feira, 26 de outubro de 2010

Fórum de varejo e consumo sustentável

Fonte: site do Varejo Sustentável

O Fórum de Varejo e Consumo Sustentável foi lançado em junho de 2008 para estimular o setor varejista brasileiro a debater, implementar e disseminar práticas sustentáveis de desenvolvimento de produtos, distribuição, comercialização e consumo.

A dinâmica do fórum consiste na realização de reuniões mensais para explorar os respectivos papéis de consumidores, varejistas, fornecedores e organizações da sociedade civil no processo de mudança de paradigma de produção e consumo.

Atualmente o fórum tem cerca de 470 participantes, entre representantes de empresas varejistas, indústrias, imprensa, organizações governamentais e não-governamentais, além de especialistas em consumo e sustentabilidade, que participam das reuniões de trabalho e das discussões promovidas pelo grupo virtual.

Para conhecer tudo o que está sendo dito e apresentado no fórum e saber as datas das próximas reuniões, acesse: http://groups.google.com.br/group/varejosustentavel.

Caso deseje participar do grupo e das reuniões de trabalho, por gentileza, envie um e-mail com seus dados de contato para: RSnoVarejo@fgv.br e solicite a sua inscrição.




SEBRAE lança Programa Cidade do Futuro

Fonte: SEBRAE

O Programa Cidade do Futuro (PCF), ora apresentado pelo SEBRAE-PE, visa, a partir da execução articulada de diversos projetos e ações, construir em parceria com os Poderes Executivos e Legislativos dos nossos entes federados, particularmente com os de âmbito municipal; técnicos de instituições e entidades representativas das Micro e Pequenas Empresas (MPE); lideranças locais; e empresários, uma ambiência legal, e um clima geral, favoráveis ao surgimento e fortalecimento dos pequenos negócios e à implementação de estratégias de desenvolvimento local sustentável, através de uma rede articulada de interlocutores e do reconhecimento de boas práticas.

O aprimoramento das políticas públicas significa, por um lado, disponibilizar serviços de qualidade na saúde, educação, segurança, moradia e infra-estrutura, e, por outro, estimular a economia, criando um ambiente propício para que a atividade empreendedora torne-se robusta o suficiente para gerar emprego e renda.

Para o SEBRAE-PE, por sua vez, o município pode melhorar o ambiente empreendedor apoiando os pequenos negócios, aproveitando suas vocações econômicas, seus recursos e potencialidades, como forma de estimular o desenvolvimento local e reduzir sua dependência de recursos do Estado e da União.

O empreendedor não está no País ou no Estado. Ele está no município. Daí a necessidade de envolver prefeitos, vereadores e a comunidade local na implementação de medidas e ações que contribuam efetivamente para facilitar o desenvolvimento das MPE, que representam mais de 98% das empresas dos municípios do Estado e é responsável pela grande maioria dos postos de trabalho, sendo que, em muitos de nossos municípios, exceto o poder público, esse número chega a 100% das empresas e dos empregos gerados. Os municípios menores, não possuem uma economia diversificada. Assim, os pequenos negócios podem vir a desempenhar um papel ainda mais importante no desenvolvimento local.

Nesse sentido, as prefeituras municipais têm um papel fundamental a cumprir para promover os valores da cultura empreendedora e da competitividade, bases fundamentais para o desenvolvimento econômico e social, contribuindo decisivamente para a geração de trabalho e renda; a dinamização do comércio, através das compras governamentais; e o apoio ao associativismo, entre outros, estimulando a sustentabilidade e a eficiência das empresas locais.

Cabe a cada gestão empreendedora buscar o ponto forte de sua localidade, fortalecer a vocação de seu município. Quanto maior for a evolução dos pequenos negócios, maior será o número de postos de trabalho, empregos e renda gerada nos municípios.

Apoiar as MPE significa apoiar o progresso do país!






Semana do Empreendedor Individual formalizou mais de 46 mil

Fonte: CNDL

A semana do Empreendedor Individual, realizada entre os dias 18 e 23 de outubro, contabilizou 46.593 adesões. Segundo a Agência Sebrae, o número de formalizações por dia dobrou, passando de 3 mil para 7,7 mil, o que superou em 55% a expectativa inicial, que era de 30 mil adesões.

Durante a semana, o Sebrae atendeu empreendedores em 112 postos em 300 cidades, nos 26 estados e no Distrito Federal.

Atualmente, são 641.973 trabalhadores que contam com CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica). Até o fim de dezembro, a entidade espera cadastrar 1 milhão de empreendedores individuais.

“Estamos mais perto da meta. Alguns estados ainda continuam atendendo aqueles que desejam sair da informalidade para obter vantagens sociais e competitivas”, afirma o diretor-técnico do Sebrae, Carlos Alberto dos Santos.

Devido ao sucesso da ação, o Sebrae já agendou a próxima semana do Empreendedor Individual, que acontecerá entre os dias 16 e 22 de novembro.

Sobre o programa
O Empreendedor Individual visa a formalizar empreendedores com faturamento anual de até R$ 36 mil. A grande vantagem da adesão é o custo-benefício: pagando pequenos valores fixos mensais, o empresário terá acesso à Previdência Social, que garante alguns benefícios como a licença-maternidade, o seguro contra acidentes de trabalho, pensão por morte e o auxílio-reclusão.

Ao completar um ano de contribuição, os empreendedores individuais poderão ainda obter auxílio-doença e aposentadoria por invalidez. Após 180 meses contribuindo, tornam-se elegíveis até para a aposentadoria por idade. Já as mulheres, após dez meses de contribuição, ganharão direito à licença-maternidade.





segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Comunicado FCDL-PE

Prezadas CDLs,

Já estão a venda as inscrições para a 52ª Convenção Nacional do Comércio Lojista, que ocorrerá em setembro de 2011, em Fortaleza/CE.

Este ano (2010) Pernambuco fez bonito, e levou mais de 100 participantes. Porém, no próximo ano a convenção será mais perto e podemos concorrer à maior delegação do evento.

De acordo com a organização da 52ª organização, a Agência Oficial do evento é a PRIMEIRO MUNDO, a mesma deste ano, e que está à disposição para informá-los sobre os pacotes.

Seguem os contatos da empresa: (48) 3364-6441 ou e-mail rosa@primundo.com.

As inscrições estão sendo realizadas diretamente na CDL Fortaleza – enquanto o site do evento não é disponibilizado.

O valor da inscrição é de R$ 320,00, tendo havido redução para R$ 290,00, apenas durante a Convenção de Florianópolis.

A inscrição permanecerá em R$ 320,00 até o dia 31/DEZ/2010, mas o parcelamento diminuirá com o tempo (Por exemplo: até 31/OUT = 10 meses; NOV = 09 meses; DEZ = 08 meses e assim por diante).

Para que possa ser realizada a inscrição e envio dos boletos (que têm vencimento no dia 20 de cada mês),é preciso dos dados abaixo - das CDLs:



· NOME

· CNPJ

· ENDEREÇO

· TELEFONE

· E-MAIL (que receberá os e-mails e contatos)

· CONTATO

· QUANTIDADE



O Contato da CDL Fortaleza é:

Ana Cláudia Moura Lemos
Área de Negócios e Relacionamento
CDL de Fortaleza
( (85) 3464.5566
site: www.cdlfor.com.br
Twitter: www.twitter.com/cdlfortaleza


P.S.: À medida que forem realizando as inscrições, peço que seja enviado cópia para a FCDL-PE,para que possamos acompanhar os número de participantes.






FCDL - PE fará eleição para o triênio 2011-2013


A Federação das CDLs de Pernambuco realizará, na próxima quinta-feira (28), a eleição para a nova diretoria da entidade, para o triênio 2011-2013. Para concorrer a eleição foi criada apenas uma chapa, que tem como presidente o ex-presidente da CDL Caruaru, Adjar Soares. A FCDL terá representantes de todas as regiões do Estado, com diretores de várias CDLs. Santa Cruz do Capibaribe, por sua vez, será representada pelo presidente da entidade, Fábio Lopes.

Confira como ficou a chapa:

PRESIDENTE - ADJAR SOARES
1º VICE-PRESIDENTE - JOSE RAMOS DE ANDRADE
2º VICE-PRESIDENTE - FRANCISCO MOREIRA TEIXEIRA
3º VICE-PRESIDENTE - MARIA EDILEUZA NASCIMENTO PEDROSA
1º DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO - CID LOBO DE MENDONÇA
2º DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO - RAIMUNDO LOPES
DIRETOR - FERNANDO COUTO
DIRETOR - EVANDRO ALVES DE LIMA
DIRETOR - FÁBIO LOPES
DIRETOR - CLÁUDIO DUARTE
DIRETOR - EVERALDO LIMA
DIRETOR - VANTUIR REGIS
DIRETOR - FRANCISCO ASSIS MATOS ALENCAR
DIRETOR - GILVAN SÁ BARRETO DE SÁ
DIRETOR - SILVIO VASCONCELOS
DIRETOR - WELLIGTON SILVA VASCONCELOS
CONSELHEIRO FISCAL - FRANCISCO MOURATO DA CRUZ
CONSELHEIRO FISCAL - MARCOS LUIZ MARIANO
CONSELHEIRO FISCAL - BRIVALDO RODRIGUES
CONSELHEIRO FISCAL - DJALMA GOMES DA SILVA
CONSELHEIRO FISCAL - GEACY VIEIRA BRANDÃO
CONSELHEIRO FISCAL - EDUARDO MELO CATÃO



110 anos de música contados em livro e muito som


O lançamento do Livro “110 anos contados em atas e relatos”, de Alencar Lopes, deu o tom inicial da festa da centenária Banda Musical Novo Século. A comemoração aconteceu na tarde deste domingo (24), onde a sociedade santa-cruzense pôde prestigiar o valor que a banda tem. Os músicos, regidos pelo maestro Rubinaldo Catanha, fizeram ecoar pela avenida Padre Zuzinha o som que há anos a cidade se acostumou a ouvir em épocas festivas.

Para o evento, músicos e cantores do Estado, como Geraldo Maia e o Maestro Spock Frevo do Recife estiveram presentes para agraciar a festa em homenagem a essa cultura que não morreu ao longo do século. A Banda Musical Novo Século conta com apoio da CDL de Santa Cruz do Capibaribe, que por sua vez, enquanto entidade de responsabilidade social e cultural tem apoiado a Banda com o que é preciso. A entidade é colaboradora ativa desta arte que não pode parar.





Artigo

Computação em nuvem: O que é isso e como essa nova tecnologia pode ajudar sua empresa?

Computação na Nuvem ou Cloud Computing se refere, essencialmente, à ideia de utilizarmos, em qualquer lugar e independente de plataforma (Windows, Linux, Mac), as mais variadas aplicações por meio da internet com a mesma facilidade de tê-las instaladas em nossos próprios computadores.

Com a Cloud Computing, muitos aplicativos, assim como arquivos e outros dados, não precisam mais estar instalados ou armazenados no computador do usuário. Elas passam a ficar disponíveis na "nuvem", isto é, na internet.

Um exemplo prático dessa nova realidade é o Google Docs, serviço que possibilita aos usuários editar textos, criar planilhas, gráficos, diagramas, fazer apresentações de slides, armazenar arquivos, elaborar questionários para pesquisas, entre outros, tudo pela internet, sem necessidade de ter programas como o Microsoft Office (Word, Excel, PowerPoint) instalados em suas máquinas. Além disso, com o Google Docs também é possível:
- Acessar e editar documentos em qualquer lugar, de qualquer computador conectado à internet;


- Fazer upload de arquivos (enviar arquivos para a internet) já existentes;
- Guardar documentos, planilhas ou apresentações de maneira segura, pois com o armazenamento on-line e salvamento automático, não é necessário se preocupar com falhas no HD;
- Organizar os arquivos em pastas, assim como é feito no computador;
- Compartilhar documentos com outras pessoas, permitindo que eles sejam apenas visualizados ou também editados, inclusive de maneira simultânea;
- Controlar quem pode ver e editar os arquivos;
- Publicar trabalhos como página da Web;
- Elaborar pesquisas que são respondidas de maneira on-line;
Alguns exemplos práticos da utilização do Google Docs pelas empresas são:
- Elaboração de documentos ou apresentações em colaboração com outras pessoas que podem editar esses arquivos de maneira simultânea, mesmo estando em diferentes lugares do mundo;
- Criação de planilhas de estoque, onde todas as filiais podem visualizar e/ou alimentar esta planilha;
- Criação de relatório geral de vendas, onde todas as filiais inserem seus dados em uma única planilha que pode ser visualizada e editada por todas;
- Realização de pesquisas de opinião/satisfação onde o cliente pode responder de maneira prática na própria loja ou onde quiser e no momento em que desejar.

Além das vantagens apresentadas anteriormente, as empresas podem se beneficiar dessa tecnologia principalmente por não precisarem comprar licenças para ter softwares originais instalados nos seus computadores nem recorrerem à pirataria, o que é extremamente importante.

Emanuella Aleixo de Barros

Mestrado em Ciência da Computação (Área: Engenharia de Software)
Bachalerado em Ciência da Computação
Professora do Centro de Ensino Superior Santa Cruz (CESAC)
Disciplinas: Recursos Computacionais em Administração e Administração de Sistemas de Informação.




sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Curtas da CDL Santa Cruz do Capibaribe


O Gigante nas mãos de quem entende

O Moda Center agora está sob direção dos confeccionistas. O ex-presidente da Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe – ASCAP venceu a eleição condominial e é o novo Síndico do Gigante Moda Center. As reuniões da nova diretoria acontecem semanalmente, onde está sendo discutidas as ações que serão desenvolvidas nos próximos dias. Em breve muita novidade para melhorar o funcionamento do maior Parque de Feiras da América Latina.

Nova Diretoria apresenta sugestões de marketing

A Nova Diretoria do Moda Center Santa Cruz, foi subdividida em grupos para que os trabalhos possam fluir com eficácia. O 2º Sub-Síndico, Arnaldo Xavier, o Conselheiros Fiscal, José Dalvino e Fábio Aragão e o Conselheiro Consultivo Edson Ramalho, além do Presidente da ASCAP, Aroldo Ferreira, formam o Grupo de trabalho da área de marketing. Os meninos mostram que já começaram a trabalhar, pois na última reunião, que ocorreu na última quarta-feira (20), o grupo mostrou estratégias para divulgação do Moda Center, a custo zero. Trata-se, de sacolas plásticas, com a logo do parque, onde essas sacolas seriam vendidas aos confeccionistas, e consequentemente, o nome do Parque será divulgado em todo Brasil.

Natal Show de Prêmios

A CDL Santa Cruz do Capibaribe está prestes a iniciar a Campanha Natal Show de Prêmios. O intuito da ação é aquecer o comércio local e presentear os consumidores que valorizam os lojistas da Terra das Confecções, fazendo suas compras no comércio da cidade. Este ano, a novidade acontece com os sorteios de prêmios em cada loja concorrente. O ápice da Campanha, será no dia 29 de dezembro com o grande sorteio de 4 motos, onde serão juntados todos os cupons da Campanha.


FIEPE divulga sondagem especial da indústria de PE sobre gestão ambiental

Fonte: FIEPE

Para os empresários da indústria pernambucana estão entre as principais razões para adotar procedimentos de gerenciamento ambiental, atender o regulamento (72,5%), acatar a exigência para licenciamento (70,6%) e melhorar a imagem perante a sociedade (70,6%). Os dados foram apresentados nesta sexta-feira (17), no estudo especial sobre Gestão Ambiental, realizado em parceria entre a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e as Federações Industriais dos Estados. A avaliação foi realizada no primeiro trimestre de 2010.

Sobre o Sistema de Gestão Ambiental (SGA), processo voltado a resolver, suavizar e prevenir os problemas de caráter ambiental, os industriais afirmaram incluir os programas de Redução na geração de resíduos (110,3%), uso eficiente de energia (86,2%) e o uso de resíduos como matérias-primas ou insumos (72,4%). É importante ressaltar que no Brasil, 70% dos empresários adotam procedimentos gerenciais associados à Gestão Ambiental em suas empresas. Em Pernambuco, 68% dos empresários admitiram fazer uso também de tais procedimentos gerenciais.





quinta-feira, 21 de outubro de 2010

FCDL já inscreve para a Convenção Nacional do Comércio Lojista 2011

A 51ª Convenção do Comércio Lojista foi um sucesso. Este ano, mais de 100 convencionais de Pernambuco, foram ao evento que aconteceu em Florianópolis - SC, onde os memos puderam assistir a palestras de nivel internacional e realizar um bom network.

Em 2011 a Convenção será em Fortaleza – CE, e queremos levar uma comitiva bem maior do que este ano.

Desta forma, alertamos para os interessados que já estão abertas as inscrições para 52ª edição do evento.

Aproveite e faça logo a sua, pois o valor está acessível e a facilidade de pagemento também!

Os interessados devem entrar em contato com a FCDL-PE.





Aloshop promove esta semana o V Workshop do Varejo


O V Workshop do Varejo, promovido pelo Aloshop-PE está acontecendo hoje, 21 de outubro. O evento está sendo realizado no Onda Mar Hotel, em Boa Viagem, desde as 8 horas da manhã e deve se estender até às 18h3o. Vários lojistas, supervisores, gerentes e vendedores do Estado estão reunidos.

Os palestrantes que irão conduzir o evento são a psicóloga, Ana Lúcia Rique, o consultor de desenvolvimento humano, qualidade de vida e relacionamento interpessoal, Júlio Machado, o arquiteto e urbanista, Mario Persona, e o consultor de marketing motivacional, Rogério Caldas.

Outras informações no telefone (81) 3467.6442 ou pelo e-mail aloshop@hotlink.com.br



13º salário vai injetar R$ 102 bi na economia até dezembro, aponta Dieese

Texto de CLAUDIA ROLLI
da Folha de São Paulo


O pagamento do 13º terceiro salário aos trabalhadores brasileiros deve injetar até dezembro cerca de R$ 102 bilhões na economia, valor 20% maior que o estimado para o ano passado (R$ 85 bilhões),segundo previsão do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

A quantia representa 2,9% do PIB (Produto Interno Bruto) e será paga a cerca de 74 milhões de brasileiros. Desse total, 28,6 milhões são aposentados ou pensionistas (38,6% do total).

Os trabalhadores com carteira assinada, 45,4 milhões de pessoas, correspondem a 61,4% do total. E os empregados domésticos (formais com carteira de trabalho) somam 2,3 milhões, ou 3,1% do total. Cerca de outras 1 milhão de pessoas (1,3% do total) são aposentados e beneficiários de pensão da União.

RAZÃO DO AUMENTO

O aumento de 20% no valor total do 13º salário pago neste ano se explica principalmente em função do aumento do número de pessoas que conseguiram emprego com carteira assinada ou passaram a receber benefícios da Previdência (aposentadoria e pensão).

"São 4,9 milhões a mais de pessoas, o que representa acréscimo de cerca de 5,85% ao que verificamos no ano passado", diz José Silvestre Prado de Oliveira, coordenador de relações sindicais.

Outras razões que devem ser consideradas para explicar o acréscimo, segundo diz, são a valorização do salário mínimo -- que teve aumento nominal de 9,68% ou ganho real de 6,02% (acima da inflação acumulada de fevereiro a dezembro de 2009).
O coordenador do Dieese afirma que a ampliação dos ganhos reais nas negociações salariais de várias categorias profissionais também contribuiu para o acréscimo no valor do 13º salário pago neste ano.

"Os trabalhadores receberam no ano passado, em média, aumentos reais que variaram de 1,5% a 2% acima da inflação. Neste ano, devem ficar entre de 2% e 4% acima da inflação", diz Prado de Oliveira.

A escassez de mão de obra em alguns segmentos também tem impacto, segundo afirma o especialista, para a melhora dos salários e, conequentemente, dos valores do 13º salário.

POR REGIÃO


A região Sudeste é a que deve concentrar a maior parte da quantia que será injetada na economia (51,4%) porque possui a maior parte de trabalhadores, aposentados e pensionistas do país. Outros 15,4% devem ficar na região Sul e 14,9% na região nordeste. As regiões centro-oeste e norte devem ficar com 8,5% e 4,3% do valor, respectivamente.

Segundo o estudo do Dieese, o maior valor médio para o 13º salário, levando-se em conta todos os beneficiados (trabalhadores, aposentados e pensionistas), deve ser pago em Brasília, e chegar ao ao valor de R$ 2.850. O menor, de R$ 830, deve ser pago no Maranhão.

POR SETOR

Os dados mostram que cerca de R$ 69,5 bilhões que serão pagos, até o final do ano, destinam-se a 43,2 milhões de trabalhadores formais. Desse total, 62% ficarão com empregados do setor de serviços (incluindo administração pública). Aos empregados da indústria serão destinados 22%. Os comerciários receberão 13% e os trabalhadores da construção civil, 4,6%. Outros 2% serão pagos aos trabalhadores da agropecuária.




O modelo disney

Fonte: CNDL

Referência mundial em qualidade de serviços, a Disney World é um exemplo a ser seguido por lojistas de todos os portes e segmentos. O segredo do sucesso da companhia não está apenas na simpatia de Mickey Mouse e sua turma ou na infraestrutura suntuosa dos parques. O que elevou a Disney ao posto de principal complexo de entretenimento do mundo foi, na verdade, uma receita muito simples e passível de ser seguida por qualquer empresa: atenção aos detalhes e excelência no atendimento.

Um dos nomes responsáveis por esse modelo de gestão é Jim Cunningham, outro destaque da 51ª Convenção Nacional do Comércio Lojista. A seguir, o executivo fala sobre a importância dos serviços para o varejo e dá dicas para os varejistas brasileiros encontrarem detalhes capazes de fazer toda a diferença na hora de construir uma marca e conquistar clientes.

Dirigente Lojista – Qual é a importância dos serviços para o varejo hoje?
Jim Cunningham –
Qualidade de serviço é vital para a maioria dos negócios hoje em dia, sobretudo para o varejo. Para ser bem-sucedido não basta apenas oferecer um produto de qualidade: a experiência de compra também deve ser memorável. E tenha em mente que os clientes vão avaliar o serviço cada vez que o utilizarem, não importando quantas vezes já o tenham utilizando antes. E essa impressão será fundamental para que eles decidam voltar na próxima vez.

DL – Qual é o segredo da excelência de serviços?
Jim –
O segredo é: não há segredo. Há, no entanto, trabalho duro, foco, compromisso e determinação. As empresas que verdadeiramente se comprometem com estes princípios são aquelas que lemos a respeito, as que lideram a indústria e o varejo.

DL – Qual é o papel do treinamento na gestão dos serviços?
Jim –
Quando uma empresa, não importa o seu tamanho, decide que vai se concentrar em fornecer um serviço, isso significa uma mudança cultural. E sempre que houver uma mudança cultural dentro da companhia, a responsabilidade de fazer com que isso aconteça é da liderança. O compromisso foi estabelecido primeiro no topo; portanto, a visão deve ser comunicada de forma clara para o sucesso acontecer.

DL – Que lições a Disney pode ensinar ao varejo brasileiro?
Jim –
Tenha certeza que você tem as pessoas certas no lugar certo. É importante que um colaborador realmente queira trabalhar na sua empresa, e não que esteja ali apenas porque precisa de um trabalho. O sucesso da empresa é tarefa de todos, e não de um departamento específico.

DL – Se os detalhes fazem a diferença, como os varejistas podem identificar diferenciais para melhorar seus serviços?
Jim –
A atenção aos detalhes é que vai determinar o sucesso da companhia. Para detectar esses detalhes, faça perguntas. Pesquisas de opinião realizadas na saída do ponto de venda, por exemplo, são um bom caminho a se tomar para entender o que os clientes pensam a respeito dos serviços oferecidos pela loja.






Servir bem para vender mais

Fonte: CNDL

Com preços e características cada vez mais semelhantes, os produtos em si já não garantem a vantagem competitiva no varejo. Mais do que distribuir e vender mercadorias, hoje em dia é preciso transformar a loja num “centro de soluções”, com foco na conveniência e nas necessidades do público-alvo. Nesse contexto, os serviços firmam-­se como principal alternativa de diferenciação, seja para aumentar a lucratividade, ampliar a oferta das lojas, fidelizar ou conquistar novos clientes. De serviços financeiros – como empréstimo e financiamento – a serviços pessoais, como cabeleireiro e agência de viagens, não há limites para a oferta de serviços no comércio, como indicam as estratégias adotadas por algumas das maiores redes varejistas ao redor do mundo.

Fenômenos como a ascensão da classe C e o aumento do poder aquisitivo da população ajudam a explicar o crescimento do mercado de serviços no País. Na opinião de Marcos Gouvêa de Souza, diretor-geral da GS&MD – Gouvêa de Souza, “quanto maior o poder aquisitivo da população de determinado país, cidade ou bairro, maiores os dispêndios em serviços, sejam eles pessoais, financeiros, empresariais ou domiciliares”.

Se no início os serviços foram desenvolvidos apenas como tentativa de atrair e reter clientes no ponto de venda, com o tempo eles se tornaram ponto fundamental para o sucesso do varejo, como explica o consultor. “Antes os serviços exerciam um papel acessório, tanto que ficavam escondidos nos andares e espaços menos nobres da loja, enquanto hoje em dia eles ganham cada vez mais destaque nas ações de marketing e no ponto de venda, muitas vezes gerando operações independentes”, analisa Gouvêa de Souza.

Na opinião de Frederico Alecrim, consultor da Ponto de Referência e autor do blog UauGoMais, especializado em varejo, cada vez mais as empresas varejistas são também prestadoras de serviços. “Os serviços tornaram-se parte estratégica das marcas, portanto é preciso avaliar e reavaliar constantemente o que está sendo oferecido, mantendo sempre o foco no cliente.”

Mas quais são os segredos para criar um mix de serviços? E como é possível oferecer soluções ao invés de simplesmente vender produtos? Para responder a estas questões, veja a seguir algumas dicas e exemplos que ouvimos de especialistas no assunto e saiba como sua loja pode criar uma estratégia de serviços capaz de garantir vantagens competitivas e diferenciação a longo prazo.

1) Faça primeiro a "lição de casa"

Antes de iniciar a prestação de um serviço é preciso garantir a excelência no core business. “Antes de inventar novidades, garanta que você faz o básico com qualidade e competência”, recomenda Marcos Dutra. Isso envolve assegurar desde a oferta de produtos no ponto de venda até atendimento, condições de pagamento, distribuição e entrega. “De nada adianta oferecer um serviço superelaborado se a loja nem sequer consegue dar conta da demanda no balcão da loja”, exemplifica o consultor.

Além disso, há alguns serviços que se tornaram parte integrante do varejo. “É o caso da segurança, um item que ganhou relevância devido aos altos índices de criminalidade em todo o País”, diz Dutra. Outro serviço considerado fundamental pelos consumidores é a garantia da compra e troca de mercadorias. “É preciso ter atenção e o respeito ao cliente, o que inclui a troca ou a devolução de produtos sem burocracia.” Estacionamento e manobrista também são serviços essenciais, principalmente nos grandes centros.

2) Mantenha o cliente no foco

Para estruturar o mix de serviços no varejo, o primeiro passo é conhecer o perfil do público-alvo com o objetivo de identificar possíveis desejos e necessidades. “Não pense em criar serviços somente a partir do produto que você oferece, mas sim a partir do conhecimento e do comportamento dos clientes”, recomenda Marcos Gouvêa de Souza. Para ajudar nesse processo, o consultor sugere adotar uma “visão holística”, analisando, em primeiro lugar, quem é, onde vive, qual a faixa de renda, o grau de escolaridade e quais serviços já são consumidos pela clientela.

Na opinião de Marcos Dutra, especialista em marketing e sócio-diretor da Slidea Comunicação de Ideias, a melhor estratégia para conhecer o cliente ainda é ouvir e observar as pessoas na loja. “Coloque-se na pele do cliente e faça uma simulação de todos os momentos em que ele tem contato com a loja, incluindo o processo de escolha, atuação dos vendedores, formas de pagamento, entrega na residência e atendimento pós-venda.” Procure, então, desenvolver serviços que venham de encontro às possíveis lacunas e falhas observadas.

3) Invista na especialização

O segredo para transformar a loja em um centro de soluções está na especialização. “A questão não deve ser apenas ‘onde se vende isso’, mas sim ‘quem mais entende disso’”, afirma Marcos Dutra. Um exemplo que inspira varejistas de todo o mundo é o da Home Depot, uma das principais redes do segmento de pequenas reformas nos Estados Unidos. Aliado ao mix de produtos, as lojas oferecem apostilas, cursos e orientações sobre decoração, construção e bricolagem. Outro exemplo é a Apple, que em algumas de suas lojas disponibiliza auditórios ou mesas de apoio para minissessões de treinamento, em que os clientes recebem dicas sobre a utilização dos produtos.

No Brasil, redes como O Boticário e Contém 1G – ambas do segmento de cosméticos – também oferecem cursos de automaquiagem como forma de atrair clientes, reforçar a marca e, de quebra, alavancar as vendas, já que em alguns casos os cursos são cobrados e o valor pago é convertido em produtos. “Ensine o cliente que ele não te esquece e ainda vai contar a novidade para os amigos, melhorando ainda mais a reputação da loja”, assegura Frederico Alecrim.

4) Seja coerente em seu mix de serviços

Antes de sair por aí divulgando o lançamento de um novo serviço, verifique se o negócio está apto a atender às expectativas do cliente. “Ajuste seu nível de serviços à sua promessa e cumpra-a, custe o que custar. O cliente perdoa tudo, menos enrolação”, alerta Marcos Dutra, especialista em marketing e sócio-diretor da Slidea Comunicação de Ideias.

De acordo com o consultor, a oferta de serviços – embora não precise estar agregada aos produtos – deve ser coerente com a proposta da loja. “Se um atacarejo, por exemplo, cumpre a promessa de bons preços mas não oferece empacotamento e cafezinho, ainda assim terá um bom nível de satisfação, pois os clientes receberam o que esperavam. O oposto também é verdadeiro: uma loja de luxo, muito bem decorada, implicitamente promete atenção diferenciada. Se isto não acontecer, é insatisfação na certa”, completa Dutra.

5) Quanto mais pessoal melhor

Com a oferta cada vez maior de produtos e serviços, a personalização parece ser uma das principais – senão a única – saídas para se diferenciar no mercado. “Para fazer o cliente ir até a loja, o lojista deverá fazer com que ele se sinta em casa, seguindo uma receita semelhante àquela dos hotéis que guardam a preferência de tamanho dos travesseiros dos hóspedes”, indica Marcos Dutra.

Mais uma vez, vale a pena lançar mão da observação no ponto de venda, procurando identificar como, quando e quais produtos os clientes compram – e também os que desistem de comprar. “O posto de gasolina deveria ter uma lista da pressão dos pneus dos carros, a loja de roupas deveria guardar o tamanho das peças dos clientes, e a papelaria deveria saber quem tem filhos e propor um desconto especial na volta às aulas”, ilustra o especialista.

6) Facilite a vida de seus clientes

Conveniência, praticidade e comodidade são as palavras de ordem dos serviços no varejo. “Facilite a vida dos consumidores – ou pelo menos não atrapalhe”, alerta Frederico Alecrim, citando como exemplo a rede Pão de Açúcar, que recentemente passou a disponibilizar em algumas lojas um sistema inovador de compras, que alia mobilidade e interatividade. “Através de um leitor de código de barras, o cliente vai bipando tudo o que ele quer e tem a opção de receber as compras em casa ou se deseja levá-las na hora, com a diferença de que basta ir ao caixa para pagar e empacotar os produtos”, completa.

Outro exemplo é o serviço de personal shopper, ideal para o segmento de moda. “Na Topshop, varejista inglesa de moda feminina, os clientes podem agendar um horário e terão a ajuda de um personal shopper, com direito a um espaço exclusivo para ver, experimentar e comprar”, exemplifica Alecrim. No Brasil, alguns shoppings e lojas também oferecem o serviço, geralmente em ações pontuais ligadas a eventos de moda ou promoções.

7) Inove

Não há limites quando se fala na diversidade da oferta de serviços no varejo. De serviços pessoais – como os planos odontológicos oferecidos pela Riachuelo – a serviços financeiros, há mercado para todos os gostos e bolsos. No Rio de Janeiro, por exemplo, a rede de supermercados Zona Sul transformou-se em uma pizzaria realizando, inclusive, entregas em domicílio.

“Eles começaram a fazer pizza por acaso, mas hoje em dia isso passou a ser uma importante fonte de receita para a rede”, conta Gouvêa de Souza. “Entre uma pizzaria desconhecida e um dos principais supermercados da cidade, qual você acha que o cliente prefere?”, questiona o consultor, mencionando a importância da marca no processo de escolha do consumidor.

Outro exemplo recente que ilustra essa premissa é o das Casas Bahia, que firmaram parceria com a Tam Linhas Aéreas para vender passagens aéreas nos pontos de venda da rede. Inicialmente em fase de teste nas unidades de São Paulo, em breve o serviço deve ser oferecido nas demais lojas das Casas Bahia em todo o País.

Transformar a loja em agência de turismo também foi a estratégia adotada por algumas das principais redes internacionais do segmento de artigos esportivos, caso da Decathlon e REI. “Estas redes se tornaram verdadeiras operadoras especializadas em viagens esportivas, integrando os produtos com as viagens”, comenta Gouvêa de Souza.






Portal GloboRadio e Planeta Voluntários iniciam parceria virtual


O Portal GloboRadio criou uma rádio exclusiva para o site planeta voluntários com músicas de artistas engajados ou com mensagens por um mundo melhor. Na lista estão U2, Gilberto Gil, Michael Jackson entre outros artistas. O objetivo é criar uma trilha sonora temática para quem navega no site entrar no clima das causas sociais. O banner do Portal também vai ter um destaque es pecial no planeta voluntários e vice-versa.

O Portal GloboRádio reúne as rádios tradicionais Beat98, CBN, BHfm e Rádio Globo, além de outras 40 emissoras temáticas e as online Multishow FM, Globo FM, Rádio GNT e Rádio Zona de Impacto. Assim, os internautas acessam notícias, especiais musicais, promoções e interagem com as emissoras pelas redes sociais.

O Planeta Voluntários é um site não governamental, apartidário e ecumênico, criada em maio de 2009 por iniciativa do empresário Marcio Demari, da empresa Demari & Ferreira, sediada em Londrina, Paraná, no Brasil, com a visão de desenvolver a cultura do tr abalho voluntário organizado, que levará o serviço voluntariado a auxiliar milhões de brasileiros e entidades que necessitam de todo tipo de ajuda;a missão é a de conectar pessoas, que, através da transformação pessoal e social, destinam-se a construir uma solução justa, pacífica e sustentável para o mundo, refletindo a unidade de toda a humanidade. O site conta com uma Rede Social que cruza as informações dos voluntários com as instituições cadastradas, sendo um elo entre elas.





quarta-feira, 20 de outubro de 2010

FADIRE LANÇA NÚCLEO DE EMPREGABILIDADE

Acelerar sua carreira é o objetivo da FADIRE com o Núcleo de Empregabilidade, que tem como alvo identificar e desenvolver as competências comportamentais dos alunos, como também, orientar quanto à gestão pessoal, alem de ajudar as empresas a encontrar o melhor profissional para o seu quadro.

Dúvidas como: Qual o perfil que o mercado busca? Qual meu talento? Como identificá-lo? Como acelerar minha carreira? Como vou me sentir dentro do mercado? Fizeram a FASE criar o Núcleo de Empregabilidade e suprir essa necessidade no aluno.

O Núcleo de Empregabilidade tem como tarefa realizar palestras, exercícios, orientações individuais, elaboração de currículos e divulgação sobre o que esta ocorrendo no mercado de trabalho, além de identificação de oportunidades no mercado.

E quem ganha como essa ação? Os alunos, que ficam orientados e alinhados com as práticas do mercado de trabalho. As empresas que solicitam podem solicitar estagiários com o perfil adequado à vaga.

As empresas e instituições interessadas em divulgar suas oportunidades de empregos ou vagas de estágio podem fazer contato direto com a Coordenação Acadêmica da Instituição através dos telefones 81 – 3731-0300 81 – 3731-0300 e 3731-6181 ou enviar e-mail para malafaia@fadire.edu.br

As empresas também poderão utilizar as dependências da FADIRE para realizarem o processo seletivo de suas empresas e buscar consultoria técnica para as seleções de candidatos qualificados para suas empresas.






Projeto de inovação do SEBRAE chega a Santa Cruz do Capibaribe





CDL Caruaru realiza eleição

Hoje, 20 de outubro, a CDL Caruaru realizará um almoço e assim, efetivar a eleição da entidade que tem como candidato a presidente, em chapa única, o empresário Djalma Cintra. Os 62 sócios efetivos foram convocados para participarem do pleito que elegerá a diretoria para os próximos três anos.

A posse da nova diretoria acontecerá dia 27 de novembro, na tradicional Festiva Natalina da CDL Caruaru.

A chapa é composta por:

Presidente: DJALMA FARIAS CINTRA

1º.Vice-Presidente: FRANCISCO VASCONCELOS JORDÃO

2º.Vice-Presidente: IVAN JOSÉ DE CARVALHO GALVÃO

3º.Vice-Presidente: MOACIR LATINO PONTES

1º.Diretor Secretário: VALDIR CARLOS LIMA DE CARVALHO

2º.Diretor Secretário: MÁRCIO FERNANDES DIAS PORTO

1º.Diretor Tesoureiro: JOSÉ BEZERRA FILHO

2º.Diretor Tesoureiro: FERNANDO ANTONIO SOUTO DE OLIVEIRA

Diretor Administrativo: NEWTON CÂNDIDO MONTENEGRO

Diretor de Patrimônio: ALFREDO ALVES DA CUNHA NETO

1º.Dir. de Serviços e Produtos: ADJAR SOARES DA SILVA

2º.Dir. de Serviços e Produtos: MARCOS ANTONIO SILVA

Diretor de Centros Comerciais: ARÃO BEZERRA LEAL

Diretor de Eventos: CLÁUDIO LOBO MENDONÇA

Diretor de Marketing: MARCOS LUIZ MARIANO DE LIMA

Conselho Fiscal – Efetivos: MIGUEL SILVEIRA DUARTE

EDSON ANTONIO BEZERRA

ROGÉRIO ANTONIO ALMEIDA DE CARVALHO

Conselho Fiscal – Suplentes: JOÃO BATISTA VIANA

GERSON SILVA

PEDRO MIRANDA NOGUEIRA





AADESC lança Blog Institucional


A Associação de Assistência ao Deficiente de Santa Cruz do Capibaribe – AADESC lançou recentemente o seu Blog Institucional. Com o veículo, a entidade entra para o mundo virtual e passa a divulgar suas ações. A AADESC atende cerca de 75 crianças com algum tipo de limitação física. Atualmente, a entidade está na luta pela construção da sua nova sede, e com isso passará a atender mais pessoas e amplia os dias de atendimento. Mas, claro, isso só é possível se você fizer parte desta corrente.

Acesse o Blog da AADESC e saiba como fazer a sua doação!




Receita registra melhor setembro da história em termos de arrecadação

Do Diário de Pernambuco

A arrecadação de impostos e contribuições federais em setembro registrou aumento nominal de 23,21% sobre setembro do ano passado. Descontada a inflação dos últimos 12 meses pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) o aumento real cai para 17,68%. Mesmo assim, foi o “melhor setembro da história em termos de arrecadação”, segundo o subsecretário de Tributação e Contencioso da Receita Federal do Brasil, Sandro de Vargas Serpa.

Os principais fatores que contribuíram para o bom desempenho da arrecadação, que somou R$ 63,419 bilhões, foram os crescimentos de 8,9% na produção industrial de agosto, em relação a igual mês de 2009; de 14% no volume de vendas do mês anterior, na mesma base de comparação; e da expansão de 16,92% na massa salarial. Aumentos com reflexo direto na arrecadação de setembro, de acordo com Serpa.

Há 12 meses que a arrecadação cresce em relação ao mesmo período do ano anterior, o que gerou receita de R$ 573,604 bilhões de janeiro a setembro e garantiu o aumento real (descontada a inflação) de 13,12%. O servidor da Receita lembrou, porém, que o crescimento contínuo decorre, basicamente, do fato de termos “uma base de comparação fraca, sob os efeitos da crise financeira mundial, da qual começamos a sair em setembro/outubro do ano passado”.

Em valores, os tributos que mais contribuíram para a arrecadação, comparado ao mesmo mês de 2009, foram a receita previdenciária, com R$ 18,989 bilhões (15,81% a mais) e o conjunto da Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e PIS/Pasep que rendeu R$ 15,347 bilhões ( 12,16%). Em termos percentuais, os maiores aumentos foram nos recolhimentos do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) (44,61%), do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) na comercialização externa (37,96%) e no Imposto de Renda sobre rendimentos no exterior (36,03%).

Merecem destaque, também, os aumentos de 26,32% na arrecadação do IPI em operações do comércio doméstico e de 15,05% no Imposto de Renda Retido na Fonte sobre rendimentos do trabalho. Em contrapartida, houve quedas de 13,04% na arrecadação do Imposto de Renda da Pessoa Física e de 1,17% no recolhimento das empresas com Imposto de Renda e com a Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL).

Os maiores recolhimentos registrados pela Receita Federal, no acumulado de janeiro a setembro, foram com Imposto de Renda total (de pessoas físicas e jurídicas) que renderam R$ 154,187 bilhões ( 4,99%) e com a Cofins que recolheu R$ 103,965 bilhões ( 17,30%).

Merecem destaque também os recursos originados da CSLL, no valor de R$ 35,048 bilhões e leve queda de 0,23% em relação ao ano passado; do IPI total, que gerou R$ 29,149 bilhões ( 26,97%); da contribuição para o PIS/Pasep, que rendeu R$ 27,352 bilhões ( 13,42%); e do IOF, que arrecadou R$ 19,448 bilhões ( 36,10%). E ainda a receita previdenciária, de R$ 168,049 bilhões, que cresceu 12,23% até aqui, comparado a igual período de 2009.






Pernambuco bate recorde de emprego

Fonte: Diário de PE on line

Nunca se gerou tanto emprego com carteira assinada em Pernambuco. O estado bateu em setembro recorde absoluto de geração de vagas, com 39,6 mil novos postos de trabalho, num crescimento de 3,67% em relação ao mês anterior. Foi o melhor resultado de toda a série histórica iniciada em 1992 e o melhor desempenho no Nordeste, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados ontem pelo Ministério do Trabalho e Emprego. No ano, o acumulado é de 81.322 vagas (7,9%) e de 103.591 (10,41%) em 12 meses.

Em setembro, os setores que mais geraram empregos formais em Pernambuco foram a indústria de transformação, com 21.853 vagas (10,84%), a agropecuária, com 5.856 postos (10,87%) e a construção civil, com 4.500 novas oportunidades (4,18%). Abrindo a indústria por subsetores, observamos que o que mais se destaca é o de alimentos e bebidas, com 20.460 postos, seguida pelo material de transporte, com 360 vagas (5,77%), minerais não-metálicos, com 263 postos (1,58%) e têxtil e vestuário, com 209 novos empregos (0,83%).

Na avaliação do secretário executivo estadual de Juventude e Emprego, André Correia, o estado vem apresentando uma evolução no número de empregos constante e uniforme. "Apesar da maior parte das vagas estarem sendo geradas na Região Metropolitana, o que é natural, algumas cidades do interior também vêm se destacando", diz. Para se ter uma ideia, o Grande Recife gerou em setembro cerca de 40% das vagas. Municípios como Ipojuca, que sedia o Complexo Industrial Portuário de Suape, vêm se projetando - lá foram criados 5.523 postos em setembro (16,69%), 10.263 de janeiro a setembro (37,36%) e 14.664 no acumulado dos últimos 12 meses (62,92%).

Entretanto, quando observamos os números do interior, vemos Petrolina, no Sertão, avançando bastante - 1.792 empregos gerados em setembro (3,53%) e 12.069 ao longo de 2010 (29,99%). Salgueiro, também naquela região e sede de canteiros de obras de dois dos maiores projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) - a transposição do Rio São Francisco e a Ferrovia Transnordestina -, acumula um saldo de 5.438 novas vagas em 12 meses, um crescimento notável de 136,84%. No Agreste, o destaque é Caruaru, com 3.557 empregos gerados no mesmo período (8,02%).

"Acredito que vamos fechar 2010 com mais de 100 mil novos empregos em Pernambuco. Até porque as usinas de cana começaram a contratar para a próxima safra e o comércio varejista começa agora a ampliar seus quadros para as festas de fim de ano", comenta André Correia.

Em 2009, mesmo com os reflexos da crise financeira internacional, Pernambuco criou 46.717 novas vagas de trabalho com carteira assinada, com média de cerca de 3,9 mil empregos/mês. Aquele seria o segundo melhor resultado desde 2003, perdendo apenas para 2008, quando foram gerados 52.800 postos de trabalho.



terça-feira, 19 de outubro de 2010

O Papel do Líder na Gestão de Conflitos na Empresa


O tema acima se refere a mais um curso promovido pela CDL Santa Cruz do Capibaribe. O Curso o Papel do líder na gestão de conflitos na empresa será ministrado pelo professor Augusto Ferreira, em mais uma parceria firmada entre a CDL e o Centro de Ensino Superior – CESAC.

O curso tem como objetivo apresentar a evolução do perfil do líder e a sua importância na administração de conflitos na empresa através de técnicas e metodologias de gestão que transformam o conflito em um instrumento de aprendizagem otimizando o alcance dos resultados organizacionais.

Confira o conteúdo que será abordado no curso:

O Perfil do Líder Moderno;
O processo de Coaching;
Aprendizagem Transformadora;
Como dar Feedback;
Níveis Metodológicos para Administrar Conflitos;
Técnicas para Gerir Conflitos.

Serviço:
Data:
27 e 28 de outubro.
Horário: 19 horas às 22 horas.
Local: CESAC
Investimento: R$ 50,00

>>Mais informações: 81-3731-2850




Estudantes entrevistam presidente da CDL Santa Cruz do Capibaribe

O presidente da CDL Santa Cruz do Capibaribe, Fábio Lopes, recebeu na manhã desta segunda feira (18), estudantes da Escola Primeiro Mundo de Aprendizagem, para uma conversa sobre o funcionamento da entidade. A escola está realizando uma Feira de Ciências, e os estudantes buscaram a CDL pelas boas ações que a entidade desenvolve na cidade.



O grupo de alunos entrevistou o presidente, onde na oportunidade várias dúvidas foram esclarecidas. Uma delas foi como ser um associado da CDL. Fábio Lopes disse que ficava muito satisfeito em poder receber os estudantes, pois ver pessoas tão novas interessadas em entidades como a CDL é de grande importância. Os estudantes agendaram uma conversa com o presidente da CDL Jovem, Isac Filho, que deve acontecer nos próximos dias.




Classes C e D crescem em poder aquisitivo

Fonte: CNDL

O movimento social brasileiro, registrado pelos institutos de pesquisas, se consolida dia após dia. Só para se ter uma ideia, o instituto Data Popular informou que as classes C e D somam R$ 381,2 bilhões, representando 28% do total da massa de rendimentos nacional, que é de R$ 1,380 trilhão. A classe B acumula 24% do total de rendimentos nacional.

Com a consolidação do crescimento do poder de consumo da classe C e a ascensão da D, encontrar a forma ideal para se comunicar com este consumidor é o caminho para o sucesso das marcas que enfrentam o desafio.

Há outros detalhes a serem considerados na hora de fazer esta comunicação: na classe D estão consumidores mais jovens que farão parte do mercado por mais tempo e a mulher é responsável por 32% dos lares ou é a responsável pela geração de 47% da renda familiar, tendo grande poder de decisão na hora da compra.

Investir no futuro é investir na classe D, seja porque ela migrará para a classe C, ou porque tem mais a conquistar, já que a cesta de produtos é menor. As marcas que entendem essa oportunidade têm grande chance de serem líderes de mercado no futuro.
Só para se ter uma ideia: em 2010 a classe C será a responsável pela compra de 40% dos refrigeradores e 28% das máquinas de lavar.
Chegar perto deste mercado requer soluções, mudanças e estratégias próprias. E como ponto de partida é preciso observar bem estes dados na hora de criar suas estratégias de marketing e ao desenvolver seus produtos.

Não são poucos os motivos para que o Brasil tenha permanecido durante tanto tempo com um volume de crédito ínfimo quando comparado a outros Países. A combinação de juros exorbitantes com inflação em disparada e elevada inadimplência desenhou por cerca de duas décadas um cenário desalentador. Quem tomasse R$ 100 emprestados em 1994, por exemplo, pagaria ao longo de um ano outros R$ 214 de juros.

Mas veio uma grande revolução no sistema de crédito nacional, com o efeito do crédito consignado na mitigação dos riscos dos empréstimos bancários. Com a dívida descontada diretamente no salário do trabalhador, a chance do pagamento não ser honrado é quase nula. Na prática, isso possibilita a oferta de juros bem menores – uma média de 27,7% ao ano, contra 43% do crédito pessoal e 160% do cheque especial.

Apesar do apelo, a modalidade só ganhou força no fim de 2003, quando o desconto em folha foi estendido aos trabalhadores da iniciativa privada com carteira assinada. Aposentados e pensionistas do INSS também foram contemplados e entraram na mira dos bancos. Antes disso, apenas os funcionários públicos tinham acesso a esse tipo de crédito.

A partir daí, a prática de taxas mais baixas fez crescer o volume das operações: o salto foi de R$ 9,6 bilhões em janeiro de 2004 para R$ 120,9 bilhões em maio deste ano. Hoje, o consignado responde por um quarto de todas as operações destinadas à pessoa física e por 60% do crédito pessoal.







segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Central Polo Moda: mais possibilidade de vendas pela internet


O mundo globalizado tem ofertado uma gama de possibilidades ao mundo empresarial. As compras pela internet têm crescido com bastante expressividade.


As facilidades do E-comerce que o Central Polo Moda traz é a disponibilidade de produtos em atacado para os revendedores, lojistas e clientes de todo o Brasil que poderão fazer suas compras sem sair de casa, com total segurança.

De acordo com idealizador do site, Cristiano Gonçalves, o conceito principal da empresa é aproximar clientes e fornecedores do ramo têxtil, agregando benefícios às duas partes.

“Nosso diferencial é a redução de custos, agilidade e eficiência no processo comercial, além da praticidade para os fabricantes e pontualidade no prazo de entrega dos produtos para o consumidor final”, destaca o publicitário.

Mais do que um contato entre cliente e fabricante o CENTRAL POLO MODA veio para construir pontes e firmar parcerias.

As empresas receberão os pedidos e terão a cada nova coleção mais visibilidade e retorno do seu investimento na produção.

Além disso, no PORTAL CENTRAL (um portal de notícias agregado ao e-commerce) clientes e fabricantes poderão encontrar as últimas notícias do mundo da moda com fontes e referências internacionais, classificados, ofertas de emprego e um guia completo das cidades de Surubim, Toritama, Santa Cruz do Capibaribe e Caruaru com lojas, restaurantes e hospedagem.



Oportunidade de emprego temporário na CDL

A CDL Santa Cruz do Capibaribe está contratando vendedores, em caráter temporário, para as vendas da campanha do Natal Show de Prêmios. Quem tiver interesse, basta ir até a sede da entidade e deixar o seu currículo para seleção.

>>Mais informações: 81-3731-2850



O Síndico do Moda Center Santa Cruz, Valmir Ribeiro, realizou na tarde da última sexta-feira (15), uma reunião com todos os colaboradores. A reunião t


O Síndico do Moda Center Santa Cruz, Valmir Ribeiro, realizou na tarde da última sexta-feira (15), uma reunião com todos os colaboradores. A reunião teve o intuito de tranquilizar o corpo colaborativo do Moda Center, referente aos boatos que a nova diretoria iria fazer demissões.


Na ocasião, o Valmir enfatizou o compromisso que tem em administrar o parque da melhor forma possível e disse que a partir, daquele momento ninguém mais seria tratado como empregado, mas como colaboradores do Moda Center.

Na oportunidade, Valmir Ribeiro abriu espaço para quatro pessoas expressar suas criticas, sugestões. Todos que falaram se mostraram muito descontentes com algumas atitudes tomadas nas gestões anteriores.




Dia do Comerciário

No dia em que se comemora o Dia do Comerciário, a CDL Santa Cruz do Capibaribe saúda a todos os profissionais que impulsionam o comércio da Terra das Confecções, com a sua força e determinação.

Parabéns de todos que fazem a CDL Santa Cruz do Capibaribe.




Poço Fundo sedia evento de Capoeiristas


O Primeiro Gingado de Capoeira, idealizado pelo Grupo de Capoeira Legião Brasileira, aconteceu na tarde deste domingo (17), no Distrito de Poço Fundo. O evento contou com total apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL de Santa Cruz do Capibaribe e teve a direção do estudante e capoeirista, Valtency Vasconcelos.

Bem na praça do Distrito, uma roda de capoeira foi formada, onde os integrantes puderam mostrar sua ginga e habilidades com os movimentos proporcionados pela arte. Há um mês, Valtency Vasconcelos vem desenvolvendo um trabalho no local.



Ele diz que o objetivo das aulas é propiciar um atrativo diferenciado as crianças e adolescentes da localidade, a fim de que os bares deixem de ser a única alternativa para esses jovens. “Nós queremos com isso, mostrar aos jovens que há outras opções, a não ser o bar da esquina ou atividades que não lhe propiciem um aprendizado. Com isso, nós queremos que o jovem saia, ou pelo menos não entrem no mundo das drogas”, enfatizou Valtency.

A CDL local é uma entidade atuante e está sempre buscando apoiar eventos desse porte. Valtency explica que se não fosse a entidade, ele teria muita dificuldade em realizar o evento. “Este evento superou todas as minhas expectativas. O apoio da CDL foi fundamental para que isso acontecesse. Se não fosse a CDL eu iria fazer sim, mas iria demorar mais para eu realizar, pois o poder público não colabora para eventos relacionados a cultura”, concluiu Valtency.



Ciclistas realizam passeio pelas ruas de Santa Cruz do Capibaribe

O sétimo passeio ciclístico de Santa Cruz do Capibaribe aconteceu na última sexta-feira (15), e contou com a participação de um número expressivo de ciclistas de toda a cidade. Homens e mulheres pedalaram pelas principais ruas da Capital da Moda.


A CDL Santa Cruz do Capibaribe foi uma das parceiras que apoiou o evento. Os ciclistas por onde passavam eram aplaudidos pelos populares que prestigiavam o passeio ciclístico.




Santa Cruz do Capibaribe terá mais um grande investimento na área de imóveis


Foto: Jailson Lima


O lançamento de mais um empreendimento imobiliário, coloca Santa Cruz do Capibaribe no rol dos grandes investimentos de edifícios residenciais da região. A festa de lançamento aconteceu na noite desta sexta-feira (15), em propriedade do empresário Pedro Mestre. A obra será edificada pela CP Construção.

O Grand Residence será composto por 22 pavimentos tipo, com mais 03 andares para garagem. Serão 04 apartamentos por andar, totalizando 88 unidades habitacionais, que possuirão aproximadamente 96 m².

O Grand Residence trás tendências da arquitetura moderna, pesquisadas pelo experiente arquiteto Ângelo Porto e sua equipe. Logo no hall de entrada haverá um espelho d’água que interligará todos os equipamentos de lazer, incrementando a beleza e o potencial arquitetônico do empreendimento.


CDL Santa Cruz do Capibaribe conclui mais um curso

Com o objetivo de orientar os dirigentes de empresas (formais e informais) no sentido de adotar a Gestão de Cobrança como um processo, que inicia com a elaboração do cadastro de clientes e finaliza com a configuração de limites aceitáveis de inadimplência, sem comprometer a continuidade empresarial, a CDL Santa Cruz do Capibaribe forma mais uma turma no curso de Gestão de Cobranças – Aspectos Legais e Financeiros.

O curso aconteceu nos dias 13 e 14 de outubro, através de uma parceria firmada pela CDL com o Centro de Ensino Superior de Santa Cruz do Capibaribe – CESAC.

Maioria dos empreendedores individuais é do comércio varejista

Fonte: SEBRAE


Dos 589.213 empreendedores individuais já formalizados no País, a maioria encontra-se no comércio varejista, num total de 194.597 indivíduos (33,03%). Em seguida vêm os que atuam no setor de alimentação, com 66.685 (11,32%) e em outras atividades de serviços pessoais, com 59.571 (10,11%).

Nos serviços especializados para construção estão 39.500 (6,70%). O comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas fica com 32.292 (5,48%). Na área de reparação e manutenção de equipamentos de informática e objetos pessoais estão 28.360empreendedores individuais (4,81%).

Confecção de artigos do vestuário e acessórios está com 23.078 inscritos ( 3,92%). Serviços de escritório, de apoio administrativo e outros conta com 21.010 (3,57%). Os demais são 124.120 (21,07%).

Os números foram apresentados pelo secretário-executivo do Comitê Gestor Do Simples Nacional, Silas Santiago, nesta quinta-feira (14), durante reunião de operadores do Empreendedor Individual, realizada no Ministério da Previdência Social.

Balanço de Receita Federal do dia 1º de outubro mostra que, por área de atividade, os empreendedores que atuam com comércio de confecções são líderes de formalizações, com 55.500 registros. São seguidos pelos cabeleireiros, com 42.732. Serviço de fast-food vem em terceiro, com 16.611. Em quarto lugar vem alfaiataria, com 15.644. Bem próximo estão serviço de bar, com 15.586, e minimercados, com 15.176.

Na relação constam ainda panfleteiros (5.340), serralheiros (4.760), borracheiros (3.010), chaveiros ( 2.318), consertadores de móveis (1.546), encanadores (1.334), professores de música ( 980), cobradores (884), jornaleiros (753), sapateiros (688)), figurantes (128), caseiros (46), cordoeiros (30), coveiros (4), castanheiros (3) e coletores de palmito (2) entre outros.

Empreendedor Individual é a figura jurídica que simplifica a formalização de empreendedores por conta própria como pipoqueiros, costureiras e doceiras, entre centenas de outras atividades, que tenham receita bruta de até R$ 3 mil por mês, ou R$ 36 mil por ano.

A formalização é feita pela internet (www.portaldoemrpeendedor.gov.br), gratuitamente, sem que seja preciso assinar papéis ou entregar documentos na Junta comercial. Formalizado, o empreendedor passa a pagar uma taxa mensal de 11% sobre o salário mínimo para o INSS, mais R$ 1,00 se for da indústria ou comércio ou R$ 5,00 se de serviços.

CDL Santa Cruz do Capibaribe participará de Missão Emrpesarial ao Polo Industrial de Camaçari-BA


Nova Diretoria da CNDL é eleita por unanimidade em Brasília

FONTE: CNDL


Aconteceu neste domingo, 17, em Brasília, a Assembleia Geral Ordinária de Representantes da CNDL, no qual contou com a participação de distritais do país. O presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, deu início à reunião, pedindo afastamento da mesa para eleição da nova diretoria, já que somente uma chapa foi inscrita e homologada.

O ex-presidente da CNDL, Sebastião Mauro, foi escolhido para presidir a mesa durante a votação. O ex-presidente propôs que a votação fosse feita por aclamação, já que está regulado no artigo 69 do ECNDL, diante de uma chapa inscrita, a eleição pode ocorrer desta forma. Por unanimidade, aclamado por todos, a nova diretoria da CNDL foi eleita em Brasília. Em seguida, o ex-presidente, Sebastião Mauro, passou a presidência da assembleia ao presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior.

A Diretoria da CNDL (gestão 2011 a 2013) passa a ser composta por:

Presidente:
Roque Pellizzaro Junior

1º Vice-Presidente:
Vitor Augusto Koch

Vices-Presidentes:
Melchior Luiz Duarte de Abreu Filho
Adão Henrique
Francisco Honório Pinheiro Alves
José César da Costa
Geraldo César de Araújo

Diretor Administrativo e Financeiro:

Sílvio Antônio de Vasconcelos Souza

Diretor do DASPC:


Roberto Alfeu Pena Gomes

Diretor CDL Jovem:


Samuel Torres de Vasconcelos

Diretores:
Ralph Baraúna Assayag
Maurício Stainoff
Sérgio Alexandre Medeiros
Jair Francisco Gomes
Marcelo Caetano Rosado M. Batista
Mustafá Morhy Júnior
Paulo N. Gasparoto
Ilson Xavier Bozi
Maria do Socorro Teixeira Noronha
Antônio Xará
Fernando Luis Palaoro
Francisco Régis Cavalcante Dias

Conselho Superior:
Romão Tavares da Rocha
Aliomar Luciano dos Santos
Geruza Lúcia R. de Nazareth
Francisco Freitas Cordeiro
Álvaro Cordoval de Carvalho

Conselho Fiscal:
Efetivos: Eduardo Melo Catão
Marcelino Campos
Alberto Fontoura Nogueira da Cruz

Suplentes: Milton Araújo
Divino José Dias
Jayme Tassinari






sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Informe SPC


Informamos que, em função do início do horário de verão, o sistema do SPC Brasil ficará indisponível entre as 23 horas e 30 minutos, do sábado (16) e às 00 horas do dia 17, no domingo, para fins de atualização, voltando a operar normalmente.

O SPC Brasil informa ainda que, sempre que houver necessidade de manutenções em seu sistema, as mesmas serão programadas para períodos em que o acesso seja reduzido, como nos finais de semana e madrugadas, a fim de amenizar eventuais aborrecimentos aos associados.

Desde já, o SPC Brasil agradece pela compreensão de todos, afinal o SPC trabalha para a sua segurança comercial.





Empresários e parlamentares querem fim da substituição tributária para pequenos negócios

Fonte: SEBRAE

Substituição tributária e reajuste dos limites de faturamento para efeito de enquadramentos das micro e pequenas empresas no Simples Nacional foram os principais temas debatidos durante a abertura do 5º Congresso da Micro e Pequena Indústria, na manhã desta quinta-feira (14), em São Paulo.

A substituição tributária feita por alguns estados, segundo o presidente do Sebrae, Paulo Okamotto, anulou as vantagens competitivas das micro e pequenas empresas. “Não só anulou como penalizou as pequenas empresas em relação às grandes. Essa política levará fatalmente à destruição de pequenas empresas, que não terão como competir com grandes corporações”.

Para Okamotto, a continuar como está, “iremos condenar o País a não abrir novas oportunidades de emprego para os jovens que estão saindo das universidades e centros técnicos. É na pequena empresa que esses jovens começam a trabalhar. É preciso mudar esta política.”

O deputado federal Claudio Vignatti, integrante da Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa, lembrou que tramita no Congresso Nacional o projeto de lei complementar 591/2010, corrigindo os valores da receita bruta anual para enquadramento - no Simples Nacional - das micro e pequenas empresas, de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões.

O projeto prevê também o enquadramento de mais segmentos no Simples Nacional e a criação do parcelamento automático dos débitos tributários, fixando critérios e procedimentos para dividir automaticamente, em até 180 dias, os débitos em atraso de micro e pequenos empresários, além de proibir a substituição tributária do ICMS em transações que envolvam micro e pequenas empresas.

Para o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, um novo enquadramento tributário e o combate à substituição tributária são temas que deverão compor uma das bandeiras da entidade no próximo ano.

Além do projeto que tramita no Congresso, o secretário de Desenvolvimento do Estado de São Paulo, Luciano de Almeida, defendeu um novo enquadramento para o segmento. “Sugiro que as metas de mudança não sejam tão acanhadas. Se for para levar uma proposta firme, sugiro que o Brasil adote os mesmos índices do Mercosul para o enquadramento dos pequenos negócios”.

Segundo Skaf, a proposta é muito boa. “Se isso acontecer, a faixa seria de R$ 6 milhões. O enquadramento do Simples Nacional deveria, no mínimo, ser corrigido pela inflação e já deveria ter passado dos R$ 3 milhões”.

O presidente Paulo Okamotto, porém, adverte para a elevação do enquadramento sem um estudo prévio das situações regionais. “O Brasil é um país muito diverso. Há estados em que se o enquadramento for muito ampliado, poucas empresas ficarão fora no Simples”.

O assunto já havia sido debatido no início de agosto durante o seminário Agenda Estratégica das Micro e Pequenas Empresas, realizado pelo Sebrae e pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), em Brasília.

O presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de São Paulo (Sescon), José Maria Chapina Alcazar, reafirmou que a política de substituição tributária no Estado de São Paulo “acabou com todo o benefício do Simples Nacional”.

Realizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, o 5º Congresso da Micro e Pequena Indústria prossegue na tarde desta quinta-feira (14) no Hotel Renaissance. Seu objetivo é proporcionar a discussão de temas e soluções para o cotidiano de empresas, como capacitação, gestão e legislação trabalhista e tributária, entre outros.




Matheus Henning conquista mais um Campeonato de Bicicross


O pequeno piloto de Bicicross, o santa-cruzense Matheus Henning, de 13 anos, conquistou mais um prêmio no Sul do Brasil. A cidade de Sapiranga, no Rio Grande do Sul, sediou a 7ª e a 8ª Etapa do Brasileiro de Bicicross, onde Henning estava concorrendo com mais 200 pilotos de vários Estados do Brasil.

De acordo com o pai de Matheus, Moisés Henning, o evento foi de alto nível, com muitas disputas e manobras na competição. Ele aproveitou para falar dos patrocínios e afirmou que sem eles, não seria possível realizar essas viagens para competir.

Matheus competiu na categoria Boys 12, e ganhou o primeiro lugar no pódio, continuando sendo líder nas duas categorias, no ranking nacional. A próxima disputa do garoto acontece em novembro, em Brusque – SC.

Apoio

Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe - Câmara Municipal - CDL Jovem Santa Cruz do Capibaribe

Patrocinadores

Moda Center - Rota do Mar - Meta Mania - Sport Company - Gato Boy - AJMS Construtora