Topo

Topo

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Santa Cruz do Capibaribe recebe FNE itinerante

Com informações da Assessoria do BNB

Com o objetivo de ampliar o acesso de micro e pequenos empresários aos recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), será realizado no próximo dia 02 de dezembro, na cidade de Santa Cruz do Capibaribe, Agreste do estado, o lançamento do FNE Itinerante. A iniciativa, que já passou em municípios dos estados de Alagoas, Ceará, Rio Grande Norte, Piauí, Maranhão e Paraíba, é uma realização do Banco do Nordeste (BNB), em parceria com o Ministério da Integração Nacional e a Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), e conta com o apoio do Sebrae.

O evento será promovido na Casa de Eventos Recepcione, no bairro de Santo Antônio, e prevê a participação de 400 empreendedores, além do prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Antônio Figueirôa de Siqueira, e outras autoridades da região. A programação terá palestras de representantes das instituições parceiras da iniciativa.

Além de divulgar e promover a linha de crédito para Micro e Pequenas Empresas (MPE) de diferentes setores da economia, com preferência para cidades do interior, o público também pode contar com atendimento do Sebrae e do Banco do Nordeste, para obter informações sobre formalização de empresas e simulação de financiamentos.

Para a seleção dos municípios, em cada Estado foram priorizadas as cidades do interior do Nordeste, de acordo com os seguintes critérios: tipologia da Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR) de baixa renda ou renda estagnada; quantidade de MPE, com base em dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS); e municípios onde não existe agência física do Banco do Nordeste.

Segundo informação do Ministério da Integração Nacional, em outras regiões brasileiras, estão sendo promovidas ações semelhantes, contemplando o Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) e o Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO).

Para João Albuquerque, analista de serviços financeiros do Sebrae em Pernambuco, a divulgação do FNE, principalmente para municípios do interior, ajuda a dar maior visibilidade ao fundo. “Muitas pessoas não sabem, mas esta linha de crédito especial existe desde 1988. É importante popularizar esse mecanismo de auxílio ao micro e pequeno empreendedor, principalmente pelas facilidades possibilitadas, como juros mais baixos e maior prazo de pagamento”, destaca.

No período da tarde, antes do evento, os convidados visitarão empreendimentos de MPE financiados pelo Banco do Nordeste e beneficiados com recursos do FNE. Além de Santa Cruz do Capibaribe, ainda este ano, a ação itinerante segue nos próximos dias para as cidades de Ribeirópolis, no estado de Sergipe; Ecoporanga, no Espírito Santo; Itaobim, em Minas Gerais; e Serrinha, na Bahia.




Roque Pellizzaro Junior participa de VI Encontro da Micro e Pequena Empresa do Estado do Pará

Fonte: CNDL

O presidente Roque Pellizzaro Junior participou do VI Encontro da Micro e Pequena Empresa do Estado do Pará, dias 26 e 27, no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, em Belém. Na oportunidade palestrou aos empresários, discorrendo sobre o importante papel da micro e pequena empresa, no contexto da economia brasileira, especialmente no setor de varejo, onde o pequeno varejista, aquele com até 5 funcionários, está presente na totalidade dos municípios brasileiros, enquanto o grande varejo, não está presente nem em 10% dos mais de 5.500 municípios.

Numa apresentação que mais assemelhou-se a um debate com os presentes, o presidente da CNDL traçou um panorama do futuro do varejo brasileiro, apontando os diversos cenários, e falando das estratégias que cada um pode e deve implementar na gestão de seu negócio, para a perenização de suas empresas, num mercado onde a competição, agora globalizada, apresenta-se a cada dia mais acirrada.

Ao final do evento Roque Pellizzaro Jr, foi homenageado pelas lideranças estaduais do varejo Paraense, com uma placa de Patrono do VI Encontro da Micro e Pequena Empresa do Pará - 2010, e de seus eventos paralelos, num "reconhecimento ao grande líder lojista, pelo excepcional trabalho de consolidação do Movimento Lojista".



segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Natal Show de Prêmios

Pagamento do 13º aquece mercado da Confecção em Santa Cruz do Capibaribe




Os trabalhadores de todo Brasil começam a receber a primeira parcela do 13º salário a partir de amanhã (30). De acordo com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos – DIEESE, a média dos salários a serem pagos é de R$ 1320,00, totalizando um aumento de 8%, em relação a 2009.

Com o pagamento do décimo será injetado R$ 102 bilhões na economia brasileira, 17% a mais do que no ano passado. No Agreste de Pernambuco, os caruaruenses já sabem o que fazer com o dinheiro que irão embolsar. Alguns pretendem casar e outros viajar, mas a tradição de presentear continua muito forte entre os consumidores, como é o caso da comerciária Tereza Silva. “Eu sempre uso meu décimo para dar presentes a minha família, este ano não será diferente, farei o mesmo”, explicou a comerciária.

Santa Cruz do Capibaribe

Na Terra das Confecções, o aumento é logo percebido pelos confeccionistas da cidade. Quando se aproxima o Natal e Fim de Ano, os produtores de vestuários do município começam a se preparar e fazer estoque para aproveitar a entrada do décimo terceiro na economia. No Moda Center Santa Cruz, é comum um aumento significativo no volume de vendas, tanto pela época propícia, como também pelos atacadistas de todo Brasil que compram vestuários na cidade.

Fonte: SEBRAE

A partir de 1º de dezembro de 2010, empreendedores por conta própria de 40 novas atividades econômicas poderão se formalizar como Empreendedor Individual. Hoje essas atividades já são mais de 400. Entre as novas categorias estão mestres de obras, carroceiros que transportam cargas e mudanças, comerciantes de cestas de café da manhã e de produtos naturais, instaladores de rede de computadores e de antenas de TV, locutores de mensagens fonadas e ao vivo e reparadores de móveis e de toldos e persianas.

O registro de empreendedores individuais é feito via internet, no Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br). Para serviços de manutenção e para a inclusão dessas novas categorias no sistema o serviço de registro de qualquer empreendedor no Portal está parado desde às 18 horas desta sexta-feira (26) até às 8 horas do dia 1º de dezembro (quarta-feira).

Nesse mesmo período também não será possível fazer a emissão de certificados da condição de Empreendedor Individual, conforme comunicado da Secretaria Executiva do Comitê Gestor da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim). Conforme o CGSIM, o sistema está funcionando normalmente para a emissão da segunda via do carnê de pagamento da taxa fixa mensal do EI.

A inclusão de novas categorias está na Resolução nº 78, aprovada no dia 13 de novembro pelo Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN) – sistema tributário simplificado que também inclui o Empreendedor Individual. Conforme o secretário-executivo do Comitê, Silas Santiago, a decisão atende a reivindicações de entidades representativas e de apoio aos micro e pequenos negócios, como o Sebrae.

A lista de novas atividades também inclui abatedor de aves; abatedor de aves com comercialização do produto; artesão em cimento; bike propagandista; coletor de resíduos não perigosos; comerciantes de artigos de bebê, de carvão e lenha, de inseticidas e raticidas e de produtos para piscinas; costureira de roupas sob medida; coveiro, customizador de roupas; disc jockey (DJ) ou vídeo jockey (VJ); dublador; e editor de vídeo.

Também são contemplados: estampador de peças de vestuário; esteticista; fabricante de velas, inclusive decorativas; guia de turismo; instalador de equipamentos de segurança domiciliar e empresarial, sem prestação de serviços de vigilância e segurança; locador de instrumentos musicais; produtor de pedras para construção, não associado à extração; e recarregador de cartuchos para equipamentos de informática; reparador de artigos e acessórios do vestuário; reparador de cordas, velames e lonas, reparador de equipamentos esportivos; reparador de equipamentos médico-hospitalares não eletrônicos; reparador de guarda-chuva e sombrinhas; vendedor de aves vivas, coelhos e outros pequenos animais para alimentação.

Revisão

O CGSN também retirou 12 atividades econômicas antes contempladas pelo Empreendedor Individual. São elas: boaiadeiro ou vaqueiro; caçador; colhedores de castanha-do-pará, de palmito e de produtos não madeireiros; lavrador agrícola, pescadores em água doce e salgada; podador agrícola, produtor de algas e demais plantas aquáticas, reflorestador e seringueiro. A Resolução nº 78 ainda estabelece que quem já se formalizou como EI nessas atividades não será retirado da formalidade por conta da nova regra, Ou seja, só sai se pedir.

De acordo com o secretário Silas Santiago, esta decisão também atende reivindicações de entidades representativas dessas categorias econômicas para evitar perda de benefícios a que já têm direito. Cita como exemplo o caso do pequeno agricultor, que recolhe 2,1% sobre a sua produção, o que representa valor menor do que o pago pelo Empreendedor Individual. A retirada dessas categorias visa evitar problemas de entendimento. “Esse é um público que precisa ser protegido”, diz Santiago.







sábado, 27 de novembro de 2010

Hoje é um dia muito especial e cheio de luz...


Fábio, falar de você nos deixa sem palavras. Mas, vamos tentar! Um homem humilde e de um coração grandioso. Um ser que ultrapassa todos os limites da luta em prol do bem comum. Muitas vezes a CDL esteve meio que esquecida, mas seu carisma e sua força fez com que a entidade chegasse a um patamar que ela merece de fato. Uma história de amor pelo associativismo, creio que essa seria uma das definições para você. Hoje, é um dia especial para você, e todos nós da CDL estamos saltitantes de felicidades por podermos comemorar juntos uma data tão mágica em sua vida. Que o hoje não seja visto como um ano a mais, mas como uma dádiva de Deus para você. Parabéns!!!



sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Eduardo Catão é eleito novo presidente da CDL Recife

A CDL-Recife realizou um almoço-assembleia de eleição para definir a próxima diretoria da entidade. Com chapa única, foi eleito o empresário Eduardo Catão, atual presidente da FCDL-PE, como novo presidente da CDL Recife. A gestão desta diretoria terá inicio no dia 1° de janeiro de 2011, com duração de três anos. O evento foi realizado dia 23, no Restaurante Spettus, Derby.

Eduardo Catão já presidiu a CDL Recife por dois mandatos.




PM disponibilizará 150 homens para garantir segurança no comércio

Fonte: Jornal da Manhã
de Uberaba - MG

A um mês do Natal, o comércio já começa a apresentar movimento maior. Para os comerciantes e os clientes terem sua segurança garantida, a Polícia Militar irá disponibilizar 150 homens a mais para fazer o policiamento dos locais com maior movimentação.

De acordo com o tenente-coronel João Lunardi, comandante do 4º BPM, a PM está lançando, juntamente com a CDL, a operação natalina e, nos fins de semana, as áreas centrais já contam com policiamento especial. João Lunardi explica que, a partir do dia 30 de novembro, vai acontecer a saturação, onde a PM colocará 150 homens a mais nas ruas, para evitar furtos e roubos. Essa operação natalina acontecerá até o dia 30 de dezembro.

O tenente-coronel explica que locais como a avenida Prudente de Morais, Elias Cruvinel, bairro Boa Vista e a região central ganham a atenção especial dos policiais, por serem as regiões com maior fluxo de pessoas. O policiamento acontecerá durante todo o dia, desde a hora em que as lojas abrirem até seu fechamento. "Será o dia inteiro, atendendo então a comunidade com esse reforço, desde a abertura até o fechamento das lojas. É toda uma ação voltada ao comércio e aos clientes", ressalta. João Lunardi conta que serão distribuídas dicas para as pessoas utilizarem o dinheiro eletrônico, procurar não retirar grande volume de dinheiro dos bancos e, se for fazê-lo, que seja com segurança e acompanhadas de alguém.

Fúlvio Ferreira, presidente da CDL, explica que quanto mais aumenta a movimentação e circulação de pessoas, mais riscos os comerciantes e clientes correm. Por isso são desenvolvidas algumas atividades para a prevenção. "Institucionalmente, a gente procura esclarecer a cada lojista sobre a necessidade de ter atenção, de treinar melhor seus funcionários, tanto no aspecto daquele falso cliente, que vem comprar e na verdade furta, quanto para aquele que vai para aproveitar dos clientes que estão no interior da loja, ou seja, enquanto a pessoa está escolhendo uma mercadoria, portando sua bolsa, uma falsa cliente vem e furta objetos, como a carteira, de dentro dela", diz. Fúlvio lembra que é preciso ter cuidado também com os celulares, evitando andar com eles nas mãos ou falando.

"Hoje celular é moeda de troca no tráfico, então é um objeto muito visado. Esse aviso é para todo mundo: para quem compra, para quem vende, para quem trabalha no comércio. Segurança nunca é demais", enfatiza. "O comerciante que tiver possibilidade de contratar um segurança particular por alguns dias ou direto é melhor, pois a polícia não tem condições de ser onipresente. A própria PM deixou um recado de que, se a pessoa for contratar um segurança, que seja através de empresa idônea. Assim, não vai assumir riscos nem se expor, pois às vezes a pessoa contrata alguém que apareceu oferecendo para ficar de segurança na porta, mas essa pessoa pode estar ligada, de alguma maneira, ao crime e passará a ter conhecimento total da loja, do modo de operação do local", alerta.

Gerente de loja de departamento situada no centro da cidade, que preferiu não se identificar, explicou que, neste período de fim de ano, em que a incidência de assaltos é maior, toda a segurança do local é reforçada. "Durante todo o ano, trabalhamos com quatro seguranças, e, com a chegada do Natal, trabalhamos com dez. Alguns deles trabalham disfarçados, passando-se por clientes e permanecendo na loja o tempo todo. Isso traz para nós uma condição mais confortável", conta. O gerente explica, ainda, que, além da segurança reforçada, existem estratégias sigilosas. "A segurança maior, porém, é não trabalhar com dinheiro vivo, dando preferência ao dinheiro de plástico, que é o famoso cartão de crédito", conclui.







Parabéns a João Neto


Hoje quem faz aniversário é o Diretor de Serviços e Produtos da CDL, João Neto. O jovem empresário está de idade nova, e a CDL Santa Cruz do Capibaribe, o parabeniza por mais esta data.


Evento de Moda movimenta semana em Santa Cruz do Capibaribe

A IV edição da Semana da Moda, realizada pela FADIRE, em parceria com a Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe – ASCAP e Moda Center, está movimentando a Terra das Confecções. Desde segunda-feira (22), os estudantes do Curso de Design de Moda da FADIRE estão envolvidos no Reality Show de moda, onde dentro do evento, os estudantes terão que desenvolver uma peça, visando o melhor aproveitamento e caimento do tecido usado, além do menor custo para produção do vestuário. O evento vai até o domingo (28), onde acontecerá o lançamento do Guia de Compras da Moda pernambucana, no estacionamento do Moda Center Santa Cruz.


A coordenadora do Curso Design de Moda, Rosimere Ortega disse que o evento este ano ganhou uma importância maior, devido a novidade do Reality. “Este primeiro Reality faz com que o nosso estudante tenha um contato direto com grandes profissionais da moda do Brasil, temos em nosso foco desenvolver em nossos alunos todas as técnicas, e neste reality será onde podemos perceber a grandiosidade deles, se realmente estão preparados para o grande mercado da moda”, explicou Ortega.

Fazenda libera incentivo para pequeno varejo

Fonte: JC Online

A Secretaria da Fazenda anunciou ontem que atendeu a uma série de reivindicações dos empresários locais com relação à nova forma de cobrança do ICMS dos estoques de oito segmentos do varejo. Os setores de bicicletas, colchões, materiais elétricos, eletrônicos e eletroeletrônicos, cosméticos, autopeças e material de construção passaram a pagar o imposto por meio da substituição tributária, na qual o recolhimento é feito na indústria produtora e não mais na hora da venda para o cliente final. A mudança assustou os varejistas porque os produtos já em estoque terão de ter o ICMS recolhido antes da venda nas lojas. No acordo, a Sefaz concordou em não cobrar a mercadoria já estocada das pequenas empresas optantes do Simples Nacional, cerca de 68 mil lojas.

Para as demais empresas, os benefícios não envolveram o perdão da dívida, mas algumas facilidades no pagamento do tributo devido. Houve um abatimento na quantidade de mercadoria de 5% para o cálculo do imposto e de 15%, exclusivo para o setor de autopeças. O desconto leva em conta o índice de perdas dos estoques. A depreciação dos produtos de autopeças é maior porque muitos equipamentos saem de linha.

Além disso, a Sefaz atendeu ao pedido de realizar o cálculo do imposto por uma média ponderada e não pelo valor da mercadoria mais recente no estoque. Na média ponderada, o cálculo pega o valor da última mercadoria que deu entrada por aquela que entrou primeiro no estoque, tirando a média. O parcelamento da dívida foi ampliado de quatro para 12 meses e o vencimento da primeira parcela passou de 30 de novembro para 30 de dezembro.

Um mês a mais para começar a prestar as contas com o fisco estadual. Com a quitação das mercadorias em estoque, o recolhimento continuará normalmente pela substituição tributária. “Nós não nos preparamos para essas mudanças e são itens de difícil entendimento por parte dos empresários. O governo deu uma grande abertura e vamos produzir programa de orientação para os comerciantes”, considerou o presidente da Fecomércio, Josias Albuquerque. No encontro com a Fazenda também havia representantes da CDL, Fiepe, FCDL e deputados.

Na visão do governo, o modelo de tributação na indústria fornecedora é uma maneira de melhorar a arrecadação, evitando a sonegação. Além das indústrias locais, a substituição tributária será efetuada nas indústrias do Estado de São Paulo, que firmou um protocolo com Pernambuco para recolher a alíquota pernambucana e depois repassá-la.






quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Participe da Campanha Natal Show de Prêmios da CDL Santa Cruz do Capibaribe





Cartão próprio é a nova aposta das franquias

As redes de franquias seguem a onda de redes varejistas com a adoção de cartões de crédito próprios, com benefícios, e engrossam as vendas no mercado brasileiro. Segundo o consultor de negócios da Associação Brasileira de Franchising (ABF), Walter Batista, outra novidade do setor é a entrada do private label para grandes franquias, algo recente no segmento. Segundo analistas, bancos como o HSBC, por meio da Losango; e o Banco do Brasil já apostam no cartão próprio como forma de fidelização de clientes. Quem deve entrar e ser um dos pioneiros no segmento é o Peixe Urbano, que afirmou que o modelo está em negociação, porém não informou o banco.

Segundo o presidente da ABF, Ricardo Bomeny, os resultados positivos das franquias se deram graças ao crescimento do consumo da classe emergente e às parcerias com o governo federal. O segmento, que esperava crescer 13% no início de 2010, deverá fechar o ano com um faturamento 19% superior ao apurado no ano passado, totalizando R$ 75 bilhões. A expectativa de crescimento para 2011 é de 15% em faturamento, 8% em novas redes (chegando a 1920 marcas) e 12% em número de unidades (totalizando quase 100 mil pontos-de-venda).






Desemprego em queda

Matéria de Thatiana Pimentel
do Diário de Pernambuco

A taxa de desemprego entre os meses de setembro e outubro caiu de 15,3% para 14,1% na Região Metropolitana do Recife (RMR) segundo dados da Pesquisa de Emprego e Desemprego divulgados ontem pelo Dieese. Esta foi a menor taxa registrada desde 1997, quando o estudo foi iniciado. Isto significa que o número de desempregados aqui, que era de 283 mil pessoas no mês de setembro, caiu para 263 mil pessoas, ou seja, 20 mil novos postos de trabalho foram criados em apenas 30 dias. E, dentro os setores que mais abriram vagas estão o de serviços (10 mil), que foi impulsionado pelos ramos de assessoria jurídica e de tecnologia da informação, o de comércio (10 mil), com aumento nas vagas do varejo e o setor de construção civil (nove mil).

´O ano de 2010 está sendo o mais positivo no quesito geração de empregos da última década. Quando o crédito das famílias aumenta, dá início a um ciclo de desenvolvimento`, explicou o coordenador da pesquisa, Jairo Santiago. Segundo ele, osetor da indústria se manteve estável pois já vinha crescendo muito nos últimos anos.

A única notícia ruim para os trabalhadores pernambucanos é que a área de serviços domésticos e outras atividades registrou uma retração de 5,7%, ou seja, uma diminuição de 10 mil postos. ´É difícil identificar o que causou essa retração, mas um dos motivos pode ser também o aumento de renda, que faz as pessoas recusarem este tipo de trabalho`, ressaltou o coordenador.

Ainda segundo a pesquisa, o rendimento médio real dos recifenses cresceu 1,5%, porém ainda é baixo em comparação com a região metropolitana do Distrito Federal (R$ 2.008) e de São Paulo (R$ 1.451). Aqui, o valor é de R$ 909, sendo o setor industrial o que melhor paga, chegando a R$ 937. No setor de comércio e serviços ocorre o contrário e o rendimento médio fica em torno de R$ 730.

´O que acontece é que as indústrias abrem vagas para profissionais mais qualificados, que tenham um ofício especifico. Já no setor de comércio e serviços, os postos podem ser ocupados sem grandes exigências`, completou Jairo Santiago.

SPC Brasil realiza I Encontro Comercial de SPCs

Fonte: SPC Brasil

Cerca de 200 participantes, de CDLs de todo o Brasil reúnem-se para atualizarem-se, receberem treinamento e participarem de palestras nesses dois dias. O evento, que será o primeiro de muitos, tem por objetivo capacitar as equipes comerciais das Entidades, promovendo principalmente a troca de experiência e a atualização constante.

Na abertura oficial do evento, o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Jr. alertou os participantes da importância de se conhecer o produto, promover o nosso maior beneficio, que é o apoio ao lojista – por meio das ações institucionais que as CDLs realizam em cada cidade – além da importância de as Entidades das cidades maiores replicarem sempre a informação com aquelas de cidades menores, que tem menos facilidade para participar de eventos nacionais com este.

O presidente Roque falou sobre a necessidade de mantermos o mesmo padrão em todo o país, de produtos, de serviços e de atendimento. Cada CDL é o SPC em sua cidade e a padronização da área comercial, falando a mesma linguagem, o mesmo discurso é essencial para o sucesso de todos.

Com início na manhã desta quarta-feira, 24 de novembro, o I Encontro Comercial de SPCs, realizado pelo SPC Brasil, Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e DASPC, com patrocínio do SEBRAE, acontece até amanhã (25) no Matsubara Hotel, em São Paulo.


quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Uma data especial para uma pessoa ESPECIAL


Um dia especial para você, que ao longo do dia batalha em prol da CDL Santa Cruz do Capibaribe. É muito bom ter pessoas como você, que dedica-se a causa, que visa o bem comum. A CDL não seria a mesma sem você Katyane, por isso, receba os nossos mais sinceros votos de parabéns, neste dia tão especial na sua vida. Felicidades hoje e sempre, são os desejos de todos os que fazem a CDL Santa Cruz do Capibaribe!




Artigo

Importância do vínculo afetivo nas instituições

Por: * Verônica Valadares

Relendo uns artigos e textos que tenho no meu arquivo pessoal, me deparo com um texto intitulado “Construir o Vínculo Afetivo” de Margarida Serrão e Maria Clarice Baleeiro (1999), e resolvi levantar alguns questionamentos pertinentes para o contexto organizacional, já que estamos também falando de trabalho grupal.

Vamos pensar um pouco no próprio termo “vínculo afetivo”. Vínculo é a relação que se estabelece e que é construída entre as pessoas durante e através da convivência grupal, portanto, ele é o responsável por fortalecer e aprofundar os afetos nas relações dos seus integrantes. Esses afetos podem variar e incluem uma gama grande de emoções, que podem ir do amor ao ódio, da inveja á solidariedade, entre outros.

A liderança da empresa deverá ter uma sensibilidade para tentar manter esse vínculo num patamar positivo, pois este deve ter um caráter libertador, permitindo a expressão de questões que conduzam à autonomia, abrindo espaços para que surjam novos questionamentos, quebrando preconceitos e impedindo que os rótulos se tornem permanentes e os papéis fixos, podendo assim prejudicar o bom funcionamento da empresa.

O texto em questão nos traz algumas “dicas” para o líder atento manter condições favoráveis à manifestações positivas dentro do grupo de trabalho, como por exemplo:

• Disponibilidade interna: começando pela liderança, todos devem procurar manter uma disponibilidade a estar ali e construir algo em comum, de forma verdadeira e sincera. Mesmo que isso signifique que tenham que “gastar” algum tempo juntos até mesmo fora da empresa, como uma capacitação de grupo, um curso, ou até atividades de lazer que possam ser feitas com a participação de todos, um jogo, um churrasco, etc;
• Aceitação das diferenças individuais e do jeito e ser e cada um: é importante cada um aceitar que não somos iguais, e que esta aceitação aumenta a possibilidade de compreender que a diferença é um elemento que enriquece, mostrando outras formas de ser e de fazer. Aprender a valorizar as diferenças permite ampliar o horizonte.
• Confiança na capacidade de transformação pessoal: é fundamental que a liderança da empresa acredite na possibilidade de transformação pessoal, reconhecendo que tôo indivíduo tem a capacidade de adaptar-se a novas experiências e formas de ser, superando as dificuldades encontradas no dia-a-dia.
• Escuta e acolhimento oferecidos a todos: todos devem ter a mesma oportunidade de dizer suas opiniões e idéias acerca do trabalho e das necessidades do grupo, porém também deve estar abertos a escutar o outro. A liderança deve sempre estar atenta a estimular a participação de todos.
• Cuidado com o bem estar do grupo: o grupo precisa encontrar na liderança um profissional seguro, acolhedor, que ouve, que está disponível para receber o que o outro deseja compartilhar com ele, seja críticas ou elogios. “Cuidar do bem-estar do grupo é acolher o que este tem a oferecer e propiciar condições que garantam a expressão, assim como reflexão do que é vivida pelo indivíduo”.
• Busca das qualidades existentes em cada indivíduo: devemos pensar que no grupo todos tem uma contribuição pessoal a dar. Buscar as qualidades individuais quebra rótulos e papéis rígidos que possam estar estagnados na pessoa e no grupo.
• A expectativa em relação ao trabalho:a liderança deve dar-se conta que nem sempre o que se espera do trabalho coincide com a realidade. Portanto, cabe a ele tentar mostrar como é a realidade do trabalho e tentar suprir as necessidades geradas pelas expectativas.
• Cuidado com as relações preexistentes ao grupo de trabalho: relações afetivas criadas em contextos diferentes das situações de trabalho sempre existirão, principalmente na nossa realidade, onde a maioria das empresas são “familiares”; porém cuidado para os vínculos pessoais não afetarem as relações de trabalho. Cabe á liderança ter sensibilidade suficiente para trabalhar com os sentimentos que surgem ou que existam e tentar fazer com que estes não interfiram no bom andamento da empresa.


Devemos lembrar que cada grupo tem suas próprias características, portanto devemos também trabalhar levando em conta essas características que fazem cada grupo ser único e singular, no entanto, sem esquecer que na empresa todos devem ter o mesmo objetivo, atingir as metas traçadas para cada setor ou empresa.

Ressalto a importância da orientação dada pela liderança da empresa para que seja criado o vínculo afetivo do grupo de trabalho de forma que este sirva como mais um instrumento a favor do bom andamento da empresa.

* Verônica Valadares
Especialização em Psicologia Clínica e Psicopedagogia
Bacharelado em Psicologia
Professora do Centro de Ensino Superior- CESAC
Disciplina: Psicologia Organizacional



terça-feira, 23 de novembro de 2010

CDL promove concurso de vitrine com foco nos festejos natalinos

A CDL Santa Cruz do Capibaribe visando o engrandecimento do lojista, e há 18 anos lutando pelo progresso e desenvolvimento econômico da cidade, através do aprimoramento do segmento da indústria e do comércio, promove nestas festas de Natal e Fim de Ano o concurso de vitrine de natal.

O concurso consiste em incentivar o comércio a apresentar-se de forma harmoniosa e atrativa ao cliente nesse período, e tem como objetivo fazer com que os empresários santa-cruzenses, mantenham as vitrines de suas lojas decoradas, de forma diferenciada, propondo uma identidade festiva e condizente com o perfil da empresa.

Assim, atraindo visitantes para movimentar o comércio durante o período que antecede o Natal. O concurso é aberto a participação de todas as empresas da cidade, associadas da entidade ou não.

Veja os itens que serão julgados:

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO



Criatividade e beleza:

- Diversidade de materiais utilizados para a confecção do cenário vitrine;
- Aproveitamento e iluminação para a criação do cenário vitrine ou destaque de produtos;
- Harmonia e cores;
- Cuidado com o acabamento;
- Limpeza geral do espaço vitrine.

Originalidade e inovação:

- Desenvolvimento do tema de Natal;
- Aproveitamento de produtos da loja na composição da vitrine ou no tema desenvolvido;
- Utilização de materiais de decoração ecologicamente corretos ou quem possam ser reciclados ou reaproveitados;
- Utilização de materiais inusitados na composição da vitrine;
Apelo comercial:
- Proposta comercial e perfil adequado, ou seja, a vitrine mais vendedora (atrativa).
Linguagem visual:
- Apelo promocional, adequação ao público alvo e a comunicação visual adequada.
Originalidade:
- Material utilizado para execução da vitrine, relação entre o produto e o apelo visual proposto.

PREMIAÇÃO

1° lugar: R$ 600,00;
2° lugar: R$ 300,00;
3° lugar: R$ 150,00.

Mais informações: (81) 3731-2850


Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste será lançado em Santa Cruz do Capibaribe






Natal Show de Prêmios 2011: campanha é sucesso na CDL Santa Cruz do Capibaribe


Participar de uma campanha como está é de extrema importância, pois podemos presentear o nosso cliente, valorizando-o sempre por ele escolher a nossa loja para fazer suas compras. Antes eu participava mais pela parceria com a CDL, hoje eu participo da campanha pela possibilidade do meu cliente ganhar os prêmios, pois os sorteios serão em cada loja que aderir a campanha.


Carlos Ribeiro da Cheiro de Pano



Você também pode participar! Ligue para a CDL e solicite a visita de uma das promotoras de venda da campanha.
(81) 3731-2850

Programa 10 S foi tema de curso do CESAC em parceria com a CDL Santa Cruz do Capibaribe

Conscientizar os colaboradores tem sido uma constante do empresariado de Santa Cruz do Capibaribe, que em parceria com a CDL local busca inovações promissoras no âmbito organizacional. Recentemente, a entidade firmou parceria com o Centro de Ensino Superior – CESAC, a fim de treinar colaboradores dentro dos mais diversos temas.

O curso PROGRAMA 10S: Melhoria Contínua do Ambiente de Trabalho foi ministrado pela consultora Fabiana Ferreira, que ao longo de dois dias (17 e 18 de novembro), apresentou técnicas de manutenção de um ambiente de trabalho saudável e que favoreça ao bom desenvolvimento das suas atividades, tendo em mente os seguintes resultados: melhoria da qualidade; prevenção de acidentes; aumento da produtividade; eliminação de desperdícios; bem estar dos colaboradores; aprimoramento do ambiente de trabalho.

Veja o conteúdo abordado abaixo:

1º Senso – SEIRI – Senso de Utilização;
2º Senso – SEITON – Senso de Ordenação e Organização;
3º Senso – SEISOH – Senso de Limpeza;
4º Senso – SEIKETSU – Senso de Higiene e Saúde;
5º Senso – SHITSUKE – Senso de Autodisciplina;
6º Senso – SHIKARI YARO– Senso de Determinação e União;
7º Senso – SHIDO – Senso de Treinamento;
8º Senso – SETSUYAKU – Senso de Economia e Combate ao Desperdício;
9º Senso – SHISEI RINRI – Senso dos Princípios Morais e Éticos;
10º Senso – SEKININ SHAKAI– Senso de Responsabilidade Social.



Confira as fotos dos participantes no curso:








País já tem 737 mil empreendedores individuais formalizados

Fonte: SEBRAE

A mobilização feita pelo Sebrae em todo o País elevou em 60% o número de formalizações diárias de trabalhadores por conta própria. A 2ª Semana Nacional do Empreendedor Individual formalizou 28.863 trabalhadores autônomos entre os dias 15 e 20 de novembro. A cada dia foram atendidas 4.810 pessoas, número 60% acima à média diária de 3 mil regularizações registrada desde julho de 2009, quando a legislação entrou em vigor.

“Todo o Sebrae se mobilizou nesta semana. A cada dia mais trabalhadores por conta própria deixam a informalidade, contribuindo para um Brasil mais transparente e real”, disse o presidente do Sebrae, Paulo Okamotto. No início deste ano, lembrou, havia cerca de 64 mil e hoje são quase 738 mil empreendedores individuais. Para cumprir a meta de 1 milhão de empreendedores formalizados, o presidente do Sebrae defende o maior apoio das entidades parceiras, em especial, das prefeituras municipais e governos estaduais.

Com o acréscimo da última semana, o Sebrae alcançou 74% da meta estabelecida para ser atingida até dezembro deste ano. Desde o início da vigência da lei, 737.134 mil trabalhadores por conta própria se regularizaram. Das 27 unidades da federação, nove já ultrapassaram a meta de formalizações. Outros seis estados já cumpriram mais de dois terços do objetivo pretendido. E apenas três não atingiram 50% da meta.

O melhor resultado foi alcançado por Roraima, que cumpriu 161% da meta. Em seguida, aparecem o Distrito Federal (161%), Tocantins (132%), Espírito Santo (119%) e Rio de Janeiro (117%). Também chegaram ao objetivo Mato Grosso (114%), Mato Grosso do Sul (111%), Acre (106%), Goiás (103%) e Rondônia (102%). Santa Catarina deve atingir 100% nos próximos dias.

A recente semana de mobilização do Sebrae envolveu 111 tendas instaladas nas principais cidades do interior dos estados e do Distrito Federal, além de manter a atuação em cerca de 800 pontos convencionais de atendimento da instituição. O objetivo foi tirar dúvidas e promover a formalização. A 1ª Semana Nacional do Empreendedor Individual foi realizada no fim de outubro e regularizou 46 mil trabalhadores por conta própria.

O Empreendedor Individual é uma inovação no sistema tributário brasileiro para que milhões de brasileiros formalizem os seus negócios. Desde julho do ano passado, os trabalhadores por conta própria podem contar com os benefícios da formalização pagando no máximo R$ 62,10 por mês. A nova faixa de enquadramento no Simples Nacional legaliza os empreendedores individuais que faturam até R$ 36 mil por ano e que possuem, no máximo, um empregado.

Com a formalização, o empreendedor passa a ter Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o que possibilita a abertura de conta em banco e o acesso a crédito com juros mais baratos, e passa a emitir nota fiscal para venda para outras empresas ou para o governo. Com a empresa legalizada, o empreendedor passa a ter cobertura da Previdência Social, com direito a aposentadoria e outras vantagens.

Entre as mais de 400 atividades passíveis de legalização, algumas das mais procuradas são cabeleireiras, manicures, maquiadoras, mecânicos, fornecedores de marmita e vendedores porta a porta.



segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Natal Show de Prêmios de Santa Cruz do Capibaribe é sucesso em adesão

Várias empresas da Terra das Confecções já aderiram a Campanha Natal Show de Prêmios da CDL. Este ano, mais de 100 prêmios serão sorteados, dentre eles, cinco motos.

A campanha deste ano acontece de forma bastante dinâmica, onde cada empresa que aderir terá sorteios em sua própria loja, beneficiando assim, os seus clientes específicos.

Ao término da campanha, todos os cupons serão colocados em uma urna para o grande sorteio das cinco motos, que acontecerá na Praça do Estudante, no dia 29 de dezembro.




Expectativa para a Semana da Moda de Santa Cruz do Capibaribe

A Semana da Moda de Santa Cruz do Capibaribe, que anteriormente era realizada apenas pela Faculdade de Desenvolvimento e Integração Regional – FADIRE, este ano ganhou um incremento ainda maior. A Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe – ASCAP firmou parceria com a FADIRE a fim de engrandecer ainda mais o evento.

Além de toda programação, com palestras, workshops, apresentações de peças conceituais dos alunos da entidade, a ASCAP agregou ao evento o lançamento do Guia de Compras 2011.

O catálogo chega ao mercado para divulgar a moda produzida pelo Agreste de Pernambuco, que em meio ao clima seco do Sertão Nordestino, conseguiu se sobressair de tal adversidade e recriar um oásis econômico na região.

A programação da Semana da Moda está bem diversificada. O Inmetro fará uma importante palestra voltada para o segmento, viabilizando conhecimento para os empresários, a fim de que os mesmos produzam com uma qualidade ainda maior e frente às normas do órgão.

No domingo (28), as empresas participantes do Guia de Compras entram na passarela para desfilar suas coleções.




Décimo terceiro salário: mais de 18% não sabem o que fazer

Fonte: CNDL
O número de consumidores que não sabem o que vão fazer com a primeira parcela do décimo terceiro salário aumentou 10,9 pontos percentuais entre 2009 e 2010, mostra pesquisa realizada pela ACSP (Associação Comercial de São Paulo) e Ipsos, divulgada nessa sexta-feira (19).

Os números mostram que, em 2009, 7,3% estavam indecisos quanto ao destino do benefício, ao passo que, neste ano, 18,2% não sabem o que fazer.

Por outro lado, o número daqueles que têm a intenção de comprar presentes com a primeira parcela do décimo terceiro caiu. Em 2009, 29,3% dos consumidores pretendiam fazer compras com o benefício. Neste ano, 24% pensam em fazer isso – uma queda de 5,3 pontos percentuais.

Uso do 13º salário


Além da indecisão, o levantamento aponta que houve um aumento expressivo na intenção de utilizar o décimo terceiro para viajar. Em 2009, 4,9% tinham essa intenção, ao passo que neste ano, 9,1% devem dar este destino ao abono.

A pesquisa mostra ainda que houve queda na intenção de pagar dívidas com o benefício. O recuo foi de 4,5 pontos percentuais, uma vez que 31,7% dos consumidores tinham essa intenção em 2009 e 27,2% pensam o mesmo neste ano.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

CNDL fará pesquisa com parlamentares a favor e contra volta da CPMF

Fonte: FCDL-PE

A partir de 1º de janeiro, com a posse dos novos parlamentares, a CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) iniciará uma campanha nacional contra o aumento de impostos. O foco será o possível retorno da CPMF, defendido por alguns políticos como a CSS (Contribuição Social para Saúde).

O presidente da entidade, Roque Pelizzaro Jr., explica que a pesquisa será realizada em cada estado. Os resultados compilados pela CNDL serão divulgados nas bases regionais da confederação, para que haja um “convencimento contrário a isso”.

“Nossa convicção é a seguinte: quando me candidato, para o Executivo ou no Legislativo, eu digo ao povo que conheço os problemas, a realidade econômica e os compromissos que os estados e a União possuem. Depois de eleito, não posso passar essa conta ao contribuinte”, declarou.

Pelizzaro lembra que, durante a campanha, nenhum candidato defendeu o retorno da CPMF. “Todos os políticos falavam de reforma tributária, mas num completo contrassenso, muitos defendem o retorno da CPMF. Classifico isso como estelionato eleitoral. Essa campanha de conscientização vai abordar justamente isso”, explicou.

A respeito do orçamento enxuto que o governo alega para 2011 – o que poderia ser usado como um dos argumentos a favor da implantação da CSS -, o presidente da CNDL rebate com uma metáfora. “Toda dona de casa tem o orçamento apertado e não sai assaltando ninguém na rua. Ela ajeita suas despesas. O governo precisa rever seus gastos, para que haja investimentos onde é necessário”, concluiu.





Sumidas, moedas de 1 centavo custam 9 vezes mais do que valem


Fonte: CNDL

As moedinhas de um centavo andam sumidas e já foram esquecidas por muitos. Elas provocam reclamações e atritos entre consumidores e comerciantes, que, para tornarem os preços mais atraentes, evitam os valores cheios, com finais em cinco ou zero. Na hora do troco, as moedas não aparecem, ou se transformam em bala, chiclete ou são, simplesmente, ignoradas pelos caixas.

O Banco Central garante que vem encomendando moedas de R$ 0,01, mas os custos de produção, indicam que elas não são um bom negócio: as moedinhas custam nove vezes mais do que valem. Oficialmente, haveria mais 3,9 milhões delas em circulação, segundo informava o site do BC na semana passada (mas a mesma informação estava indisponível numa consulta do G1, às 18h, na quarta, 3).

A dona de casa Vera Lúcia Melo gosta de fazer compras pequenas e está sempre em supermercados. “Eles nunca dão as moedinhas. É mais fácil eles ficarem com três centavos meus do que me perdoarem dois centavos. Isso aconteceu ontem mesmo, quando eu estava em outro mercado”, afima Vera.

Um dos gerentes de um supermercado no Centro do Rio, Elenilton de Oliveira da Graça, diz que está difícil encontrar moedas de um centavo. “É quase impossível conseguir as moedas no banco ou no comércio em geral”, explica ele. Na loja, a funcionária que ajuda as caixas com o troco até tem um saquinho com algumas moedinhas de um centavo, mas ela só dá para os clientes que reclamam. Poucos costumam cobrar.

A aposentada Zita Ribeiro de Souza faz a mesma reclamação e acrescenta: “as caixas ficam nos devendo os centavinhos e não dão nem satisfação”. Zita lembra que no início até pedia, mas a funcionária da caixa precisava chamar a colega. Como isso demorava, os outros clientes da fila reclamavam, e ela desistiu.

A comerciária Aparecida Gobetti e o chefe de cozinha Célio Gonçalves Pereira têm a mesma explicação: disseram para eles que não havia a moeda e, então, eles nunca mais pediram. Já a dona de casa Viviane dos Santos Pereira comenta que nunca recebe os centavinhos, mas também não contesta. "É muito difícil eles darem o troco a mais para gente, sempre fica faltando para gente".

A orientação do Procon
O Procon, órgão de defesa do consumidor, estabelece que, no caso da falta de moedas, o comércio sempre deve dar o troco a mais, nunca a menos. A advogada do órgão, Camile Felix Linhares, fala da importância de exigir esse direito. “Talvez o cliente pense que um ou dois centavos, só para ele, é pouco. Mas, para o fornecedor ou para o comerciante, não é: quanto ele está lucrando ao final de uma semana, um mês ou um ano?”.

O gerente de uma padaria, no Centro do Rio, diz que segue a recomendação do Procon ao dar o troco a mais e procura pôr preços mais arredondados. Mas o pãozinho e outros produtos são vendidos a peso, e ele diz que tem prejuízo em dias de grande movimento.

"A gente chega a perder até R$ 30 por causa da falta da moeda que o banco diz que tem, mas não tem", protesta Valdoires Barbosa de Oliveira.

Posição do BC
O Banco Central informa que produz as moedas de um centavo de acordo com o pedido dos bancos. Ainda segundo o BC, as cerca de 3,9 milhões de moedas atualmente em circulação são suficientes para atender à necessidade do comércio de todo o país.






Expansão do setor de serviços é tendência mundial

Fonte: SEBRAE

O setor de serviços assumiu importância capital para o desenvolvimento econômico brasileiro. Nos últimos anos, em decorrência do bom momento do mercado interno, as empresas e empreendimentos de serviços tiveram crescimento acentuado e passaram a liderar a geração de empregos formais no País, desbancando a indústria. De acordo com dados do Ministério do Trabalho, dos 247 mil novos empregos com carteira assinada criados em setembro passado, 94 mil (40%) eram do setor de serviços.

“O setor é fundamental para o desenvolvimento brasileiro porque é grande gerador de ocupação e renda. Nas últimas crises mundiais, manteve a economia nacional e mundial funcionando”, afirma Ricardo Guedes, gerente da Unidade de Atendimento Coletivo Comércio e Serviços (Uacs) do Sebrae.

“A especialização do trabalho é tendência mundial e, agora, está mostrando toda a sua força e potencial para gerar mais riqueza, empregos e impostos no Brasil”, afirma Vander Morales, membro do Conselho Deliberativo da Central Brasileira do Setor de Serviços (Cebrasse). “O setor tem tudo para crescer ainda mais”, acrescenta Vander, que é também presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Sindesprestem).

Arrecadação

Outros indicadores refletem o crescimento acentuado dos serviços. Segundo o jornal Valor Econômico (edição de 25/10/10), entre janeiro e agosto deste ano dez das catorze maiores capitais brasileiras viram a arrecadação tributária aumentar mais do que o caixa dos respectivos governos estaduais. A receita do Município de São Paulo, por exemplo, aumentou 27,3%, enquanto a arrecadação do governo do estado cresceu 20,9%, em comparação ao mesmo período de 2008. O principal tributo arrecadado pelas prefeituras é o Imposto Sobre Serviços (ISS).

“Esse dado reflete a realidade do nosso setor. As empresas de serviços vão predominar nas capitais, enquanto o setor industrial está indo para o interior e cidades médias. Essa tendência já começa a se refletir na arrecadação”, analisa Vander.

Apoio

O Sebrae apoia o setor há muitos anos por intermédio de suas unidades nos estados e no Distrito Federal. Em 2007, implantou a carteira nacional de projetos da cadeia produtiva de serviços, quando foi realizada a primeira chamada pública de projetos, com recursos superiores a R$ 25 milhões. Quarenta e quatro deles foram aprovados e estão sendo desenvolvidos em praticamente todas as unidades da Federação.

No próximo triênio (2011-2013), a instituição vai investir R$ 148 milhões em projetos destinados a apoiar o desenvolvimento das MPE do setor. “Nosso objetivo será impulsionar especialmente a área de serviços voltados a pessoas jurídicas, tais como logística, processos, manutenção, tecnologia da informação, consultorias, entre outros”, informa Guedes.

Marco regulatório

Na avaliação dos dirigentes empresariais, a falta de um marco regulatório, é um obstáculo ao crescimento do setor. “Estamos esperançosos de que o novo governo aprove uma Política Nacional para o Setor de Serviços”, afirma Vander Morales.

De acordo com o dirigente, a falta de crédito e financiamentos para as empresas de serviços é um problema decorrente da falta de regulamentação e definições das atividades do ramo. “O BNDES, por exemplo, só financia a indústria”, explica Vander. “É fundamental financiar os serviços para o seu desenvolvimento e consolidação”, enfatiza. De todo jeito, com crédito ou sem crédito, os serviços vão continuar crescendo, diz ele. “Só vai retardar um pouco mais o crescimento, especialmente nas grandes cidades”, argumenta.

Otimismo

A Cebrasse realizou pesquisa para avaliar o desempenho das empresas em todo o País no primeiro semestre, seus maiores problemas e expectativas para o fechamento de 2010. De acordo com o levantamento, 72% dos empreendedores se disseram confiantes no crescimento das atividades e 18% se afirmaram totalmente confiantes.

Em relação ao primeiro semestre, 74% dos entrevistados informaram ter tido aumento no faturamento na comparação com o mesmo período de 2009, sendo que para aproximadamente 28% a elevação foi de 10% ou mais. Nessa faixa superior, tiveram destaque segmentos como prestadores de serviços de telemarketing e call center, administração de restaurantes e vigilância e segurança.

Vinte e um por cento não apontaram faturamento maior nos primeiros seis meses de 2010, sendo que 13% dos entrevistados disseram que faturaram menos do que em 2009 e 8%, registraram os mesmos índices.






quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Panorama Atual e Estratégias para o Setor T&C Brasileiro

A FIEPE, juntamente com o IEL/PE, e o Governo do Estado de Pernambuco firmaram convênio com a ABDI para instalação do Núcleo RENAPI no estado. E, com apoio do SEBRAE, o Núcleo RENAPI de Pernambuco promove palestra.

Panorama Atual e Estratégias para o Setor T&C Brasileiro

Para a elaboração do Estudo Prospectivo Setorial de Têxtil e Confecção, a ABDI contratou o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE). A partir desse estudo, buscou-se sinalizar as tendências e questões relevantes para a formulação e implementação de um Plano Estratégico Setorial.

Solicitamos confirmação de participação (número limitado de vagas):

Serviço:

Data:
23/11/2010
Horário: 18h às 22h
Local: Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco – FIEPE.
Av. Cruz Cabugá, 767 – Santo Amaro – Recife/PE. Auditório 6º Andar.
Email: daniel@ielpe.org.br
Telefone: (81)3412-8445 / (81)3412-852





Workshop Empresas, Cidades e Comunidades Sustentáveis

A Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco, através do Núcleo Regional Caruaru, tem a honra de convidá-lo a participar do Workshop Empresas, Cidades e Comunidades Sustentáveis que será promovido pelo SEBRAE no dia 23 de novembro de 2010, em Recife.

A jornada em direção ao desenvolvimento sustentável é um processo coletivo e é primordial que mais indivíduos e organizações despertem para o tema e façam parte desse movimento, estimulando a reflexão e o engajamento em práticas de sustentabilidade.

Diante da importância do evento, será disponibilizado pelo SEBRAE transporte GRATUITAMENTE aos interessados em participar do Workshop, que deverão preencher a ficha de inscrição, em anexo, e encaminhá-la para o email nucleocaruaru@fiepe.org.br ou por fax (81) 3722-5702, até o dia 22 de novembro.

Informamos que as inscrições são limitadas, e as fichas serão validadas até completarem o número de vagas.

Horário de saída do ônibus: 6h30
Local: FIEPE - Núcleo Regional Caruaru.




Sebrae e Prefeitura de Caruaru promovem a II Semana do Empreendedor Individual

Entre os dias 16 e 20 de novembro, Caruaru irá receber informações sobre formalização, através do Empreendedor Individual, para aquelas pessoas que trabalham por conta própria. Neste período, a Prefeitura e o Sebrae Caruaru realizam a “II Semana do Empreendedor Individual”, que irá abranger todo o município.

A iniciativa, que acontece simultaneamente em todo o país, faz parte das ações do Sebrae Nacional em comemoração a Semana do Empreendedor e irá levar conhecimentos sobre como se tornar um Empreendedor Individual, através do Portal do Empreendedor (
www.portaldoempreendedor.com.br), e os benefícios da formalização, como cobertura previdenciária (auxílio-doença, aposentadoria por idade, salário-maternidade após carência, pensão e auxilio reclusão), além de maior facilidade de acesso a crédito e a mercado. O evento também traz atendimento para os interessados em se formalizar no local e terá suporte dos Bancos, apresentando as suas formas de acesso ao crédito.

A expectativa é que o evento formalize em torno de 500 empreendedores em Caruaru. A participação é gratuita e as inscrições acontecem no Polo Cultural da Estação Ferroviária, por ordem de chegada. Mais informações pelo telefone 0800 570 0800, de segunda a sexta, das 8h às 20h.

E em Caruaru - em parceria com a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico - o evento acontece no estande montado no Polo Cultural da Estação Ferroviária, onde acontecem palestras e atendimentos com cadastros no Portal do Empreendedor, conforme abaixo:

Período: 16 a 20 de novembro de 2010

PROGRAMAÇÃO

Palestra Gratuita (Empreendedor Individual - Como Formalizar?) - Dias 16 a 19/11 - das 10h às 12h e das 15h às 17h e Dia 20/11 - das 10h às 12h

Local para Formalização e Palestras - Polo Cultural da Estação Ferroviária, próximo ao terminal de ônibus

Atendimento ao candidato a Empreendedor Individual - das 8h às 12h e das 13h às 17h, Dia 20/11 das 10h às 12h

Cadastro no portal do Empreendedor Individual(
www.portaldoempreendedor.com.br).






Moda Mercado e Consumo...

O curso tem como objetivo principal discutir moda como fenômeno sócio-cultural, com base em perspectivas mercadológicas contemporâneas. Serão abordados também caminhos para pesquisa de tendências de comportamento do consumidor e de mercado.

Docente: Profª Tatiana Toraci

* Pesquisadora em Consumo de Moda

* Mestre em administração com foco de pesquisa de Mercado de Luxo

* Especialista em Marketing Estratégico pela UFPE e moda pela Faculdade Boa Viagem, na qual leciona as disciplinas de pesquisa de Tendências de Moda e Luxo

* Possui experiência de mais de 10 anos em empresas multinacionais nas áreas de Marketing e Projetos Empresariais.

As inscrições inclui material do Diário de Inspirações, produzido pelo SENAI do Rio de Janeiro. As aulas acontecerão na sede da ASCAP.












Empresários e contabilistas de Garanhuns e região se reúnem para debater Substituição Tributária e pressionar o Governador

Texto de Calvino Brasil

A preocupação dos empresários e Contabilistas de Garanhuns fez com que o auditório da CDL, que tomou a iniciativa juntamente com o CRC, ficasse lotado na noite de ontem (12/Nov), para um fórum de esclarecimentos sobre a lei e os decretos concernentes à Substituição Tributária implantada pelo Governador Eduardo campos com início em 1º de Novembro.

Estiveram presentes para comandar o evento, O Dr. Jesus Ivandro Campos, Secretário Executivo da FECOMÉRCIO, vindo da Capital, e o Auditor Estadual, Júlio Cezar de Oliveira Barros, que explicou tecnicamente como funcionam os decretos e respondeu as dúvidas do auditório. Por sua vez, Jesus Campos falou de um movimento estadual visando pressionar e sensibilizar o Governador para conceder um prazo maior para o início das medidas aplicadas.

O Sr. Josias Albuquerque, Presidente da FECOMÉRCIO-PE e Ricardo Essinger, Presidente em exercício da FIEP estão encabeçando Um movimento que consta de uma carta de solicitação ao Governador para reavaliar estas datas e seguir o Exemplo do Governo de São Paulo que deu tempo para adaptação e ainda dividiu ao pagamento dos impostos dos estoquem em até 60 meses.

Em Pernambuco aconteceu o caso de decreto datado do segundo semestre de Outubro para entrar em vigor em 1º de novembro o que pegou Contabilistas e empresários de surpresa. Este grupo terá a participação de diversas entidades representativas com é o caso das CDL’s, Sindicatos, Associações comerciais e uma boa representatividade de Parlamentares. Nesta terça-feira 16, visitarão o secretário de Economia do Estado e quando o Governador, que está viajando retornar a Recife irão ter com ele.

Presentes ao evento, Fernando do Couto Soares, Presidente da CDL, João de Barros e Silva, Presidente do Sindicato dos Comerciários e José Paulo da Silva, Presidente do Conselho Federal de Contabilidade Região Garanhuns, Luiz Carlos Andrade, presidente da Associação Dom José Center e Roberto Ivo Presidente da ACIG.






Santa Cruz do Capibaribe terá um fim de semana cultural

O PROJECULTURA é a edição de uma série de eventos culturais que vai fazer uma mistura de música, teatro e dança em suas formas mais diversas. O evento conta com apoio de empresas locais e da Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe – ASCAP.

A primeira edição do PROJECULTURA de Santa Cruz do Capibaribe, acontecerá no Teatro Municipal às 20:00hs da próxima sexta (19), com o recital de canto e piano, tendo como repertório músicas de: W.A. Mozart, Heitor V. Lobos, Carlos Gomes , G.F. Händel e Alberto Nepomuceno.

No sábado (20), às 09:00hs no mesmo local, os solistas e professores de de música, Lucíola Fernandes e Marcel Ramalho, da Universidade Federal da Paraíba - UFPB, darão um Master–Class, enfatizando os tópicos : Fisiologia e Anatomia Vocal, Técnica Vocal, Canto e Canto Coral e Estilos Vocais.

Os ingressos para a apresentação já estão sendo vendidos ao preço de R$ 15 para a apresentação do primeiro dia e R$ 10 reais para o segundo dia. Estudantes pagam R$ 10 reais e terão ingressos limitados. As vendas estão acontecendo na ASCAP e no Espaço DVD, além de vendas no local.

De acordo com o professor, Wellington Araújo, o evento é importante para a cidade, pois o nível educacional, social como também intelectual de um povo depende muito da influência e de quanto esse povo absorve de cultura, em especial as artes.



quarta-feira, 17 de novembro de 2010

SEBRAE realiza Semana do Empreendedor em Pernambuco


A Semana do Empreendedor Individual está sendo promovida pelo SEBRAE, de 16 a 20 de novembro. E tem o objetivo de fazer com que as pessoas que trabalham por conta própria formalizem a sua atividade, para que possam emitir notas fiscais e ter acesso a crédito com juros mais baixos. Por isso, é destinado a atender profissionais das mais diversas áreas como: cabeleireiros, pipoqueiros, artesãos, entre outros.

Os funcionários vão atender o público de graça em lugares bem populares. O atendimento será por ordem de chegada e as vagas são limitadas. É necessário que as pessoas interessadas em participar dessa ação, façam seu cadastro levando para os locais de atendimento o CPF, identidade e um comprovante de residência com CEP.

Haverá atendimento nos seguintes locais:

- Praça da Independência, no centro do Recife, a partir das 9h
- Quadra Poliesportiva Gilberto Farias do Monte, na rua Rosa Lins, s/n, em Ponte dos Carvalhos, no Cabo de santo agostinho, a partir das 15h
- Polo Cultural da Estação Ferroviária, em Caruaru, a partir das 10h
- Sebrae de Garanhuns, na rua Maurício de Nassau, 82, Santo Antônio, a partir das 9h
- Teatro Carlota Peixoto, na Praça Padre Francisco Pedro s/n, centro de Ouricuri, a partir das 8h
- Auditório da Secretaria de Educação, na avenida Nilton César, s/n, no centro de Afogados da Ingazeira, a partir das 14h
- Avenida Souza Filho, na Tenda Cultural do Bambuzinho, em Petrolina, a partir das 8h







Um show de prêmios para o comércio de Santa Cruz do Capibaribe


Compre a sua cota e faça o seu cliente feliz!
Vendas: 81-3731-2850





CDLs de todo Brasil já realizam inscrições para a 52ª Convenção do Comércio Lojista de Fortaleza





Comissão do Orçamento aprova relatório com mínimo de R$ 540

Fonte: JC Online

A Comissão Mista de Orçamento aprovou nesta terça-feira o relatório preliminar do projeto de lei orçamentária da União para 2011. O texto fixou as despesas com base em um salário mínimo de R$ 540, embora a decisão final sobre o valor deva ficar para o próximo mês.

No Congresso, centrais sindicais pressionam por um mínimo de R$ 580. A intenção é fazer uma nova rodada de negociação com o governo para discutir o assunto.

O presidente Lula e a presidente eleita, Dilma Rousseff, defendem o mínimo de R$ 550, como a Folha informou no último sábado. O relator do orçamento afirmou que o valor é "razoável" e que caso ocorra qualquer alteração, a mudança será feita por meio de MP (Medida Provisória).

"O salário mínimo de R$ 600 foi vencido nas eleições", argumentou, em exposição aos congressistas, o ministro do Planejamento Paulo Bernardo, referindo-se à proposta apresentada pelo candidato derrotado à Presidência José Serra (PSDB).



MTE lança sistema on-line que facilita processo de rescisão

Fonte: CNDL

A SRTE (Secretaria de Relações do Trabalho) do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) colocará a disposição a partir da próxima quinta-feira (18), em todos as unidades-sede da Superintendência Regionais do Trabalho e Emprego, o Homolognet.

Segundo a coordenadora Geral de Relações do Trabalho, Paula Polcheira, o HomologNet permite o cálculo dos valores da rescisão do contrato de trabalho de forma automática, possibilitando à empresa facilidade na hora da emissão do Termo de Rescisão. Assim, o trabalhador poderá receber o seguro-desemprego em até cinco dias.

“Hoje, cada empresa tem seu próprio sistema de cálculo. Com o HomologNet, as partes vão ganhar mais segurança em relação aos cálculos da rescisão do contrato de trabalho, uma vez que serão realizados por um sistema único e confiável”, avalia a coordenadora

Opcional

A utilização da ferramenta é opcional para as empresas e vale apenas para a assistência realizada no âmbito do MTE, garantida a preferência sindical, quando houver o sindicato representante do trabalhador.

Para auxiliar as empresas, o ministério preparou o um aquivo com perguntas e respostas que visam esclarecer as dúvidas mais frequentes. O documento está disponível na própria página do MTE: www.mte.gov.br.

Os empregadores podem ainda solicitar à SRTE mais próxima orientações, cursos ou palestras a respeito do sistema, que serão oferecidos gratuitamente.






terça-feira, 16 de novembro de 2010

Natal 2010: Moda Center Santa Cruz inicia ornamentação alusiva aos festejos natalinos


A administração do Moda Center Santa Cruz deu início neste domingo (14), a ornamentação natalina. Todos os corredores do Parque estão sendo enfeitados com Guirlandas, Sinos, Papai Noel de pelúcia, além de árvores gigantes, e muita luz para receber os condôminos e clientes.

A entrada do Moda Center foi iluminada e três grandes árvores foram colocadas. No corredor principal foi montado um estande com um presépio e a casa do Papai Noel. Todas as segundas, o Moda Center trará o bom velhinho para que as crianças possam fotografar com ele. Nos dias que antecedem o Natal, 19, 20 e 21 o Papai Noel ficará os três dias consecutivos.



Na próxima semana, a administração estará com toda ornamentação pronta. No entanto, a satisfação dos condôminos e clientes já pode ser percebida, pois a ornamentação nem foi concluída e muitos aproveitaram para registrar o primeiro momento mágico, de muitos que virão.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

CDL Santa Cruz do Capibaribe participa de audiência pública para discutir LOA

A Lei Orçamentária Anual – LOA foi tema de uma audiência pública na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe e contou com a participação de vários segmentos da sociedade como: Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL, Associações de moradores, representantes de secretarias, FADIRE, 3ª CIPM e do Conselho Tutelar.

A discussão teve início com o presidente da Câmara, Fernando Aragão que se posicionou sobre a importância da participação de todos, afinal “esta discussão afeta todos os setores da sociedade, pois aqui iremos discutir para onde irão os recursos da nossa cidade”, enfatizou o vereador.

No encontro, foram propostas alterações na lei, onde ficou definido que as todas as propostas serão entregues até o dia 22 de novembro, onde ficará a cargo da Comissão de Finanças e Orçamentos da Prefeitura fazer a análise.




CNI pede a Temer que impeça tramitação da CPMF

Fonte: Diário do Nordeste

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, enviou carta ao presidente da Câmara dos Deputados e ao vice-presidente da República eleito, Michel Temer (PMDB-SP), solicitando que impeça a tramitação da proposta que recria a CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), o imposto do cheque, a qual classifica como “injustificável”. O projeto de lei complementar 306/2008 restabelece a CPMF como CSS (Contribuição Social da Saúde), a uma alíquota de 0,1%, e aguarda inclusão na pauta do plenário.

“É um tributo que compromete especialmente a competitividade do produto nacional, por ser cumulativo e elevar os custos de transação e de intermediação financeira”, diz Andrade na carta a Temer. Segundo o presidente da CNI, “a avaliação uníssona do setor industrial é de que não são aceitáveis propostas de criação de novos tributos ou de majoração dos já existentes dissociadas de uma reforma tributária”.

Andrade argumenta ainda que a retomada da CPMF não assegura a melhoria dos serviços de saúde. “Mesmo com o fim do tributo em 2007, os gastos da União em saúde cresceram em proporção do PIB, saindo de 1,64% naquele ano para 1,71% em 2009″, avalia. “A qualidade dos serviços prestados à população, entretanto, não registrou o mesmo incremento”, enfatiza o presidente da CNI.

Para Andrade, mais importante do que assegurar maiores recursos às custas da competitividade da economia brasileira e do bolso dos cidadãos é garantir a qualidade do gasto, reduzindo, assim, as ineficiências do setor público.



sábado, 13 de novembro de 2010

Natal Show de prêmios da CDL de Santa Cruz do Capibaribe será sucesso mais um ano




Desenvolvimento de Equipes foi o tema de mais um curso promovido pela CDL Santa Cruz do Capibaribe

Em cinco dias de curso, a consultora do SEBRAE, Áurea Malta, desenvolveu um trabalho com pouco mais de 20 colaboradores das empresas de Santa Cruz do Capibaribe. O Curso Desenvolvimento de Equipes em todas as edições, que é oferecido pela CDL, é sucesso de público e certamente as equipes trabalham melhor nas empresas da Terra das Confecções.

O consultor de vendas, Aldo Rocha, enfatizou que escolheu participar do curso devido a credibilidade que a CDL oferece, além de ser possível vivenciar na prática tudo o que é abordado no decorrer do treinamento.

A Consultora, Áurea Malta, disse que o curso tem um valor essencial para a cidade de Santa Cruz do Capibaribe, com o seu empreendedorismo nato. Ela enfatizou ainda que a equipe é a mola mestra de uma empresa e precisa trabalhar em perfeita harmonia, pois caso contrário a empresa corre sérios riscos.

Confira mais fotos do curso!





CNDL na força tarefa para aprovar alterações na Lei Geral

Fonte: CNDL

O Presidente Roque Pellizzaro Jr esteve no encontro que reuniu congressistas e entidades de classe na defesa das Micro e Pequenas Empresas, formando uma força tarefa para aprovação da ampliação da tabela do Simples, além de outros temas relevantes como a abertura para entrada de novas categorias nesse sistema de tributação, soluções para conflitos relativos à cobrança do ICMS das MPEs e a criação do Simples Rural.

O evento foi organizado pela Frente Parlamentar Mista de Apoio as Micro e Pequenas Empresas presidida pelo Deputado Federal Claudio Vignatti.

Na oportunidade falou aos presentes da importância da Lei Geral e de suas alterações, destacando como primordial neste final de ano o aumento do teto, ou seja, o da microempresa passar de R$ 240 mil para R$ 360 mil e o das empresas de pequeno porte subir de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões. “Este o ponto é inadiável e necessita de aprovação ainda este ano e que a CNDL está buscando unir esforços para esta realização”, ressaltou o Presidente Roque Pellizzaro Jr. Registrou aos presentes dos malefícios que a “substituição tributária” vem fazendo aos pequenos e médios empreendedores. “A substituição tributária está liquidando com as MPEs”, ressaltou.

Também se fez presente ao evento, o Presidente da Frente Parlamentar Mista do Comércio Varejista, o Deputado Federal Guilherme Campos que vem defendendo o varejo junto ao Congresso Nacional.



sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Participe da Campanha Natal Show de Prêmios. Parocure a CDL e compre a sua cota











Instância de governança é criada para gerir a Rota da Moda do Agreste de Pernambuco

A representatividade do Polo de Confecções do Agreste de Pernambuco ganhou legitimidade na manhã desta quinta-feira (11), em Taquaritinga do Norte. Os representantes da Empresa Pernambucana de Turismo – EMPETUR, Marcelo Borba e Ednilson Veras, estiveram na cidade das Dálias para discutir assuntos referentes a Rota da Moda, que de acordo com eles compõem as cidades de Taquaritinga, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe, sendo que Caruaru já tem representantes junto ao governo do Estado.

O intuito de criar a Instancia de Governança é ganhar força junto a EMPERTUR, no sentido de estruturar melhor a Rota da Moda. Na ocasião, foi criada a Instância, tendo como coordenadora, Luana Gonçalves, do Distrito de Pão de Açúcar. A partir de agora, todas as reivindicações dos três municípios envolvidos serão colocadas em ofício junto a coordenação da Rota da Moda e encaminhado diretamente para a EMPETUR.

De acordo com o Coordenador do Comitê de Regionalização de Pernambuco, Marcelo Borba, a implantação da instância da Rota da Moda terá uma grande importância para a descentralização do poder e das tomadas de decisões. Já Ednilson Veras, da Unidade de Projetos da EMPETUR, relatou que essas cidades, dessa região, são as que menos ligam cobrando por melhorias.

No encontro, os segmentos de Turismo e confecção estiveram representados por donos de hotéis e pousadas de Taquaritinga, CDL Santa Cruz do Capibaribe, Moda Center Santa Cruz e Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo da Terra das Confecções, sendo que de Toritama não tinham representantes. No prazo de 15 dias, haverá uma nova reunião para preparar um ofício com reivindicações para a Rota da Moda. Ainda será criada uma logomarca para esta Rota, que será escolhida pelos membros e participantes da Instância de Governança. A data base para as reuniões ficou determinada a segunda quinta-feira de cada mês.


quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Arrecadação de ICMS cresce 24%

Texto de Gabriela Lópes
da Folha de Pernambuco

Ainda são insuficientes os repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE), pelo qual a União é obrigada a dividir com os estados a arrecadação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e do Imposto de Renda (IR). A frustração de Pernambuco é de R$ 370 milhões. De acordo com a previsão da Lei Orçamentária Anual (LOA), o Estado deveria receber R$ 3,8 bilhões, mas foram repassados cerca de R$ 3,4 bilhões. Mesmo assim - de acordo com o balanço apresentado, ontem, pelo secretário de Fazenda, Djalmo Leão, à Comissão de Finança, na Assembleia Legislativa de Pernam¬buco (Alepe), o orçamen¬to estadual apresentou saldo positivo de R$ 870 milhões, de janeiro a agosto deste ano.
A explicação é o aumento da arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que teve alta de quase 24% de janeiro a agosto deste ano em relação ao mes¬mo período de 2009.

A arrecadação do ICMS so¬mou mais de R$ 5 bilhões aos cofres públicos. “Reduzimos os gargalos de sonegação, implantando uma fiscalização mais organizada. Além de garantirmos a execução da Lei, a fiscalização é importante para o mercado pernambucano, pois, com a sonegação, ocorre uma concorrência desleal entre as empresas que pagam e que não pagam impostos”, afirmou. Sobre a frustração com o FPE, Leão lembrou que “muitos municípios do Interior vivem desses recursos e, por isso, estão cortando gastos com obras públicas e com pessoal”.]

CPMF

Após as eleições, uma discussão polêmica ganhou a pauta de debate: a volta da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), que vigorou no Brasil cobrando 0,2% sobre transações bancárias, para investimentos em saúde. Leão disse que o custo com a saúde é um dos mais caros. Em outro momento, garantiu que “as finanças de Pernambuco estão montadas para pagar os gastos”.





Ajuste do teto do Simples Nacional é prioridade ainda em 2010

Fonte: Agência SEBRAE

O ajuste no teto da receita bruta anual das micro e pequenas empresas para inclusão no Simples Nacional, de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões, é prioridade ainda para este ano. Esse é um dos pontos de consenso entre integrantes da Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa no Congresso Nacional, líderes empresariais e integrantes de entidades e instituições de apoio ao segmento, como o Sebrae.

Eles se reuniram nesta terça-feira (10), na Câmara dos Deputados, para definir estratégias para a aprovação, ainda em 2010, do Projeto de Lei Complementar 591/10, que faz amplo ajuste à Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Lei complementar 123/06), como o aumento do teto para enquadramento no Simples Nacional.

Na próxima semana o deputado Cláudio Vignatti (PT/SC), presidente da Frente Parlamentar da MPE, pretende apresentar, no Plenário da Câmara, requerimento de urgência para o projeto. O objetivo é evitar sua apreciação pelas comissões técnicas, submetendo-o diretamente ao Plenário para conseguir a aprovação antes do encerramento do ano legislativo. Se não for possível aprovar o projeto por completo este ano, a Frente quer ao menos a aprovação de pontos específicos da proposta, como o aumento do teto da receita bruta anual das empresas para enquadramento no Simples Nacional.

Além da necessidade urgente dos empresários, Vignatti aposta em avanços nas negociações do projeto na diversas esferas de governo. As negociações começaram na semana passadae incluem o governo federal e os governos estaduais, por meio do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

Conforme o deputado por Santa Catarina, o aumento do teto do Simples tem o apoio do governo federal, mas enfrenta resistência do Confaz. As negociações serão retomadas na próximma terça-feira (16), às 16 horas, no Ministério da Fazenda. A idéia é procurar ao máximo o consenso para facilitar a aprovação do projeto. Mas se isso não for possível, a proposta é aprovar os pontos convergentes.

“Precisamos avançar no que é consenso. O que não conseguirmos, será apresentado em novo projeto no próximo ano”, disse. Ele também vê chances de avanço nas negociações para a entrada de novas categorias econômicas no Simples Nacional, também prevista no projeto, mas lembra que tudo ainda depende do convencimento dos dos governos estaduais.

Outro integrante da Frente, deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB/PR), defendeu a inclusão, entre as prioridades do Congresso para este ano, a criação do Simples Rural, também previsto no projeto. “Assim estaremos atendendo aos empreendedores de forma completa, nas áreas urbana e rural”.

Substituição Tributária

O presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), Roque Pelizaro, também defendeu prioridade para a retirada das empresas do Simples Nacional do sistema de aplicação da Substituição Tributária do ICMS por parte dos estados. “A substituição aumenta demais a tributação e inviabiliza completamente a atividade das micro e pequenas empresas”, explicou.








Comunicado CDL Santa Cruz do Capibaribe

A CDL Santa Cruz do Capibaribe comunica aos empresários que na próxima segunda-feira (15), feriado nacional, todas as lojas devem estar fechadas. As empresas que optarem por funcionar na referida data devem procurar a CDL local para assinar o acordo coletivo de trabalho.

O empresário que optar pelo funcionamento deve procurar Alcione ou Katyane, na CDL, no horário das 8h às 17h.

Clique aqui e leia o Acordo Coletivo de Trabalho!



Nova lei traz mudanças para emissão fiscal no varejo

Fonte: CNDL

Para impedir informalidade em transações, o Fisco homologou o PAC-ECF (Programa Aplicativo Fiscal que faz interface com o Emissor de Cupom Fiscal), garantindo o registro de todas as transações comerciais.

A partir de agora, qualquer empresa varejista que tenha algum tipo de automação comercial será obrigada, independentemente do faturamento, a se enquadrar na legislação. A exigência é que todo equipamento de frente de loja (PDV) armazene dados para que, conectado ou não em rede, as informações não sejam perdidas.

A iniciativa é para que o Fisco possa facilmente identificar cada transação, cruzando informações impressas nos cupons fiscais e inibir, com isso, a sonegação.

As empresas fornecedoras de softwares de varejo deverão adaptar seus produtos às normas da Secretaria da Fazenda. A vigilância fiscal deverá ser cada vez maior. Portanto, os estabelecimentos comerciais devem ficar atentos quanto ao prazo para migração do sistema, que pode ser obtido na secretaria da fazenda local.






quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Natal Show de Prêmios 2010: Campanha da CDL Santa Cruz do Capibaribe ganha força entre os lojistas



A Campanha Natal Show de Prêmios da CDL Santa Cruz do Capibaribe é um evento esperado pelos lojistas da cidade, quando se aproxima o Natal e Ano Novo. A campanha serve de ferramenta para aquecer o comércio local e ganha força a cada ano.

Nesta oitava edição, o Natal Show de Prêmios está com uma novidade que agradou e aos empresários. Serão mais de 100 prêmios, onde cada loja que aderir à campanha terá prêmios de acordo com o valor da cota adquirida.

Estes prêmios serão sorteados em cada loja, em datas distintas, e no dia 29 de dezembro, todos os cupons serão juntos para o grande sorteio de cinco motos, na Praça do Estudante.

O empresário Carlos Ribeiro, da Empresa Cheiro de Pano, disse que a novidade da CDL é engrandecedora, pois dessa forma os prêmios de cada empresa serão sorteados para os clientes. “Olha, isso serve como um incentivo a mais para o lojista aderir a campanha. Antes eu comprava as contas mais pela parceria com a CDL, e agora eu compro porque posso presentear os meus clientes”, explicou.

O empresário continuou dizendo que a época já é propícia ao aumento das vendas e uma campanha dessas, feita pela CDL, só faz incrementar ainda mais, pois o evento é uma forma de mostrar ao cliente que ele é valorizado por comprar no comércio local.