Topo

Topo

sexta-feira, 29 de abril de 2011

CDL Santa Cruz do Capibaribe realiza enquete digital com lojistas

Na enquete do Blog da CDL foi perguntando qual área tem maior deficiência de profissionais em Santa Cruz do Capibaribe? E foram apresentadas as seguintes opções: Gerente de loja – supervisor de vendas – recepcionista – vendas – outros.

Com 50% de votos, a área de vendas venceu a enquete e gerente de loja ficou com 23%, seguindo de Supervisor de vendas e recepcionista com apenas 2%.

A CDL Santa Cruz do Capibaribe realizou a pesquisa no intuito de auxiliar o empresariado local a aperfeiçoar cada vez mais o seu quadro de colaboradores. Com isso, a entidade fará um mapeamento de alguns currículos que chegam diariamente a CDL e os encaminhará aos lojistas com necessidade de colaboradores em suas respectivas áreas.

Qualidade em educação



Quem está de parabéns é a professora do curso de Pedagogia do Centro de Ensino Superior de Santa Cruz do Capibaribe (CESAC), Jaqueline Lira. Ela foi aprovada na seleçao do primeiro Mestrado em Educação da UFPE no Campus Agreste, e assistiu a primeira aula nesta quinta feira (28). Com isso, a educação do município da Capital da Moda e da região ganha, pois é qualidade que chega ao segmento educacional como um todo.

Micro e pequenas elevam inadimplência no 1º trimestre

Fonte: SEBRAE


A inadimplência das empresas fechou o primeiro trimestre de 2011 com uma pequena elevação de 1,5%, perante igual período de 2010, conforme revelou o Indicador Serasa Experian de Inadimplência das Empresas. Tomando-se apenas o mês de março de 2011, foi registrada uma queda de 0,6% em relação ao mesmo mês do ano passado no total de dívidas vencidas e não pagas de pessoas jurídicas. Na variação de março/11 sobre fevereiro/11, a inadimplência das empresas cresceu 16,3%, a maior alta verificada na relação mensal, desde março de 2010.

A alta de 1,5% da inadimplência das empresas no primeiro trimestre de 2011 foi puxada pelo crescimento de 1,7% da inadimplência das micro e pequenas empresas. Já as médias empresas registraram recuo de 3,0% na inadimplência neste mesmo período, ao passo em que nas grandes empresas também houve elevação de 1,7% da inadimplência no primeiro trimestre de 2011.

Em março de 2011, na comparação com fevereiro último, a inadimplência das micro e pequenas empresas cresceu 16,5%. Dentre todos os portes, as micro e pequenas foram as que apresentaram a maior elevação. As médias empresas, por sua vez, tiveram uma elevação de 11,3% na inadimplência na relação mensal, e as grandes tiveram um crescimento de 16,0%.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, o ciclo de elevação dos juros, a valorização do real, a lenta recuperação global e a inflação crescente estão mudando a estrutura de custos e a capacidade de pagamento das empresas. Por outro lado, a atividade econômica ainda aquecida tem atenuado esses fatores, via expansão do consumo privado e seus reflexos positivos sobre a geração de caixa das empresas. Este equilíbrio de forças levou a inadimplência das empresas a apresentar esta ligeira elevação de 1,5% no primeiro trimestre deste ano, de acordo com os economistas da Serasa Experian.

Em março/11, a alta mensal de 16,3% da inadimplência das empresas foi determinada pelo aumento de 27,8% na quantidade de cheques devolvidos por falta de fundos (2ª devolução). As dívidas com bancos tiveram crescimento de 11,8% no mês passado e os títulos protestados apresentaram elevação de 9,1% sobre mês imediatamente anterior (fev/11).

Valor médio das dívidas

De janeiro a março, o valor médio das dívidas com bancos foi de R$ 5.129,52, o que representou um uma alta de 6,8% ante o mesmo período de 2010.


Os títulos protestados, por sua vez, tiveram no primeiro trimestre do ano um valor médio de R$ 1.687,86, com elevação de 8,4% sobre o acumulado de janeiro a março do ano anterior. Por fim, os cheques sem fundos tiveram, de janeiro a março, um valor médio de R$ 2.029,13, resultando em 2,7% de crescimento, frente à igual período de 2010.

Trabalho formal cresceu no Brasil entre 2001 e 2009

Fonte: IPEA


Um estudo do Ipea divulgado essa semana revela que, nos últimos dez anos, a proporção de trabalhadores formalizados (funcionários públicos estatutários e empregados com carteira assinada) pulou de 37,9% para 44,2%. No entanto, mesmo com essa mudança no mercado de trabalho, mais metade da população economicamente ativa (PEA) brasileira continua na informalidade.

De acordo com os pesquisadores do Ipea, o aumento da formalização foi causado principalmente pelo ritmo maior de criação de vagas formais de trabalho e não por substituição dos postos informais existentes. "O emprego informal até cresceu de forma absoluta, mas o número de postos criados foi pequeno, quase uma estagnação", comentou Sandro Sacchet, técnico de planejamento e pesquisa do Instituto.

Sacchet explicou que a maior parte das vagas criadas tinha o perfil típico do mercado formal: preenchidas por pessoas entre 25 a 34 anos, com jornadas entre 40 a 44 horas, em setores formalizados da economia (indústria, administração pública e educação, saúde e serviços sociais). "A expansão econômica foi responsável por boa parte desses postos de trabalho", disse.

A recuperação da capacidade de fiscalização do Estado também contribuiu para o surgimento de mais vagas com carteira assinada. "O grau de influência da atuação do Estado na formalização é uma das linhas que pretendemos aprofundar, mas creio que a atuação do Ministério do Trabalho e da Justiça do Trabalho teve um efeito maior em impedir que as novas vagas de trabalho fossem não formais", completou André Calixtre, também técnico do Ipea.

O Comunicado trouxe ainda a distribuição regional do processo de formalização. As regiões com mercados menos formalizados foram as que tiveram crescimento mais significativo. No Nordeste, houve o maior aumento na proporção de ocupações formais (27,4%). O Norte do país veio em seguida, com elevação de 24,6%.




Brasil deve gerar 1,7 milhão de vagas em 2011, diz Ipea

Texto de Beth Matias
Da Agência SEBRAE


Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgado nesta quinta-feira (28), em São Paulo, estima que a economia brasileira gerará 1,7 milhão de empregos em 2011. Já o número total de profissionais contratados deve chegar a 21 milhões, levando em conta as 19,3 milhões de vagas que devem ser preenchidas em razão da rotatividade no mercado de trabalho.

Segundo o Ipea, porém, o número de contratações não será suficiente para empregar todos os profissionais qualificados, já que o país chegará ao fim do ao com 22 milhões de trabalhadores com qualificação profissional. Nesta conta, entram os que estão desempregados por conta da rotatividade (19,3 milhões), os cerca de 2 milhões de desempregados qualificados, mais os 762 mil trabalhadores que entram no mercado já com qualificação e experiência profissional.

O levantamento considera a expectativa de crescimento da ordem de 5% do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano e utiliza informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego; e a Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O estudo mostra ainda que um milhão de trabalhadores com experiência e qualificação profissional ficará desempregado. Isso porque, segundo o presidente do Ipea, Marcio Pochmann, há desigualdades de oportunidades em setores e nos estados."Não temos do ponto de vista global escassez de mão-de-obra, mas quando o recorte é feito por setores e estados não há vagas ou as vagas existentes não são preenchidas por falta de qualificação".

O problema está concentrado principalmente nas grandes empresas. Segundo o economista, as micro e pequenas empresas, que empregam 80% dos trabalhadores no país, não terão problemas em relação à mão-de-obra. "Os pequenos negócios absorvem mais pessoas e são mais flexíveis em relação à qualificação".

Para ele, o gargalo da mão-de-obra na pequena empresa está na dificuldade de seleção para a vaga e na questão salarial. "A maior rotatividade de mão-de-obra acontece nas pequenas empresas. No Brasil, aliás, a rotatividade é muito grande, em torno de 40% das pessoas empregadas".

Possibilidades

O economista defende a criação de um organismo nacional de intermediação de mão-de-obra que possa recolocar trabalhadores de uma determinada região em outra onde há escassez de pessoas. "Eu acredito que se esse organismo for criado teremos um avanço na queda do desemprego no país. O que está acontecendo agora é um grande desequilíbrio em alguns setores e estados brasileiros".

Segundo ele, a intermediação de mão-de-obra ajudaria principalmente as micro e pequenas empresas do interior do país que têm grandes dificuldades de recrutar trabalhadores em suas localidades.


quinta-feira, 28 de abril de 2011

Inovação e tecnologia para a sua empresa



Por meio do Sebraetec, o Sebrae subsidia os custos de serviços tecnológicos prestados por empresas especializadas em tecnologia e inovação, as quais irão buscar soluções para otimizar os resultados da gestão, aperfeiçoar processos ou produtos da pequena empresa, tornando-a mais competitiva e melhor preparada para o mercado.

Todas as prestadoras de serviços do Programa Sebraetec são empresas de base tecnológica, previamente selecionadas, cadastradas e qualificadas a prestar esses serviços. Essa seleção é feita através de editais públicos de cadastramento de prestadoras de serviços em inovação e tecnologia – é o Sebrae buscando a excelência na qualidade dos serviços prestados à pequena empresa.

Além de serviços tecnológicos, o Sebraetec também apoia projetos de inovação elaborados por pequenas empresas que tenham sido aprovados e selecionados nos editais públicos de inovação lançados pelo Sebrae. Fique atento aos editais e envie o seu projeto!

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Brasil tem maior taxa de empreendedorismo do G-20

Fonte: JC Online

O Brasil registrou em 2010 a mais alta taxa de empreendedorismo entre os países do G-20 (grupo das 20 maiores economias do mundo), de acordo com a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), divulgada nesta terça-feira (26) pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O País também aparece na frente entre as nações emergentes que compõem o chamado Bric (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia e China).

Os 60 países que participaram do levantamento foram divididos em três grupos. O Brasil ficou no quarto lugar no grupo da eficiência - que reúne as economias norteadas para a eficiência e a produção industrial em escala -, atrás de Peru, Equador e Colômbia.

O Brasil registrou em 2010 o melhor desempenho nos 11 anos em que participou da pesquisa. A Taxa de Empreendedores em Estágio Inicial (TEA) foi de 17,5% da população adulta, o que significa que, de cada 100 brasileiros de 18 a 64 anos, mais de 17 são empreendedores em negócios com até três anos e seis meses de atividade. São 21,1 milhões de pessoas. Em relação a 2009, a TEA do País subiu 2,2 pontos porcentuais.

O levantamento mostra também que 22,2% dos empreendedores têm entre 25 e 34 anos de idade. Os homens voltaram a superar as mulheres, respondendo por 51% do total. Além disso, 17,5% têm mais de 11 anos de estudo.

De cada três empreendedores, 2,1 abriram o negócio porque vislumbraram uma oportunidade, enquanto 1 foi por necessidade. Essa taxa está em linha com a média mundial, que é de 2,2 por 1. A principal razão apontada pelos entrevistados para empreender foi independência profissional (43%), seguida de aumento da renda pessoal (35%). O estudo considera a atividade empreendedora formal e informal.

Curso de Administração do CESAC lança Empresa Júnior



O Centro de Ensino Superior de Santa Cruz do Capibaribe (CESAC), lança nesta quarta-feira (27), através do curso de administração, a empresa júnior. Os serviços serão oferecidos aos empresários da cidade, com o intuito de contribuir para o desenvolvimento da região.

O lançamento acontecerá, às 19 horas, no Teatro Municipal, com uma palestra gratuita, sob o tema: “Oportunidades de Negócios Virtuais no Setor de Confecções”, ministrada pelo empresário, Felipe Lapa, ele que é especialista em e-commerce.

Vendas na semana da Páscoa registram alta de 7,26%, diz CNDL

Fonte: CNDL

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) apurou alta de 7,26% nas vendas do varejo na semana da Páscoa, segundo dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). O resultado veio em linha com a projeção inicial da entidade, de crescimento de 8%, e se refere à variação registrada entre 2010 e 2011.

O índice foi calculado com base nas vendas nos sete dias que antecederam o início do feriado de Páscoa, entre o Domingo de Ramos e o Sábado de Aleluia. Em 2010, o indicador havia registrado variação positiva de 4,5% no período, conforme dados do SPC Brasil.

Para o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, a alta nas vendas é um importante sinal de que o consumo interno ainda se mantém aquecido, apesar da alta da inflação, o que reforça o otimismo do varejo para as demais dadas comemorativas do ano. “Com certeza, um resultado como esse nos deixa muito animados para o Dia das Mães, que é a segunda melhor data de vendas do ano, e também para os demais feriados em 2011. Também é um bom termômetro para o mercado de trabalho, que sustentou a demanda interna em 2010”, avalia Pellizzaro.

Na semana que vem, a CNDL irá divulgar a projeção para as vendas do varejo na Semana do Dia das Mães. Também será divulgado o tíquete médio das compras nessa data comemorativa.





terça-feira, 26 de abril de 2011

Empretec torna o empresário mais competitivo

O Empretec é uma metodologia desenvolvida pela Organização das Nações Unidas (ONU), ministrada no Brasil com exclusividade pelo Sebrae. Reúne quase vinte mil empresários por ano, com resultados excelentes.

Os negócios tocados por quem fez o seminário têm mais chances de sobrevivência, pois o empreendedor ganha poder de competitividade e permanência no mercado.

O participante estuda as características do comportamento empreendedor e tem oportunidade de vivenciar fortes mudanças comportamentais, revendo conceitos e atitudes.

O treinamento une aspectos da conduta empresarial e exercícios práticos que aperfeiçoam as habilidades do empreendedor na criação e condução de negócios.

Você poderá ter assistência técnica na elaboração ou ajuste de seu plano de negócios, envolvendo aspectos de mercado, tecnologia, informação, administração e finanças. E terá também oportunidades para participar de cursos, seminários, feiras e rodadas de negócios.

Em Santa Cruz do Capibaribe, o EMPRETEC é realizado através de uma parceria com a CDL. Três turmas de empreendedores já participaram do seminário, e a quarta turma está sendo formada para o mês de maio.

CDL Jovem de Santa Cruz do Capibaribe de luto

A CDL Jovem de Santa Cruz do Capibaribe perdeu na manhã, desta terça-feira (26), o 2º diretor de marketing, comunicação e eventos, Vinícius Nunes de Moraes. Todos que fazem a CDL da Capital da Moda estão consternados com o seu falecimento e solidarizam-se com a família.

Vinícius era um dos diretores que mais se engajavam em campanhas da CDL jovem. Na campanha do trânsito, realizada no ano passado, ele era um dos mais animados. O jovem diretor sofreu um acidente na semana passada, e veio a falecer hoje. Além de diretor da CDL Jovem, Vinícius era um dos grandes parceiros na produção da Beijadrilha.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

25 de abril: Dia do contabilista




A CDL Santa Cruz do Capibaribe parabeniza a todos os profissionais da contabilidade no dia de hoje, 25 de abril, data que se comemora o dia municipal do contabilista. Parabéns a todos esses profissionais que assessoram as empresas da Capital da Moda.

Matheus Henning ganha mais um título em nível nacional



Matheus Henning venceu mais uma etapa do Campeonato Brasileiro de Bicicross. Com 12 anos de idade, o garoto já coleciona títulos de gente grande. O evento aconteceu nos dias 16 e 17 deste mês, em Feira de Santana – BA.

O atleta recebe o apoio do empresariado da cidade, da prefeitura, câmara de vereadores e da CDL Santa Cruz do Capibaribe. Diante de tanto apoio, o garoto disputou com mais de 300 atletas e honrou a Capital da Moda, subindo ao lugar mais alto do pódio.

Com mais esse título, Matheus está confiante em participar do Pan americano, nos dias 03 e 04 de maio, na cidade de Bello, na Colômbia.

De acordo com o pai do garoto, Moisés Henning, Matheus tem grande potencial para trazer muito títulos para a cidade. “No momento o atleta esta tentando conseguir uma bolsa atleta para poder se manter nas competições e assim ele poderá representar melhor o nosso estado nas competições Estaduais, Nacionais e Internacionais, pois ele sempre vem tendo o apoio de seus pais e amigos e colaboradores em geral”, disse o pai do atleta.

Governo prorroga prazo para instalação do ponto eletrônico

Fonte: Agência SEBRAE

O Ministério do Trabalho e Emprego prorrogou para 1º de setembro a data limite para instalação do ponto eletrônico de controle da jornada de trabalho em empresas com mais de 10 funcionários. A decisão consta na Portaria 373, publicada no último dia 28 de fevereiro, no Diário Oficial da União. O prazo acabaria no dia 1º de março.

O governo também flexibilizou o controle da jornada de trabalho. De acordo com a nova regra, os empregadores poderão adotar outros sistemas informatizados, desde que atendem a alguns critérios e sejam previamente autorizados por convenção ou acordo coletivo de trabalho. Os sistemas alternativos não poderão impor a exigência de autorização prévia para marcação da jornada extra, e o empregador não poderá alterar ou eliminar dos dados registrados pelo empregado, entre outras exigências.

O controle de ponto terá que ficar disponível no local de trabalho, deverá permitir a identificação do empregador e empregado e possibilitar, através da central de dados, a extração eletrônica e impressa do registro fiel das marcações realizadas pelo funcionário. Na data do pagamento dos salários, as empresas terão que informar qualquer ocorrência que ocasione alteração de sua remuneração. O governo constituirá um grupo de trabalho com a finalidade de elaborar estudos para revisão e aperfeiçoamento do chamado Sistema de Registro Eletrônico de Ponto.

O sistema está previsto para emitir um comprovante a cada vez que o empregado bater o ponto. O relógio não pode ser bloqueado, nem ter os dados editados. A fiscalização começa a valer a partir da obrigatoriedade da instalação, mas multas só serão aplicadas de 30 a 90 dias depois, para que as empresas tenham tempo de se adequar ao novo sistema.

Sebrae divulga pesquisa sobre empreendedorismo nesta terça

Fonte: Agência SEBRAE

O Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) divulga na próxima terça-feira (26) a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor, a GEM 2010, que mede o nível de empreendedorismo no Brasil e no mundo. Nesta edição do estudo, foram analisados 60 países, a maior participação já registrada desde 1999, quando a pesquisa foi criada.

Os números serão divulgados pelo presidente do Sebrae, Luiz Barretto, durante coletiva de imprensa, às 10h30, no Hotel Blue Tree, em São Paulo.

Esta é a 11ª participação consecutiva do Brasil na GEM, o que possibilita uma análise do comportamento do empreendedor brasileiro na primeira década do século 21. O estudo revela, entre vários aspectos, a taxa de empreendedorismo do Brasil, a participação dos jovens no universo empresarial e a motivação para empreender. Nesta edição, a GEM traz um tópico especial sobre a mulher empreendedora brasileira.



sábado, 23 de abril de 2011

Intenção de consumo das famílias cai 1,4% entre março-abril

Fonte: CNDL

O índice de Intenção de Consumo das Famílias caiu 1,4% entre março e abril, para 132,6 pontos, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Na comparação com igual período de 2010, houve alta de 1,7%. Segundo a CNC, os números revelam uma provável desaceleração no consumo para 2011 e apontam um recuo no nível de endividamento das famílias brasileiras.

Nenhum subitem da pesquisa apresentou crescimento, exceto "satisfação com o emprego atual", que teve alta de 1%. Já em relação a abril de 2010, todos os indicadores foram positivos, e apenas a "perspectiva de consumo" acusou queda (-0,5%).

Neste mês, o porcentual das famílias endividadas caiu para 62,6%, ante 64,8% em março e 58,0% em abril de 2010. Segundo a CNC, houve recuo também no porcentual de famílias sem condições de quitar suas dívidas: 7,8% em abril, ante 8,4% em março e 9,0% em abril de 2010. O tempo médio de atraso no pagamento das dívidas caiu de 61,5 dias em março para 58,8 dias em abril. Já a parcela média da renda comprometida com dívidas aumentou, na comparação anual, passando de 29,6% para 29,8% no mês corrente.

A confederação diz que a percepção em relação ao nível de endividamento apresentou piora em abril, dado que mais famílias se declararam "muito endividadas". Contudo, o porcentual de famílias com dívidas tem apresentado queda desde fevereiro, o que levou o índice, em abril, a um patamar abaixo da média observada em todo o primeiro trimestre do ano.



ABIT lança Frente Parlamentar

Fonte: O Confeccionista.com

A ABIT lançou, no dia 05 deste mês, no Congresso Nacional (DF), sua Frente Parlamentar Mista para o Desenvolvimento da Indústria Têxtil e de Confecção, gestão 2011/14.

A Frente é uma associação suprapartidária dos integrantes do Poder Legislativo, entre deputados e senadores, que visa o aprimoramento da legislação referente a um tema específico, no caso, o setor têxtil-confeccionista. É um espaço de discussão de propostas, com o intuito de apoiar iniciativas governamentais e não–governamentais, que possam desenvolver as atividades de produção e geração de empregos.

Dentre os objetivos está o desafio de reverter o déficit de US$ 6 bilhões do setor têxtil e de confecção, a defesa dos empregos e a geração de novos postos de trabalho, o combate às importações desleais e a competição desigual, além da implementação da agenda de competitividade do País.

As frentes parlamentares estão regulamentadas pelo ato 69/05, da Mesa da Câmara e devem ser reinstaladas a cada nova legislatura, devido à alteração no número mínimo de adesões (um terço dos membros do Congresso) a cada eleição.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Quase 60% do varejo prevê crescimento no Dia das Mães

Fonte: CNDL

As vendas do Dia das Mães devem superar o desempenho do ano passado, na avaliação de 59% dos varejistas consultados por pesquisa do Serasa Experian. Segundo o levantamento, 31% dos empresários preveem vendas idênticas às de 2010, enquanto 10% estimam queda. O levantamento entrevistou 961 executivos do varejo de todas as regiões do País, entre os dias 23 e 31 de março.

A projeção média do comércio é pelo crescimento 9,6% do faturamento no Dia das Mães, segunda principal data de vendas do ano, perdendo apenas para o Natal. Na mesma data do ano passado, 60% dos varejistas estimavam alta no faturamento, 33% estabilidade e 7% queda em relação a 2009.

"O otimismo dos varejistas brasileiros para este Dia das Mães é bem próximo ao verificado na mesma data de 2010", afirmou o comunicado do Serasa. "O que pode justificar a boa expectativa dos varejistas é a certeza de que as promoções nas vendas conquistarão o consumidor, que está mais endividado e carrega uma inadimplência em ascensão", concluiu.

Na avaliação dos varejistas, roupas, sapatos e acessórios devem liderar as vendas, respondendo por cerca de 30% dos presentes, seguidos por flores (16%), celular e smartphone (14%), eletrodomésticos (13%), perfumaria e cosméticos (11%), eletrônicos (5%), joias e relógios (3%), chocolates e doces (2%) e utilidades domésticas (2%).

Os presentes com tíquete médio entre R$ 51 e R$ 100 devem liderar as vendas, segundo 37% dos entrevistados. Na sequência, aparecem as compras até R$ 50, para 32% dos empresários; entre R$ 101 e R$ 200 (19%); entre R$ 201 e R$ 300 (7%); entre R$ 301 e R$ 500 (3%); e superiores a R$ 500 (2%).

Na avaliação por regiões, os empresários do Norte são os mais otimistas, com 74% aguardando vendas maiores, seguido pelo Nordeste (64%), Sul (62%), Sudeste (57%) e Centro-Oeste (56%). Por porte de empresas, 87% das grandes varejistas preveem alta do faturamento, enquanto 74% das médias e 56% das pequenas estimam aumento das vendas.

Pagamento

De acordo com o levantamento, 52% das compras este ano serão à vista e 48% a prazo, mesmo resultado apresentado em 2010. A pesquisa apurou também a quantidade de parcelas nos pagamentos a prazo: entre os cheques pré-datados, as prestações devem atingir quatro vezes; no cartão de crédito parcelado, até 6 vezes; e no financiamento ou crediário, até 6 vezes.

Entre os pagamentos à vista, 40% estimam ser em dinheiro, 25% no cartão de crédito, 19% no cartão de débito, 14% com cheques e 2% no cartão da própria loja. Nas compras a prazo, 50% devem optar pelo cartão de crédito parcelado, 28% pelo cheque pré-datado, 14% pelo financiamento ou crediário, 3% pelo cartão da própria loja parcelado e 2% pelo cartão de débito parcelado.

No ano passado, 42% das compras à vista foram realizadas com dinheiro, 23% com cartão de crédito, 17% com cartão de débito, 16% com cheques e 2% com cartão próprio da loja. Já nas vendas a prazo, 44% foram no cartão de crédito parcelado, 32% no cheque pré-datado, 16% no financiamento ou crediário, 3% no cartão de débito parcelado e 2% com cartão da própria loja parcelado.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Artigo

O Crescimento do Mercado de Trabalho nos Shoppings Centers no Brasil


Por: Eugênio Sales

Como é sabido por todos nós, os shoppings centers vieram para ficar e segundo levantamento realizado pela Alshop em 2010, foi constatado que somente no Brasil estão em construção nada menos do que 124 novos empreendimentos.

Abaixo mostramos a composição de shoppings em obras por regiões do Brasil:



Ao longo dos próximos dois anos e meio teremos mais 20 mil novas lojas. É importante salientar que, paralelamente, muitos dos atuais shoppings realizarão expansões acrescentando mais lojas.

Esse crescimento se deve ao crescimento financeiro das classes “C” e “D” que passaram a frenquentar e a consumir nos grandes centros de compras.


E essa é uma excelente notícia para o mercado de trabalho brasileiro.
Mas esse crescimento precisa ser encarado com muito profissionalismo, principalmente para os lojistas, pois os mesmos precisam se adequar as novas exigências do consumidor moderno e manter uma equipe altamente treinada para que vendas não sejam perdidas por falta de atendimento adequado a este novo consumidor que está surgindo.
Que venham novos shoppings centers e com eles novas oportunidades de emprego.

Já está à venda o novo livro do consultor Eugênio Sales Queiroz “As 60 Ações Inteligentes Para o Sucesso”. Qualitymark Editora – Rio de Janeiro/2011-
Pedidos: www.eugeniosales.com.br – Fone: 81.3723.8256

Receita recebeu menos declarações do Simples Nacional

Fonte: Agência Estado

A Receita Federal recebeu 3,19 milhões de declarações do Simples Nacional, aproximadamente 10 mil a menos do que o esperado, que eram 3,2 milhões. Os números foram divulgados hoje (19). O prazo para a entrega terminou no dia 15.

Os contribuintes que não enviaram a declaração do Simples no prazo estão sujeitos à multa de 2% do valor dos tributos informados no documento por mês de atraso. A multa é limitada a 20% do imposto devido.

Para enviar a declaração, mesmo em atraso, o interessado deve utilizar a opção Declaração Anual do Simples Nacional, disponível na página do sistema de tributação diferenciado. Nesse link, o contribuinte saberá o valor da multa e poderá imprimir um documento de arrecadação federal (Darf) para quitar a dívida.

O Simples Nacional é um regime tributário diferenciado e simplificado para microempresas e empresas de pequeno porte.





Feliz Páscoa



Plantio de algodão receberá incentivo do governo estadual

Fonte: Diário Oficial

O governador Eduardo Campos e o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Ranilson Ramos, assinaram protocolo de intenções com o Sindicato da Indústria Têxtil de Pernambuco a fim de reestruturar, incentivar e proporcionar a sustentabilidade da cadeia produtiva do algodão. A assinatura do protocolo ocorreu no dia 08 de abril, quando da visita do governador ao agreste, na Escola Estadual Padre Zuzinha, onde aconteceu o Seminário Todos por Pernambuco, em Santa Cruz do Capibaribe.

Por meio do Programa Terra Pronta, executado pelo Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), serão preparados 700 hectares para o plantio da cultura do algodoeiro herbáceo, com investimento da ordem de R$ 98 mil, além da distribuição de 8 mil kg de sementes de algodão no valor de valor de R$ 100 mil, gerando aproximadamente 980 empregos diretos.

O protocolo abrange 16 municípios do Agreste Sententrional de Pernambuco: Belo Jardim, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, Frei Miguelinho, Glória de Goitá, João Alfredo, Limoeiro, Orobó, Passira, Santa Maria do Cambucá, Salgadinho, Surubim, Taquaritinga, Vertente e Vertente do Lério.





terça-feira, 19 de abril de 2011

Comunicado CDL

A CDL Santa Cruz do Capibaribe comunica a todos os lojistas e associados que a entidade não vai funcionar nesta quinta-feira (21) e sexta-feira (22), em decorrência dos feriados do dia de Tiradentes e Sexta Feira Santa, respectivamente. A CDL volta a funcionar normalmente no sábado, 23 de abril, até o meio dia.


CDL Santa Cruz do Capibaribe parabeniza a Miss Pernambuco pelo título

A Miss Pernambuco 2011 é a Miss Santa Cruz do Capibaribe, Leydiane Vasconcelos, que venceu o concurso no último sábado (16). A CDL parabeniza a nova Miss de todos os Pernambucanos.

Entrevista CDL

A entrevista CDL desta semana é com um vencedor. Pablo França participou do Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu, etapa regional que aconteceu nos dias 09 e 10 de abril, em Feira de Santana na Bahia, e subiu ao lugar mais alto do pódio. O atleta recebe apoio da CDL Santa Cruz do Capibaribe. Com o título, Pablo ficou classificado para a etapa nacional que vai acontecer nos dias 07 e 08 de maio, no Rio de Janeiro.

Participar de um Campeonato tão importante e sair campeão em duas categorias. Como foi para você subir ao pódio?
Pablo –
Eu disputei com mais 31 atletas da região Nordeste, e Pernambuco sendo representado por mim e outro atleta. Consegui vencer em duas categorias, campeão no peso e vice-campeão absoluto. Nesta categoria absoluto, envolve todas as categorias sem limitação de peso e no final, sagrou-se um campeão geral do campeonato. Eu estou muito orgulhoso, não só por mim, mas por todo mundo da minha academia que me dão força. Esta vitória foi muito expressiva para nossa cidade.



Você com este título ficou classificado para a etapa nacional. Como você está se preparando para a etapa?
Pablo –
O foco agora está voltado para o Campeonato brasileiro e se Deus quiser nós vamos está lá representando nossa cidade. Eu estou treinando bastante, pois este campeonato brasileiro é um dos mais difíceis, pois ele é referência para o mundo.



Na etapa regional, você disputou com mais 31 atletas passando por oito lutas. Como você se sente em ter sido vencedor?
Pablo –
Eu sou muito grato a Deus e as pessoas que acreditaram em mim, como meus patrocinadores, como a Rota do Mar e a CDL. Entre 32 pessoas eu fui campeão, fui lá representei nossa cidade e por uma preparação antes, eu deixei de fazer muitas coisas para treinar e hoje eu vi que valeu a pena.



Em relação aos patrocínios é bem complicado. Qual a importância dos patrocinadores para o esporte?
Pablo –
Primeiramente é preciso que os empresários entendam o que é ser um atleta. Primeiro o atleta acaba sendo referência para a gurizada. E você investindo em um atleta, você além de investir no social, você está tendo sua marca divulgada. Em nosso material de trabalho, a gente tem a logo marca da empresa sendo divulgada.



Fale um pouco sobre a importância da CDL para você enquanto atleta.
Pablo –
A CDL na pessoa do Fábio Lopes teve uma importância grande na minha vitória dessa etapa. É muito triste ver um atleta treinar tanto e não poder ir participar de um campeonato por falta de dinheiro, e Fábio através da CDL me patrocinou e eu consegui essa vitória. Eu diria que a CDL foi o órgão chave para me proporcionar esta vitória.

Confira o vídeo com entrevista de Pablo na hora da vitória!



Lutador de Jiu Jitsu matém projeto com crianças carentes em Santa Cruz do Capibaribe



Ele é só um garoto, mas no auge de sua juventude, Pablo Renan França pensa com maturidade. mantenedor de um projeto social na comunidade do Santo Agostinho, Pablo acompanha 30 crianças carentes do Bairro, através do Projeto Caminho Suave. O atleta dá aulas de Judô para garotos de faixa etária entre 8 e 14 anos.

As aulas acontecem na Escola Municipal do Bairro, todos os domingos. Pablo explica que sentiu necessidade de ajudar as crianças carentes. "Eu tinha uma vontade muito grande de ajudar a outras pessoas que se interessam pelo esporte e não possuem condições de praticar. Então, o que me levou a fazer esse projeto foi o fato de poder contribuir com o social da minha cidade, vontade de ajudar mesmo", disse o atleta.



Dia das Mães deve abrir 28 mil vagas temporárias no Brasil

Fonte: G1

A Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem) prevê a abertura de 28 mil vagas temporárias para atender a demanda do comércio em decorrência do Dia das Mães, comemorado no dia 8 de maio deste ano. Em 2010, foram abertas 26 mil vagas e o índice de efetivação ficou em 10%, mesmo previsto para este ano.

A maior parte das vagas estão nas regiões Sudeste (14.336), Nordeste (5.474) e Sul (5.040). Já a previsão para o Centro-Oeste é de 1.786 vagas, e para o Norte, de 1.347.
Segundo a pesquisa, encomendada pela Asserttem ao Instituto de Pesquisa Manager (Ipema), cerca de 37 mil contratos firmados para a Páscoa podem ser prorrogados devido à proximidade entre as duas comemorações. No total, a expectativa é de que 65 mil trabalhadores sejam empregados no período e que 10% permaneçam como funcionários efetivos.

Historicamente, o Dia das Mães é considerado pelos lojistas como a segunda data comemorativa que mais movimenta o comércio – a primeira é o Natal – no volume de vendas e na quantidade de trabalhadores temporários. Mas neste ano a Páscoa ocupará o segundo lugar. “O aquecimento da indústria de chocolates e derivados, cuja projeção de crescimento das vendas é de 10% sobre 2010, contribui para esta inversão”, explica Vander Morales, presidente da Asserttem.




País deixa de produzir 3,8% do PIB com feriados em 2011

Fonte: JC Online

A economia brasileira deixará de produzir R$ 135,8 bilhões este ano por causa dos dias parados com feriados nacionais e estaduais. A conclusão é de um estudo divulgado hoje pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). Com os dias sem trabalho, o País perderá até 3,8% do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, estimou o trabalho.

O cálculo foi feito levando em consideração que nove dos doze feriados nacionais deste ano são dias de semana. Pesaram na conta ainda outros 30 feriados estaduais em dias úteis em todo o País. Em 2010, o número de feriados nacionais em dias de semana foi ainda maior (10), com uma perda estimada em 4,4% do PIB. (R$ 149,2 bilhões).

A nota técnica da Firjan intitulada "O Custo Econômico dos Feriados" estimou em R$ 14,8 bilhões o valor do PIB perdido por dia parado este ano. O estudo estima que o País perde um PIB inteiro a cada 23 anos com feriados. O feriado de carnaval, por exemplo, é contabilizado na segunda e na terça-feira.

Levando em consideração os feriados locais, o grupo técnico da Firjan analisou o caso do Estado do Rio e estimou em R$ 1,6 bilhão a perda diária de produção no Estado com feriados, o que seria equivalente ao dobro do custo das reformas do estádio do Maracanã em curso para a Copa de 2014 e seis vezes ao empregado pelo governo estadual na recuperação das cidades afetadas pelas chuvas na região serrana no início deste ano.

"Considerando os nove feriados nacionais e mais os estaduais, a economia fluminense vai perder R$ 14,5 bilhões, ou 3,6% do PIB estadual", conclui o trabalho. Por outro lado, o fato de os feriados regionais da Consciência Negra (20/09) e de São Jorge (23/04) ocorrerem em sábados este ano fará com que a economia fluminense deixe de perder R$ 3,2 bilhões com estas datas em 2011.

A Firjan também calculou as perdas para outros cinco Estados com grande parque industrial. Em São Paulo, as perdas são estimadas em R$ 42,5 bilhões. Minas Gerais deve perder R$ 12 bilhões. No Sul, Rio Grande do Sul perde R$ 9,4 bilhões e Paraná e Santa Catarina perdem R$ 8,5 bilhões cada.

O estudo foi apresentado pela Firjan como um alerta aos projetos de congressistas para a criação de novos feriados. Para a instituição, além das datas comemorativas, é preciso considerar "prejuízos econômicos e sociais de difícil reversão" causados por feriados em excesso, na visão dos industriais. "No momento atual, o alto nível de utilização da capacidade instalada encontrado nas indústrias torna impossível recuperar o que deixará de ser produzido por conta dos feriados", conclui o estudo.



segunda-feira, 18 de abril de 2011

CDL parabeniza a todos os sócios aniversariantes de abril


JUCEPE prestes a ser inaugurada em Santa Cruz do Capibaribe


A Junta Comercial do Estado de Pernambuco (JUCEPE) está prestes a ser inaugurada em Santa Cruz do Capibaribe. Graças a uma parceria do órgão com a CDL da cidade e a Prefeitura Municipal, os empreendedores da Capital da Moda terão uma maior facilidade para formalizarem suas empresas. Desde o ano passado (2010), que o presidente da CDL, Fábio Lopes, assinou a parceria com a JUCEPE e a Prefeitura, mas em decorrência de uma burocracia, falta de um link, a JUCEPE ainda não funciona.


Fábio Lopes recebeu na última semana um representante da JUCEPE, onde na oportunidade ele visitou a sala onde irá funcionar o órgão, e garantiu que no máximo em 15 dias, a JUCEPE estará funcionando em Santa Cruz do Capibaribe.


A JUCEPE irá funcionar dentro da sede da CDL, que fica na Rua Aragão, n° 249 - Bairro Novo.

CDL marca presença em desfile da Beckhauser Malhas


A empresa catarinense Beckhauser Malhas apresentou ao empresariado santacruzense as tendências da moda verão 2012. A estilista Denise Morais trouxe muitas tendências da moda mundial, sobretudo nas capitais como Milão, Paris e Nova York.

A estilista apresentou o que já está nas vitrines das melhores grifes do mundo. Cores, modelos e tendências do passado estão voltando com tudo, de acordo com a estilista. As saias terão cinturas mais marcadas, os vestidos longos terão decotes ousados e muito tecido. As listras continuam como ponto forte da moda verão 2012.

Um desfile marcou o término da apresentação da estilista, com muita listra, cores neutras e ousadia na passarela.



A CDL Santa Cruz do Capibaribe esteve representada pelo Diretor Financeiro, Valdir Oliveira.

Artigo


Lei Geral das MPEs: O ano das mudanças


Por:Roque Pellizzaro


A importante participação das micro e pequenas empresas na economia está estampada na sua representação em 20% do PIB nacional. As empresas de micro e pequeno porte correspondem em mais de 99% dos 5,8 milhões de negócios e empregam mais da metade dos trabalhadores com carteira assinada do país. É impossível pensar no desenvolvimento pleno do Brasil sem a presença das MPEs.

O comércio varejista, que em sua imensa maioria é formado pelas MPEs, necessita de políticas públicas e legislações voltadas ao fortalecimento deste importante setor. Há muito tempo a CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), entidade que representa 27 Federações estaduais, 1.587 Câmaras de Dirigentes Lojistas e mais de 780 mil pontos de venda associados, vem reivindicando mudanças urgentes na Lei Geral.

No ano passado, deu entrada na Câmara dos Deputados, de autoria do então Deputado Federal Cláudio Vignatti (PT/SC), o Projeto de Lei Complementar nº 591/2010 que altera a Lei Complementar nº 123/06. Dentre as mudanças propostas no projeto, está a ampliação do teto da receita bruta anual das empresas para inclusão no Simples Nacional.

Na proposta, o limite de faturamento bruto anual da microempresa passará dos atuais R$ 240 mil para R$ 360 mil, e da empresa de pequeno porte de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões. No caso do Empreendedor Individual, que este mês chegou ao número de 1 milhão de empreendedores, está previsto o impedimento de cobrança do registro, dentre outras ações.

As inovações envolvem ainda a inclusão de novas categorias econômicas no Simples Nacional, o fim da cobrança antecipada do ICMS nas divisas estaduais, e via substituição tributária, para as empresas do Simples Nacional. Com a anunciada criação da Secretaria das Micro e Pequenas Empresas, que terá status de Ministério, e com o prosseguimento da Frente Parlamentar Mista do Comércio Varejista do Congresso Nacional, atuando ao lado da Frente Parlamentar das MPEs, do sistema CNDL, composto pela CNDL, pelas Federações e pelas Câmaras de Dirigentes Lojistas, do SEBRAE, e das demais entidades associativas, acreditamos que o momento é favorável.

Esperamos agora, que o Congresso acelere a tramitação da matéria na Casa legislativa para a pronta aprovação das mudanças, afastando o temor de ficarmos mais um ano sem ações efetivas e práticas em favor das MPEs.

* Roque Pellizzaro Junior - Presidente da CNDL

SEBRAE lança ferramenta de divulgação para empresas


O SEBRAE está lançando este mês mais uma ferramenta para auxiliar os empresários a divulgar suas marcas. A ferramenta é utilizada como um classificado, uma loja virtual, onde as empresas cadastradas encontram produtos e serviços de outras empresas e oferecem os seus, uma troca de informações de quem quer comprar e vender dentro da confiabilidade que é o SEBRAE.

As vendas são efetuadas direto com as empresas, o papel da bolsa é divulgar o produto, achar automaticamente os interessados por esses produtos e informar a empresa. As micro e pequenas empresas cadastradas na Bolsa de Negócios irão ampliar parcerias, identificar ofertas de compra e venda de produtos e serviços, aumentar sua competitividade e a participação no mercado.

Tudo on-line, de forma fácil e ágil, ajudando o pequeno empresário a crescer. Informações de negócios, como estudos e pesquisas, artigos, seminários e eventos, estarão acessíveis ao empresário desde já. Inteligência de negócios, como relatórios gerenciais e operacionais, indicadores, capacitação, colaboração, inteligência competitiva, estarão presentes no futuro breve do ambiente.

Todo esse conteúdo precioso irá promover a interatividade entre as empresas cadastradas, apontar tendências e apoiar o pequeno empresário na geração de conhecimento. Com a tecnologia como nova aliada na busca pela rentabilidade, as micro e pequenas empresas poderão inovar seus processos voltados para geração e negócios.

É mais uma opção de Marketing para as empresas de nossa região que tem interesse de levar o seus produtos para outros estados.

sábado, 16 de abril de 2011

Curso de Análise de Crédito e Cobrança é sucesso na CDL


A CDL Santa Cruz do Capibaribe promove cursos que beneficiam o comércio lojista local. Esta semana a entidade realizou, em parceria com o SEBRAE, o Curso de Análise de Crédito e Cobrança, que foi sucesso de público. As aulas foram ministradas pelo consultor do SEBRAE Waldemiro Carneiro, que no decorrer do curso, os participantes tiveram noção de como monitorar as finanças da uma empresa, a fim de obter informações e usar nas tomadas de decisão.

IBPT revela Taxa de Impostos dos Produtos de Páscoa

Fonte: CNDL

Para um produto chegar à casa de qualquer consumidor vários processos precisam ser realizados. A extração da matéria-prima, seja qual for, passando pelo transporte, composição da mercadoria, mais transporte e outros trechos não citados elevam valores.

Se consumidores fossem comprar um equipamento eletrônico considerando apenas a matéria que o abrange e a mão de obra necessária para sua criação, o valor final seria muito, mas muito mais baixo.

Às vésperas da Páscoa, o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) divulgou dados impressionantes sobre a tributação nos produtos relacionados à data. Para o consumidor ter ideia de quanto paga “a mais”, grosso modo, 38% do valor total dos ovos de chocolate compreendem apenas impostos

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Câmara deve votar projeto do Simples até o fim de maio

Fonte: Agência SEBRAE

A Câmara dos Deputados deve votar até o fim de maio o Projeto de Lei Complementar 591/2010, que prevê alterações da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. O prazo, segundo o presidente da Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa, deputado Pepe Vargas (PT/RS), é suficiente para terminar as discussões na Câmara e enviar o projeto para votação no Senado Federal.

Os parlamentares querem aprovar o projeto antes do recesso do Congresso, que tem início em 17 de julho, para que as alterações possam entrar em vigor no início do segundo semestre deste ano. O projeto de lei tramita na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara e ainda deverá passar pela Comissão de Constituição e Justiça antes ser votado no Plenário da Casa.

“Vamos nos organizar para incluir na pauta de votações da Câmara. Temos que mandar para o Senado até o fim de maio para dar tempo de votar no primeiro semestre”, disse o deputado Pepe Vargas, em reunião da Frente Parlamentar realizada na manhã desta quinta-feira (14), na Câmara dos Deputados. O encontro foi realizado para fechar articulações nos estados. A ideia é conseguir o apoio dos governos estaduais ao instrumento legislativo, que entre outros pontos, altera o limite de faturamento para uma empresa se enquadrar no Simples Nacional.

O projeto prevê que os valores subam de R$ 36 mil para R$ 48 mil, faturamento máximo para os empreendedores individuais, de R$ 240 mil para R$ 360 mil, teto das microempresas, e de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões, valor máximo permitido para as pequenas empresas. O aumento do limite é a principal barreira para o apoio dos governos estaduais ao projeto.

Os governantes dos estados alegam perda de arrecadação. No entanto, é preciso pensar por outro prisma, defende o gerente da Unidade de Políticas Públicas do Sebrae, Bruno Quick. “Esses valores atuais espelham uma realidade de 2003 e 2004. Quase 4 mil empresas foram excluídas porque o valor não foi atualizado. Os estados que não aceitam esses novos valores estão restringindo a expansão das empresas. E eles devem pensar que são elas que geram emprego e renda, que movimentam suas economias. Esta é uma discussão de desenvolvimento econômico, não deve ficar limitada à discussão tributária”, afirma.

Os parlamentares vão articular movimentos estaduais de apoio ao PLP 591/2010. Mas, mesmo sem o apoio dos governos, o projeto será votado até o fim do próximo mês, segundo o deputado Pepe Vargas. O senador José Pimentel (PT/CE) sugeriu que sejam votados no mesmo dia, além do PLP 591, o Projeto de Lei 865/2010, que cria a Secretaria das Micro e Pequenas Empresas, e a Medida Provisória 529/2010, que diminui de 11% para 5% a contribuição dos empreendedores individuais para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Os deputados da Frente Parlamentar pretendem incluir no texto do projeto a possibilidade de o volume exportado pelas micro e pequenas empresas não ser incluído no limite de faturamento, o que incentivaria as exportações.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Participe da 23ª Convenção do Comércio Lojista de PE


O comércio lojista do estado vai se encontrar de 04 a 07 de agosto no Cabo de Santo Agostinho, na 23ª edição da Convenção do Comércio Lojista de Pernambuco. As vantagens são muitas, pois além do se hospedar em um dos hotéis mais aconchegantes do Cabo, os participantes terão oportunidades de troca de experiências em suas CDLs, afinal, o evento é estadual e todos estarão integrados na Convenção.


Os pacotes já estão a venda e para ter todas as vantagens oferecidas, é preciso que a sua inscrição seja feita até esta sexta-feira (15). Conheça as vantagens de fazer a sua inscrição até amanhã, sexta-feira(15). Telefone (81) 3731-2850 e fale com Katyane Michele.

Presidente da CNDL se reúne com Secretário Nacional de Comércio e Serviços

Fonte: CNDL

O presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, participou de uma audiência nesta terça-feira, 12, com o Secretário Nacional de Comércio e Serviços, Dr. Humberto Luiz Ribeiro. Durante encontro eles conversaram sobre a proposta de uma Política Nacional para o Varejo com o foco no pequeno lojista, que representa mais de 90% do universo de filiados do Sistema CNDL.

Na oportunidade ainda foram ratificados os nomes dos representantes da CNDL junto ao Fórum Permanente da Micro e Pequena Empresa.





quarta-feira, 13 de abril de 2011

Artigo


Priorize os valores ao contratar


Eu atuo há mais de três décadas junto a organizações de vários portes, regiões do país e ramos de atividade. A minha experiência revela haver três grupos de empresas: as que contratam adotando métodos científicos, as que adotam métodos empíricos e as que não adotam nenhum método de contratação.

Naturalmente, quase sempre erra menos a organização que atoda um método eficiente de contratação com teste de avaliação de personalidade, desempenho, conhecimento gerais e específico do seu ramo de atuação.

No entanto, apesar de serem mais eficientes, elas são minoria, a maioria está nos grupos dois e três. Porém, independente de qual seja o grupo em que a sua empresa se encontra inserida, é imperioso determinar no ato da contratação, prioridades. Há empresas, por exemplo, que visam habilidades pesssoais, outras a experiência na função, valores e por ai vai.

Eu me junto ao grupo de especialistas que recomendam a contratação de candidato priorizando os valores e, em segundo plano, as habilidades pessoais e a experiência profissional. Isso porque, podemos com educação e treinamento capacitar os menos experientes, mas o mesmo não se é possível conseguir com os valores. Afinal de contas, é como nos revelou Galileu: “Não se pode ensinar alguma coisa a um homem; apenas ajudá-lo a encontrar dentro de si mesmo”.

O fato é que a empresa necessita de funcionários que zelem pelos seus valores fundamentais. Para saber se os seus valores coadunam com os de sua organização, é preciso contar com método científico de contratação, adicionando, por exemplo, as seguintes técnicas: Observe – prepare uma sala de entrevista com os seus valores afixados em quadros, e deixe o candidato nela por alguns minutos, com outros candidatos. Assegure de convidar uma pessoa de sua empresa para juntar-se a eles.

Daí, observe o comportamento e interação deles no que diz respeito aos valores; Entreviste – faça perguntas relacionadas a valores e, em seguinda, monte uma dinâmica de forma que ele tenha que interagir com outros funcionários da sua organização. Crie uma situação, bem próxima da realidade, e veja como o candidato praticará os valores que defendeu nas fases anteriores.

Seja transparente – apresente os valores de sua organização, diga como você espera que ele se comporte e o que ele poderá esperar de sua empresa. Agindo assim, você vai logo perceber o quanto é produtivo contar com processo otimizado de recrutamento, pois além de selecionar os melhores candidatos e ganhar em produtividade, economizará bastante dinheiro com baixo turnover.

Pense nisso, ótima semana e que Deus nos abençoe.


Evaldo Costa Diretor do Instituto das Concessionárias do Brasil Escritor, consultor, conferencista e professor

IDEBRASIL apresenta palestra em Caruaru

O IDEBRASIL estará mais uma vez em Caruaru apresentando a palestra “Ferramentas do Empreendedor”. O palestrante Elton Lívio estará nesta quinta-feira (14), na Capital do Forró, explanando todo um conteúdo voltado para donos de negócios. Dentro da apresentação, alguns temas serão abordados, como: falhas de gestão que geram desperdício de dinheiro e o lançamento do programa de capacitação em gestão.

O intuito da palestra é melhorar a capacidade de gestão do seu negócio, gerando aumento do seu lucro, controle financeiro, gerenciamento de pessoas, além de estabelecer sintonia com clientes e planejamento para alcançar metas de longo prazo. A apresentação vai acontecer no Maria José Recepções I, a partir das 19 horas.

Para participar, basta você levar um pacote de fralda descartável e confirmar presença, através dos telefones:

Sindiloja: (81) 3722-4070

IDEBRASIL: Ana Cristina (87) 9638-5062

As fraldas serão doadas a Pastoral da criança de Caruaru.

23ª Convenção do Comércio Lojista de Pernambuco vai acontecer no Cabo de Santo Agostinho


O comércio lojista do estado vai se encontrar de 04 a 07 de agosto no Cabo de Santo Agostinho, na 23ª edição da Convenção do Comércio Lojista de Pernambuco. As vantagens são muitas, pois além do se hospedar em um dos hotéis mais aconchegantes do Cabo, os participantes terão oportunidades de troca de experiências em suas CDLs, afinal, o evento é estadual e todos estarão integrados na Convenção. No entanto, os pacotes já estão a venda e para ter todas as vantagens oferecidas, é preciso que a sua inscrição seja feita até esta sexta-feira (15). Ligue para a CDL e conheça os pacotes promocionais.


Telefone (81) 3731-2850 e fale com Katyane Michele.

Candidatas ao Miss Pernambuco visitam o Moda Center Santa Cruz


As Candidatas ao Concurso Miss Pernambuco visitaram, nesta segunda-feira (11), o Moda Center Santa Cruz. As garotas foram recebidas pelo Síndico Valmir Ribeiro, que apresentou toda estrutura do Parque, e em seguida as meninas passaram em algumas lojas que patrocinam o evento. A comitiva com as beldades chegou ao Moda Center por volta das 10 horas da manhã e passou o dia em Santa Cruz do Capibaribe.

Os deputados estaduais da cidade conheceram as garotas. Um almoço foi organizado pelo Moda Center para as candidatas. Autoridades como, o Comandante da 3ª Companhia Independente de Polícia, Major João Bosco, esteve presente no almoço, juntamente com o Síndico Valmir Ribeiro, onde na oportunidade desejou boa sorte a todas.

O intuito da visita ao Moda Center Santa Cruz, é para que todas possam conhecer os grandes empreendimentos do estado, afinal, um delas será a representante legítima de Pernambuco em grandes eventos pelo Brasil. A organizadora da comitiva, Nena Pacheco, disse que buscará parcerias para que o concurso do Miss 2012, aconteça no Moda Center Santa Cruz.

O Miss Pernambuco 2011 será no sábado, 16 de abril no Clube Internacional do Recife. O evento será transmitido ao vivo pela TV Clube – Band a partir das 22 horas.

Mulheres endividadas quitam contas antes dos homens

Fonte: CNDL

Quem não resiste aos apelos do consumo, com tudo novinho e casa equipada? E na hora de pagar? Quem quita as dívidas primeiramente? Uma pesquisa mostrou que são as mulheres. Elas compram mais e têm pressa de pagar. As mulheres compram mais e se endividam mais. Mas também são elas que se livram rapidinho das dívidas.

A pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas mostrou outros detalhes sobre os devedores. Mais de 30% deles, por exemplo, levam mais de um ano para pagar as contas em atraso. Não é difícil entender o porquê das dívidas. Quase sempre quem deixa de pagar as contas é porque ou perdeu o emprego ou perdeu o controle dos gastos.

Com sacolas e mais sacolas, como se faz depois para pagar? “Sempre prorrogando um pouquinho mais para poder ver se dá para pagar”, comenta um jovem.

Do total de brasileiros com nome sujo no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), 33,31% demoraram mais de um ano para se livrar da dívida e 15, 14% ficaram até dois anos inadimplentes.

“Com o crescimento da renda, as pessoas se empolgam às vezes sem avaliar as consequências das compras. Depois fica um pouco mais difícil se equilibrar”, aponta o professor José Ivan.

O levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas também revelou que a maioria dos devedores tem entre 30 e 39 anos. “Eu mesmo agora estou com um problema também com um credor. Estou tentando renegociar a dívida com ele para tentar pagar juros menores, porque meu salário é muito suado para ficar gastando à toa”, conta o analista de sistemas Bruno Veiga.

As mulheres se endividam mais do que os homens, mas também são as primeiras a quitar o débito. “A gente compra mais, mas acho que a gente paga mais rapidamente para poder comprar mais também”, acredita a aposentada Daniele Negrão.

Economistas alertam: o pior negócio é pagar juros. A aposentada Ana Pereira já sabe disso. “Eu acho o seguinte: se eu não posso pagar, não posso comprar. Não deixo para amanhã, porque aí vira uma bola de neve. Realmente, é só à vista”, defende.

O crédito está mais caro. Fazer compras no supermercado e abastecer o carro – esses gastos básicos também aumentaram. O momento é de refazer as contas. A dica é do economista e professor de educação financeira Nilton Marques. Ele diz que a inflação agora é um problema. Se antes já era bom fazer um planejamento das despesas, agora então...

“Tem necessidade de comprar aquele bem? Tem dinheiro? Fez o planejamento financeiro? Tem de ser naquele momento?”, indaga o economista.

O governo quer frear o consumo para tentar segurar a inflação, já que as expectativas com relação aos índices de preços não são nada boas.




Entrega da Declaração Anual do Simples vai até sexta

Fonte: Agência SEBRAE

Termina na próxima sexta-feira (15) o prazo para as micro e pequenas empresas entregarem a Declaração Anual do Simples Nacional (Dasf) referente a 2010. Ao todo, 3,1 milhões de negócios têm de declarar os rendimentos. Até o momento, 2,619 milhões de empreendimentos apresentaram, o que representa 84,5% do total. Cerca de 500 mil empresas ainda não declararam.

“É importante não deixar para o último dia e os empresários devem estar atentos às multas”, alerta o secretário-executivo do Comitê Gestor do Simples Nacional, Silas Santiago. Quem não declarar está sujeito a multa de 2% ao mês, calculados sobre os tributos devidos. A multa mínima é de R$ 200.

A arrecadação do Simples Nacional deu um salto de 32% de um ano para outro. No ano passado, a Receita Federal arrecadou R$ 35,5 bilhões contra R$ 26,8 bilhões de 2009. Devem declarar todas as empresas enquadradas no Simples e que tenham faturado até R$ 240 mil em 2010, no caso das microempresas, e entre R$ 240 mil e R$ 2,4 milhões, situação das pequenas empresas.

A DASN-2010 deve ser preenchida e transmitida pela internet por meio da aplicação disponível no Portal do Simples Nacional.

O Simples Nacional é um regime que reúne o pagamento de diversos tributos e contribuições como Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ), Imposto sobre Produtos Industrializados, Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), Contribuição para o Programa de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/Pasep), Contribuição Patronal Previdenciária, Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) e Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).

Os empresários podem tirar dúvidas neste link. Já o prazo para entrega da declaração dos empreendedores individuais é até o dia 31 de maio.



terça-feira, 12 de abril de 2011

Curso de Análise de Crédito e Cobrança é promovido pela CDL


O curso de Análise de Crédito e Cobrança é uma oportunidade de estudo que recompensa seus participantes com sucesso na carreira profissional. As aulas de crédito e cobrança serão promovidas pela CDL Santa Cruz do Capibaribe.

O curso começa hoje, logo mais a noite na sede da entidade e se estende até a próxima sexta-feira (15). No curso, os participantes aprenderão como monitorar as finanças da sua empresa, a fim de obter informações nas tomadas de decisão.

As aulas serão monitoradas pelo consultor Waldemiro Carneiro, do SEBRAE.

Não deixe de participar dos cursos da CDL Santa Cruz do Capibaribe. A entidade possui uma agenda de cursos toda montada para este primeiro semestre. O intuito da CDL é capacitar cada vez mais as empresas e colaboradores da Capital da Moda.

CDL Santa Cruz do Capibaribe participa ativamente do Todos por Pernambuco


A passagem do governador por Santa Cruz do Capibaribe suou positivo para os empreendedores da cidade. Foi um dia cheio de pautas e reivindicações, tanto por parte da sociedade em geral, como também das entidades representativas.

A CDL Santa Cruz do Capibaribe participou ativamente do Programa Todos por Pernambuco e, na sala temática Desenvolvimento e sustentabilidade, a Secretária Executiva da CDL, Katyane Michele, levou a público algumas das reivindicações mais prementes para a cidade.

“Em nossa sala temática, nós vimos alguns pontos que precisam urgentemente serem tratados em nossa cidade, como a questão do Distrito Industrial, Melhoramento da energia elétrica, Revitalização do Rio Capibaribe para dar qualidade de vida aos ribeirinhos, que é uma solicitação tanto de Santa Cruz do Capibaribe, como de Toritama e Surubim, assim como também urgência no projeto de duplicação para a PE-160”, destacou Katyane.

O governador destacou que nada poderá atrapalhar uma construção que vem de baixo, pois é assim que o agreste vem se desenvolvendo e garantiu que vai revitalizar o Rio Capibaribe. “Vamos sanear as oito maiores cidades banhadas pelo Rio Capibaribe, antes dele chegar a Recife e precisamos da consciência desses jovens que hoje aqui em Santa Cruz do Capibaribe. Eu me emocionei ao ver a preocupação deles com o rio”, disse o governador.

Chuva e frio na Capital da Moda


Baixar a poeira, amenizar o calor e com aquele friozinho que faz retardar a hora de levantar. É assim que Santa Cruz do Capibaribe acorda na manhã desta terça-feira (12). A cidade amanhece sob uma chuva fina, mesmo assim não intimida o povo empreendedor da Capital da Moda. Logo cedo, o movimento da cidade já estava visível com os comerciantes indo a maior vitrine empreendedora do Brasil, o Moda Center Santa Cruz.

Microempreendedor vai pagar 50% menos de contribuição

Fonte: CNDL

Agora ficou mais barato se formalizar como microempresário. Na sexta-feira, o governo publicou medida provisória que reduz em mais de 50% a carga tributária do Microempreendedor Individual (MEI). Agora, em vez de pagar R$ 59,95 por mês como contribuição à Previdência Social, o empresário pagará R$ 27,25 (podendo variar para baixo conforme a atividade). A ideia da mudança na tributação foi anunciada pela presidente Dilma Rousseff na quinta-feira como uma proposta de projeto de lei.

No dia seguinte, tornou-se medida provisória. A alíquota de contribuição para a Previdência Social, dessa forma, baixou de 11% para 5% do salário mínimo. Para Luiz Barreto, presidente do Sebrae, a redução da alíquota mostra que o governo federal "sabe da importância desses profissionais para a economia brasileira." "Com mais esse estímulo, teremos cada vez mais empreendedores saindo da informalidade e contribuindo para o desenvolvimento econômico e social do País", comenta.

Os microempresários formalizados podem, por exemplo, atender a demandas do governo ou de grandes empresas. Além disso, passam a ter um CNPJ o que os inclui no sistema bancário como pessoas jurídicas. O processo de formalização é muito simples, diz Barreto, do Sebrae. O interessado precisa apenas preencher um formulário no site www.portalempreendedor.gov.br e, em seguida, imprimir os boletos do imposto relativo aos 12 meses seguintes. Anualmente, é preciso entrar no endereço eletrônico para imprimir os boletos do imposto. 1 milhão.

O Microempreendedor Individual (MEI Lei n.º 128/2008) existe há um ano e nove meses e, com a adesão da maquiadora Isabele Cordeiro Todt, de Curitiba no Paraná, completou 1 milhão de microempresários formalizados. O modelo de desburocratização utilizado no programa poderá ser estendido para os demais tipos e portes de empresas, começando pelas micro e pequenas.

A estimativa é do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. "O programa melhora o ambiente de negócios no País", disse o gerente da Unidade de Políticas Públicas do Sebrae, Bruno Quick, em apresentação do balanço do programa na semana passada. "Essa política fixa um novo paradigma de abertura de empresas no Brasil, por meio de um processo online que leva poucos minutos", completou.

O programa consiste na formalização de pequeninos negócios como cabeleireiros, ambulantes, pedreiros e outros trabalhadores autônomos com renda bruta anual inferior a R$ 36 mil. Enquadrado no Simples Nacional e isento de tributos federais como PIS/Cofins e IPI, os empreendedores individuais têm acesso a diversos benefícios previdenciários, como aposentadoria, auxílio-doença e salário-maternidade. "O programa ajuda a reverter a tendência da manutenção da ilegalidade e altera a lógica do assistencialismo, substituindo-a pelo empreendedorismo", afirmou o secretário executivo do Comitê Gestor do Simples Nacional, Silas Santiago.

Segundo dados divulgados na sexta-feira, 45% dos empreendedores individuais já regularizados são mulheres. "Percebemos que a participação feminina no programa é maior do que se registra no mercado de trabalho nos demais setores", analisou o diretor do Departamento Nacional de Registro Comercial do MDIC, Indústria e Comércio Exterior, Jaime Herzog.

Do total, 70% dos empreendimentos são domiciliares, ou seja, sediados na própria casa dos trabalhadores. Além disso, 58,1% deles funcionam em locais fixos, enquanto 20,3% se tratam de negócios feitos porta a porta. "Muita gente pensa que o trabalhador informal é necessariamente um ambulante, mas podemos ver que não é assim", acrescentou Herzog.

O comércio varejista de roupas e acessórios lidera o ranking de atividades no programa, com 106.758 adesões, seguido pelos cabeleireiros, com 78.186 processos de formalização. Quando lançado, em julho de 2009, a meta do programa era regularizar 1 milhão de trabalhadores até o fim de 2010, patamar só alcançado três meses depois, em março deste ano. Agora, o objetivo do governo é conseguir mais 500 mil adesões até o fim de 2011.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Santa Cruz do Capibaribe forma terceira turma de EMPRETECOS

Fazer uma auto-avaliação comportamental. Esta é uma das grandes sensações que se tem quem participa do seminário desenvolvido pela Organização das Nações Unidas (ONU), Empretec. No Brasil, o seminário é aplicado pelo SEBRAE e chegou a Santa Cruz do Capibaribe, graças a uma parceria firmada pela CDL com o SEBRAE.


Na última semana, 24 participantes estiveram por seis dias ligados ao seminário. A intensidade tomou conta dos empretecos que diariamente passaram realizando tarefas produtivas para suas vidas e empresas.

Confira alguns depoimentos dos participantes:

Aroldo Ferreira O aprendizado foi de extrema importância na fase atual da minha vida como empreendedor. Vejo o Empretec como um dos mais completos e de fundamental importância para todos os empresários de Santa Cruz do Capibaribe, pois o seminário tem um treinamento voltado ao empreendendor de forma globalizada.




Gabriela Marikinha Eu aproveitei tudo no Empretec, desde o primeiro dia até ao último. Tirei muitas lições e aprendi que não é preciso passar 4 anos na faculdade para poder administrar uma empresa. Eu vim devido a experiência do meu pai, e hoje eu recomendo para outras pessoas. O aprendizado foi amplo em minha vida.



Maria Júlia O Empretec foi muito proveitoso para mim como empreendedora, pois aprendi que todo empreendedor tem que traçar metas, tanto pessoais como empresariais para obter seus objetivos.



Raissa Lisboa Esse seminário me ajudou bastante a implementar coisas novas em minha empresa e a solucionar problemas. Também obtive resultados no meu crescimento pessoal como empresária e isso foi uma grande iniciativa da CDL juntamente com o SEBRAE trazer este curso para nossa cidade, pois sabemos do potencial empreendedor.






Clea da Ondas Moda Praia Aprendi com o seminário que todos os empresários têm de traçar suas metas para atingir seus objetivos.

CDL Santa Cruz do Capibaribe participa do Todos por Pernambuco

A passagem do Programa todos por Pernambuco por Santa Cruz do Capibaribe contou com a participação da sociedade e das entidades representativas da cidade, como a CDL. Várias salas temáticas foram montadas, onde foi articulado na CDL que cada sala teria um representante da entidade, para que todos os temas pudessem ser contemplados com as sugestões da CDL local.
O presidente da CDL Santa Cruz do Capibaribe, Fábio Lopes, ficou na sala de desenvolvimento e sustentabilidade, onde enfatizou a importância de se acelerar o projeto da Cadeia Têxtil que já existe no Plano Plurianual do governo, formalizado em março, por intermédio da FCDL-PE.


Em relação ao que foi discutido nas salas, Fábio Lopes foi convocado para mostrar ao governador e sua comitiva, as reivindicações do tema desenvolvimento. Fábio apresentou o que foi discutido por todos os participantes da sala. “Eu quero falar sobre a questão do Distrito Industrial que é preciso urgência para sua construção, do problema de água e energia em nossa cidade, qualificação da mão de obra, políticas públicas que possam atrair investimentos para o Polo, uma mídia mais eficaz para o Polo, sobretudo para o Moda Center, pois é preciso que se atraia compradores para nossa cidade para haver o equilíbrio econômico.

Mas, não podemos deixar de citar a duplicação da PE-160 e recuperação da PE-90. Com esses investimentos, nós vamos profissionalizar o nosso Polo”, enfatizou Fábio. Com o mundo todo voltado para as questões ambientais, o governo do estado não poderia deixar de saber do nicho ecológico que é a Serra do Pará.

O presidente da CDL foi enfático ao falar sobre o tema. “Nós temos uma riqueza aqui em nossa região que poucos sabem que existe que é a Serra do Pará, e precisamos preservar. Temos também o Rio Capibaribe que banha e deu nome a nossa cidade. Temos uma dívida com ele, pois o matamos e precisamos revitalizar”, cobrou o presidente.

Para finalizar, Fábio Lopes, concluiu lendo um pensamento do Diretor de Desenvolvimento e Empreendedorismo da CDL Santa Cruz do Capibaribe, Bruno Bezerra. “Empreender na produção de roupa é uma arte, um costume, uma tradição. Está na alma empreendedora do nosso povo, faz parte da cultura local e, feliz do povo que consegue fazer da sua cultura seu meio de vida”, leu Fábio para o governador, sendo muito aplaudido por todos.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Unicred Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe é tema do Programa CDL em Ação

Cooperativismo. Este foi o tema do programa CDL em Ação que foi ao ar na manhã desta quinta-feira (07), pela Rádio Comunidade FM. O coordenador da Unicred de Santa Cruz do Capibaribe, Marcelino Vasconcelos, juntamente com Edson de Oliveira, gerente de negócios da cooperativa, falaram sobre os benefícios que os empresários santa-cruzenses estão começando a ter com a recém chegada Unicred à capital da moda.

“Nós já temos um bom número de cooperados que estão se multiplicando. Nos próximos meses, Santa Cruz estará invadida pelo vírus do cooperativismo, que é um vírus muito positivo, que vai fazer com que as pessoas vejam que estar participando de uma cooperativa de crédito traz benefícios não apenas para o empresário, mas para os seus funcionários e para a sociedade local”, destacou Edson.

De acordo com Marcelino Vasconcelos, mesmo com poucos meses de atuação, três produtos oferecidos pela cooperativa já estão fazendo o maior sucesso.

O coordenador disse que isso se deve aos muitos diferenciais perante os bancos comerciais. “Um deles é o desconto de cheques, com taxas bem inferiores às taxas bancárias. Temos o pagamento da folha de funcionários, o que garante segurança para as empresas, diferentemente dos bancos, sem cobrar tarifa alguma.

E temos também um serviço muito procurado que é a prestação do programa de gerar boletos bancários. Brevemente, você vai ver na praça boletos de colégios, faculdades e de outras empresas com o nome Unicred”, enfatizou.

Ouça o programa abaixo: