Topo

Topo

terça-feira, 31 de julho de 2012

Empresa cria do Empretec é sucesso em Santa Cruz do Capibaribe


Sorvete de queijo com calda de goiabada
A Crepe di Casa foi criada a partir de um seminário de empreendedorismo, o Empretec. Dentro da dinâmica do seminário, os participantes desenvolvem e aprimoram técnicas para utilizar em suas empresas. Em uma matéria, aqui mesmo no Blog da CDL, vocês viram que a Creperia oferece inúmeras possibilidades em sabores.

Agora, a Crepe Di Casa mostra que veio para ficar e está oferecendo outros tipos de lanches e sobremesas. Mas, não é uma guloseima qualquer. E, a sobremesa mais pedida da creperia, de acordo com o proprietário, Edimilson, é o sorvete de queijo com calda de goiabada, pode uma coisa dessa? Tem muita gente que vai quebrar o regime!

A Crepe di Casa funciona na Rua dos Pacas (Alameda dos Girassóis) de terça a sexta-feira, das 18 às 22 horas. Os produtos servidos são: saladas, crepes doces e salgados, vinhos, sucos e sorvetes.

Em tempo: O Seminário Empretec foi desenvolvido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e é aplicado em 192 países. No Brasil, o seminário é aplicado pelo SEBRAE, que em Santa Cruz do Capibaribe mantém parceria com a CDL e possibilita aos empreendedores da cidade uma gama de conhecimento referente ao mundo dos negócios. Este ano já foram realizadas duas turmas e a terceira vai acontecer agora em agosto. Você não pode perder essa oportunidade de participar desse grande seminário que é o EMPRETEC. Ligue para a CDL, (81) 3731-2850 e tenha todas as informações.

Amigos do Ypiranga: Compre uma camisa e ajude ao time do seu coração


A campanha para ajudar ao Ypiranga continua. O Grupo Amigos do Ypiranga desenvolveu uma camisa e a colocou a venda a fim de ajudar ao Ypiranga a se desenvolver cada vez mais. Os amigos do Ypiranga desenvolveram uma camisa onde a mesma será vendida juntamente com quatro ingressos dos jogos que acontecerão aqui na cidade. A camisa desenvolvida pelos Amigos do Ypiranga, com os ingressos, custa R$ 100,00 e o torcedor pode encontrar em vários pontos da cidade, como: CDL, ASCONT, Pontes Têxtil e no próprio Ypiranga.
 
Já a camisa que foi desenvolvida pela CDL Santa Cruz do Capibaribe também custa R$ 100 e restam poucas unidades.
 
Outras informações você pode ligar para Carioca através do telefone: (81) 9452-1268. Que possamos nos dar as mãos e ajudar ao nosso Ypiranga vencer e elevar o nome da nossa cidade. Cada camisa custa R$ 100,00 e toda renda será revertida para o Ypiranga.

Imagens do II Uniagreste


O Uniagreste 2012 foi um sucesso. Inúmeras pessoas beneficiadas com os cursos, todos voltados especificamente para o Polo de Confecções do Agreste Pernambucano. O II Uniagreste conta com a parceria da CDL, Associação Empresarial de Santa Cruz do (Ascap), Sebrae, Moda Center Santa Cruz, Associação Santa-cruzense de Contabilistas (Ascont),Centro de Ensino Superior Santa Cruz (Cesac) e Tintas Quimilson.

Artigo



O que pesa mais na decisão de compra? O preço ou a qualidade?

Por: Evaldo Costa

Quais critérios pesam mais no momento da compra?O preço ou a qualidade? Naturalmente, há muitos fatores além destes dois que interferem na decisão de compras:a garantia do produto, tempo de entrega, funcionalidade, designer e prestígio são apenas alguns deles.

Porém, na prática sabemos que somados, o preço e a qualidade dominam essa questão. Você, por exemplo, se tivesse que optar entre ambos, qual seria a sua escolha? Penso que iria precisar de mais alguns elementos para decidir,pois mesmo que os dois fossem os únicos a impactar, ainda assim precisaria saber o quanto mais barato e o grau de qualidade, não é mesmo?

Quando a decisão envolver produto, a escolha poderá ser facilitada sempre que levado em conta a equação custo versus benefício, já que é possível, por exemplo, testá-lo antes da compra. No entanto, em se tratando de serviços, a decisão poderá ser mais complicada, já que somente depois de consumi-lo poderá efetivamente avaliá-lo.

Transformando em exemplos do cotidiano, imagine-se diante da compra de um aparelho de telefone celular. Há vários no mercado e dificilmente alguém poderá afirmar categoricamente que um é melhor do que o outro, pois na prática sabemos que o desempenho deles se equivalem. Assim, ao decidir, por exemplo, por um Iphone você consultando a internet saberá o seu preço em várias partes do mundo e terá muitas informações sobre os recursos tecnológicos e operacionais.

No entanto, se for comprar uma passagem aérea ao exterior a decisão poderá não ser tão simples. Nesta hipótese, caso priorize apenas chegar no local desejado, o menor preço poderá ter um importante peso em sua decisão.Desde é claro, que seja comprovada a boa reputação da empresa aérea e segurança dos voos.

No entanto, há outros fatores importantes a ser levado em conta, a exemplo da regularidade dos voos, os serviços de bordo, o atendimento dispensados pelos dos funcionários e a entrega em condições normais das bagagens. O que adianta pagar um pouco menos se a sua mala é extraviada com os presentes que você comprou para a família e lembranças para os amigos?

Imagine, por exemplo, você retornando em seu último dia de férias, o seu voo é cancelado sem motivo aceitável e você é impedido de retornar ao trabalho no dia combinado. Além disso, é obrigado a se hospedar em hotel de categoria inferior a que normalmente fica. Neste caso, o preço menor lhe causou transtornos e gastos adicionais, transformando o lazer com a família em aborrecimentos e descontentamentos.

Porém, se os serviços são ótimos o menor preço não deve prevalecer. Recentemente, tive que viajar ao leste europeu. Tinha pontuação com a TAM e sem muita burocracia resgatei a bonificação e viajei pela Turkish Airlines, uma de suas empresas parceiras.A experiência não poderia ter sido melhor:o atendimento dos funcionários foi exemplar e os serviços de bordo memoráveis.

Apenas para você ter uma ideia do grau de atenção e comprometimento da equipe de bordo, após ser servido por uma delas, agradeci tentando dizer muito obrigado em turco (çokteşekkürederim). Como tive dificuldade na pronuncia correta, a comissária sorriu e, para retribuir, tentou dizer obrigado em Português, também se atrapalhando toda. Claro que demos uma boa risada. Antes do final do voo, ela veio até o meu assento e entregou-me um pedaço de papel dizendo: “olha o que eu preparei para o senhor!” Eram algumas palavras de uso diário, como: bom dia, boa tarde e obrigado em turco. Daí, lhe pedi que pronunciasse as palavras e ela gentilmente as repetiu para que eu assimilasse. Haviam outras palavras mais abaixo e para a meu encantamento,eram os principais pontos turísticos de Istanbul.

Para aquela comissária, ganhar o salário já não é o bastante, ela provavelmente valoriza os momentos de trabalho para viver melhor e encantar pessoas. O resultado é que fiquei feliz e estou disposto a pagar um pouco mais pelos serviços dessas duas companhias aéreas, que sabem muito bem o que os clientes querem e fazem algo em relação a isso.

Então, da próxima vez que for fazer uma compra, pense no ditado popular que diz: "A qualidade é recordada muito depois de o preço ter sido esquecido."

Pense nisso e ótima semana,

Evaldo Costa
Escritor, conferencista e Diretor do Instituto das Concessionárias do Brasil
Siga no Twitter/LikedIn/Facebook/Orkut: evaldocosta@icbr.com.br

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Uniagreste abre vagas para mais uma turma do curso de oratória

Devido ao sucesso de alguns cursos do Projeto Uniagreste, a organização do evento resolveu abrir mais uma turma para o curso de oratória. As inscrições já podem ser feitas pessoalmente na CDL, com a Consultora de Eventos, Edquele Araújo. O valor é 60 reais e as vagas são limitadas. Confira a programação do conteúdo do curso no folder abaixo.







Santa Cruz do Capibaribe sedia do II Seminário Regional do Alto Capibaribe



A segunda edição do Seminário Regional do Alto Capibaribe aconteceu nesse fim de semana em Santa Cruz do Capibaribe. O evento começou na sexta-feira (27), na Câmara de Vereadores, e teve continuidade na sexta à tarde e no sábado (28), na Fazenda Fieza. O seminário foi promovido pelo Programa Capivara e contou com a participação de professores da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), autoridades locais, Coordenador de Operações do CIPOMA (Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente), Professores da Rede pública e privada e representantes da sociedade civil organizada, como CDL, que foi representada pela Executiva, Katyane Santos.

O seminário visa a socialização das experiências do primeiro semestre e planejamentos futuros do programa. O projeto de educação sócio ambiental da bacia do Capibaribe é uma iniciativa da UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco) em parceria com o comitê da bacia hidrográfica do Capibaribe, patrocinado pelo MEC e apoiado pela Agência Pernambucana de Águas e Climas e Associação Águas do Nordeste.

 A Coordenadora Carmen Farias, espera a participação ativa de todos os membros do Programa Capivara e sua ampliação com novos atores neste evento, para que haja o fortalecimento de um trabalho que vem agora unir forças para tornar-se mais visível.

 O Presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Capibaribe, Ricardo Braga, pontuou que a articulação com o Programa Capivara é fundamental para o comitê, porque é através do programa que estamos tendo proximidade com os municípios, já que o mesmo trabalha com escolas e associações locais.

Prêmio Competitividade e inovação na indústria


O Prêmio Nacional de Inovação é uma iniciativa da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI) e visa o reconhecimento de empresas brasileiras que contribuem para o aumento da competitividade do país por meio da utilização de sistemas e técnicas voltados para o aprimoramento da gestão da inovação, bem como por meio da implementação de projetos inovadores.

Promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e o Movimento Brasil Competitivo (MBC), com apoio da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).


Categorias:

· EMPRESA – Gestão da Inovação
· EMPRESA – Agente Local de Inovação
· PROJETO – Inovação Tecnológica
· PROJETO – Modelo de Negócios


Modalidades:

· MODALIDADE 1: igual ou inferior a R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais).
· MODALIDADE 2: superior a R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais) e menor ou igual a R$ 16.000.000,00 (dezesseis milhões de reais).
· MODALIDADE 3: superior a R$ 16.000.000,00 (dezesseis milhões de reais).


Prazo para Inscrição:


31 de agosto de 2012


Público-alvo:

Micro e pequenas empresas - indústria, comércio e serviços
Médias e grandes empresas - indústria



CNDL apresenta pesquisa sobre perfil do Empreendedor ao SEBRAE



Uma pesquisa sobre o perfil do empreendedor, encomendada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), foi apresentada à representantes do SEBRAE em Brasília. O diretor de Políticas Públicas do SEBRAE, Bruno Quick recebeu o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro, onde trataram de vários assuntos referente ao empreendedorismo nacional, além da Substituição Tributária.

No encontro, o presidente da CNDL apresentou aos participantes da reunião, a pesquisa inédita do SPC Brasil que trata do perfil do empreendedor brasileiro. A pesquisa, apresentada no dia 25 de julho à imprensa de todo o país, aponta as características do empreendedor de pequeno e médio porte do varejo brasileiro.

Artigo

Mundo moderno privilegia o trabalho em equipe entre empresas e países


Por: Roque Pellizzaro


A sociedade que conhecemos está em constante transformação, e essa transição tem influenciado não só os nossos costumes do dia a dia como também nossas relações interpessoais, a forma como nos comunicamos e como nos relacionamos com as empresas de quem somos clientes.

Talvez o ícone maior dessa quebra de paradigma seja o rompimento da lógica de consumo tradicional, em que a parte que adquire o produto é chamada de consumidor e a parte do outro lado do balcão é chamada de vendedor.

Em economias mais avançadas como nos Estados Unidos, essa relação começa a ganhar novos elementos que melhor explicam essa relação de troca que cada vez mais terá lugar no mundo moderno, um mundo sem paredes, em que a confiança e a parceria entre as duas partes são mais do que propaganda publicitária.

É o que fez a Microsoft, por exemplo, ao levar seu produto líder de vendas globais, o Windows, para o mercado e pedir para que desenvolvedores de todo mundo apontassem as falhas e possibilidades de melhora na nova plataforma que ainda será lançada ao consumidor final, o Windows 8.

A ideia de uma megacorporação se assumir como uma empresa tocada por humanos e, portanto, sujeita a falhas nos assusta num primeiro momento, mas, ao olhar mais atento, mostra que mais do que querer vender uma imagem de empresa eficiente, a Microsoft quer vender produtos eficientes aos seus consumidores.

A iniciativa, que não chega a ser incomum no mercado de tecnologia, é um ícone dessa nova era. Agora é o consumidor quem tenta ajudar a construir o produto que ele quer comprar, e não estamos apenas falando em customização de mercadorias, mas na possibilidade real de o consumidor estar lado a lado do balcão, ajudando a desenvolver um produto e apontando quais são as necessidades de mudanças de algo antes mesmo de isso ser levado adiante no mercado.

Apenas como comparação, tente imaginar um restaurante que convidasse seus clientes a entrar na cozinha e que desse a eles a oportunidade de mostrar ao chef o que ele este deve fazer para que o prato fique melhor a outros consumidores. A improvável cena também nos faz refletir sobre o lado negativo da iniciativa, que é o risco de expor ao cliente que você pode estar fazendo errado aquilo que ele está pagando para consumir.

Algo semelhante ocorreu com o novo produto da Microsoft. A empresa de Bill Gates alocou alguns dos melhores engenheiros de software do mundo e deu a eles a oportunidade de trabalhar incansavelmente por vários anos no Windows 8 antes de colocá-lo à prova dos desenvolvedores do mercado.

Apesar disso, experts de tecnologia de vários países, muitos deles ainda no ensino médio, apontaram uma série de erros e problemas no programa da Microsoft, que acabou tendo que fazer não uma ou duas mas sim 100 mil correções no Windows 8 antes de lança-lo mundialmente.

Ainda assim, a empresa decidiu ser cautelosa e colocou à disposição de clientes uma versão Beta, para testes, antes de enfim colocá-lo à prova da crítica do verdadeiro consumidor final, aquele que hoje é apenas acostumado a adquirir produtos e que ainda não aceita que esses sejam, por definição humana, imperfeitos.

Outro exemplo de ajuda mútua no desenvolvimento de soluções comuns a povos e consumidores é a pesquisa que procura criar mosquitos transgênicos alterados, tocada inicialmente por cientistas da Universidade de Bristol, no Reino Unido. Testes realizados pelos britânicos na cidade de Juazeiro, na Bahia, produziram mosquitos transgênicos incapazes de transmitir a dengue.

O experimento no Brasil foi levado adiante por pesquisadores da USP (Universidade de São Paulo) e por cientistas da organização social Moscamed, uma pioneira biofábrica global que utiliza a tecnologia de raios-x para a esterilização de insetos.

Apesar de ser uma pesquisa científica, o projeto tem fins comerciais, assim como o desenvolvimento de vacinas por laboratórios cujos principais clientes são governos e megacorporações de diversos países que sofrem com surtos de dengue, como o próprio Brasil.

São exemplos de ações conjuntas que resultam em melhores práticas ambientais ou comerciais para um mundo cada vez mais globalizado e exigente. Um mundo melhor para as empresas e para as pessoas. É a certeza de que estamos no caminho certo.

Parabéns


Parabéns para jovem empresária Monnika Marikinha, ela que atua no departamento administrativo da empresa familiar, Joggofi, e ainda doa seu tempo para ser diretora da CDL Jovem de Santa Cruz do Capibaribe. Forte, determinada, dinâmica, ágil. Os adjetivos são muitos para qualificar essa jovem empreendedora que recebe hoje os parabéns de todos que fazem a CDL Santa Cruz do Capibaribe. Monnika fez aniversário anteontem (28), e ganhou uma linda festa dos seus pais, onde a mesma comemorou com seus amigos.


Empreendedor brasileiro médio fatura até R$ 60 mil por mês, diz estudo

Fonte: CNDL


O perfil médio do empreendedor brasileiro que atua no comércio é homem, de 42 anos, possui ensino médio, já trabalhou no varejo e fatura até R$ 60 mil por mês, segundo estudo encomendado pelo SPC ( Serviço de Proteção ao Crédito) para identificar as características dos comerciantes do país.



Ele também emprega familiares e não usou financiamento bancário na hora de abrir o próprio negócio, aponta a pesquisa.

Apesar de uma significativa presença feminina de 31% no empresariado, o estudo mostra que os homens lideram o segmento com a fatia de 69% do setor varejista. Já em relação à escolaridade, 46% dos entrevistados têm ensino médio ante 43%, que possuem formação superior ou pós-graduação.

Além disso, cerca de 63% dos empresários entrevistados estão no negócio atual há mais de 10 anos e 67% já haviam trabalhado no varejo ou tiveram negócios herdados da família.

"Esses dados refletem o grau de maturidade do empreendimento do lojista. Empresas que passam do segundo ano de operação conseguem desenvolver a atividade comercial por mais tempo", afirma o economista do SPC, Nelson Barrizzelli.

Minoria recorre a banco na abertura da empresa

O levantamento também aponta que 77% dos empreendedores tiveram que usar capital próprio ou pediram empréstimos aos familiares (9%) na hora de abrir o empreendimento. Do total de empresários entrevistados, apenas 7% disseram ter utilizado linhas de crédito bancário.

"Apesar de toda publicidade do Governo sobre uma política de redução de juros e de direto acesso ao crédito, o resultado que chegamos é de que o empreendedor não está sendo alcançado pelo sistema financeiro nacional", declara o presidente da CNDL (Confederação Nacional dos Lojistas, Roque Pellizzaro.

O motivo, segundo a CNDL, é que o crédito oferecido pelos bancos é limitado, a burocracia é alta e os juros cobrados são caros. "Os bancos seguem um raciocínio mercadológico: preferem emprestar capital de giro a curto prazo (juros maiores) a liberar crédito para um investimento de longo prazo (juros menores)", diz Pellizzaro.

A pesquisa inédita do SPC foi realizada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O estudo levou em conta dados coletados em junho de 2012 junto a comerciantes varejistas de todas as 27 capitais brasileiras.

Metade dos empreendedores brasileiros fatura até três salários mínimos Crédito para empresas está mais barato, mas acesso ainda é restrito Momento é favorável para pequenas empresas negociarem com bancos.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Segunda semana de cursos do Uniagreste é sucesso de público





O Projeto Uniagreste lotou as turmas na segunda semana de cursos. Projeto foi desenvolvido pelo SENAI em parceria com a CDL e com apoio de parceiros como Associação Santacruzense de Contabilidade (Ascont), Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe (Ascap), SEBRAE, Moda Center, Centro de Ensino Superior Santa Cruz (Cesac)  e Tintas Quimilson.

O Projeto está em sua segunda edição e tem por objetivo capacitar colaboradores e empresários da capital das confecções. Este ano, o Uniagreste aconteceu de 16 a 27 de julho, oferecendo 19 cursos diversos, nas áreas de Gestão, Moda, Educação e Segurança.

Quem fez adorou. Maria Aparecida Gonçalves é colaboradora do Moda Center e disse que ficou maravilhada com o aprendizado. “Eu tive mais conhecimento. Estou muito satisfeita pelo o que aprendi e com certeza vou crescer no campo profissional”, relatou.

Joniebson Nogueira, trabalha no SAC do Moda Center. Ele revela que tirou grande proveito do curso de Técnicas para encantar o cliente. “Como eu trabalho diretamente com o cliente, esse curso foi muito importante porque proporciona ferramentas para que eu possa me qualificar e desenvolver melhor o meu trabalho na empresa”, disse.

Optantes do Simples que devem ICMS serão enquadrados pela Sefaz

Fonte: Diário PE


Os contribuintes optantes pelo Simples Nacional e com débitos de ICMS serão inscritos na Dívida Ativa do Estado. Um convênio firmado entre a Procuradoria Geral do Estado e a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) possibilitou o repasse das informações sobre os devedores pela Receita Federal, atribuindo a cobrança também à Secretaria da Fazenda de Pernambuco. Nos próximos dias, o parcelamento do ICMS será disponibilizado, de acordo com as condições estabelecidas na Resolução 94/2011, do Comitê Gestor do Simples Nacional.

Pernambuco tem hoje 128.303 contribuintes ativos contemplados pelo regime. O quantitativo de empresas inadimplentes é de 26.764, mas, deste total, 19.667 ainda são consideradas optantes pelo Simples e 7.097 já foram desenquadradas, porém continuam em débito. O valor a ser recuperado é de mais de R$ 80 milhões, incluindo multas e juros. Neste primeiro momento, estão sendo trabalhados os débitos relativos ao ano de 2007, mas a expectativa é de que, até o fim do ano, o Fisco estadual realize a cobrança referente os anos de 2008, 2009 e 2010.

Os contribuintes do Simples Nacional devem declarar anualmente (DASN) a receita bruta, mês a mês, assim como os tributos devidos, entre eles o ICMS. Não ocorrendo o pagamento, a Receita Federal inicia a cobrança administrativa e, não havendo regularização, o valor em aberto é lançado na dívida Ativa da União. Agora, além disso, os dados serão repassados à Secretaria da Fazenda e o Débito Declarado no Simples Nacional automaticamente inscrito na Dívida Ativa do Estado.

As empresas devedoras são descredenciadas do recolhimento do ICMS antecipado nas operações interestaduais e poderão ser excluídas do Simples, além de ficarem impedidas de emitir certidões de regularidade fiscal ou negativa e sujeitas a cobrança judicial pela Procuradoria Geral do Estado. Para regularizar a situação, os contribuintes interessados devem comparecer a uma Agência da Receita Estadual (ARE).

quinta-feira, 26 de julho de 2012


Fiepe Itinerante


A comitiva da Fiepe já se encontra na CDL Santa Cruz do Capibaribe e logo mais dará início a uma série de palestras voltadas para o empresariado da Capital das Confecções. O evento foi aberto com um café da manhã para os empresários e nesse momento está começando a apresentação da Fiepe em uma palestra institucional. Não deixe de participar!


quarta-feira, 25 de julho de 2012


Artigo



O que pesa mais na decisão de compra? O preço ou a qualidade?
Por: Evaldo Costa

Quais critérios pesam mais no momento da compra?O preço ou a qualidade? Naturalmente, há muitos fatores além destes dois que interferem na decisão de compras: a garantia do produto, tempo de entrega, funcionalidade, designer e prestígio são apenas alguns deles.

Porém, na prática sabemos que somados, o preço e a qualidade dominam essa questão. Você, por exemplo, se tivesse que optar entre ambos, qual seria a sua escolha? Penso que iria precisar de mais alguns elementos para decidir,pois mesmo que os dois fossem os únicos a impactar, ainda assim precisaria saber o quanto mais barato e o grau de qualidade, não é mesmo?

Quando a decisão envolver produto, a escolha poderá ser facilitada sempre que levado em conta a equação custo versus benefício, já que é possível, por exemplo, testá-lo antes da compra. No entanto, em se tratando de serviços, a decisão poderá ser mais complicada, já que somente depois de consumi-lo poderá efetivamente avaliá-lo.

Transformando em exemplos do cotidiano, imagine-se diante da compra de um aparelho de telefone celular. Há vários no mercado e dificilmente alguém poderá afirmar categoricamente que um é melhor do que o outro, pois na prática sabemos que o desempenho deles se equivalem. Assim, ao decidir, por exemplo, por um Iphone você consultando a internet saberá o seu preço em várias partes do mundo e terá muitas informações sobre os recursos tecnológicos e operacionais.
No entanto, se for comprar uma passagem aérea ao exterior a decisão poderá não ser tão simples. Nesta hipótese, caso priorize apenas chegar no local desejado, o menor preço poderá ter um importante peso em sua decisão.Desde é claro, que seja comprovada a boa reputação da empresa aérea e segurança dos voos.
No entanto, há outros fatores importantes a ser levado em conta, a exemplo da regularidade dos voos, os serviços de bordo, o atendimento dispensados pelos dos funcionários e a entrega em condições normais das bagagens. O que adianta pagar um pouco menos se a sua mala é extraviada com os presentes que você comprou para a família e lembranças para os amigos?

Imagine, por exemplo, você retornando em seu último dia de férias, o seu voo é cancelado sem motivo aceitável e você é impedido de retornar ao trabalho no dia combinado. Além disso, é obrigado a se hospedar em hotel de categoria inferior a que normalmente fica. Neste caso, o preço menor lhe causou transtornos e gastos adicionais, transformando o lazer com a família em aborrecimentos e descontentamentos.

Porém, se os serviços são ótimos o menor preço não deve prevalecer. Recentemente, tive que viajar ao leste europeu. Tinha pontuação com a TAM e sem muita burocracia resgatei a bonificação e viajei pela Turkish Airlines, uma de suas empresas parceiras.A experiência não poderia ter sido melhor:o atendimento dos funcionários foi exemplar e os serviços de bordo memoráveis.

Apenas para você ter uma ideia do grau de atenção e comprometimento da equipe de bordo, após ser servido por uma delas, agradeci tentando dizer muito obrigado em turco (çokteşekkürederim). Como tive dificuldade na pronuncia correta, a comissária sorriu e, para retribuir, tentou dizer obrigado em Português, também se atrapalhando toda. Claro que demos uma boa risada. Antes do final do voo, ela veio até o meu assento e entregou-me um pedaço de papel dizendo: “olha o que eu preparei para o senhor!” Eram algumas palavras de uso diário, como: bom dia, boa tarde e obrigado em turco. Daí, lhe pedi que pronunciasse as palavras e ela gentilmente as repetiu para que eu assimilasse. Haviam outras palavras mais abaixo e para a meu encantamento,eram os principais pontos turísticos de Istanbul.

Para aquela comissária, ganhar o salário já não é o bastante, ela provavelmente valoriza os momentos de trabalho para viver melhor e encantar pessoas. O resultado é que fiquei feliz e estou disposto a pagar um pouco mais pelos serviços dessas duas companhias aéreas, que sabem muito bem o que os clientes querem e fazem algo em relação a isso.

Então, da próxima vez que for fazer uma compra, pense no ditado popular que diz: "A qualidade é recordada muito depois de o preço ter sido esquecido."
Pense nisso e ótima semana,

Evaldo Costa
Escritor, conferencista e Diretor do Instituto das Concessionárias do Brasil
Siga no Twitter/LikedIn/Facebook/Orkut: evaldocosta@icbr.com.br

É amanhã. Você não pode perder!


A Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE), em parceria com a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, CDL e ASCAP, realizam no dia 26 de julho, a FIEPE Itinerante. Você não pode deixar de participar, pois o engrandecimento da sua empresa depende de você. O evento vai acontecer no auditório da CDL Santa Cruz do Capibaribe durante todo o dia. Veja a programação no folder abaixo:

 

terça-feira, 24 de julho de 2012

Agreste recebe projeto Fiepe Itinerante


A Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe) lança em  Santa Cruz do Capibaribe, nesta quinta-feira (26), o projeto Fiepe Itinerante/ Edição Agreste, nascido após uma ação piloto em Garanhuns.  Até o final do ano, a equipe de técnicos percorrerá Toritama, Belo Jardim, Gravatá e voltará a Garanhuns. Em Santa Cruz do Capibaribe, o projeto vai acontecer na CDL da cidade, das 8h às 18 horas.

Entre os serviços disponíveis, consultorias em comércio exterior,  jurídica, de meio ambiente, entre outros. Também serão oferecidos serviços de qualificação profissional e pesquisa de mercado. O projeto realiza, ainda, levantamento de demandas dos industriais de pequeno e médio porte de cada cidade visitada para oferecer soluções práticas e realistas de acordo com a situação do setor local.

Na semana passada, o projeto percorreu o Sertão, visitando empresas de Araripina, Salgueiro e Petrolina. O Fiepe Itinerante faz parte de um programa de interiorização das ações da entidade, para fortalecer a indústria local, melhorar a competitividade empresarial e criar condições para a redução das desigualdades regionais, estendendo o desenvolvimento econômico e social a todo o Estado.
  
A programação prevê visitas a Toritama em 29 de agosto, visita a Toritama;  Belo Jardim em 27 de setembro em;  Garanhuns em 18 de outubro e em Gravatá em 22 de novembro. No Agreste, os interessados podem se inscrever pelo telefone (81) 3722.5667.

Mercado online é tema de palestra na Biblioteca Indústria do Conhecimento de Santa Cruz do Capibaribe


 

De olho no crescente mercado virtual, a Biblioteca Indústria do Conhecimento de Santa Cruz do Capibaribe realizou uma palestra com o tema "Como Criar um Site de Sucesso".  A palestra foi ministrada pelos consultores do SEBRAE, Jáuvaro Carneiro Leão e Carlos Alberto Elias.

A palestra reuniu empresários e colaboradores de diversos segmentos. Na ocasião os consultores fizeram questão de salientar que a internet é uma ferramenta muito importante para os empreendedores, oferecendo grandes oportunidades para as empresas, porém ainda pouco utilizadas pela maioria desses pequenos empresários e que muitas pessoas ainda têm medo de comprar pela internet.

A empresária Gabriela Soares relatou que depois que começou a vender sua produção de chocolates pela internet suas vendas triplicaram e que vender pela internet é sim um bom negócio!

Além dessas palestras que acontecem mensalmente a Biblioteca SESI Indústria do Conhecimento dispõe do Espaço Empresarial do SEBRAE que disponibiliza para os empresários ou pessoas que desejem ter o seu próprio negócio (dvds, livros e revistas e até cursos on line com direito a certificados, voltados ao empreendedorismo). A biblioteca foi implantada na cidade através de uma parceria da Rota do Mar e SESI, com total apoio da CDL.

A Coordenadora da Biblioteca, Eronilda Paiva, informa que iniciará mais um curso, dessa vez será curso de libras, sendo uma vez por semana, todas as quartas feiras, com início no dia 1 de agosto. As inscrições já estão abertas e as vagas são limitadas.

Legislação abre portas para pequenos negócios em todo o país

Fonte: Exame



Os números comprovam que a conta é milionária. Somente de fevereiro a abril deste ano, foram injetados mais de R$ 6 milhões na economia de 77 municípios gaúchos, que realizaram 176 pregões presenciais. Em 17 cidades, parte do bolo ficou com as micro e pequenas empresas (MPE) locais. O resultado foi desenvolvimento, emprego, aumento de arrecadação e economia para os cofres públicos.

Nesses 17 municípios, a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa funciona a pleno vapor. Isso significa que, além de criar o instrumento jurídico para privilegiar as MPE nas compras públicas, como prevê a legislação, as prefeituras locais adotaram medidas para torná-lo eficaz.

O Sebrae no Rio Grande do Sul reconheceu o esforço dos gestores públicos e entregou a nove prefeitos da região noroeste do estado um selo de reconhecimento pelo empenho na implementação da Lei Geral. “O selo comprova que esses gestores estão preocupados com o desenvolvimento do município”, disse Alessandro Machado, gerente do Programa Territórios da Cidadania no Rio Grande do Sul.

Segundo o governo gaúcho, que executa o Programa Fornecer - Compras Públicas para Micro e Pequenas Empresas, o número de fornecedores de produtos para a merenda escolar, por exemplo, passou de dois para 37. E a economia gerada com a diversificação de oferta chegou a 40%.

Uma das metas do Sebrae no Rio Grande do Sul para 2012 é promover a implementação da Lei Geral em 41 municípios. O texto já foi aprovado em 426 cidades do estado, mas em apenas 17 saiu efetivamente do papel.

Estratégia semelhante a dos gaúchos será adotada pelo Sebrae em Minas Gerais. Os gestores mineiros que implantaram a Lei Geral em seus municípios também serão agraciados com o selo de reconhecimento. A ação está prevista para ocorrer durante o 5º Fomenta Nacional – Encontro e oportunidades para MPE nas compras governamentais, em Belo Horizonte, de 21 a 25 de novembro. “É uma forma de dizer que a lei está sendo cumprida”, disse Robson Schmidt, analista-técnico do Sebrae Nacional.

Dos 853 municípios mineiros, 152 ficam em oito Territórios da Cidadania - regiões com baixo desenvolvimento econômico e social e que recebem atenção especial do Sebrae. Para alavancar os pequenos negócios, a instituição em Minas Gerais quer garantir a implantação da Lei Geral em 69 municípios desses territórios ainda neste ano.

Meta atingida
No Pará e em Tocantins, o desafio agora é mostrar que a Lei Geral está beneficiando empresários em todas as cidades que implementaram a legislação este ano. As unidades do Sebrae nos dois estados e no Distrito Federal foram as primeiras a atingir a meta.

No Pará foi preciso superar as dificuldades logísticas. Para atingir o objetivo, os funcionários do Sebrae andaram de barco em viagens de até 15 horas, voadeira (embarcação típica da região), carro, camionete e avião. “Sabemos da importância de levar informação e conhecimento às comunidades e municípios mais distantes”, conta o gerente de Políticas Públicas do Sebrae no Pará, Roberto Bellucci.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Novas cédulas de 10 3 20 reais são inseridas no comércio nesta segunda-feira (23)


O Banco Central (BC) está inserindo hoje, segunda-feira (23) as cédulas de R$ 10 e R$ 20. A ação é uma continuidade do lançamento da família das novas cédulas, em dezembro de 2010, quando o BC lançou as cédulas de R$ 50 e R$ 100.

Na época, a instituição informou que o lançamento era necessário para dar às cédulas recursos gráficos e elementos antifalsificação mais modernos. As notas de R$ 2 e R$ 5 serão lançadas em 2013, ainda sem data definida.

De acordo com o BC, a segunda geração de cédulas do real terá circulação simultânea com as cédulas antigas, que serão substituídas à medida do envelhecimento natural das notas. No site do BC, é possível conferir perguntas e respostas sobre a segunda família do real.

Santa Cruz do Capibaribe conta com novo comando na 3ª CIPM




Presidente da CDL, Fábio Lopes
cumprimentando o Ten. Cel. João Bosco
em sua despedida da 3ª CIPM
Em clima de muita emoção e agradecimento, o Tenente Coronel, João Bosco, repassou o comando da 3ª Companhia Independente de Polícia Militar de Pernambuco (3ª CIPM-PE), em Santa Cruz do Capibaribe. O evento aconteceu na última sexta-feira (20), no Teatro Municipal e contou com a presença de autoridades locais, políticos e representantes da sociedade civil organizada e entidades representativas, como a CDL Santa Cruz do Capibaribe, representada pelo presidente, Fábio Lopes.

Major Diniz, novo comandante da 3ª CIPM




O comando será assumido pelo Major Jocemar Diniz após a promoção do Tenente Coronel João Bosco, que vai comandar o 10º Batalhão da Polícia Militar, na cidade de Palmares.

Segundo Major Diniz, as metas para seu comando será a transformação da 3ª CIPM em Batalhão de Polícia Militar e a manutenção dos trabalhos em conjunto com os poderes constituídos (Prefeitura, Câmara, Judiciário e Ministério Público), além do apoio das entidades representativas como ASCAP e CDL.

FIEPE vai apresentar projeto FINPYME voltado para setor de confecções


Agência do Trabalho de Santa Cruz do Capibaribe oferece 33 vagas de emprego


A semana começa com boas oportunidades de emprego em Santa Cruz do Capibaribe. São 32 vagas, sendo 27 para costureira (o), incluindo vagas de gerente comercial e vendedor interno, dentre outras.

Confira as vagas de emprego oferecidas hoje pela Agência do Trabalho de Santa Cruz do Capibaribe:
  • Cortador a Mão, primeiro grau incompleto, seis meses de experiência, 1 vaga;
  • Gerente comercial, segundo grau completo, 1 vaga;
  • Vendedor Interno, segundo grau completo, seis meses de experiência, 1 vaga;
  • Operador de caixa, segundo grau completo, seis meses de experiência, 1 vaga;
  • -Entregador de Gás, primeiro grau completo, 1 vaga;
  • -Costureiro (a), escolaridade mínima não exigida, 27 vagas.

A Agência do Trabalho de Santa Cruz do Capibaribe fica localizada na Rua Capitão Pedrosa, Nº 306, bairro de São Cristóvão. Telefone: 3759-8235.

Entidades representativas de Santa Cruz do Capibaribe enviam ofício ao Ministério Público pedindo pela não interdição da PE 160, via de acesso ao Moda Center




sexta-feira, 20 de julho de 2012

Cultura de graça em Caruaru



O Espaço Cultural Asces no Quintal da Academia divulga programação para as próximas quarta, quinta e sexta-feiras. Na quarta-feira (25) será exibido o filme nacional “O Homem que copiava”, na quinta-feira (26) a forrozeira Renilda Cardoso fará apresentação relembrando os clássicos nordestinos e, na sexta (27), o espaço abre para a literatura regional, com declamações de poesias e contos. A ambiente funciona das 18h às 22h aberto gratuitamente para toda a comunidade. O Espaço Cultural Asces no Quintal da Academia está localizado na Rua XV de Novembro, 215, ao lado da Câmara de Vereadores de Caruaru, no centro da cidade. Informações: www.asces.edu.br.

Sindcom discute convenção coletiva de trabalho com empresários de Santa Cruz do Capibaribe



Empresários se reuniram na noite desta quarta-feira (18) com Thomas Albuquerque, da Consult Advogados Associados, ele que é advogado da Federação do Comércio do Estado de Pernambuco (Fecomércio) e foi contratado para assumir o departamento jurídico do Sindicato das Empresas do Comércio de Bens e Serviços de Santa Cruz do Capibaribe – SINDCOM, este que é o sindicato patronal da cidade e tem como presidente o empresário Isac Aragão.

A reunião contou com vários empresários e com representantes de entidades representativas, como Associação Empresarial (Ascap), Associação dos contabilistas (Ascont), CDL e Moda Center Santa Cruz.

Na pauta, articulação de contraproposta à pauta de reivindicações apresentada pelo Sindicato dos Empregados no Comércio de Santa Cruz do Capibaribe, referente à Convenção Coletiva do segmento do comércio e serviços no âmbito do município de Santa Cruz do Capibaribe. A discussão do piso salarial e feriados de outubro, levando a proposta para a assembleia dos sindicatos do Estado de Pernambuco.

É importante que o empresariado local participe mais, pois um sindicato forte é um sindicato com a participação de todos.

CDL Santa Cruz do Capibaribe deseja a todos um dia do amigo de muita paz


quinta-feira, 19 de julho de 2012

SENAI Santa Cruz do Capibaribe completa 10 anos de serviços prestados na Capital das Confecções


Em dez anos de existência, a Escola SENAI Santa Cruz do Capibaribe vem formando milhares de trabalhadores para a indústria da confecção. A unidade, voltada exclusivamente para este segmento, oferece diversos cursos nas modalidades aprendizagem, qualificação e aperfeiçoamento profissional. Além dos cursos de formação e aperfeiçoamento, a Escola SENAI Santa Cruz do Capibaribe oferece serviços técnicos e tecnológicos por meio de consultorias e serviços que buscam a melhoria na gestão e processos da cadeia produtiva da construção civil.

São dez anos de serviços prestados na Capital das Confecções, através de um trabalho baseado na demanda por mão de obra qualificada no mercado de trabalho da região.

O SENAI conta com profissionais preparados para prestar esses serviços, bem como ambientes laboratoriais destinados a essa oferta, destacando o laboratório de corte e modelagem e a sala de costura que permite formar profissionais específicos para o setor de vestuário.


O empresariado local, assim como também representantes de classes aprovam o trabalho desenvolvido pelo SENAI na cidade. Veja abaixo alguns comentários:

Flávio Dunda

“A vinda do SENAI aqui para Santa Cruz do Capibaribe só fez engrandecer ainda mais o comércio local e regional, pois a qualificação da mão de obra hoje é visível, eu mesmo fui aluno do SENAI no curso de gerente administrativo. Não podemos deixar de parabenizar a todos os profissionais do SENAI e que a entidade possa continuar desenvolvendo seu trabalho com o empresariado aqui na cidade. Parabéns ao SENAI pelos seus 10 anos de existência aqui na cidade”. – Flávio Dunda - Coordenador da Câmara Setorial de Corretores de Imóveis da CDL Santa Cruz do Capibaribe.




Fábio Lopes

“Nós da CDL temos o grande prazer de homenagear o SENAI pelos 10 anos de atuação aqui em nossa cidade e na região. Destaco as parcerias que o SENAI mantém com a CDL e, diga-se de passagem, parcerias de muito sucesso, sobretudo na qualificação profissional dos empresários e colaboradores. Com isso, a qualidade da produção de vestuário em Santa Cruz do Capibaribe tem melhorado consideravelmente. Por fim, parabenizo a toda equipe SENAI pelo brilhante trabalho desenvolvido com as empresas da nossa cidade”, Fábio Lopes – presidente da CDL Santa Cruz do Capibaribe.

Katyane Santos


“O SENAI Santa Cruz do Capibaribe tem desenvolvido um trabalho muito bom aqui na cidade e, a qualificação da mão de obra é visível. Eu quero parabenizar a instituição SENAI, estendendo os parabéns a toda equipe que não mede esforços para alavancar a qualificação profissional aqui na cidade”, secretária executiva da CDL Santa Cruz do Capibaribe.







Laiane Nobélia

“O SENAI é uma instituição de grande importância porque atende as necessidades de nossa cidade qualificando e preparando nossos colaboradores que na maioria são jovens para entrar no mercado de trabalho. E hoje quero Parabenizar pelos 10 Anos de atuação em nossa cidade”, presidente da CDL Jovem Santa Cruz do Capibaribe.

Isac Aragão 


“A vinda do SENAI para Santa Cruz do Capibaribe, eu diria que tem Santa Cruz do Capibaribe tem antes e depois do SENAI. Antes existia uma lacuna que o SENAI vem preenchendo essa lacuna, porque deu uma oportunidade às pessoas para se profissionalizarem, pois nem todo mundo tem condições de fazer um curso fora, e a vinda do SENAI viabilizou esse sonho para essas pessoas. Então eu acho muito gratificante a vinda do SENAI para Santa Cruz do Capibaribe, pois as pessoas cresceram não apenas intelectualmente, mas economicamente também, por isso quero parabenizar o SENAI por todo trabalho prestado a nossa cidade”, Isac Teodoro Aragão – presidente do Sindicato Patronal de Santa Cruz do Capibaribe.


Marcelo Taulbert



"A chegada do SENAI em Santa Cruz, trouxe inclusão, formação e qualificação profissional. Daí para fortalecer precisamos dar acolhimento a esses jovens aprendizes, para aprimoramento de habilidades, pondo em prática o então conhecimento adquirido, tornando-os em profissionais completos", Marcelo Taulbert | Diretor de criação | BASE_ projetos.

A CDL parabeniza a toda equipe do SENAI Santa Cruz do Capibaribe pelos dez anos de existência e bons trabalhos desenvolvidos na cidade.