Topo

Topo

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Ouça daqui a pouco o Programa CDL em Ação, na Comunidade FM

Desenvolvemos um programa especial sobre o cooperativismo e sua importância para o empresariado de Santa Cruz do Capibaribe. Você vai conhecer melhor a Cooperativa Unicred Empresarial. Fiquem atentos. É daqui a pouco!


MovPaz Santa Cruz do Capibaribe vai promover palestra com o Coordenador Nacional do Movimento pela Paz, Clóvis Nunes


O que vem por ai na moda

Por: Rodolfo Alves

Depois do período de promoções as lojas começam a renovar seu mix de ofertas para a nova temporada. Sendo assim vale muito a pena conhecer as tendências do verão para fazer boas escolhas e gastar melhor a grana.



Materiais e tecidos
Para os homens vale na próxima estação organizar a compra de algumas peças com tecidos leves e transparentes, essa tendência saiu do guarda roupa das meninas e veio para o nosso, mas vale não abusar muito.

Também há uma alternativa interessante que são os tecidos vazados, com cortes (furinhos) à laser que são bonitos e elegantes. Usar a noite.



Estampas e cores:
As estampas da estação são bem variadas e tem pra todo mundo. Os mais discretos podem optar por tons lavados e mais sóbrios, e investir em amarelos e rosas lavados ou não. Sério, é verão pessoal. Quanto às estampas os mais saidinhos podem listar peças com jeans de lavagens tipo tie-dye e destonados. Além de estampas gráficas (linhas e quadrados e fusão de formas) e étnicas. Por aqui as estampas de sublimação ainda contam muito, resta escolher os melhores desenhos para seu look.
  
 TIE-DYE E DESTONADOS
ESTAMPAS GRÁFICAS
 
Peças chave da estação - must have
1 – Macacão é a pedida da vez. Apareceram em desfiles importantes nas temporadas brasileiras (SPFW e Fashion RIO). Lembram muito bem a nossa infância e nossa época de escola, 7 de setembro então, nem se fala. Mas imagina agora depois de crescido brincar um pouco com a peça. Pode ser difícil encontrar quem produza por aqui, mas se você achar divida no cartão, parcele, implore desconto, mas tenha um desses.

2 – Esportivos. Depois que o Brasil se tornou sede das Olimpíadas (2016) e da copa (2014) essa onda de roupas esportivas a lá brasuca style vai ser constante em nossas vidas, vitrines e centros de compras populares (Caruaru, Santa Cruz e Toritama).



Acessórios trend
Pode economizar uma graninha e renovar os óculos. Imagine seu carnaval 2014 com muito estilo. Aqui onde a gente mora, no verão óculos de sol são bons desde às 6:00 da manhã (sol quente é pouco). Então é melhor que sejam bons e bonitos, baratos já não sei. Escolham óculos com armações grossas e lentes mais redondas. Podem parecer mais femininos quando colocar no rosto, mas é questão de costume. Se não gostar não compre.

Mochilas e chinelos
Artesanatos são bem vindos. Em feiras populares a gente sempre encontra chinelos e alpercatas de sola. São menos confortáveis, mas também não são pra correr maratonas. Custam barato e são muito bonitos, super em sintonia com o tropicalismo, a principal tendência da estação.


Espero que gostem das ideias para a próxima estação. Na próxima postagem vou falar um pouco sobre a qualidade e o preço de boas escolhas, além de listar peças para o nosso guarda roupa. As peças coringa. Até...

Concerto Solidário da Novo Século acontece hoje


É HOJE O "CONCERTO BENEFICENTE DA NOVO SÉCULO" COM UM REPERTORIO FABULOSO ONDE OUVIREMOS ROBERTO CARLOS E ZIZI POSSI E HOMENAGEM A DOMINGUINHOS, IMPERDÍVEL...

LOCAL: TEATRO MUNICIPAL AS 19:30 DIA 30/08/2013 CUSTA SÓ R$ 10,00



Nuvem cinza colocada sobre o país começa a dissipar, diz Mantega

Fonte: G1 Economia

Recuperação dos EUA é uma 'faca de dois gumes', diz MantegaO ministro da Fazenda, Guido Mantega disse, nesta quinta-feira (29) que a nuvem cinza colocada sobre o país começa a se dissipar por conta da retomada do crescimento e da redução da inflação.

“A redução da inflação, a retomada do crescimento, tudo isso começa a dissipar essa nuvem cinza que foi colocada sobre o nosso país. Temos de trabalhar para que a confiança aumente cada vez mais e seguir nessa trajetória rumo ao crescimento sustentável”, disse, durante participação de evento da revista "Isto É Dinheiro", em São Paulo.

Mantega apontou ainda que a queda da confiança no primeiro semestre em vários setores foi aproveitada por “oportunistas que vendem pessimismo”.

Ele apontou causas como a alta da inflação e as manifestações ocorridas em junho para a redução da confiança, mas emendou que “nessas horas sempre aparecem oportunistas para vender pessimismo”. “Nitidamente pintou-se quadro que não corresponde à realidade”, acrescentou. “Mas não vamos chorar no leite derramado, vamos olhar para frente. Se olharmos para o presente veremos que a confiança está começando a se retomada”, continuou.
Expansão gradual
Segundo o ministro, economia do país está tendo uma retomada, “se expandindo gradualmente nos últimos trimestres”. “Os investimentos estão indo bem, a agricultura cresce fortemente e a indústria também dá sinais de recuperação”, assinalou.

O IBGE divulga nesta sexta-feira (30) os dados do PIB do 2º trimestre. No 1 trimestre, a economia do país cresceu 0,6% frente ao trimestre anterior.
Em entrevista ao G1 na semana passada, o Mantega disse que a expectativa de crescimento para este ano foi reduzida de 3% para 2,5%. Já a previsão de PIB para 2014 foi revisada de 4,5% para 4%.
Turbulência nos mercados
Mantega disse ainda que a turbulência nos mercados financeiros está sendo causada pelo Bando Central do EUA (Fed), que está retirando os estímulos dados à economia, o que deve ser feito com cuidado. “O Fed exagerou na dose e agora está em vias de desativar os estímulos, e é preciso muito cuidado na desativação”, afirmou.

Segundo ele, o país está bem preparado para enfrentar as turbulências por conta das reservas financeiras e da continuidade da atração de investimentos em todo mundo.

“A boa notícia sobre os movimentos dos mercados financeiros internacionais é que países desenvolvidos começam a dar sinais de recuperação”, afirmou. “O Brasil tem um dos maiores mercados consumidores do mundo e o investimento é locomotiva do nosso crescimento”.

O vice-presidente da República, Michel Temer, também presente no evento, considerou que o discurso de Mantega foi “realista quando relata o que vai acontecer em termos de investimento no país”. “Basta olhar os programas de concessões para ver o quanto vai vir de investimento neste ano”, disse.

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Santa Cruz do Capibaribe realiza Conferência Municipal da Pessoa com Deficiência


Desafiando os limites, diminuindo as diferenças é o tema da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla deste ano. A campanha é desenvolvida nacionalmente e em Santa Cruz do Capibaribe, este tema é discutido no Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (COMDEF), em conferência municipal que acontece hoje, quinta-feira (29), no Teatro Municipal da cidade.


O Teatro ficou lotado, onde tanto pessoas com deficiência como educadores do município e representantes da sociedade civil organizada, assim como entidades representativas estão participando da conferência. A CDL Santa Cruz do Capibaribe está representada pela executiva, Katyane Amaral, onde a mesma também faz parte da diretoria do Comdef.

CDL nas Escolas: O pediatra Dr. Carlos Queiroz foi o convidado para a Escola Maria Lúcia



Os alunos do ensino médio da Escola Estadual Maria Lúcia receberam na tarde desta quarta-feira (28), a presença da CDL Santa Cruz do Capibaribe, através do Projeto CDL nas Escolas. O projeto visa levar ao conhecimento da classe estudantil da cidade um debate acerca das profissões, tendo em vista que é comum ao concluir o ensino médio, os estudantes ficarem “perdidos” com relação a profissão que devam seguir.

Além de apresentar a CDL como instituição para os alunos, em cada encontro, a CDL convida um profissional para relatar o perfil da carreira para os alunos. Para este encontro, a CDL convidou o pediatra Dr. Carlos Queiroz, ele que é santacruzense e atua na cidade há um bom tempo, relatou sobre a importância do aprendizado, onde o mesmo se dá pela atitude da boa leitura. “Todos nós temos um dia com 24 horas e o conhecimento está dentro das nossas casas através da internet. Vocês precisam saber aproveitar muito bem esse tempo, pois o mundo pertence aos que procuram as oportunidades e estão preparados para elas. O estudo é o caminho, aproveitem para estudar”, disse o pediatra.


Após a apresentação do Dr. Carlos, a executiva da CDL, Katyane Amaral, explanou sobre as ações que a entidade desenvolve.

Concerto Musical Solidário será realizado nesta sexta-feira (30) no Teatro Municipal de Santa Cruz do Capibaribe

Mais uma parceria da CDL Santa Cruz do Capibaribe com a Sociedade Musical Novo Século, vai promover o I Concerto Musical Solidário, com fins a arrecadar recursos para a Banda Novo Século. O evento acontece às 19:30 horas desta sexta-feira (30), no Teatro Municipal da cidade.

O Concerto contará ainda com a bela voz da cantora Paula Voices, ela que estará interpretando canções de Roberto Carlos. De acordo com o maestro da banda, Wellington Araújo, o público vai se surpreender.


Os ingressos estão sendo vendidos na sede da CDL e na sede da Banda Novo Século, ao preço de R$ 10.

Sociedade e Poder Público Legislativo discutem Lei de Diretrizes Orçamentárias em Santa Cruz do Capibaribe

Discutir a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), é obrigação de todos que visam uma cidade melhor. Para tanto, a Câmara de Vereadores, através de uma Audiência Pública promovida pela Comissão de Finanças e Orçamento, presidida pelo vereador Afrânio Marques (PDT), para debater os investimentos pelo Poder Público Municipal para o ano de 2014.

A audiência contou com a participação de vereadores, secretários e diretores municipais, o contador da prefeitura, além de estudantes e membros da sociedade civil organizada. Neste caso, a CDL Santa Cruz do Capibaribe foi representada pelo Diretor Financeiro, Valdir Oliveira.

Na ocasião foram discutidos e aprovados os pontos da pasta de educação, destacando a reativação do Conselho de Evasão Escolar e a implantação de uma escola de tempo integral municipal.


As outras pastas serão discutidas na próxima audiência marcada para a quarta-feira (04) das 9h às 12h e das 14h às 18h, na Câmara de Vereadores. A participação popular é de fundamental importância para se debater o assunto.

Parabéns

Nada como chegar nesta data e ver tudo que passamos, o quanto somos queridos neste mundo que vivemos. É muito bom saber, que os anos vão, a idade chega, e você sempre continua o mesmo, sempre com o mesmo sorriso, sempre com a mesma alegria de viver. Parabéns e muitas felicidades a você, que consegue transmitir toda a alegria, para fazer pessoas que lhe rodeiam felizes. Que neste aniversário você consiga descobrir muito mais ideais, do que aqueles já conseguidos, e fazer disso uma lição de vida. É com essa mensagem que todos nós da CDL Sênior e CDL Jovem de Santa Cruz do Capibaribe queremos desejar parabéns a você, Alan César, 2º diretor de Planejamento da CDL Jovem da Capital das Confecções.

IBGE: Brasil tem mais de 200 milhões de habitantes

Fonte: Brasil Econômico

A Região Norte, tem três estados com menos de 1 milhão de habitantes. Roraima é o menos populoso, com 488 mil habitantes
A Região Norte, tem três estados com menos
de 1 milhão de habitantes. Roraima é o menos populoso,
com 488 mil habitantes
A população estimada do Brasil é 201.032.714 habitantes, pelos dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referentes a junho deste ano. De acordo com o levantamento, há 7.085.828 habitantes a mais do que o registrado em julho de 2012. Os dados foram publicados nesta quinta-feira (29/8) no Diário Oficial da União.
São Paulo é o estado mais populoso com 43,6 milhões de habitantes, seguido por Minas Gerais com 20,5 milhões de residentes e Rio de Janeiro com 16,3 milhões de pessoas que declaram moradoras da região.
A Bahia registra 15 milhões de habitantes, o Rio Grande do Sul 11,1 milhões e o Paraná, 10,9 milhões de residentes. Em seguida aparecem Pernambuco com 9,21 milhões de habitantes, Ceará com 8,78 milhões, Pará com 7,97 milhões, Maranhão com 6,79 milhões, Santa Catarina com 6,63 milhões e Goiás com 6,43 milhões.
Com menos de 5 milhões de habitantes, estão Paraíba (3,91 milhões), Espírito Santo (3,84 milhões), Amazonas (3,81 milhões), Rio Grande do Norte (3,37 milhões), Alagoas (3,3 milhões), Piauí (3,18 milhões), Mato Grosso (3,18 milhões), Distrito Federal (2,79 milhões), Mato Grosso do Sul (2,59 milhões), Sergipe (2,19 milhões), Rondônia (1,73 milhão) e Tocantins (1,48 milhão).
A Região Norte, tem três estados com menos de 1 milhão de habitantes. Roraima é o menos populoso, com 488 mil habitantes. O Acre tem 776,5 mil habitantes e o Amapá, 735 mil.

CDL promove curso de Controles Financeiros



O controle financeiro de uma empresa é uma das ferramentas mais complexas e isso precisa ser muito bem planejada. Com base nisso, a CDL em parceria com o SENAC e SEBRAE, promove ao longo desta semana o Curso de Controles Financeiros.

Ao todo 25 colaboradores e empresários discutem e aprendem como fazer uma gestão financeira que proporcione lucratividade a empresa. Esses cursos estão sendo sempre promovidos pela CDL Santa Cruz do Capibaribe e você pode entrar em contato para se inscrever nos próximos cursos, pelo telefone (81) 3731-2850.


quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Oito em cada dez inadimplentes quitam dívidas ao renegociar com os bancos

Fonte: Ascom CNDL

Quando a dívida já não cabe mais no bolso e as chances de pagá-la ficam cada vez mais distantes, ainda resta uma alternativa que na prática tem mostrado excelentes resultados: encarar o gerente e fazer um acordo com o banco. É exatamente o que mostra uma pesquisa encomendada pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) ao revelar que oito em cada dez consumidores (84%) inadimplentes conseguem quitar as dívidas renegociando o valor diretamente com os bancos. O estudo foi realizado com o objetivo de traçar o perfil e os hábitos de consumidores adimplentes e inadimplentes no Brasil. Para isso foram ouvidas 1.238 pessoas de todas as 27 capitais brasileiras entre os dias 24 de julho e primeiro de agosto.


Os números revelam uma mudança clara de comportamento na maneira como os bancos brasileiros passaram a se relacionar com os próprios clientes, sobretudo os de menor poder aquisitivo. Se antes a relação era inflexível, agora as instituições financeiras parecem querer ouvir propostas e renegociar, independentemente do perfil do correntista. É tanto que o estudo mostra que o percentual de consumidores das classes C, D e E que conseguiram chegar a um acordo com o banco é 6% maior do que consumidores das classes A e B. “A portabilidade das dívidas, implementada no Brasil em abril do ano passado, incentivou o consumidor a transferir os débitos de um banco para o outro em busca de juros menores. Para contornar a concorrência, os bancos estreitaram a relação com os clientes e desburocratizaram a negociação”, explica o presidente da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), Roque Pellizzaro Junior.

Segundo os economistas do SPC Brasil, ao propor um acordo com a instituição credora, é possível conseguir bons resultados como reduzir o tamanho das prestações, obter juros menores e prazos mais alongados. Se a intenção do consumidor for pagar a vista, é possível até pedir um desconto no valor total da dívida. Essas condições são bem vantajosas e possíveis de negociação, se levarmos em consideração que a maior parte das dívidas destas pessoas foi contraída por serviços oferecidos pelos próprios bancos e, na maioria dos casos, possuem valores que extrapolam o orçamento dos inadimplentes.

E este é exatamente o perfil das dívidas apontado pelo estudo: quatro em cada dez consumidores inadimplentes tiveram os nomes incluídos em serviços de proteção ao crédito por atrasos referentes a cartões de crédito (46%) ou financiamentos bancários (40%). Além disso, quase a metade dos débitos (45%) estão concentrados em valores entre R$ 1 mil e R$ 5 mil. Surpreendentemente, o percentual de consumidores de classes C, D e E dentro desse intervalo sobe de 45% para 52%. “São valores altos, que em muitos casos ultrapassam em cinco vezes o valor da renda familiar dessas pessoas. É preciso sentar para negociar com o credor o mais rápido possível para se chegar a um acordo razoável para ambas as partes”, analisa o gerente financeiro do SPC Brasil, Flávio Borges.



Perfil do consumidor com e sem dívidas

De acordo com a pesquisa, pertencer à classe C, ser autônomo, ter gasto fixo com aluguel e possuir baixa escolaridade são algumas das características dos consumidores inadimplentes. Por outro lado, pertencer às classes A, D ou E, ser funcionário público e estar empregado há mais de cinco anos são atributos relacionados a quem mantém as contas em dia.

Distribuição por renda

 

 

O levantamento revela que 47% dos devedores estão concentrados entre os consumidores da classe C. “É natural que a inadimplência esteja focada nos extratos médios da sociedade, se considerarmos que esses brasileiros passaram a ter acesso a crédito barato e desburocratizado em um passado muito recente, sem saber como utilizá-lo de maneira planejada”, avalia Borges. No sentido contrário, consumidores das classes A e E, representam apenas 3% dos inadimplentes pesquisados. “Consumidores das classes A e E têm o hábito de pagar compromissos a vista, embora os motivos sejam diferentes. Os mais ricos têm ‘gordura’ para gastar: pagam a vista e, quando parcelam, tendem a honrar seus compromissos. Já os mais pobres não parcelam, porque raramente têm acesso ao crédito e optam por pagar a maioria das contas com dinheiro”, explica o especialista.

Os dados do estudo também mostram que 22% dos entrevistados com as contas em dia também pagam aluguel. Quando analisada a amostra de quem está com as contas em atraso, o número daqueles que moram em casas alugadas sobe para 33%. Na avaliação dos economistas do SPC Brasil, esse tipo de despesa alta consome um percentual considerável do orçamento familiar e colabora para que haja menos dinheiro disponível para o pagamento das outras contas.

Distribuição por tipo de moradia

 

 

Outro fator de diferenciação diz respeito ao nível de escolaridade dos consumidores e à estabilidade que possuem no emprego. Se por um lado, a parcela de consumidores adimplentes com nível superior é de 27%, por outro, o percentual destes mesmos consumidores entre a amostra de inadimplentes cai para 16%. “Provavelmente são pessoas com acesso à informação, que procuram condições melhores de financiamento e que possuem maior facilidade para se programarem na hora de adquirir um bem a prazo”, avalia Ana Paula Bastos, economista do SPC Brasil.

Distribuição por nível de escolaridade

 
O estudo também revela que profissionais com menor estabilidade no emprego e que não podem contar com um salário fixo no final do mês têm maior propensão a se tornarem maus pagadores. É o caso dos autônomos, que representam 15% entre a amostra de adimplentes e têm o percentual quase dobrado (28%), quando comparados com a parcela de inadimplentes.

Distribuição por profissão

 

 

Educação financeira

Quando perguntados se a dívida adquirida poderia ter sido evitada, quase metade (46%) das pessoas entrevistadas responderam que sim. A maioria (66%) afirmou que “deveria ter controlado os impulsos e ter resistido mais” e 32% admitiram que não estariam inadimplentes caso “tivessem feito um planejamento financeiro, controlando o orçamento sem gastar mais do que recebem”. Para o SPC Brasil, as respostas permitem aferir que há um grande espaço para que os consumidores recebam algum tipo de educação financeira. “Ela não seria apenas necessária, mas, principalmente bem vinda, a partir do momento em que o inadimplente reconhece que o atraso poderia ter sido evitado”, explica Flávio Borges.




De acordo com o especialista, o uso consciente do crédito é especialmente importante para famílias de menor poder aquisitivo, pelo fato de agora poderem ter acesso a bens e serviços que não teriam, caso tivessem de fazer pagamentos a vista. Mas por outro lado, dizem os educadores, é importante que o desejo de consumir não atropele o planejamento financeiro de cada um. “A simples prática de anotar gastos e despesas, fazer três orçamentos, acompanhar extratos bancários e não comprometer mais do que 30% do orçamento com compras parceladas já são eficientes e podem dar ao consumidor uma vida financeiramente saudável”, avalia. 

Caged: mercado de trabalho desaquecido deve comprometer crescimento das vendas no comércio

Fonte: Ascon CNDL

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) avaliam que o desaquecimento do mercado formal de empregos deve comprometer o crescimento das vendas no varejo para este ano. As entidades mantém a expectativa de que o comércio cresça 4,5% em 2013 ante o crescimento de 6,75% registrado em 2012.


Na avaliação de Roque Pellizzaro Junior, presidente da CNDL, a piora da geração de empregos é reflexo do mau desempenho da atividade econômica, que ainda não conseguiu mostrar sinais de recuperação neste inicio de segundo semestre.

Pellizzaro destaca que ao longo dos últimos anos, o aumento recorde de brasileiros com carteira assinada e o aumento real da renda foram principais motores para impulsionar o setor.  

Segundo Pellizzaro Junior, os dados divulgados em julho apontam uma mudança de trajetória que deve comprometer o ritmo de vendas no comércio brasileiro. “Apesar do aumento na criação de novas vagas, o desempenho de julho é ruim para o comércio. A empregabilidade dá sinais de cansaço e tanto o governo como o mercado têm revisado sistematicamente as projeções de crescimento da atividade econômica. Isso impacta nas estimativas para o final do ano“, alerta ele.

Empregabilidade no comércio

Segundo dados divulgados nessa quarta-feira pelo Ministério do Trabalho, tendo como base informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o mês de julho apresentou a pior geração de novos empregos dos últimos 10 anos.

Na comparação com julho de 2012, foram criados 70,9% a menos de empregos formais. Já no acumulado do ano – de janeiro de 2013 a julho de 2013 – na comparação com o mesmo período do ano passado, o aumento na geração de novos postos foi inferior em 33,5%.

Dos seis setores avaliados que apresentaram crescimento, o comércio teve o segundo pior desempenho (+0,02), ficando a frente apenas da área de administração pública (+0,1%). Quando levado em consideração somente o segmento do comércio varejista, o resultado é ainda pior, e apresenta uma leve retração de 0,1%, o que na avaliação da CNDL configura estagnação na geração de novos postos de emprego.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Dia do Corretor de Imóveis é comemorado com café da manhã em Santa Cruz do Capibaribe


Um café da manhã foi servido nesta terça-feira (27), aos corretores associados a Câmara Setorial de Corretores Imobiliários da CDL Santa Cruz do Capibaribe, a fim de comemorar o Dia do Corretor, a ser festejado no dia de hoje. O evento aconteceu no Espaço de Festas do Jardins Capibaribe e contou com a presença de 25 corretores da cidade, onde os mesmos puderam assistir a uma breve palestra do Delegado do CRECI de Santa Cruz do Capibaribe, Thiago Feitosa e receber as boas vindas do Coordenador da Câmara Setorial, Flávio Dunda.

De acordo com o Delegado do CRECI no município, Thiago Feitosa, o mercado imobiliário da cidade está em profundo crescimento. “Nós temos a grata satisfação de trabalharmos em um dos mercados que mais crescem no Estado. Temos também observado um crescimento de mulheres na profissão de corretor de imóveis e isso se dá devido ao crescimento contínuo do mercado”, disse Thiago.

O evento contou ainda com a presença de alguns convidados; dentre eles, construtores e representantes da prefeitura, como o Diretor de Tributação, Marcone Junior.


Juros para cima, PIB para baixo

Por: Roque Pellizzaro

Sempre que a inflação ameaça mostrar a sua face provocando desconfiança na sociedade, o governo se vale de uma receita que, acredita, pode ser a solução definitiva para o problema: o aumento dos juros. No entanto, o que se vê é que, mesmo controlando momentaneamente o indesejável retorno de uma inflação, o aumento dos juros provoca desaquecimento da atividade econômica.


E o comércio é um dos setores que mais sente os efeitos do amargo remédio. Os índices divulgados pelo setor de automóveis, supermercados, varejo, transporte, emprego e expansão do crédito mostram isso, evidenciando o fim de um ciclo baseado no consumo.

Os esforços do governo em conceder subsídios ou reduzir a alíquota de impostos, como foi o caso do IPI para certos produtos, são transitórios e não resolvem toda a questão. Devemos levar em conta outros fatores determinantes que impedem nosso crescimento, como é o caso da alta do dólar, o aumento do endividamento das famílias, as manifestações públicas e o déficit da balança comercial que de janeiro a julho deste ano acumulou déficit de US$ 4,989 bilhões. Esses fatores não são animadores, pois o crescimento do PIB que teve um índice de 2,7% em 2011, 0,9% em 2012, deve chegar a cerca de 2% em 2013, perdendo para a inflação.

E o governo, incapaz de controlar os gastos e reduzir a máquina pública, entra no círculo vicioso do aumento da taxa básica de juros. Some-se a esse cenário uma reforma tributária e política que não sai do papel, deixando a população cada vez mais frustrada. Enquanto isso, os investimentos em infraestrutura, estradas, portos e aeroportos seguem em ritmo lento. Estamos vivendo o fim de um ciclo, tornando urgente a necessidade de novos e claros rumos para a economia.

Os esforços do governo em conceder subsídios ou reduzir os impostos, como foi o caso do IPI, são transitórios e não resolvem toda a questão.

 * Roque Pellizzaro Junior - Presidente da CNDL 

Representantes do Movimento Lojista de Pernambuco se reúnem em Brasília



Fonte: Ascom CNDL

Representantes do Movimento Lojista de Pernambuco esteviveram na sede da CNDL nesta terça-feira, 27 de agosto. Durante encontro, a comitiva liderada pelo presidente da FCDL/PE, Adjar Soares, foi recebida pelo gerente da CNDL Luiz Santana. O grupo tratou de assuntos relacionados às bandeiras do Movimento Lojista junto ao Congresso Nacional.

Para Adjar Soares, este encontro é importante para alinhar o trabalho feito pela CNDL e pela FCDL/PE. "Nós viemos aqui conversar principalmente sobre a Lei Geral da MPE e sobre o PLP 200/2012 que trata da extinção de 10% do FGTS em caso de despedida de funcionário sem justa causa. Tudo isso porque teremos encontro com o Deputado Pedro Eugênio e parlamentares da bancada de Pernambuco e queremos mostrar a nossa posição em relação aso assuntos", disse.

Participaram também da reunião o vice-diretor administrativo financeiro da CDL Recife, Sílvio Antônio de Vasconcelos Souza, os presidentes da CDL Serra Talhada, Everaldo Melo Lima, e da CDL Garanhuns, Fernando Couto.

Parceiros da CDL

A CDL Santa Cruz do Capibaribe mantém parceria com a Unimed para que assim, seus sócios possam obter descontos de até 28% nas mensalidades em seus planos de saúde. Para isso, é necessário que o associado veja a tabela dos descontos com um dos consultores autorizados da Unimed. Para solicitar a visita de um Consultor Unimed, basta ligar para (81) 2103-5068.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Banda Musical Novo Século realiza Concerto Solidário nesta sexta-feira (30)

Nesta sexta feira dia 30, às 20 horas, no Teatro Municipal Concerto Solidário da Sociedade Musical Novo Século. Venha você fazer parte dessa história. Ingressos R$ 10,00, estudantes e Sócios R$ 5,00. 

Missão empresarial da Fecomércio-PE será para a China e Coreia do Sul

Inscrições abertas para a 18ª Missão Empresarial da Fecomércio-PE
A Fecomércio-PE realizará, em parceria com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e o Sebrae Pernambuco, a 18ª Missão Empresarial do Brasil à Coreia do Sul e China, entre os dias 3 e 20 de outubro, com foco operacional nas cidades de Seul, Xangai, Pequim e Cantão. Seminários sobre oportunidades de investimentos e de negócios no Brasil, rodadas de negócios, visitas técnicas e participação na Feira de Cantão, a famosa Canton Fair, a maior feira de importação e de exportação do mundo, já estão programados para acontecer nas cidades visitadas.

As inscrições já podem ser feitas no site da Fecomércio-PE - www.fecomercio-pe.com.br. A expectativa é reunir 80 participantes entre empresários de diversos segmentos, além de representantes dos governos federal, estaduais e municipais, de Federações do Comércio, de Federações da Indústria e da Agricultura, de universidades, de instituições de fomento, do poder legislativo estadual e federal e da imprensa.

O objetivo desta missão empresarial é proporcionar o conhecimento do potencial de comercialização dos produtos brasileiros na China e na Coreia do Sul, assim como dos investimentos desses dois países no Brasil, para iniciar uma relação de negócios que possibilitem aos exportadores, importadores e investidores ações posteriores para o desenvolvimento do segmento empresarial brasileiro, especialmente do Estado de Pernambuco.

Mercado acredita em novo aumento dos juros nesta semana

Fonte: G1 - Portal de notícias da Globo

Os economistas do mercado financeiro mantiveram, na semana passada, a previsão de que os juros básicos da economia, atualmente em 8,5% ao ano, serão elevados para 9% ao ano na próxima quarta-feira (28) - quando termina a próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central. Se confirmado, será o quarto aumento consecutivo nos juros, que começaram a avançar em abril deste ano para conter as pressões inflacionárias.

Pelo sistema de metas que vigora no Brasil, o BC tem de calibrar os juros para atingir as metas pré-estabelecidas, tendo por base o IPCA. Ao subir os juros, o BC atua para controlar a inflação e, ao baixá-los, julga, teoricamente, que a inflação está compatível com a meta. Para 2013 e 2014, a meta central de inflação é de 4,5%, com um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Deste modo, o IPCA pode ficar entre 2,5% e 6,5% sem que a meta seja formalmente descumprida.
Segundo a estimativa dos economistas dos bancos, esta alta dos juros, programada para esta semana, não deverá ser a última deste ano. O mercado previu, na semana passada, que os juros atingirão 9,5% ao ano no fim de 2013 - valor que representa alta frente à semana anterior, quando os analistas estimavam um crescimento menor dos juros nos próximos meses (para 9,25% ao ano). Para o fechamento de 2014, a previsão continuou em 9,5% ao ano.
Inflação e PIB

Na semana passada, os economistas do mercado financeiro também subiram sua estimativa de inflação. Para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a previsão do mercado financeiro subiu de 5,74% para 5,80% neste ano. Já para 2014, a previsão dos economistas dos bancos avançou de 5,80% para 5,84%.

O presidente do BC, Alexandre Tombini, afirmou que a inflação teria queda neste ano frente ao patamar registrado em 2012 (5,84%) e no ano de 2014. Embora ainda continue acreditando na desaceleração da inflação neste ano, o mercado prevê, entretanto, crescimento da inflação em 2014 – último do mandato da presidente Dilma Rousseff.
Para o comportamento do PIB, o mercado financeiro baixou sua expectativa, em 2013, de 2,21% para 2,20% de expansão. Para o ano que vem, a estimativa de expansão econômica recuou de 2,50% para 2,40%.
No primeiro trimestre deste ano, segundo o IBGE, o PIB avançou somente 0,6% na comparação com os três últimos meses do ano passado – valor que ficou abaixo da previsão dos economistas.
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, admitiu recentemente que o crescimento do PIB neste ano não deve atingir 3% - valor que consta no orçamento federal - e baixou a previsão para 2,5% de alta. Em 2014, disse ele, a estimativa do Ministério da Fazenda recuou de 4,5% para 4% de crescimento.
Câmbio, balança comercial e investimentos estrangeiros

Nesta edição do relatório Focus, a projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2013 subiu de R$ 2,30 para R$ 2,32 por dólar. Para o fechamento de 2014, a estimativa dos analistas dos bancos para o dólar avançou de R$ 2,35 para R$ 2,38.

A projeção dos economistas do mercado financeiro para o superávit da balança comercial (exportações menos importações) em 2013 recuou de US$ 4,35 bilhões para R$ 3,40 bilhões na semana passada. Para 2014, a previsão de superávit comercial subiu de US$ 8 bilhões para US$ 9 bilhões na última semana.
Para 2013, a projeção de entrada de investimentos no Brasil ficou inalterada em US$ 60 bilhões. Para 2014, a estimativa dos analistas para o aporte de investimentos estrangeiros continuou em US$ 60 bilhões na última semana.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Corretores discutem ações para este semestre

Discutir ações para este semestre foi o teor da reunião dos membros da Câmara Setorial de Corretores Imobiliários da CDL de Santa Cruz do Capibaribe, que aconteceu na tarde desta terça-feira (20), na sala de reuniões da entidade.


O encontro contou com a participação do Presidente da CDL, Fábio Lopes, além do coordenador da Câmara Flávio Dunda e alguns corretores/diretores da Câmara. Várias ações estão para acontecer e já começaram a ser planejadas. Na reunião foi discutido e aprovado a realização de um café da manhã para comemorar o Dia do Corretor, que acontece na próxima semana. 

Pesquisa SPC revela que 34% dos consumidores compram por impulso no supermercado


Pesquisa SPC revela que 34% dos consumidores compram por impulso no supermercado. A atitude é recorrente nas famílias da classe C, que com o aumento do poder aquisitivo adquiriram também novos hábitos de consumo como: atender ao pedido dos filhos no momento da decisão de compra.

Curso de Varejo Competitivo será ministrado na CDL Santa Cruz do Capibaribe


























Para maiores informações e inscrições, ligue para a CDL: (81) 3731-2850

Serviços CDL

A Unicred Empresarial Santa Cruz do Capibaribe foi fundada no dia 11 de dezembro de 2010, através de uma parceria firmada com a CDL da cidade. O intuito da parceria é ofertar crédito com baixas taxas de juros aos associados da CDL e aos demais cooperados da Unicred Empresarial. A Unicred funciona dentro da própria CDL e o cooperado tem a vantagem de não perder tanto tempo em filas, como acontece em outras instituições.