Topo

Topo

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Empresários e colaboradores de Santa Cruz do Capibaribe participam de palestra sobre qualidade no relacionamento com clientes

Se relacionar com o cliente é um dos percalços que envolvem todas as empresas. Estamos na era da geração Y, uma geração que está conectada e sempre com total acesso as informações e que buscam conhecimento. As empresas precisam dotar seus colaboradores de atitudes empreendedoras para lidar cotidianamente da melhor forma possível com os clientes.


Com base nisso, a CDL Santa Cruz do Capibaribe tem desenvolvido uma série de palestras gratuitas para oferecer ao empresariado da cidade. A ação conta com parceria do SEBRAE e do SENAI. Na última quinta-feira (26), foi oferecida mais uma palestra da série. Com o tema “Qualidade no Relacionamento com Clientes”, o consultor do SEBRAE, Ulisses Dornelas, apresentou pontos essenciais para o aprimoramento do relacionamento com o consumidor.

A palestra aconteceu no auditório do SENAI e contou com a participação de empresários e colaboradores de várias empresas da Capital das Confecções.


Em tempo: A próxima
palestra terá como tema “Gerenciando Fluxo de Caixa com Eficiência” e acontecerá no próximo dia 10 de outubro (também em uma quinta-feira), das 19 às 21 horas, no auditório da CDL Santa Cruz do Capibaribe. As vagas são limitadas e para garantir a sua, procure a CDL e preencha a sua ficha de inscrição.

Último dia para se inscrever no Fórum Nacional do Comércio


CDL vai promover curso de técnicas de vendas


CNDL e SPC Brasil ganham prêmio ABERJE 2013


O Movimento Lojista Nacional e o SPC Brasil estão de parabéns. Esta semana a CNDL e o SPC Brasil foram agraciados com o Prêmio ABERJE 2013, na categoria “Relacionamento com a Imprensa”. A ABERJE é a Associação Brasileira de Comunicação Empresarial, com 45 anos de atuação e há 39 anos promove o Aberje de Comunicação, para premiar as organizações que melhor se relacionam com a imprensa.

Este ano, o SPC Brasil, juntamente com a Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), ganharam o prêmio em decorrência da crescente visibilidade que o SPC tem conquistado nos principais veículos de comunicação, com destaque para as divulgações de pesquisas próprias e a aproximação, cada vez maior, com jornalistas e formadores de opinião.


Portanto, todo o Movimento Lojista do Brasil está de parabéns e a CDL Santa Cruz do Capibaribe sente-se orgulhosa de fazer parte desse sistema.

Salário mínimo: o menor crescimento desde 1995

Por: Roque Pellizzaro Jr.


O principal indicador de mudança em nosso país, o salário mínimo, terá o menor aumento desde o início do Plano Real, saindo dos atuais R$ 678,00 para os R$ 722,90, o que indica claramente o fim de um ciclo baseado no aumento de renda, expansão de crédito e inclusão no mercado de consumo.

O salário mínimo que, em maio de 1995 era de R$ 100,00,  chegou a 2014 quase sete vezes maior, tornando-se um dos principais fatores para o aumento forte no consumo das famílias brasileiras e elevando ao grau de “verdadeiros consumidores”, milhões de brasileiros. A cada início de ano, bilhões e bilhões de reais eram injetados na economia e carreados diretamente para o consumo, modelo este que não deverá ocorrer no início do próximo ano.

Por que? Para que o consumo interno aumente é necessário que, de alguma forma, dinheiro novo seja colocado à disposição das pessoas, ou por meio de aumento no número de pessoas com recursos disponíveis para compras, ou aumentando-se a disponibilidade de crédito e a capacidade dos consumidores tomarem este crédito. Além disso, essa injeção também pode ser feita pelo crescimento da renda de cada um de nós, e é daí que vem a importância no aumento do mínimo.

Dentro do setor privado o número de pessoas que recebem salário mínimo é bastante baixo, todavia é usado como um dos parâmetros nas convenções coletivas de trabalho e para o pagamento de benefícios sociais, além de ser referência no salário pago por muitas prefeituras Brasil afora; sem dúvida ainda é um dos principais números de nossa economia.

O mercado como um todo aguarda este número para prever o volume de vendas nos três primeiros meses de cada ano e é unânime que o mínimo deixará de influenciar positivamente da maneira como fez em anos anteriores, reforçando a ação de ajuste de estoques tanto em varejistas como na indústria.

* Roque Pellizzaro Junior | Presidente da CNDL 

Índice de Confiança do Comércio cai 3,6% no trimestre

Fonte: Agência Brasil

O Índice de Confiança do Comércio (Icom) no terceiro trimestre, encerrado em setembro, caiu 3,6% em relação ao mesmo período do ano passado. É a oitava queda consecutiva e, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), o pior resultado desde maio de 2012, quando também havia caído 3,6%.
O subíndice da Situação Atual, que mede a satisfação com o presente, caiu 4,6%. O subíndice de Expectativas, que avalia o otimismo do empresário do comércio em relação aos próximos meses, recuou 3%. Os dois indicadores já tinham apresentado quedas em agosto, de 3,5% e 2,5%, respectivamente.
O Índice de Confiança do Comércio piorou nos cinco grandes setores: varejo restrito (-4,8%), varejo ampliado, que inclui veículos e materiais de construção (-4%), materiais de construção (-0,1%), veículos, motos e peças (-2,7%) e atacado (-2,9%).

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Empresa Rótulo do Corpo recebe Prêmio Expressão em Administração

As empresas do Polo de Confecções de Pernambuco vêm dando exemplos que é possível fazer uma gestão diferente e de sucesso. Esta semana, a empresa Rótulo do Corpo, situada no Distrito de Pão de Açúcar, de propriedade familiar e gerida pelo empresário José Robélio, ganhou o Prêmio Expressão em Administração, promovido pela Faculdade Maurício de Nassau.

A empresa é administrada em conjunto com sua família, tendo como executiva, a jovem experiente, Laiane Nobélia, ela que divide seu tempo com a presidência da CDL Jovem. Entre os colaboradores, a opinião é uníssona; “todos gostamos de trabalhar aqui. Nos sentimos muito a vontade e de fato somos tratados como colaboradores e não como empregados”.


A CDL Santa Cruz do Capibaribe parabeniza ao empresário José Robélio e a todos que fazem a Rótulo do Corpo, pelo recebimento do prêmio.

Batalha para simplificar o SIMPLES

Fonte: Diário do Comércio

Para ser melhor, o Simples Nacional precisa ser desburocratizado e passar por uma revisão de suas regras de tributação. E o empresariado terá a chance de ajudar a dar mais um passo nesta direção na segunda-feira, 30, ao participar da audiência pública do Projeto de Lei Complementar 237 – que prevê dar um basta à substituição tributária, um mecanismo de arrecadação concentrado, que força as pequenas empresas a pagarem alíquotas que não são as do Simples e, assim, anulam os benefícios ao empreendedor.
A audiência pública que ocorrerá em São Paulo é promovida pela Comissão Especial da Câmara dos Deputados, com a participação da Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). "O evento é aberto e é fundamental que haja a presença maciça de micro e pequenos empresários, porque o principal ponto que vamos discutir é o da substituição tributária. Queremos tornar o Simples mais simples", afirma Guilherme Afif Domingos, ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa.
Segundo Afif Domingos, o objetivo da audiência é colher subsídios para que o relator do Projeto de Lei Complementar, deputado Claudio Puty (PT-Pará), possa encaminhar as modificações da lei que criou o Super Simples.
O autor do Projeto de Lei Complementar é o deputado Pedro Eugênio (PT-Pernambuco) e o presidente da Comissão Especial encarregada de proferir o parecer ao projeto é o deputado Armando Vergílio (PSD-Goiás). Também participarão da audiência pública o deputado Guilherme Campos (PSD-SP), líder em São Paulo da Frente Parlamentar da Pequena Empresa, e Alencar Burti, presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-SP.
De acordo com o ministro Afif Domingos, após as audiências para incorporar sugestões ao projeto de lei que vai simplificar o Simples Nacional, a proposta deve tramitar em regime de urgência em outubro.
A substituição tributária é um grande embaraço ao desenvolvimento e à competitividade das micro e pequenas empresas brasileiras. De acordo com Afif Domingos, a substituição tributária desrespeita a Constituição no tocante à micro e pequena empresa. "O critério de recolhimento desse tipo de empresa é diferenciado e a substituição igualou e antecipou, eliminando o benefício competitivo do pequeno empresário. O projeto visa mudar isso, que foi algo que as Receitas Federal e estaduais anularam por um ato unilateral", explica o ministro.
Atualmente, mais de 7,5 milhões de empresas são beneficiadas pelo Simples Nacional, regime diferenciado de tributação, que gerou uma receita fiscal de R$ 46,5 bilhões nos últimos seis anos.
Novas categorias
Outro ponto que será discutido, de acordo com o ministro, é a universalização do Simples, para que todas as categorias possam ser enquadradas neste regime diferenciado. "A proposta é que todas as categorias com a mesma faixa de faturamento possam ser enquadradas. É uma questão de isonomia, porque há uma discriminação de setor, quando na verdade todos são pequenos empresários", diz Afif Domingos.
De acordo com o deputado Puty, relator do projeto, embora a universalização de categorias não esteja ainda no projeto, ela será discutida. "Estou ouvindo todas as sugestões para preparar o substitutivo do projeto, com inclusões e exclusões", afirma.
Pela proposta, entrariam no Simples empresas de caráter intelectual, o que permitiria o enquadramento de jornalistas, designers, corretores, advogados e proprietários de academias de ginástica.
Outras propostas que estão no projeto de lei, segundo Puty, são a proibição de cobrança de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) comercial de Microempreendedores Individuais que trabalham em casa – mecanismo para impedir o golpe do boleto de associações de classe falsas ou não –, a abertura e baixa de empresas que estão no Simples pela internet e a unificação do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ).
"Vamos tratar da questão tributária. Os efeitos benéficos do Simples são anulados pela substituição tributária, que na prática corrói a margem de lucro das pequenas empresas", afirma Puty.

Parceiros CDL

Dra. Patrícia Braga – Com o laboratório da Dra. Patrícia Braga a CDL Santa Cruz do Capibaribe firmou parceria no intuito de ofertar descontos de até 20 % aos associados.

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Santa Cruz do Capibaribe terá agência do Banco do Nordeste


Com foco no micro e pequeno empreendedor, o Banco do Nordeste do Brasil (BNB), terá uma agência em Santa Cruz do Capibaribe. A ação faz parte de um esforço conjunto da CDL local com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico da cidade.

Na manhã desta quinta-feira (26), o gerente da agência do BNB, Gildo Coloia, esteve reunido com prefeito, Edson Vieira, o presidente da CDL, Fábio Lopes, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Bezerra.

No encontro foram discutidos vários assuntos, dentre eles a abrangência da agência, que irá cobrir as cidades de Jataúba, Toritama, Vertentes, Taquaritinga do Norte. Cerca de R$ 15 milhões para oferta de linha de crédito para os empreendedores, já está disponível. A inauguração da agência está prevista para o dia 29 de dezembro, data em que a cidade comemora 60 anos de emancipação.


Rota do Mar ganha mais um prêmio como segunda melhor empresa para se trabalhar em Pernambuco


Colhendo os louros de um trabalho de 17 anos, a Rota do Mar acaba de receber mais um prêmio. Desta vez, a organização recebeu a premiação como segunda melhor empresa para se trabalhar no Estado de Pernambuco. O evento aconteceu na noite desta quarta-feira (25), no JCPM Trade Center, no Pina, Zona Sul do Recife. A CDL Santa Cruz do Capibaribe parabeniza os empresários Marta Ramos e Arnaldo Xavier, assim como também a todos os colaboradores que fazem a empresa.

Confiança do consumidor sobe para maior nível em 5 meses, aponta FGV

Fonte: Ascom CNDL

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da Fundação Getulio Vargas subiu 1% em setembro na comparação com agosto, atingindo o maior nível desde fevereiro, informou a FGV nesta terça-feira (24).

O ICC avançou para 114,2 pontos, ante 113,1 pontos em agosto, quando havia subido 4,4% em relação ao mês anterior, diz a Reuters.

Apesar de ser o maior nível desde fevereiro (116,2 pontos), o patamar ainda é inferior à média histórica de 114,9 pontos.

O Índice da Situação Atual (ISA), um dos componentes do ICC, avançou 3,5%, atingindo 121,3 pontos.

As expectativas em relação aos meses seguintes mantiveram-se praticamente estáveis: o Índice de Expectativas (IE) variou 0,4%, para 110,8 pontos.

De acordo com a FGV, nos últimos dois meses, a evolução favorável do ICC é motivada pela recuperação das avaliações dos consumidores em relação à economia no momento atual.

A sondagem é feita com base numa amostra com cerca de 2.000 domicílios em sete das principais capitais brasileiras. A coleta de dados para a edição de setembro de 2013 foi realizada entre os dias 30 de agosto a 19 de setembro.

43% dos empresários devem contratar temporários informais para o fim do ano, diz SPC

Fonte: Ascom CNDL

Faltando três meses para a chegada das festas de fim de ano, o comércio e o setor de serviços já começam a abrir as portas para os trabalhadores temporários, tradicionalmente escalados pelos empresários para atender o aumento da demanda de clientes no Natal e no Ano Novo. Uma pesquisa encomendada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) para traçar o retrato destes profissionais mostra que 43% dos empresários pesquisados farão contratações informais, ou seja, sem assinar a carteira de trabalho dos colaboradores.
 

A formalidade, segundo especialistas do SPC Brasil e da CNDL, é um requisito fundamental e que assegura direitos básicos a estes trabalhadores como salários compatíveis com os do mercado, repouso semanal remunerado, adicional por jornada noturna, indenização por dispensa sem justa causa, pagamento de décimo terceiro salário proporcional e depósito de FGTS. “Até alguns benefícios adquiridos por negociações coletivas também devem ser estendidos aos funcionários temporários, como por exemplo, o auxílio alimentação”, explica o gerente financeiro do SPC Brasil, Flávio Borges.
Por outro lado, para os comerciantes, os elevados encargos na folha de pagamento são um conhecido gargalo na economia brasileira, que impedem um desempenho mais expressivo na geração de empregos formais no Brasil. Na avaliação do presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, muitas conquistas foram adquiridas ao longo dos últimos dez anos, a exemplo da criação da modalidade jurídica do Microempreendedor Individual, que já formalizou mais de três milhões de trabalhadores. “No entanto, ainda é preciso fazer mais, sobretudo pelo pequeno empreendedor. O consumo e a geração de novos postos de trabalho ainda são emperrados pelos entraves gerados pelo excesso de impostos e pela folha de pagamento onerosa”, defende Pellizzaro Junior.
Trabalhadores efetivados
Apesar do alerta aos lojistas e prestadores de serviço, a pesquisa sinaliza que um total de 233.149 temporários devem ser contratados. Destes, 14,2% (33.097) devem ficar na empresa e ser efetivados. De acordo com a pesquisa, 55% dos entrevistados avaliam que as vendas serão melhores neste final de ano do que em igual período de 2012. No comércio, as expectativas são ainda melhores e o percentual sobe para 62%, contra 46% do setor de serviços. Os motivos para o otimismo, segundo os próprios entrevistados, estão na existência de mais crédito disponível (36%), seguida por aspectos como queda no desemprego (25%), maior planejamento financeiro das famílias (19%) e mudanças no cenário econômico atual (16%).
Perfil do profissional
A pesquisa também procurou conhecer características pessoais e as habilidades profissionais dos empregados requisitadas pelos comerciantes de shoppings, lojas de rua e prestadores de serviço. De modo geral, o estudo apontou que o mercado busca mão de obra temporária jovem, com ensino médio completo, disposta a receber em média um salário mínimo (R$ 678) para trabalhar na função de vendedor e que seja dinâmico e pró-ativo.
 

Em relação à faixa etária, a pesquisa mostra que a maior parte do comércio busca profissionais com idade entre 18 e 24 anos, enquanto que os prestadores de serviço tendem a absorver funcionários de uma faixa etária superior, em especial entre 25 e 49 anos (83%). ”O comércio dá oportunidades à mão de obra jovem, com pouca ou nenhuma experiência, o que dá ao empresário a oportunidade de treinar um profissional de baixo custo. Já o setor de serviços tende a priorizar um trabalhador mais experiente, que dê um atendimento mais especializado ao consumidor”, avalia Pellizzaro Junior.
No geral, a pesquisa mostra que 50% dos funcionários temporários vão receber um salário mínimo por mês. O percentual sobe para 54% no comércio e cai para 39%, no caso do setor de serviços. Em 32% dos casos, os comerciantes vão complementar a remuneração com comissões sobre o valor das vendas. “O mercado dos setores pesquisados tende a contratar uma mão de obra jovem, com pouca experiência e por um período determinado, o que pode justificar a baixa atratividade em termos de remuneração”, avalia Borges.
Período e prazo de contratação
De acordo com a pesquisa, a maior parte dos empresários do comércio (86%) pretende contratar profissionais por no máximo três meses. No caso do setor de serviços, o período de maior incidência recai para até dois meses (63%), certamente em função da maior qualificação e maturidade da mão de obra, cuja remuneração, segundo a pesquisa, tende a ser mais elevada, com maiores despesas para o contratante.
Embora 19% dos empresários afirmem já ter feito contratações, a maior parte (48%) vai deixar para contratar mão de obra em novembro, enquanto que 27% pretendem iniciar as seleções em outubro e 5% no mês de dezembro.

Inscrições para o Fórum Nacional do Comércio encerram-se na próxima segunda (30)


quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Sebrae-SP lança primeira escola gratuita de empreendedorismo no Brasil

Fonte: Portal dos administradores

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP) em parceria com o Centro Paula Souza (resposável pelas escolas técnicas e faculdades de tecnologia), visando uma disseminação da cultura empreendedora, anuncia a criação da primeira escola gratuita da área no Brasil. As inscrições para o processo seletivo já começam na primeira semana de outubro.
A Escola de Negócios Sebrae-SP visa a formação e capacitação gratuita de futuros e atuais empreendedores por meio do esnino técnico e tecnológico, nas áreas de Administração, Gestão, Logística e Marketing. Além da escola na capital paulista, está previsto no projeto a implementação de uma rede profissionalizante em todo o Estado e um sistema de ensino a distância em meados de 2014.
“Para ter uma verdadeira Escola de Negócios modelo reunimos o conhecimento, a credibilidade e a experiência das valorosas e reconhecidas equipes do Sebrae-SP e do Centro Paula Souza”, afirma Alencar Burti, presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-SP. “Certamente será um marco para a construção de uma sociedade do conhecimento não só de São Paulo, mas do Brasil”, enfatiza.
Segundo Laura Laganá, diretora superintendente do Centro Paula Souza, o resultado da parceria com o Sebrae-SP permintirá a capacitação de profissionais focando o empreendedorismo e inovação.
De acordo com Bruno Caetano, diretor-superintendente do Sebrae-SP, o projeto vem suprir a demanda do empresariado brasileiro por um ensino formal que integre teoria e prática e contribua para o fortalecimento das micro e pequenas empresas.
“Hoje quase 45% dos brasileiros sonham em ter a própria empresa. Com a Escola de Negócios, nossa missão será cada vez mais preparar o futuro empreendedor e ajudá-lo a transformar seu sonho em realidade. A Escola será um ambiente criativo para fomentar o empreendedorismo paulista”, completa.

Sebrae-LAB: um novo modelo de ensino

Com 10 mil m², a Escola de Negócios abrigará o Sebrae-LAB, composto por quatro processos complementares - Núcleo de Atendimento, Biblioteca Especializada, Espaço Criativo e Hotel de Ideias.
Com o objetivo de proporcionar uma experiência de aprendizagem que agregue os conhecimentos práticos de gestão de negócios aos conceitos teóricos da sala de aula, o espaço foi desenhado com um Núcleo de Atendimento que reunirá uma equipe de especialistas do Sebrae-SP, que além de apoiar os alunos oferecerá consultoria e orientação aos empresários de pequenos negócios.
A Escola abrigará também a Biblioteca Especializada com um acervo físico e digital de 50 mil títulos. Já o Espaço Criativo foi configurado para estimular a busca de soluções individual ou coletivamente e o debate sobre novos negócios. O Hotel de Ideias funcionará como incubadora de projetos para abrigar e apoiar empresas em sua fase de concepção e formatação.

Processo seletivo

Para ingressar na Etec (escola técnica), o pré-requisito é a conclusão do ensino fundamental ou do 1º ano do ensino médio, dependendo do curso escolhido. Para entrar na Fatec (faculdade de tecnologia), é preciso ter terminado o ensino médio. O processo seletivo será o mesmo dos outros cursos do Centro Paula Souza. As inscrições para vestibular da Fatec deverão ser feitas de 8 de outubro a 7 de novembro (mais informações no site www.vestibularfatec.com.br). O vestibulinho para a Etec terá inscrições de 1º a 24 de outubro.
Para o ciclo de aulas 2014/2017, serão disponibilizadas quase 2 mil vagas para os ensinos técnico e tecnológico, com entrega de certificados e diplomas. A duração dos cursos varia entre 18 (técnico) e 36 meses (técnico integrado ao médio integrado e tecnológico).

CNDL/SPC preveem pior Dia das Crianças para as vendas

Fonte: Folha.com

As vendas para o Dia das Crianças de 2013 devem apresentar o pior desempenho dos últimos anos, com crescimento de 4% em relação a igual período do ano passado. A projeção é da Câmara Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). As altas, em períodos anteriores foram de 4,85%, em 2012; de 5,91%, em 2011; e de 8,50%, em 2010, sempre na comparação com o Dia das Crianças do ano imediatamente anterior.

A avaliação da CNDL e do SPC é de que a ascensão do dólar e a inflação em alta funcionarão como um freio sobre as vendas do comércio. A estimativa leva em consideração o resultado esperado para a semana que antecede o Dia das Crianças.

“Se nos anos anteriores a criança ganhou dois ou três brinquedos neste ano a tendência é de que ganhe menos. Se os pais gastavam R$ 100 no presente do filho, talvez a solução deste ano seja optar por um brinquedo um pouco mais barato”, disse o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior.

Em nota, CNDL e SPC alertam para o fato de que no mês passado o dólar chegou a valer R$ 2,45. “Justamente no momento em que os varejistas do segmento infantil se preparavam para reforçar seus estoques de mercadorias”, cita o texto.

Na avaliação do presidente da CNDL, o mix de produtos infantis vem se transformando e, além dos tradicionais brinquedos, produtos eletrônicos, como smartphones, notebooks e tablets estão hoje na lista de presentes. Como boa parte desses produtos é cotada em dólar ou tem componentes cotados na moeda estrangeira, os brinquedos neste ano devem pesar mais no bolso do consumidor. CNDL e SPC afirmam, ainda, que a inflação “persiste em ficar acima do centro da meta estipulada pelo governo”, reduzindo o poder de compra dos brasileiros.

Cerca de 80% dos bancários pernambucanos seguem em greve

Fonte: Unicred Empresarial

No terceiro dia útil da greve nacional dos bancários que começou na última quinta-feira (19), todos os prédios administrativos de bancos públicos e privados além de 455 das 602 agências do Recife e do interior não funcionaram nesta segunda-feira (23). Segundo o Sindicato dos Bancários de Pernambuco, 80% dos 12 mil profissionais da categoria estão com os braços cruzados no Estado.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Bancários, Jaqueline Mello, a ideia é ampliar ainda mais o movimento nos próximos dias. “Queremos aumentar a pressão sobre os bancos e garantir o atendimento das nossasreivindicações”, explicou.

A categoria organiza um protesto para a próxima quarta-feira (25), que deve percorrer várias ruas do centro do Recife. “Vamos realizar uma caminhada e um bandeiraço para chamar a atenção para a greve. A concentração será na sede do Sindicato, na Avenida Manoel Borba, de onde partiremos às 15h30, em direção ao Parque Amorim”, declarou a presidente.

Dentre as reinvidicações dos bancários estão reajuste salarial de 11,93%; PLR (participação nos lucros e resultados) de três salários mais R$ 5.553,15; piso de R$ 2.860,21; auxílios-alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá de R$ 678 ao mês para cada. A categoria decidiu pela paralisação após um mês e meio de negociações sem acordos com os bancos.

Semana integrada será realizada na FADIRE

De 7 a 11 de outubro a comunidade acadêmica da Faculdade de Desenvolvimento e Integração Regional – FADIRE irá vivenciar a I Semana Acadêmica Integrada. O evento será desenvolvido em alusão comemorativa ao Dia do Administrador, que é comemorado anualmente no dia 9 de setembro e ao Dia do Contador que é comemorado, no dia 22 de setembro. “Esta semana servirá para integrar todos os nossos alunos, não só os de contábeis e de administração, mas também os alunos do curso de moda, assim como toda a comunidade de Santa Cruz do Capibaribe, pois todos estão convidados a visitar as nossas ações”, pontuou o diretor, Célio Costa.



A I Semana Integrada contará com apresentação de trabalhos acadêmicos, minicursos, palestras, oficinas de customização. Todas as ações estão voltadas para todos que desejarem visitar a FADIRE. O evento é aberto ao público, sobretudo os alunos do ensino médio de todas as escolas que serão convidados, via ofício, que será entregue nas direções das instituições escolares.


A FADIRE funciona na Rua Professora Ivani Batista, nº 537, em frente a Igreja Nossa Senhora Aparecida, em Santa Cruz do Capibaribe. As escolas interessadas em levar seus alunos, podem entrar em contato pelos telefones: 3731-2850 ou 9134-7131.

Santa Cruz é contemplada com agência do Banco do Nordeste

Santa Cruz do Capibaribe receberá mais uma agência voltada para o desenvolvimento comercial local, o Banco do Nordeste.

Fundamental no beneficio a micro e pequenos empresários, a instituição financeira destina linhas de créditos especificas voltadas para as empresas, com taxas de juros reduzidas.

“Giro Insumos Microempresas”, que é voltado para aquisição de mercadorias e formação de estoque, além do “Giro Simples”, linha de crédito que visa suprir as empresas de recursos para pagamentos diversos são alguns dos serviços oferecidos.

A discussão do projeto, que envolve a estrutura da agência e produtos será definida em reunião marcada para esta quinta-feira (26), pela manhã, na sede da CDL Santa Cruz.

A reunião contará com as participações do prefeito Edson Vieira, o presidente da CDL Fábio Lopes, o secretário de Desenvolvimento Econômico Bruno Bezerra e do futuro gerente do Banco do Nordeste em Santa Cruz.

A inauguração da agência está prevista para a primeira quinzena de dezembro deste ano e será instalada no bairro São Cristóvão, próximo a Caixa Econômica Federal.

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Conheça as vantagens do Ponto Premiado para a sua empresa
















































Empresários de Santa Cruz do Capibaribe que desejam aderir ao Ponto Premiado para fidelizar o seu cliente, dando-lhe pontos, basta ligar par a CDL e solicitar um consultor comercial, onde o mesmo estará apresentando toda a proposta. (81) 3731-2850

Moda Center Santa Cruz lança propaganda em vários Estados do Nordeste

Empresários de Santa Cruz do Capibaribe visitam Rodada de Negócios no Peru

Em missão empresarial ao Peru, empresários de Santa Cruz do Capibaribe estão conhecendo inúmeras empresas do segmento têxtil, realizando visitas técnicas, participando de rodadas de negócios. O intuito da viagem ao Peru é fortalecer o intercâmbio empresarial com outros países da América Latina e conhecer o mercado têxtil do Peru.


Confira as fotos da viagem:









Parabéns

Quem fez idade nova no último domingo (22), foi o empresário e Diretor do Conselho Consultivo e ex-presidente da CDL Santa Cruz do Capibaribe, Elias Ferreira, seu Elias do aviamento, como é mais conhecido. Seu Elias é um desses homens que irradia alegria por onde passa. As reuniões e eventos da CDL não são iguais quando seu Elias não comparece. Por tudo o que esse empresário contribui e representa para a cidade e para a nossa CDL, nós queremos desejar muita paz e saúde para este homem que tanto nos orgulha pelo seu carisma e alegria!

É o desejo que todos os que fazem a CDL Santa Cruz do Capibaribe!

FIEPE orienta sobre Relacionamento com Clientes

Fonte: Ascom FIEPE

Para ajudar as empresas pernambucanas a melhorar o desempenho nos negócios, a FIEPE realiza dia 24, às 19h, palestra sobre estratégias para conquistar, manter e fidelizar clientes. O economista Carlos Hilsdorf, autor do livro Revolucione seus Negócios, vai apresentar como empreendimentos e profissionais podem conseguir se diferenciar no mercado altamente competitivo. O encontro será no SENAI Santo Amaro, no Recife. Mais informações (81) 3412-8400 oucomercial@fiepe.org.br.
De acordo com Hilsdorf, que já foi reconhecido como empresário do ano pelo Instituto Latinoamericano de Qualidade, o modo como as empresas realizam seus processos e conduzem seus negócios é a chave da diferenciação. "Para conquistar o sucesso, a empresa deve ser percebida pelo cliente como única", afirma.
Também especialista em marketing, o palestrante vai orientar como o empresariado pode escapar da guerra de preços, aumentar as vendas e lucratividade para garantir a sustentabilidade empresarial. "Aproveitamos o talento e a experiência de Hilsdorf para abordar esses temas tão relevantes para a competitividade das indústrias do Estado", afirma a coordenadora da Unidade de Produtos e Serviços da FIEPE, Ledjane Sales.
Empresas associadas aos sindicatos filiados à Federação têm desconto na inscrição de colaboradores. As vagas podem ser reservadas no sitewww.fiepe.org.br.

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

CDL oferecerá mais uma palestra em parceria com o SENAI e SEBRAE

Aprender como se relacionar com o cliente, é um esforço que toda empresa deve fazer cotidianamente. Pensando nisso, a CDL Santa Cruz do Capibaribe está, desde o início deste mês vem trazendo palestras gratuitas para os empresários e colaboradores da cidade. Na próxima quinta-feira (26), será realizado mais um encontro, onde o consultor do SEBRAE, Ulisses Dornelas, irá ministrar a palestra: Qualidade no Relacionamento com Clientes.

A palestra é oferecida em Santa Cruz do Capibaribe através de uma parceria com o SEBRAE e SENAI.

Serviço:         
       
Palestra: Qualidade no Relacionamento com Clientes
Quando: Quinta-feira (26 de outubro)
Onde: SENAI Santa Cruz do Capibaribe
Horário: 19 às 21 horas

Carga horária: 2 horas (Certificado)

Para as pessoas interessadas, é preciso se inscrever na CDL. Mais informações: (81) 3731-2850

Dicas SPC Brasil



Guardando uma parte do seu salário para investir, em alguns anos, você terá um retorno muito satisfatório.


Foto: Guardando uma parte do seu salário para investir, em alguns anos, você terá um retorno muito satisfatório.

Saiba mais onde investir até R$10 mil mensais: www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/09/1338973-saiba-onde-investir-ate-r-10-mil-mensais.shtml

Receita de serviços ganha força e cresce 9% em julho, segundo IBGE

Fonte: CNDL

Com impulso do consumo das famílias e do setor de transportes, a receita nominal --sem descontar a inflação-- do setor de serviços acelerou em julho, com alta de 9% na comparação com o mesmo período do ano passado. Em junho, o crescimento (revisado) foi de 8,8% e, em maio, de 7,6%.


De acordo com a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta quarta-feira pelo IBGE, a receita dos serviços prestados às famílias cresceu 12,8%, enquanto transportes, serviços auxiliares dos transportes e correios tiveram expansão de 12,4% em julho na comparação anual.

O levantamento abrange as atividades que constituem o setor empresarial não financeiro. Não entram no cálculo os setores de saúde, educação, administração pública e aluguel imputado (valor que os proprietários teriam direito de receber se alugassem os imóveis onde moram).

No acumulado do ano, o crescimento nominal foi de 8,6% e o acumulado em 12 meses, em 8,8%.

Considerando ainda o acumulado do ano, o IBGE informa que o segmento de transportes acumulou o maior crescimento, de 11,1%, com destaque para o transporte aquaviário e aéreo (16%).

Os serviços prestados às famílias tiverem o segundo maior crescimento acumulado, de 9,8%.

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

FIEPE traz Edson D'Aguano para o Agreste Pernambucano‏

A Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco – FIEPE, através da Unidade Regional Agreste, realizará nos dias 02/10 (em Santa Cruz do Capibaribe) e 03/10 (em Caruaru) a palestra “A Era do Consumo Emocional no Mercado de Moda Brasileiro” com o renomado consultor Edson D`Aguano, que é considerado um dos principais nomes do mercado de luxo brasileiro (consultor das marcas ELLUS, VR, Giorgio Armani e Calvin Klein).

Ele vai ministrar as palestras para os empresários do polo de confecções do agreste, para tratar sobre como o mercado nacional deve se comportar mediante consumo emocional  e as mudanças que são essenciais para atender esse consumidor.






Direito do Consumidor é tema de palestra na CDL Santa Cruz do Capibaribe


Conhecer os direitos que cabe ao consumidor foi o mote para uma palestra realizada na noite desta quinta-feira (19), na CDL Santa Cruz do Capibaribe, pelo Procon Pernambuco. Como tema “O papel do lojista frente ao direito do consumidor”, os palestrantes Dr. Cláudio Ribeiro, ele que é assessor jurídico do Procon Educa, e o Fiscal Daniel Bezerra, versaram sobre a importância de se respeitar o direito do consumidor.

Ambos falaram sobre as campanhas de conscientização que o Procon realiza a nível de Estado. A palestra contou com uma forte participação de empresários, além da diretora do Procon Santa Cruz do Capibaribe, Nadja Luciana e do presidente do Sindilojas e do Conselho Consultivo da CDL, Isac Aragão.



SPC Brasil divulga concentração da inadimplência de agosto por gênero, idade e valor da dívida

Fonte: Ascom CNDL

O indicador ampliado do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) detalha como se comporta a inadimplência no comércio brasileiro, segundo os critérios gênero, idade e valor das dívidas em atraso. O resultado do balanço no mês de agosto revela uma concentração de consumidores inadimplentes do sexo feminino, com idade entre 30 e 39 anos, cujas dívidas ultrapassam a quantia de R$ 500.
Seguindo a tendência apontada desde o começo deste ano, foi novamente detectado um ligeiro equilíbrio entre consumidores dos gêneros feminino e masculino. As mulheres representam 54% da parcela de inadimplentes, enquanto que os homens, 46%. Os economistas do SPC Brasil explicam que os dados não podem ser considerados “taxativos”, uma vez que a diferença entre os dois gêneros não é muito expressiva. “Além disso, segundo nosso banco de dados, as mulheres também são as que mais consomem 
[vendas: 58,76% (mulheres) 41,24% (homens)]. Dessa forma, é natural que sejam ligeiramente mais inadimplentes”, afirma o gerente financeiro do SPC Brasil, Flávio Borges.
Idade

O levantamento também revela que a maior parte dos cadastros negativos concentra-se em CPFs de consumidores com idade entre 30 e 39 anos (25,8%). “São pessoas inseridas em um perfil comumente atribuído a chefes de família, que arcam mensalmente com compromissos frequentes e pesados como aluguel, água, luz, telefone e mensalidade escolar. Esse fato, aliado à falta de planejamento financeiro ou à imprevistos, pode acarretar no atraso de parcelamentos”, explica o especialista Flávio Borges.
 
Janeiro
Fevereiro
Março
Abril
Maio
Junho
Julho
Agosto
Faixa Etária
%
%
%
%
%
%
%
%
Menos de 24 anos
11
14,33
11,38
11,66
11,85
11,88
12,2
12,94%
25 a 29 anos
12
15,67
11,61
11,92
12,15
12,18
12,51
12,94%
30 a 39 anos
22
28,51
21,61
22,16
22,51
22,7
23,3
25,88%
40 a 49 anos
15
16,33
15,31
15,64
15,64
16
16,38
17,64%
50 a 64 anos
11
12,78
12,39
12,67
12,39
13,02
13,33
14,08%
Mais de 65 anos
29
10,38
27,7
25,96
25,46
24,22
22,28
16,52%

Valor da dívida
Em agosto, 50,78% dos consumidores inadimplentes possuíam dívidas com valores acima de R$ 500. Em julho o percentual era ligeiramente menor, atingindo 48,97% dos casos, mas o suficiente para ser a maior parte dos casos. Para Borges, este resultado é uma tendência que se mantém desde o início do ano e reflete as compras de bens duráveis com maior valor agregado e que na maioria das vezes, são parcelados entre 12 e até 48 meses.