Topo

Topo

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

CDL fecha neste feriado de finados

A CDL Santa Cruz do Capibaribe comunica a todos os associados e comunidade em geral que a entidade será fechada neste sábado (2), em decorrência do feriado do Dia de Finados. Desde já a CDL deseja a todos um bom feriado!

Diretores da CDL Santa Cruz do Capibaribe se reúnem em Assembleia Ordinária

Avaliar o bom andamento da CDL Santa Cruz do Capibaribe é tarefa constante dos empresários diretores da entidade. Mensalmente, eles se reúnem para apresentar as ações do mês e discutir novas ações em prol do fortalecimento do comércio lojista da cidade.

A reunião deste mês aconteceu na noite desta quarta-feira (30). Na oportunidade, o presidente da CDL, Fábio Lopes, apresentou as inúmeras reuniões que ocorreram ao longo de outubro com o Poder Público e com os parceiros da CDL, dando destaque para a instalação do Banco do Nordeste, que ocorrerá em dezembro deste ano na cidade, onde a CDL é parceira do BNB, além da realização do Feirão da Caixa, que deve acontecer no próximo mês.


Em seguida, os diretores ficaram por dentro do desenvolvimento da Campanha Natal Show de Prêmios, que este ano está em sua 11ª Edição e irá sortear um carro 0 Km. 

CDL Santa Cruz do Capibaribe promove curso de Técnicas de Vendas

O bom atendimento ao cliente é uma das ferramentas que corroboram para a fidelização do mesmo, além de gerar um diferencial competitivo para as empresas, pois elas precisam está aptas a todo e qualquer tipo de concorrência. A CDL Santa Cruz do Capibaribe visando esse conceito tem buscado atender as expectativas dos seus associados com cursos, palestras e treinamentos.

Mensalmente, são realizados cursos para que os colaboradores façam parte da linha diferencial da empresa. Atualmente, a entidade está realizando o curso de Técnicas de Vendas, onde atende aos que fazem a linha de frente das empresas: os vendedores. O curso está sendo realizado em parceria com o SEBRAE e ministrado pelo instrutor Sérgio Ferreira.

CDL Jovem divulga Campanha do Trânsito em Santa Cruz do Capibaribe


Esta semana os diretores da CDL Jovem de Santa Cruz do Capibaribe estiveram divulgando a Campanha do Trânsito nas rádios da cidade. O evento deve acontecer na tarde desta quinta-feira (31), com a participação da Turma do Fom Fom do Detran Educação de Pernambuco.


A ação conta com apoio da CDL sênior do município e de lojistas parceiros como; Júlia Têxtil, Via Motos, Via Trânsito, Hotel Mart Moda, Cheiro de Pano, Mahogany, Tivoli, Pão de Açúcar Reboque, César Teles Tecidos, Satex Têxtil, San Diego Tecidos e Auto Song. 

SENAI e IEL promoverão palestra gratuita em Santa Cruz do Capibaribe


FCDL-PE vai realizar Missão Empresarial para Orlando-EUA

A FCDL – PE convida você a participar da “Missão Empresarial Orlando 2014”, que acontecerá de 16 a 24 de abril, na cidade de Orlando – FL. O objetivo da missão é promover o contato com lojas de diferentes segmentos, conceitos e operações.

Além de conhecer as inovações no mercado varejista americano, o evento também vai possibilitar aos participantes conhecerem as estratégias e operações de cada um dos negócios visitados.

Durante a missão, os empresários do ramo varejista e presidentes de CDLs farão visitas técnicas às lojas, participarão de workshops, com consultor em tempo integral acompanhando-os.

Orlando é um grande pólo turístico, possui a segunda maior rede hoteleira dos Estados Unidos, e o formato de varejo brasileiro que segue padrões americanos. Por isso, essa viagem deverá despertar uma nova visão de negócios e a oportunidade de conhecer de perto e antecipar novas tendências do varejo mundial.

Confiança dos serviços cai pelo 2º mês seguido em outubro, diz FGV

Fonte: G1 - Portal de Notícias da Globo

O Índice de Confiança de Serviços (ICS) da Fundação Getulio Vargas (FGV) registrou leve queda em outubro pelo segundo mês consecutivo, de 0,2% sobre setembro, atingindo 116,1 pontos, informou nesta quinta-feira (31) a FGV. O ligeiro recuo é apontado pela FGV como praticamente estável.

A média móvel trimestral do indicador, contudo, avançou 1,3%, após sete meses seguidos de queda.

Entre setembro e outubro, houve aumento da confiança em 6 das 12 atividades pesquisadas. O resultado, segundo a FGV, mostra novamente indefinição de tendência sobre o nível de atividade do Setor de Serviços no início do quarto trimestre, se agregadas as percepções das 2.549 empresas pesquisadas.
A evolução do ICS em outubro foi influenciada por comportamentos contrastantes dos seus componentes.  De acordo com a FGV, resultado sugere incerteza dos empresários do setor quanto ao dinamismo da atividade ao final de 2013.

A percepção sobre a situação atual dos negócios melhorou (alta de 0,3%), revertendo parcialmente o recuo em setembro (-1,4%).

As expectativas das empresas em relação aos meses seguintes pioraram (recuo de 0,5% no IE-S após dois meses consecutivos de aumento).

Dica SPC Brasil


Segundo especialistas, o momento de perceber se o casal leva jeito para discutir dinheiro a dois é antes de morarem juntos.
O planejamento de uma viagem, ou a ida a um restaurante, por exemplo, são pequenas práticas que revelam as habilidades financeiras das parte que serão levadas para o restante da vida.

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

CDL Jovem realiza mais uma campanha do trânsito na tarde desta quinta-feira (31)



Inadimplência do consumidor cai 25% em setembro em Santa Cruz do Capibaribe

Por: Jandson Araújo

A inadimplência do consumidor em Santa Cruz do Capibaribe caiu 25% em setembro na comparação com o mês anterior, aponta a leitura dos dados fornecidos pela CDL local, através do seu Banco de Dados do SPC Brasil. Essa é a terceira queda mensal consecutiva. Em relação a setembro do ano passado, a queda é maior, com taxa de -56,4%. Com a diferença tão expressiva do mês de setembro com menos 1357 inscritos, em relação ao mesmo mês em 2012. No acumulado dos nove primeiros meses do ano, o indicador apresenta queda de -7,52%.

Veja a tabela abaixo, a quantidade de inadimplentes e o mês correspondente.

           Azul: 2012; Vermelho: 2013.

Este resultado é decorrente das baixas taxas de desemprego, do recuo da inflação e da atitude mais cautelosa dos bancos para contratação de novas operações de crédito, assim têm contribuído para queda sistemática da inadimplência ao longo destes últimos meses. Resultado esse, ainda com efeito das medidas tomadas pelo Banco Central, dois anos atrás, com a redução da taxa de juros, essa tendência de queda da taxa de inadimplência. O que nos mostra um certo alivio para o comércio neste fim de 2013.

Embora fica-se um alerta para as configurações para o próximo ano 2014, uma medida mais atenta desse comportamento de inadimplência, haja vista que demora-se um certo tempo para as medidas do Banco Central tornarem-se eficientes ou não, pois o BC desde o último abril vem aumentando a taxa básica de juros, a Selic, o que torna as operações de crédito mais caras para os agentes econômicos. No tocante inadimplência nacional registrasse no acumulado de janeiro a setembro de 2013, na comparação com o mesmo período do ano anterior, o índice apresentou alta de 0,7%. Nos primeiros oito meses do ano, o indicador havia registrado crescimento de 2,2%.
Jandson Araújo

Discente do curso de Ciências Econômicas UFPE-CAA.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Informe do Sindiloja Santa Cruz do Capibaribe sobre os feriados do dia 2 e do dia 15 de novembro


INFORME
FERIADOS NACIONAIS DOS DIAS 02 E 15 DE NOVEMBRO DE 2013

Prezados Lojistas,

Foi celebrada NOVA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO ESPECÍFICA - 2013/2014  regulamentando o funcionamento nos DOMINGOS e FERIADOS,  em virtude de CONCESSÃO REGISTRO SINDICAL pelo Ministério do Trabalho e Emprego, no dia 08 de julho de 2013, ao SINDICATO DAS EMPRESAS DO COMERCIO DE BENS E SERVICOS DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE/PE (processo M.T.E nº46213.005805/2010-25), tornando-se, a partir desta data LEGÍTIMO representante da categoria patronal do COMÉRCIO DE BENS E SERVIÇOS no âmbito do Município de Santa Cruz do Capibaribe.

Conforme dispõe a NOVA CONVENÇÃO COLETIVA celebrada entre o Sindicato das Empresas do Comércio de Bens e Serviços de Santa Cruz do Capibaribe (Representante Patronal) e o Sindicato dos Empregados no Comércio de Bens e Serviços de Santa Cruz do Capibaribe, Surubim e Toritama (Representante Obreiro), que regulamenta o funcionamento das empresas do COMÉRCIO e SERVIÇOS nos FERIADOS, deverão ser observadas as CONDIÇÕES a seguir:

1 – JORNADA DE TRABALHO:
Até 08 horas diárias, não podendo ultrapassar 44 horas semanais.      

2 – FOLGA COMPENSATÓRIA EM TROCA DO FERIADO TRABALHADO:
UMA (01) FOLGA COMPENSATÓRIA a ser concedida no prazo máximo de 30(trinta) dias.

3 – DA AJUDA DE CUSTO
Fica assegurada, a TODOS OS EMPREGADOS que prestarem serviços nos FERIADOS, a percepção gratuita do VALE-TRANSPORTE para ressarcir deslocamento naquela data e AJUDA DE CUSTO no valor de R$ 20,00 (VINTE REAIS).

4 – Para a obtenção da AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO nos FERIADOS, as empresas devem comprovar o recolhimento das seguintes obrigações:

4.1 - ENCARGO OPERACIONAL PATRONAL (Cláusula 12ª – CCT FERIADOS)
As empresas do COMÉRCIO E SERVIÇOS estabelecidas no município de Santa Cruz do Capibaribe que optarem pelo funcionamento nos FERIADOS, deverão recolher, uma única vez no mês de NOVEMBRO/2013, em favor do SINDICATO DAS EMPRESAS DO COMERCIO DE BENS E SERVICOS DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE/PE. Devendo recolher o referido encargo operacional, conforme quadro abaixo, através de PAGAMENTO EM BOLETO BANCÁRIO ou DEPÓSITO na CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, OPERAÇÃO ****, AGÊNCIA ***, CONTA CORRENTE ****, CNPJ: 11.867.031/0001-60.

VALOR
Nº EMPREGADOS P/EMPRESA
R$30,00
Até 10
R$50,00
De 11 a 40
R$100,00
A partir de 41

OBS: As EMPRESAS associadas ao SINDICATO DAS EMPRESAS DO COMÉRCIO DE BENS E SERVIÇOS DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE ficam DISPENSADAS do recolhimento do ENCARGO OPERACIONAL PATRONAL aqui estipulado.

4.2- ENCARGO OPERACIONAL SINDICAL (Cláusula 13ª – CCT FERIADOS)
As empresas do COMÉRCIO E SERVIÇOS estabelecidas no município de Santa Cruz do Capibaribe que optarem pelo funcionamento nos FERIADOS deverão recolher uma única vez no mês de NOVEMBRO/2013, em favor do SINDICATO DOS EMPREGADOS DO COMÉRCIO DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE, TORITAMA E SURUBIM o valor de R$ 6,00 (seis reais) por cada empregado que venha a trabalhar nestes dias.
Obs: Neste caso a empresa deverá comparecer na sede do Sindicato Profissional com a listagem dos empregados que irão trabalhar nos dois feriados e efetuar o pagamento da referida taxa.

4.3 – CONTRIBUIÇÃO NEGOCIAL PATRONAL – As empresas que já recolheram a contribuição em favor da FECOMÉRCIO (conforme Cláusula 51ª da CCT 2013/2014) deverão comprovar o pagamento e FICAM ISENTAS de recolher novamente em favor do SINDICATO DAS EMPRESAS DO COMERCIO DE BENS E SERVICOS DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE/PE. Já as empresas que NÃO RECOLHERAM, deverão fazê-lo e comprová-lo em conformidade com a NOVA CONVENÇÃO COLETIVA, em favor do SINDICATO DAS EMPRESAS DO COMERCIO DE BENS E SERVICOS DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE (conforme Cláusula 52ª da NOVA CCT 2013/2014).

FAVORECIDO
 SINDLOJAS SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE
VALOR
Nº EMPREGADOS
P/EMPRESA

Solicitar boleto ao setor sindical
(fone: 81-3731-2850)
R$80,00
Até 10
R$150,00
De 11 a 40
R$220,00
A partir de 41

5.3 – CONTRIBUIÇÃO NEGOCIAL PROFISSIONAL: As empresas deverão comprovar o desconto nos salários dos seus empregados, beneficiários CCT 2013/2014, da importância correspondente a 12% (doze por cento) do PISO SALARIAL da categoria conforme Cláusula 51ª da CCT 2013/2014. Valor este recolhido em favor do SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO DE BENS E SERVIÇOS DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE, SURUBIM E TORITAMA, pelos empregados através de guias de recolhimento próprias, que serão distribuídas pelo Sindicato Profissional. Ressaltamos que as empresas deverão apresentar lista de empregados e requerer a guia nos telefones: 81- 86279369/ 9853-5455/ 9208-9112 - falar com Sr.Cleibson Mota.

Atenciosamente.
Santa Cruz do Capibaribe – PE, 28 de outubro de 2013.

SINDICATO DAS EMPRESAS DO COMÉRCIO DE BENS E
SERVIÇOS DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE
ISAC TEODORO ARAGÃO
Presidente     


Comércio cresceu mais que PIB em dez anos, mostra pesquisa

Fonte: Agência Brasil

Nos últimos dez anos, o crescimento médio do comércio brasileiro superou o do Produto Interno Bruto (PIB), informaram hoje (17) a Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV), no Mapa Estratégico do Comércio 2014-2020. Enquanto o PIB do país avançou em média 3,6% de 2002 a 2012, o valor adicionado bruto do setor aumentou 4,5%.


De acordo com o estudo, o comércio, os serviços de informação, as atividades imobiliárias e outros serviços contribuíram com 37,9% do PIB brasileiro em 2010, com um total de R$ 1,223 trilhão. Desse valor, R$ 404 bilhões corresponderam apenas ao comércio. 

A receita bruta de revenda de mercadorias saiu de R$ 1,747 trilhão em 2007 para R$ 2,488 trilhões em 2011, após uma taxa média real de crescimento de 9,2% ao ano. Naquele ano, 53,1% da receita foram gerados no Sudeste; 19,2%, no Sul; 14,9%, no Nordeste; 9,2%, no Centro-Oeste; e 3,5%, no Norte. Por unidade federativa, o maior crescimento foi registrado no Tocantins, onde a variação média anual chegou a 16,3%.

Ainda no ano de 2011, cerca de 70% dos estabelecimentos do país eram do comércio de bens, serviços ou turismo, informa o estudo, com base em dados da Relação Anual de Informações Sociais, do Ministério do Trabalho e Emprego. Em números absolutos, eram 4,9 milhões de estabelecimentos, 50,8% deles no Sudeste. No Sul, estavam 21,6%. Depois, vêm o Centro-Oeste (7,6%) e o Norte (3,8%).

Apesar de o Nordeste ter 16,3%, a região teve uma média anual de empresas criadas maior do que o Sul. Foram 24.302 por ano entre 2006 e 2011, contra 15.838 no Paraná, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. O Sudeste também lidera nesse aspecto, com 58.784. 

O comércio registra uma taxa maior de fechamento de empresas nos dois anos seguintes ao da criação, tomando como ano inicial 2007. Enquanto em todos os setores a média é 38,7%, no comércio é 38,9%.

Nas empresas comerciais que não têm funcionários, a taxa chega a 45,6%, contra 45,2% dos estabelecimentos em geral.

Já quando são analisadas as empresas com de uma a nove pessoas ocupadas, nos outros setores os fechamentos chegam a 20,1%, enquanto no comércio ficam em 19,9%. Entre os estabelecimentos com dez ou mais empregados, esses negócios têm taxa de 9,9%, contra 11,9% de todos os setores.

Para melhorar esse desempenho, o Mapa Estratégico do Comércio 2014-2020 destaca a importância da profissionalização. “[É] um dos fatores que impactam diretamente no desempenho do setor, qualificando a tomada de decisão e o tornando mais forte e competitivo. Para tal, a profissionalização deve colocar em pauta iniciativas de fomento à formação e qualificação da gestão."

Outros objetivos estratégicos para favorecer o setor são, segundo a Fecomércio-RJ e a FGV, o fortalecimento da estabilidade macroeconômica e uma melhor distribuição de renda, com promoção social dos beneficiários de programas do governo, por meio de investimentos em educação básica e qualificação. "Tais programas [de capacitação] são facilitadores para que esta parcela da população se insira no mercado de trabalho, tornando-se um mecanismo importante para o crescimento sustentado de acesso a Bens e Serviços".

Aumentar a competitividade em rankings internacionais e elevar os investimentos públicos no setor também são medidas destacadas pela duas entidades.