Topo

Topo

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Comunicado CDL

Devido as comemorações das festividades de Fim de Ano, a CDL Santa Cruz do Capibaribe comunica a todos os empresários e comunidade em geral que nesta terça-feira (31), a entidade não funcionará, voltando as suas atividades normais na próxima quinta-feira (2). A CDL aproveita o ensejo e deseja a todos, um ótimo réveillon, e um 2014 cheio de saúde, paz e muitas realizações!

CDL Santa Cruz do Capibaribe é homenageada nos 60 anos da cidade

Uma homenagem merecida foi a que a CDL Santa Cruz do Capibaribe recebeu na tarde deste domingo, em meio as comemorações dos 60 anos da emancipação do município. Com um vasto trabalho prestado, a CDL foi reconhecida por proporcionar crescimento às empresas e, consequentemente, o desenvolvimento de Santa Cruz do Capibaribe, cidade que mais cresce em Pernambuco.

Com 20 anos de atuação a CDL impulsiona esse desenvolvimento na medida que oferece cursos, palestras, seminários, campanhas, ações de cunho social, visitas técnicas, missões empresariais, enfim, oferece capacitação profissional para os empresários e colaboradores.

Nos últimos três anos a entidade tornou-se referência para o Estado e País, tornando-se um Centro do Empreendedor, quando no mesmo local agrega órgãos como: Jucepe, Unicred Empresarial e Sindilojas, além de oferecer serviços como SPC e Certificado Digital.


Por tudo isso, o Presidente do Conselho Consultivo da CDL, Isac Teodoro Aragão, recebeu das mãos do prefeito do município, Edson Vieira, o troféu, reconhecendo a importância dessa entidade para Santa Cruz do Capibaribe.

domingo, 29 de dezembro de 2013

Uma homenagem da CDL a Sexagenária Santa Cruz do Capibaribe


Viva Santa Cruz do Capibaribe

Por Bruno Bezerra*
Tenho dito... Cuidar da cidade é a melhor forma de cuidar de si e de todos ao mesmo tempo. Podemos dizer sem medo de errar que cuidar da cidade é uma poderosa forma de comunhão.
Hoje, Santa Cruz do Capibaribe comemora 60 anos de emancipação política. São 60 anos que representam uma odisseia empreendedora fantástica, uma odisseia transformadora de vidas.
Ao longo destes 60 anos, o ambiente empreendedor de Santa Cruz do Capibaribe foi generoso e muito fez por muitos. Fez pelos filhos e filhas naturais, fez pelos filhos e filhas adotivos.
John F. Kennedy certa vez disse "Não pergunte o que seu país pode fazer por você. Pergunte o que você pode fazer por seu país". Preceito memorável, que podemos pegar emprestado e substituir a palavra país, pela palavra cidade. 
E você que vive em Santa Cruz do Capibaribe, pergunte a si mesmo se o que você está fazendo pela cidade está perto do que a cidade já fez por você.
O maior desafio de Santa Cruz do Capibaribe para os próximos anos é transformar sua estrutura geradora de desenvolvimento econômico em uma estrutura também geradora de qualidade de vida coletiva.
Que venham os desafios, que venham novas oportunidades e possibilidades, que venham novos sonhos e planos. E que a esperança de dias melhores possa sempre habitar ruas e lares desta Cidade Santa.
Tenho dito e repetido várias vezes... Cuidar da cidade é a melhor forma de cuidar de si e de todos ao mesmo tempo.
Viva Santa Cruz do Capibaribe!
*Bruno Bezerra é secretário de desenvolvimento econômico, agricultura e meio ambiente de Santa Cruz do Capibaribe, e diretor de desenvolvimento e empreendedorismo da CDL.

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Santa Cruz do Capibaribe completa 60 anos de Emancipação Política

Confira as inaugurações em homenagem aos 60 anos da cidade.

AGENDA DE INAUGURAÇÃOES DOS 60 ANOS

SEXTA (DIA 27.12)
17h: INAUGURAÇÃO DE 5 RUAS CALÇADAS NA PALESTINA
18h: INAUGURAÇÃO DE 3 RUAS CALÇADAS NO CRUZ ALTA

SÁBADO (DIA 28.12)
12h: CONFRATERNIZAÇÃO DOS SERVIDORES NO YPIRANGA
17h: INAUGRAÇÃO DE CALÇAMENTOS E ILUMINAÇÃO NA COHAB

DOMINGO (DIA 29.12)
8h: HASTEAMENTO DA BANDEIRA, CAFÉ DA MANHÃ E CULTO ECUMÊNICO NA PREFEITURA
11h: INAUGURAÇÃO DE 15 RUAS E DO CRAS NO SANTO AGOSTINHO
16h: INAUGURAÇÃO DA PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO
18h: HOMENAGENS ALUSIVAS AOS 60 ANOS DA CIDADE NO TEATRO

21h: SHOW DE JOTA QUEST E FORRÓ DOS PLAYS

SEXAGENÁRIA E MUITO ENCANTADORA

Por: J. Oliveira de Góis

Era uma terça-feira 29 de dezembro. O ano era 1953. A Vila de Santa Cruz esperava ansiosa pelo resultado da 5ª tentativa de emancipação política. Todos por aqui – ou quase todos – queriam ser independentes de Taquaritinga do Norte, e assim, poder caminhar com as suas próprias pernas. Realizar seus próprios projetos.

A notícia da aprovação da Lei nº 1.818/53, que criou o novo município de Santa Cruz do Capibaribe, transformou isso aqui em um carnaval em pleno mês de dezembro. Todos queriam se dirigir até a casa de Raymundo Aragão para juntos festejar a liberdade tantas vezes desejada. A Sociedade Musical Novo Século, a Banda de Pífano dos Negros do Alto, comerciantes, educadores, políticos, trabalhadores, donas de casa e até crianças, eram uma felicidade só. Como forma de responder a alguns poucos que eram contrários à idéia de emancipação, Raymundo Aragão, mandou o seguinte recado: “cuidem de Taquaritinga que Santa Cruz se libertou!”.

Em sua primeira década Santa Cruz do Capibaribe era destaque pela sua produção de carvão vegetal, sua produção de algodão e grandes nomes na pecuária. Ainda nos anos 60 recebeu agência bancária, energia elétrica e água encanada vinda de um manancial construído no sítio Bandeira, município do Brejo da Madre de Deus. Aos vinte anos, além de um comércio promissor, já exportava alguns milhares de peças de confecções. Nessa década realizava o mais animado São João do Agreste com os clubes 13 de Maio, Ypiranga e Novo Clube. A partir dos trinta anos tínhamos a maior feira de sulanca – senão a única – do Brasil e a cidade contava com seis agências bancárias e já tinha até emissora de rádio. Quando festejou quarenta anos de emancipação política, era a cidade que mais crescia em Pernambuco; o menor índice de desemprego do país e uma das maiores rendas per capita do Estado. Com a chegada do século XXI veio o cinquentenário e o surgimento do Moda Center Santa Cruz, considerado o 2º maior centro de comércio popular da América do Sul.

Completamos agora 60 anos de emancipação política. Comemoremos as nossas conquistas. Somos a maior cidade do Agreste Setentrional de Pernambuco; temos o maior PIB do Estado de Pernambuco e uma população de confeccionistas e trabalhadores de diversos segmentos que só enaltecem o nome de SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE.

Parabéns

César Teles com o seu amigo Pedro Feitosa, prestigiando
evento esportivo



Hoje quem faz idade nova é o diretor de capacitação e expansão da CDL Jovem de Santa Cruz do Capibaribe, César Teles. A ele nossos cumprimentos e felicitações pelo aniversário. Receba os parabéns de todos que fazem a CDL da Capital das Confecções. Saúde e muita paz para você!

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Receita corrige tabela do IR em 4,5%

Fonte: Unicred Empresarial

A última correção automática da tabela do Imposto de Renda entra em vigor a partir de janeiro e elevará em 4,5% as faixas de cobrança. Os novos valores já vão ser deduzidos na folha de pagamento em 2014 e valem para a declaração do IR de 2015.

Pela nova tabela, uma parcela de trabalhadores que estava incluída na primeira faixa de cobrança passa a ter isenção. Vão ser dispensados de pagar o imposto os empregados que recebe até R$ 1.787,77. Atualmente, o imposto não é cobrado de quem ganha até R$ 1.710,78.

A alíquota de 7,5% passa a ser aplicada para quem receber entre R$ 1.787,78 e R$ 2.679,29 em 2014. Ainda, segundo a nova tabela da Receita, o desconto de 15% válido atualmente para vencimentos de R$ 2.563,92 até R$ 3.418,59 passa a ser aplicado sobre a faixa salarial de R$ 2.679,30 até R$ 3.572,43.

Pela nova tabela, a alíquota de 22,5% passa a valer em 2014 para quem recebe salários entre R$ 3.572,44 e 4.463,81. Já a alíquota máxima, de 27,5%, vai incidir sobre vencimentos superiores a R$ 4.463,81.

Seguro-desemprego passará a ser pago com identificação biométrica até 2015

Fonte: Agência Brasil

Os saques do seguro-desemprego passarão a ser feitos, até o final de 2015, por meio da identificação biométrica do beneficiário. O prazo consta de resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), publicada hoje (23) no Diário Oficial da União.
De acordo com o Ministério do Trabalho, a novidade tem como objetivo reduzir fraudes e aumentar a segurança no pagamento. Segundo a resolução, a identificação biométrica será exigida apenas no recebimento do seguro-desemprego em dinheiro vivo.
A resolução faz parte de um pacote de medidas adotado para equilibrar o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que registrou déficit nominal de R$ 222,3 milhões de janeiro a agosto deste ano, contra lucro de R$ 179,9 milhões no mesmo período de 2012. O rombo considera a parcela do FAT que financia o capital do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
Outra resolução, também publicada hoje, busca o aumento de receitas, a redução de despesas e a melhoria da gestão do FAT. O Codefat pediu ao Tesouro Nacional que restitua ao FAT os valores que deixou de receber do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) por causa de desonerações tributárias. Pelo pedido, o Tesouro também terá de cobrir o pagamento de beneficiários sem vínculo empregatício.
A resolução propõe ainda que as empresas com índice de rotatividade da força de trabalho acima da média para o setor paguem uma contribuição adicional ao FAT. A medida tem como objetivo desestimular que empresas demitam funcionários e os contratem novamente depois de cinco meses. Nesse período, os empregados recebem o seguro-desemprego.
A redução das despesas com o seguro-desemprego e com o abono salarial é uma das prioridades da equipe econômica para o próximo ano. No fim de outubro, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou que o governo estuda obrigar os beneficiários do seguro-desemprego a passar por cursos de qualificação. Atualmente, a exigência só vale para o segundo pedido do benefício num período de dez anos.
Formado pela arrecadação do PIS/Pasep, o FAT tem duas destinações. Uma parcela de 60% financia o pagamento do seguro-desemprego, do abono salarial para quem ganha até dois salários mínimos e programas de qualificação profissional. Os 40% restantes são repassados ao BNDES, que fornece empréstimos subsidiados a empresários para estimular o desenvolvimento da economia.

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Comunicado CDL

A CDL Santa Cruz do Capibaribe comunica a todos os associados e comunidade em geral que a entidade será fechada nesta quarta-feira (25), Dia de Natal. Desde já a CDL deseja a todos um bom feriado!

CDL deseja a todos um Natal de muita paz e um 2014 cheio de grandes realizações!


Dica SPC Brasil



Neste período festivo, acompanhe os resultados de venda diariamente.
Especialistas indicam o fluxo da loja como termômetro. Se o seu faturamento não aumentou como esperado pelo alta quantidade de pessoas, verifique se a causa foi a diminuição do valor médio de venda e descubra como melhorar.



7 erros que matam o seu poder de influência profissional

Fonte: Portal Exame

Em muitos momentos da vida profissional o resultado final de um projeto ou de uma tarefa depende da ação de várias pessoas. A falta de engajamento de um funcionário pode colocar todo o esforço em equipe a perder.

É neste momento que, mesmo sem ser chefe, o poder de influência vai fazer toda a diferença. O problema é que muitas pessoas, na tentativa de influenciar seus pares, acabam cometendo erros que têm o efeito contrário: criam ainda mais conflitos profissionais.
Confira quais são os equívocos e as atitudesrecomendadas por Rubens Pimentel Neto, sócio da Ynner Treinamentos, reverter o cenário:
1 Usar poder inexistente
Uma tática comum para influenciar uma pessoa é apostar no nome de alguém poderoso. Não é mais você quem está pedindo o relatório, é o diretor geral, é o presidente, é aquele cliente temido por todos.
“A pessoa acaba usando um poder que não existe”, diz Neto. Essa estratégia, diz ele, é bem sucedida por tempo limitado. “Até o outro perceber e usar como antídoto o nome de uma terceira pessoa”, diz o sócio da Ynner.
2 Encarar o outro como inimigo
Se o atraso no trabalho de uma pessoa vai prejudicar o resultado de todos, não é difícil imaginá-la como “inimiga”. E para piorar o cenário ela não tem a menor obrigação de colaborar com você ou com a sua demanda e, mesmo assim você precisa dela para cumprir a meta.
De acordo com Neto, o viés negativo é o caminho mais rápido para criar conflitos. “É melhor ver o outro como aliado em potencial e não como inimigo”, diz.
3 Não ser objetivo na comunicação
Usar o jargão técnico da sua área de atuação na hora comunicar as prioridades do projeto para a equipe de outro departamento é um tiro no pé. “Muitas vezes a forma com que a pessoa aborda o tema pode não deixar claro qual é a importância daquela atividade”, diz Neto.
Segundo ele, há que se fazer ajustes para que todos entendam. Da mesma forma, dizer que tudo é prioritário, tudo é urgente na tentativa de forçar o rápido engajamento pode ter o efeito inverso. Objetivos e prioridades devem ser definidos claramente e a distinção entre o que seria ideal conseguir e o que é absolutamente necessário também.
Não levar em conta a motivação, os interesses, os comportamentos e as possíveis reações do outro compromete o seu poder de influência. De acordo com Neto, a falta de empatia colabora para um clima de desconfiança.
A necessidade de influenciar alguém passa necessariamente pela compreensão do universo desta pessoa, segundo o especialista. É isso que servirá de base na hora de se preparar para fazer uma abordagem.
5 Não cuidar da própria reputação
Como cobrar atitudes dos outros quando as suas não são as mais adequadas? Nunca atender às solicitações dos colegas, ficar de mau humor quando alguém pede uma informação ou faz uma pergunta são comportamentos que levam ao isolamento, diz Neto.
6 Só pedir sem oferecer nada em troca
“Se a moeda de troca para a pessoa é a disponibilidade, mas eu nunca estou disponível naturalmente vou ter dificuldade em conseguir uma colaboração”, diz Neto. Identificar a moeda de troca é a regra de ouro na hora de influenciar.
“Saber que tipo de moeda de troca o outro valoriza é o caminho mais eficaz para conseguir atingir os resultados que precisa”, explica o especialista.
7 Não investir no relacionamento interpessoal
O egoísmo é o vilão do relacionamento interpessoal. Usar o estilo de comunicação sem pensar nas preferências do outro é um dos erros de quem não desenvolve um comportamento colaborativo.
Há os que gostam de entender o sentido do trabalho e aqueles que querem sair logo executando algo. “Entender os diferentes estilos é melhor a forma de ajustar sua comunicação e evitar inseguranças e resistência”, diz Neto.

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Feira do Empreendedor tem programação intensa em 2014

Fonte: Agência SEBRAE

Um dos maiores eventos de empreendedorismo do país, a Feira do Empreendedor promete um circuito ainda mais intenso para 2014. Os empresários já podem se programar para participar dos 13 eventos que serão realizados de norte a sul do país. 
Com 21 anos de existência, a Feira do Empreendedor é um projeto que marca o encontro do Sebraecom seu público. Já são mais de dois milhões de cadastrados em duas décadas de evento.  Em um único local, durante vários dias, a instituição oferece ao cliente um portfólio variado de produtos e serviços e facilita ainda mais a vida do empreendedor. Reúne poder público, bancos, associações comerciais e diversos parceiros de interesse de quem tem ou pretender abrir o próprio negócio.
Em 2013, já aconteceram oito feiras e outras três ainda estão por vir. Em Salvador (BA), o evento começa nesta terça-feira (22) e segue até sábado (26); em Imperatriz (MA), vai de 6 a 9 de novembro. O Circuito 2013 termina no Rio de Janeiro, na semana de 28 de novembro a 2 de dezembro.
Confira o calendário de Feiras do Empreendedor em 2014:
QtEstadoCidade2014
1            SP              São Paulo                  22 a 25/2/2014
2MGBelo Horizonte1º a 5/4/2014
3GOGoiânia31/7 a 3/8/14
4AMManaus24 a 27/4/2014
5PBJoão Pessoa15 a 18/5/2014
6TOAraguaína28/5 a 1/6/2014
7MSCampo Grande5 a 8/6/2014
8SCFlorianópolis17 a 20/7/2014
9CEFortaleza5 a 9/8/2014
10RSPorto Alegre11 a 14/9/2014
11PABelém17 a 20/9/2014
12PITeresina17 a 21/9/2014
13PERecife8 a 11/10/2014
14RNNatal12 a 15/11/2014

Comunicado CDL



A CDL Santa Cruz do Capibaribe comunica a todos os associados e comunidade em geral que a entidade será fechada nesta quarta-feira (25), Dia de Natal. Desde já a CDL deseja a todos um bom feriado!

Microcrédito é recorde no país, mas atende apenas parte dos pequenos empreendedores

Fonte: Agência Brasil

O microcrédito tem crescido em ritmo intenso, mas ainda está longe de alcançar todos os pequenos empreendedores que precisam de acesso aos empréstimos, avaliam especialistas ouvidos pela Agência Brasil. Em novembro deste ano, o microcrédito alcançou o saldo recorde de R$ 4,873 bilhões, com crescimento de 26,7%, comparado a igual período de 2012 (R$ 3,570 bilhões). A série histórica do Banco Central (BC) tem início em 2007. As concessões também foram recorde em novembro, com registro de R$ 1,119 bilhão em desembolsos pelos bancos.
Entretanto, segundo o coordenador do Centro de Estudos em Microfinanças da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV), Lauro González, mesmo com o crescimento, apenas parte do mercado é atendida. A estimativa é que atualmente 25% dos 10 milhões de clientes potenciais tenham acesso ao microcrédito.
O empréstimo, geralmente com taxas de juros mais baixas do que de outros financiamentos, ajuda pequenos empreendedores a iniciar ou melhorar os negócios, com investimentos, por exemplo, em equipamentos e reformas ou produtos para vender. No microcrédito produtivo orientado, os bancos analisam a capacidade de pagamento, a necessidade de empréstimos e prestam serviço de orientação sobre gestão dos negócios.
Para Gonzáles, é preciso haver investimento e inovação dos bancos privados, além de maior participação do Banco do Brasil e da Caixa Econômica e Federal. “O microcrédito ganhou impulso sobretudo por conta do Banco do Nordeste. A participação do setor privado é limitada”, disse. Segundo o professor, os bancos precisam desenvolver tecnologias e produtos adequados ao público.
Gonzáles critica ainda o subsídio oferecido por meio do Programa Crescer, que concede microcrédito produtivo orientado para pequenos empreendedores. A iniciativa, lançada em 2011, tem subsídios para “equalização de taxas” para as instituições financeiras dispostas a fazer as operações, cobrando os juros previstos pelo programa. Assim, na opinião de Gonzáles, fica difícil para os bancos que não participam do programa se interessarem pelo segmento e oferecerem taxas de juros mais baixas.
O diretor de Desenvolvimento Sustentável e Microfinança do Banco do Nordeste, Stélio Gama Lyra, considera um “grande avanço” a participação do Banco do Brasil e da Caixa no programa Crescer. “Temos trocado experiência com a Caixa e Banco do Brasil”, disse. Para Lyra, ainda é preciso “tempo de maturação” para que o programa nos outros bancos ganhe mais força. O Banco do Nordeste tem maior atuação no programa do que os demais. Além da Caixa e do Banco do Brasil, participam do Crescer o Banco da Amazônia, o Banrisul, o Banestes e a Agência de Fomento do Paraná.
Atualmente, o Banco do Nordeste tem 1,6 milhão de clientes, com saldo de R$ 2 bilhões de microcrédito, em 30 de novembro. São 13.170 de operações de crédito por dia, com taxa de juros a 5% ao ano. As operações são feitas no Nordeste e no Rio de Janeiro, com o auxílio de organizações não governamentais. Somente neste ano, até 30 de novembro, foram feitos 3 milhões de operações, no total de R$ 5,11 bilhões de concessões.
A Caixa iniciou a atuação em programa em 2011, com concessões de empréstimos que totalizam R$ 6,204 milhões. Neste ano, até 10 de dezembro, foi emprestado um montante de R$ 1,694 bilhão. O saldo da carteira está em R$ 1,212 bilhão.
O Banco do Brasil iniciou o programa com desembolsos de R$ 146,9 milhões, em 2011, e em setembro deste ano o valor chegou a R$ 794,9 milhões. Ao final de setembro de 2013, o banco registrou a quantidade de 841.790 clientes ativos atendidos com saldo de R$ 636,4 milhões.
Para Jerônimo Ramos, superintendente de Microcrédito do Santander, esse tipo de empréstimo está se consolidando no país. “Há um crescimento consistente. O acesso ao crédito potencializa a vocação para o empreendedorismo do brasileiro”, disse. O banco atende, atualmente, a 121 mil empreendedores, com saldo da carteira de microcrédito em R$ 261 milhões, em outubro.
O Santander tem 210 agentes de crédito e 25 núcleos de microcrédito. Os agentes vão às comunidades onde os clientes estão para oferecer o microcrédito. “O agente de crédito é como o gerente de relacionamento. Ele faz uma avaliação dentro da necessidade do empreendedor”, explicou. A atuação do banco está concentrada no Nordeste (80%), mas também há presença no Rio e em São Paulo (20%). “O mercado mais propício é o não servido por bancos de modo geral”, disse Ramos.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013



Criação de empregos em novembro teve crescimento de 0,12%

Fonte: Agência Brasil

A criação de empregos formais no país em novembro alcançou saldo de 47.486, um crescimento de 0,12% em relação ao mês anterior, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Esse é o melhor resultado para o mês de novembro dos últimos três anos. As admissões no mês passado atingiram 1.618.426 e as demissões, 1.570.940.
De acordo com o Ministério do Trabalho, a expansão de três dos oito setores pesquisados pelo Caged sustentou o crescimento dos postos formais de trabalho. Destaque para o comércio, com mais 103.258 pontos de trabalho, e o setor de serviço (44.825). Somados, os dois setores superam a queda de posto de trabalho em outros setores, especialmente na indústria da transformação (menos 34.266).
No acumulado do ano, o emprego teve crescimento de 3,91%, com o acréscimo de 1.546.999 postos de trabalho formais. No período de janeiro de 2011 a novembro de 2013, a criação de empregos, de acordo com o Caged, alcançou 11,20%, o que corresponde a um aumento de 4.937.357 de postos formais de trabalho.

Parabéns

Nasce nesta quinta-feira (19), Júlia Amaral, filha da executiva da CDL Santa Cruz do Capibaribe, Katyane Amaral. Nós da CDL queremos desejar muita saúde para a pequena Júlia e para essa família que ganha mais um ser para cuidar e educar. Parabéns ao casal Katyane e Jardel Amaral.



quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Comunicado CDL


A CDL Santa Cruz do Capibaribe comunica a todos os associados e comunidade em geral que a entidade será fechada nesta quarta-feira (25), Dia de Natal. Desde já a CDL deseja a todos um bom feriado!

'Não há nada que o Brasil não possa segurar', diz Dilma sobre crise

Fonte: CNDL

“Não há nada que o Brasil não possa segurar”. A frase foi dita pela presidente Dilma Rousseff, na manhã desta quarta-feira (18), em entrevista por telefone à Rádio Jornal, no Recife, do subsolo do Palácio da Alvorada, em Brasília, no dia seguinte à visita a Pernambuco. A declaração foi dada em resposta ao questionamento sobre o possível impacto da crise econômica dos Estados Unidos no Brasil – um alerta feito pelo ex-ministro da Fazenda Delfim Netto. De acordo com Dilma, a turbulência vai ser momentânea porque o preparo do Brasil é sólido.


“A dívida nacional está sob controle pelo 11º ano consecutivo, temos um grande volume de investimentos estrangeiros no Brasil, temos reservas - e sabemos usá-las - e temos um índice de desemprego muito baixo”, detalhou. Segundo a presidente, não existe mais a imagem de “espirro nos Estados Unidos, pneumonia no Brasil”.“Queremos que a turbulência seja rápida, Vamos tranquilamente enfrentar esse momento”.

Ela afirmou, no entanto, que as recomendações de Delfim Netto serão levadas a sério e o governo está extremamente atento ao que está acontecendo no mundo. O lado bom é que os Estados Unidos estão se recuperando, aumentando o emprego e está havendo maior crescimento da indústria. "Isso é muito bom porque a economia americana influi na do resto do mundo – eles colocam 85 bilhões [de dólares] por mês no mercado. O que o ministro alerta é para quando o Fed [Federal Reserve], banco central americano, começar a reduzir esses 85 bilhões, ninguém sabe o quanto, pode ter um impacto, mas nós estamos extremamente preparados para isso”, garantiu. Os US$ 85 bilhões a que a presidente se refere fazem parte do programa de compra de ativos norte americano. O futuro deste programa será definido nesta quarta em reunião de ata do Fed - a decisão será anunciada por volta das 17h, horário de Brasília.

Salário mínimo

O salário mínimo deve ficar entre R$ 722 e R$ 724 em 2014 de acordo com a presidente. “A gente aguarda o fechamento do PIB para saber se o valor vai ser R$ 722, 723 ou 724. Se estiver próximo de 24 nós arredondamos. O patamar é esse e com esse viés de alta, nós sempre damos essa força ao salário mínimo. O pessoal pode ficar satisfeito antecipadamente porque o salário mínimo vai sofrer um bom reajuste”.

Mais Médicos

O senador Aécio Neves (PSDB), até agora principal concorrente de Dilma na sucessão presidencial, divulgou que no seu programa de governo o Bolsa Família vai ser reforçado, assim como o Mais Médicos. “É sempre bom ver que eles reconhecem alguma coisa. Durante algum tempo o Bolsa Família foi chamado de 'Bolsa Esmola' e hoje não chamam assim porque sabem do reconhecimento internacional que esse programa tem”, disse. Hoje ele vem junto com o Pronatec, que é uma forma de incluir produtivamente as pessoas. Tem 850 mil pessoas se formando, têm curso de formação técnica, têm emprego e conseguem progressivamente sair do Bolsa Família.

“Não estou falando do senador [Aécio Neves], mas do partido do senador, eles fizeram críticas ácidas ao Mais Médicos, acredito inclusive que não votaram a favor do Mais Médicos. Não tenho certeza dessa afirmação. Se votaram agradeço antecipadamente e fico muito feliz. É uma prova de que oposição não pode ser ‘o quanto pior melhor’”, afirmou.

Dilma argumentou que não havia tempo para esperar oito anos até que os médicos se formassem e as pessoas fossem atendidas. Por isso foi aberta a chamada pública para médicos brasileiros e só quando o número de pessoas que respondeu ao chamado não atendeu às expectativas, o programa foi aberto para os estrangeiros. "Aí em Pernambuco dos 185 municípios, 134 pediram profissionais, 532 médicos. No Recife foram demandados 34 médicos. Hoje, em atividade, desses 532 pedidos já tem 433, dando cobertura para 1,5 milhão de pessoas. Mas fico muito feliz do semiárido estar sendo especialmente beneficiado", contabilizou. E afirmou: “Se reconhecem que esse programa é bom e tem que ser mantido, parabéns. Não queremos ser donos da verdade, mas sabemos que o que fizemos foi de forma a beneficiar a população. Até 2014 todos os pedidos serão atendidos”.

Dilma também agradeceu hospitalidade e o respeito do governador Eduardo Campos e da primeira dama Renata Campos na visita a Pernambuco da véspéra, lembrando que o gesto de gentileza da família é histórico. “Dr. Arraes [avô de Eduardo] sempre me recebeu bem e eu sempre entendi o que ele dizia”, disse ela, em referência à conhecida brincadeira que se fazia com o ex-governador de Pernambuco, comentava-se que ele alterava a dicção para não ser compreendido quando não queria.

Transposição do Rio São Francisco

Segundo Dilma, a forma como as obras de transposição do Rio São Francisco estão sendo conduzidas foi modificada, de maneira a garantir a chegada da água aos municípios beneficiados. Segundo a presidente, à medida que vai sendo concluída uma etapa, já tem que chegar água para a população que vai ser beneficiada. São 12 milhões de pessoas em 390 municípios do Agreste e do Sertão de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

O projeto tem 55% das obras concluídas no eixo leste, 49% no eixo norte. “Dá mais ou menos o seguinte: metade das obras estão concluídas. Tivemos de refazer alguns contratos e licitações, por isso houve esse atraso. Agora não tem mais nenhuma obra civil que não esteja contratada. O valor do projeto chegou agora a R$ 8,2 bilhões”, afirma.

Quase oito mil pessoas trabalham nos dois eixos. No eixo leste, a primeira etapa deve ficar pronta até junho de 2014 e compreende a captação no reservatório de Itaparica até o de Areias (em Floresta, PE). Entre junho e dezembro de 2015 as outras duas etapas: entre o reservatório de Areias e o de Barro Branco (em Custódia, PE). A terceira etapa entre Custódia e o reservatório de Poções (em Monteiro, PB). No eixo norte fica pronto até março de 2015 a primeira etapa, que vai da captação do São Francisco até Cabrobó, PE, e o reservatório do Jati, CE. A segunda vai do Jati a Boi II, em Brejo Santo, CE. Além disso, em dezembro de 2015 a terceira etapa, que vai de Boi II para o reservatório Engenheiro Ávidos, em Cajazeiras, PB. Resumindo, entre junho de 2014 e dezembro de 2015, todas as etapas com todas as obras de engenharia ficam prontas. “E nós já começamos a contratar todas as obras de eletromecânica. O que mudou bastante, porque antes fazia o início, depois fazia uma lá no meio e outra lá no fim. Agora estamos fazendo da forma brasileira”, afirmou.

Em Pernambuco, de acordo com a presidente, além da integração do São Francisco estão sendo realizadas obras estruturantes para garantir a segurança hídrica, que são barragens, adutoras e sistemas de abastecimento. Os principais exemplos são a Adutora do Oeste, que já está pronta e beneficia 274 mil pessoas no Sertão do Araripe; o sistema Agrestina, que abrange Agrestina, Altinho, Ibirajuba e Cachoeirinha, também concluído, beneficiando 48 mil habitantes. A primeira etapa da Adutora do Pajeú, abastecendo todas as cidades e atendendo 567 mil pessoas. "Esta tirou tanto Serra Talhada como Afogados da Ingazeira do colapso em 2013, quando inauguramos um dos trechos", reforça. E a primeira etapa da adutora do Agreste, que fica pronta em julho de 2015 e atende 2 milhões de pessoas.


quarta-feira, 18 de dezembro de 2013




Dicas para quem trabalha em casa

Importante para quem trabalha em casa, a formalização pode ser feita por meio do registro como Microempreendedor Individual, no Portal do Empreendedor. A regularização traz mais segurança ao dono do pequeno negócio, deixa as regras a serem cumpridas mais claras e amplia mercado por conta da possibilidade de se emitir nota fiscal. Quem pretende montar um negócio nessa circunstância também deve se informar na prefeitura do município sobre normais locais para licenciamento e funcionamento das atividades.  
- Uma dica importante é separar o ambiente de negócio do familiar. Se puder, instale uma entrada própria para receber os clientes e os fornecedores, em um cômodo independente e bem organizado, com uma estrutura de móveis, computador e material de escritório. Essa medida dá um aspecto mais profissional à empresa e evita constrangimentos como um visitante se deparar com a família almoçando ou alguém deitado no sofá da sala vendo TV.
- O empresário não pode misturar a rotina do escritório com questões familiares. Ele também não deve confundir o caixa da empresa com o da família.
- Estabeleça horários para o início e o fim das atividades. A disciplina contribui não só para que o trabalho flua com mais eficiência, como para que o empreendedor consiga usufruir o tempo livre ao lado da família.
- O empreendedor também tem que ficar atento ao cumprimento de prazos, à qualidade do produto e à competitividade do preço da mesma forma que o empresário responsável por um comércio, escritório ou fábrica.
- Cuidado com a aparência torna-se fundamental. Não é por trabalhar em casa que o dono do empreendimento pode apresentar-se com trajes excessivamente informais, como bermuda ou chinelo. O ideal é vestir-se da mesma maneira como se fosse trabalhar em um escritório. Essa postura ajuda a conquistar a confiança das pessoas com quem se trabalha.
- Se possível, mantenha um número de telefone exclusivo para a empresa. Sugere-se que se instale uma secretária eletrônica para atender às ligações na ausência do empresário, ao invés de se recorrer às pessoas de casa para essa tarefa.

Negócio em casa é realidade para milhões de brasileiros

Fonte: Agência SEBRAE de Notícias

Com organização e disciplina, trabalhar em casa pode ser uma alternativa para reduzir custos e tempo gasto com longos deslocamentos, engarrafamentos e outros problemas da vida moderna. Dois dados do Sebrae mostram que essa se torna cada vez mais uma opção de empreender para milhões de brasileiros. Dos 3,5 milhões de microempreendedores individuais (MEI), 48,6% trabalham na própria residência. Ainda segundo a instituição, 77% dos profissionais de artesanato também utilizam o lar como espaço criativo.
Por conta do crescimento da demanda no período que antecede ao Natal, é preciso que o empresário estabeleça critérios de gestão para controlar possíveis conflitos na utilização do espaço de trabalho e moradia, o que pode acarretar em diminuição da produtividade. “O trabalho em casa abre uma série de possibilidades para os donos de pequenos negócios, como atuar com certa flexibilidade de horário e reduzir gastos que teria, por exemplo, com a manutenção de um escritório. Mas vale ficar atento à capacidade produtiva e aos prazos de entrega, principalmente no final de ano, quando há crescimento forte das demandas para atender o cliente de forma satisfatória”, afirma o presidente do Sebrae, Luiz Barretto.
Com 12 anos de mercado, a artesã carioca Teresa Merheb trabalha na própria casa, no Itanhangá, na zona oeste do Rio de Janeiro, há seis anos. Com a premissa de não misturar os ambientes profissional e doméstico e atuar de forma mais profissional, a artista transformou a garagem no local de trabalho, com acesso independente. No local, estão os fornos e tornos que ela utiliza para produzir peças em cerâmica, como pratos, vasos e luminárias. "Com pequenas reformas para aumentar a área útil, montei o espaço de produção, onde também dou aulas e recebo clientes de forma adequada”, conta.
Paulo César Alfeu, também do Rio de Janeiro, é outro empreendedor que utiliza a moradia como espaço para criação de suas peças artesanais, no bairro carioca de Jacarepaguá. Ele confecciona em torno de 3 mil sacolas e 800 caixas decoradas por mês. Por conta da grande quantidade de matéria-prima, o artesão admite que nem sempre consegue impedir que seu trabalho acabe se expandindo por toda a casa. “Minha preocupação maior e de minha esposa, Luciana, com quem trabalho, é não deixar que o lado profissional afete o familiar, particularmente a relação com o nosso filho, Lucas”, afirma.
Paulo diz que, durante o dia, o casal divide a atenção entre o artesanato e tarefas particulares, como deixar e pegar o filho na escola, onde Lucas cursa o oitavo ano do Ensino Fundamental, e levá-lo à escolinha de basquete do Flamengo, na Gávea. “À noite e nos fins de semana, damos um gás na produção. Às vezes, ficando no batente até tarde, para não deixar a peteca cair e nem faltar com atenção ao garoto”, revela o artista.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013


Empresas poderão saber resultado da opção pelo Simples via SMS

Fonte: CNDL

O Comitê Gestor do Simples Nacional informou nesta terça-feira (17) que o envio de SMS (mensagens de texto via celular) estará disponível para saber o resultado da opção pelo programa - que deve ser feito por meio do portal do Simples Nacional.

Segundo o órgão, os clientes das operadoras de telefonia móvel celular não serão cobrados pelo recebimento destas mensagens de texto (SMS).

"O envio de SMS (mensagem curta de texto) é um serviço disponível aos contribuintes que solicitam opção pelo Simples Nacional. Ativando esse serviço, o contribuinte recebe SMS no celular cadastrado informando quando o resultado da opção estiver disponível", informou o Comitê Gestor.

De acordo com o órgão, esta funcionalidade está disponível no Portal do Simples Nacional, menu “Simples/Serviços”, no item “Notificações SMS do Simples Nacional”, para todas as empresas que solicitarem opção pelo Simples Nacional.

"Para ativar o serviço, o usuário deve cadastrar o número do telefone celular com o DDD. O sistema é interativo e fornece as informações necessárias para cadastrar e ativar o serviço passo a passo. O usuário pode cancelar o recebimento da mensagem SMS", acrescentou o Comitê Gestor do Simples Nacional.

A opção pelo Simples Nacional somente poderá ser realizada no mês de janeiro, até o seu último dia útil, produzindo efeitos a partir do primeiro dia do ano-calendário da opção, lembra o governo. No entanto, é possível o contribuinte se antecipar a esse prazo e fazer o agendamento da opção, acrescentou o governo.

O Simples Nacional é um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.

Projeto Turismo Protetor será apresentado em Santa Cruz do Capibaribe




O projeto Turismo Protetor: Pernambuco Contra a Violência Sexual. É uma iniciativa da Secretaria de Turismo de Pernambuco, através da EMPETUR, em parceria com o Centro de Prevenção às Dependências (CPD), Secretaria de Desenvolvimento Econômico Agricultura e Meio Ambiente de Santa Cruz do Capibaribe-PE e Moda Center Santa Cruz.

O Projeto visa informar, debater e propor ações e atividades de sensibilização de profissionais ligados direta ou indiretamente na oferta de produtos, serviços e equipamentos na atividade turística, bem como as instituições ligadas a defesa da mulher, da criança e dos direitos humanos.

As ações e atividades do projeto estão sendo desenvolvidas nas 14 regiões turísticas de desenvolvimento do Estado, contemplando 30 municípios, mais o Distrito Estadual de Fernando de Noronha.

Mercado Imobiliário de Santa Cruz do Capibaribe em constante crescimento

Confirmada inauguração da agência do Banco do Nordeste em Santa Cruz do Capibaribe

Uma antiga luta da CDL, a inauguração da agência do Banco do Nordeste em Santa Cruz do Capibaribe-PE acontecerá no dia 29 de dezembro de 2013, no dia do aniversário da cidade. As obras no prédio que abrigará a agência do Banco do Nordeste estão acontecendo em ritmo acelerado em três turnos de trabalho. 
Segundo o secretário de desenvolvimento econômico, Bruno Bezerra "O Banco do Nordeste é umas das melhores estruturas de fomento para micro, pequena e média empresa. Os municípios de Toritama, Vertentes, Taquaritinga do Norte e Jataúba serão atendidos pela agência do Banco do Nordeste de Santa Cruz do Capibaribe, ou seja, é uma conquista muito boa para região".
A inauguração da agência faz parte das comemorações dos 60 anos de emancipação política de Santa Cruz do Capibaribe. "É um grande presente para nosso ambiente empreendedor", comemora Bruno Bezerra, que também é diretor de desenvolvimento e empreendedorismo da CDL Santa Cruz.

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Obrigações terão que dar tratamento às pequenas empresas

Fonte: FENACON

Toda nova obrigação a ser criada para as empresas deve prever um tratamento diferenciado para as micro e pequenas sob pena de se tornar inexigível.

Será reforçada também a exigência de fiscalização na primeira visita sob pena de anulação das autuações.



Essas são duas grandes mudanças previstas na proposta de revisão da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa aprovada ontem por unanimidade em comissão especial criada na Câmara dos Deputados para debater a matéria e formular uma proposta de projeto de lei complementar.


A opinião é do ministro da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, que colaborou com a elaboração da proposta, assinada pelo relator da matéria, o deputado Cláudio Puty (PT-PA). "Essas são grandes mudanças que estão na proposta aprovada na 

Câmara", afirmou ao DCI o ministro da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos.



O artigo que trata do tratamento diferenciado em favor dos pequenos negócios "estabelece que toda nova obrigação deve prever tratamento diferenciado às micro e pequenas empresas sob pena de ser inexigível frente àqueles".



De acordo com o ministro, esse dispositivo "cria a obrigatoriedade de a pessoa pensar". Não só no Executivo. "Se votarem uma lei no Congresso sem prever o tratamento diferenciado, não valerá para a micro e pequena empresa", explicou Afif Domingos.
Nulidade de atuações



O ministro Guilherme Afif Domingos afirmou que já existe em vigor o princípio da dupla visita no caso de fiscalização tributária. Por isso, o ministério fez uma consulta à Advocacia Geral da União (AGU) sobre a nulidade de atuações feitas sem esse procedimento orientador. "Nós, já fizemos uma consulta à AGU que está estudando tornar nulas todas as autuações sem ter respeitado o princípio de dupla visita".



Na avaliação do ministro, esse artigo não vai impedir ações fiscalizadoras que resultem em prisões de sonegadores responsáveis por fraudes.


Disse que a multa só poderá ser aplicada na segunda visita. "Já chegar autuando sem antes orientar não pode", recriminou. "O agente fiscal passa a ser o agente de orientação, com exceção do caso de fraude. É separado o que é crime e o que é administrativo. Essas são coisas que matam o micro e pequeno empresário no dia a dia".


Para o ministro, essas questões relativas à desburocratização podem entrar em vigor imediatamente, logo após a aprovação da Lei Geral no Congresso, possivelmente no primeiro semestre de 2014. Questões fiscais, como o fim da substituição tributária, podem entrar em vigor apenas a partir de 2015.

Moda Center conquista segundo lugar no estado como empresa que promove qualidade de vida para colaboradores

Fotos: Thonny Hill.
A noite desta quarta-feira (11), no Auditório do Hospital Dom Pedro II, na Capital Pernambucana, foi marcada pelo reconhecimento de um conjunto de iniciativas realizadas no Moda Center Santa Cruz através da promoção da qualidade de vida para seus quase 350 colaboradores.

Inscrito no Prêmio Ser Humano Paulo Freire 2013, iniciativa promovida pela Associação Brasileira de Recursos Humanos – Seccional Pernambuco (ABRH-PE), que tem como objetivo premiar e divulgar as empresas que estão proporcionando boas práticas no âmbito da Gestão de Pessoas, o Moda Center concorreu na categoria “Gestão de Pessoas – Empresas”, onde conquistou o segundo lugar.
Representantes e empresários de vários setores da economia pernambucana estiveram presentes.
Empresas com reconhecimento nacional e mundial na temática já ganharam a estatueta como Coca Cola, Senai, Grupo Walmart, Tribuna de Contas de Pernambuco, Chesf, TV Jornal entre outras e, pela primeira vez que concorre, o Moda Center se destaca ainda mais por, também, ter ficado a frente de uma gigante: a Refinaria Abreu e Lima, que pertence a multinacional brasileira Petrobrás.

.
A premiação ocorreu em clima de expectativa e três das quatro idealizadoras do trabalho “Costurando Ações de Qualidade de Vida no Trabalho: Caso Moda Center Santa Cruz”, que sintetizou ações promovidas no Moda Center no âmbito da saúde e da psicologia, estiveram presentes e aguardavam, com ansiedade, a divulgação das premiações.

Com a conquista, o Moda Center se iguala as principais empresas do estado de Pernambuco quanto a gestão de pessoas, obtendo o reconhecimento de um trabalho realizado ao longo de dois anos.

Ações como atendimento ambulatorial, treinamento e capacitação profissional, eventos corporativos para colaboradores (São João, Final de Ano e SIPAT), apoio psicológico, acompanhamento de hipertensos e diabéticos entre outras tiveram seu trabalho reconhecido com a premiação, como relataram as autoras e o consultor do trabalho. .

“Receber esse prêmio para o Moda Center é uma motivação a mais para que possamos continuar fazendo ainda mais e também para aprimorar tantas coisas boas que acontecem nesse gigante empreendimento. Foi um trabalho costurado por várias mãos e que deu certo” – Anne Karolynne, enfermeira e coordenadora do ambulatório do Moda Center.

.

“Esse prêmio expressa o trabalho em equipe que é realizado no dia a dia e representa a grande visibilidade do Moda Center como um gigante que, por trás, existe um grande trabalho que é feito para que ele funcione. Isso está sendo reconhecido publicamente e denota uma grande representatividade” – Luanda Bernardo, psicóloga e gerente do departamento de recursos humanos do Moda Center.




“Esse prêmio representa o reconhecimento de todas as práticas de gestão de pessoas que fazemos e isso demonstra a qualidade desses serviços. O Moda Center é uma das grandes empresas de renome no estado e o reconhecimento desse trabalho vai dar outros frutos para que outros melhores sejam desenvolvidos” – Jaíse Nunes, psicóloga e auxiliar no departamento de recursos humanos.



.

“O Moda Center está no caminho certo, mas ainda há muito a ser feito. Esse prêmio representa o sucesso dessas ações que promovem a qualidade de vida e, o que faz a diferença no Moda Center, é o fazer acontecer”, Bertrando Bernardino, consultor de procedimentos e gestão empresarial do Moda Center.