Topo

Topo

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Dica SPC Brasil

Para perder peso, o primeiro passo é a disciplina: manter uma alimentação balanceada e exercícios diários que levarão até o objetivo esperado.
Na sua empresa, a disciplina para não misturar as contas pessoais com as da empresa e o exercício diário de controlar o fluxo de caixa, são os pilares da organização das finanças.

Vagas de emprego em Santa Cruz do Capibaribe

Você que está desempregado e em busca de emprego, nesta última segunda-feira do ano, a Agência do Trabalho de Santa Cruz do Capibaribe está com várias vagas de trabalho. Fique atento a documentação necessária para o atendimento para vagas que são Carteira de Trabalho, Identidade e CPF.

Confira as vagas de emprego para hoje em Santa Cruz do Capibaribe:

  • Vendedor externo -2º Grau Completo
  • Estampador -2º Grau Completo
  • Cortador de viés -1º Grau Completo
  • Auxiliar financeiro - Superior Incompleto
  • Costureiro(a) - 1º Grau Completo


A Agência do Trabalho fica na Rua Maestro Alexandre,93, Nova Santa Cruz - FONE: 3731-3006. Lembrando que o horário de atendimento ao público é de 8hs até 13hs.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015


Informativo CDL

A CDL de Santa Cruz do Capibaribe comunica a todos os associados e lojistas em geral que, em função do feriado de Natal, hoje só terá expediente até as 17 horas, ou seja, 5 horas da tarde. Em tempo, a entidade aproveita para comunicar que nesta sexta-feira (25), dia de Natal, não haverá expediente. A CDL deseja a todos um ótimo dia natalino para todos.

Empresas do Simples Nacional têm até a primeira quinzena de janeiro para regularizar declarações

Fonte: Portal Contábil

A Secretaria da Fazenda realizou ao longo do segundo semestre de 2015 uma nova fase da operação Grão de Ouro,ação orientadora com o objetivo de alertar as empresas do Simples Nacional sobre divergências em suas declarações e indicar a regularização, sem a necessidade de adoção de medidas repressivas pelo Fisco.

Os contribuintes devem verificar a existência de avisos no endereço http://www.fazenda.sp.gov.br/ na área de Produtos e Serviços e a seguir selecionar o Domicílio Eletrônico do Contribuinte (DEC). Para ter a oportunidade de receber os avisos contendo as orientações sobre como proceder a correção das divergências detectadas, o contribuinte deve estar credenciado no DEC, conforme procedimento detalhado no próprio site. A oportunidade de regularizar possíveis divergências fiscais se encerra no final da primeira quinzena de janeiro.

Caso o contribuinte avisado não tome as devidas providências para regularização ou não apresente justificativa para as diferenças apontadas no prazo estabelecido, a Secretaria da Fazenda iniciará o procedimento fiscal repressivo com a emissão da respectiva Ordem de Serviços Fiscais e, em caso de confirmação dos indícios de irregularidade, a empresa infratora estará sujeita à lavratura de auto de infração, podendo até mesmo ser excluída de ofício do Simples Nacional.

Operação Grão de Ouro

A Secretaria da Fazenda de São Paulo, ao seguir práticas adotadas em fiscos internacionais, inovou em 2013 no seu processo de fiscalização com a introdução do conceito de fiscalização orientadora para as empresas do Simples Nacional. A iniciativa possui caráter menos repressor e mais orientador e foi batizada de operação Grão de Ouro.

A implantação deste novo modelo de trabalho e a seleção dos contribuintes que serão beneficiados com a fiscalizaçãoorientadora foram possíveis com a utilização de ferramenta de mineração de dados (data mining), que permite o cruzamento e a análise simultânea de diversas informações, entre as quais: Declarações do Simples Nacional, Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), inadimplência, regularidade no cumprimento de obrigações acessórias, porte da empresa, composição do quadro societário, autos de infração anteriores, localização geográfica e atividade econômica.

O envio desses avisos eletrônicos permite à Secretaria da Fazenda um monitoramento constante e permanente, além de uma fiscalização à distância dos contribuintes paulistas optantes do Simples Nacional. Esta nova prática moderna permite uma atuação ampla e ao mesmo tempo efetiva e eficiente, com a otimização de recursos pelo órgão.

O modelo de fiscalização da operação Grão de Ouro atende ao pleito de micro e pequenas empresas quanto a um Fisco mais orientador e menos repressor, além de trazer ganho de eficiência com a fiscalização à distância das empresas do Simples Nacional.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015


Salário mínimo será R$ 871 a partir de janeiro

Fonte: Diário PE

A partir do dia 1º de janeiro, o salário mínimo passa para R$ 871. O reajuste representa um aumento de R$ 83 em relação ao atual valor. Em conversa com investidores nacionais e estrangeiros, o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, garantiu que o governo não pretende mudar as regras do salário mínimo no curto prazo.

O Congresso Nacional já aprovou a norma que corrige o valor, com base no Índice Nacional do Consumidor Amplo (IPCA) do ano anterior mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB) – soma de todas as riquezas produzidas pelo país – dos dois anos anteriores. Essa regra vale do ano que vem até 2019.

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Dica SPC Brasil

Fazer prontuários ficou muito mais fácil! Médicos e enfermeiros agora podem se utilizar da Certificação Digital SPC para simplificar a identificação de prontuário eletrônico. Dessa forma poderão dedicar o seu tempo para o mais importante: o atendimento de pacientes.


Comunicado CDL


A CDL de Santa Cruz do Capibaribe, comunica a todos os associados e comunidade em geral que a entidade estará fechada nos dias 26 de dezembro de 2015 e no dia 02 de janeiro de 2016. O fechamento da CDL se dará em função dos feriados festivos de Natal e Fim de Ano. Desde já, a CDL deseja a todos os sinceros votos de um bom Natal e um 2016 cheio de sucesso!

Cidatec forma novas turmas

A Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe realizou mais uma formatura para os concluintes do Projeto de Inclusão Tecnológica e Cidadania – Cidatec. O evento aconteceu na Câmara de Vereadores e contou com a presença do presidente do legislativo municipal, professor Afrânio Marques (PDT), Ronaldo Pacas (PSDC) e Dida de Nan (PSDB).

Na oportunidade mais de 130 formandos receberam os certificados do Cidatec. São pessoas que cursaram Informática básica, Design Gráfico e ainda a turma da melhor idade que ingressou no mundo digital. De acordo com o Joseilton Macêdo, esse projeto tem oferecido mais do que um curso, mas cidadania aos participantes.

Já o presidente da Câmara, professor Afrânio, enfatizou a questão da responsabilidade social que o projeto tem. “Esse projeto ao longo desse tempo tem beneficiado muita gente e nós enquanto presidência, temos obrigação de manter este projeto, a fim de que possamos promover a capacitação de crianças, jovens e adultos nos cursos de informática básica e avançada e prepará-los para o mercado de trabalho”, disse Afrânio.

EM TEMPO: Para os interessados em fazer um curso no Cidatec, as inscrições podem ser realizadas na Câmara, das 8h às 12h, a partir do dia 6 de janeiro. Para participar, os alunos precisam ter no mínimo nove anos de idade e residentes em Santa Cruz do Capibaribe.

Mais informações, 81 3731 – 1397 (falar com o professor Joseilton Macêdo).

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Assembleia aprova contas, propostas e orçamento do Moda Center Santa Cruz para 2016

Foi realizada nesta quinta-feira (17), no Moda Center Santa Cruz, a última Assembleia Geral Ordinária de 2015. Assim como em todos os eventos da atual gestão, as prestações de contas foram aprovadas. Também foram deliberados todos os itens constantes da pauta publicada no edital de convocação.

Os condôminos presentes discutiram e aprovaram a proposta da administração para que sejam implantados hidrômetros nos restaurantes e lanchonetes. A medida visa reduzir os excessos no consumo por parte dessas unidades comerciais, que atualmente não possuem medidores de água.


Ainda seguindo a temática da sustentabilidade, foi aprovada a proposta para substituição obrigatória das atuais lâmpadas eletrônicas por lâmpadas de LED, tanto nos boxes quanto nas lojas, restaurantes e lanchonetes. Essa substituição deverá acontecer nos primeiros 90 dias de 2016, e as lâmpadas não poderão exceder a potência de 50 watts.

Os condôminos também deliberaram sobre o número de vendedores ambulantes. Ficou decidido que só serão permitidos no máximo 253 profissionais atuando nessa categoria, número existente atualmente, e que segundo a administração e os condôminos são suficientes para o tamanho do parque.

A gerência financeira apresentou o orçamento para o ano de 2016, cujo aumento só será aplicado a partir do boleto com vencimento no dia 15/02/2016. Veja no quadro abaixo:


O síndico Allan Carneiro avaliou a assembleia como positiva. “Foi uma boa assembleia, onde apresentamos as propostas, que foram discutidas e aprovadas; e também ouvimos os condôminos com suas questões pontuais. Como acontece todo início de ano, vamos ter um aumento significativo nas despesas com folha de pagamento e fornecedores e, naturalmente, a nossa taxa de condomínio precisou ser revista, para que continuemos desenvolvendo as ações em prol do Moda Center, como divulgação, infraestrutura e funcionamento do nosso parque”, disse.

Ainda há tempo de concorrer aos prêmios do Natal Show de Prêmios. Compre nas lojas credenciadas e concorra a 1 carro 0Km e outros prêmios


Rotary Club desenvolve ação para teste de hepatite no Moda Center

 hepatite é uma doença que quase sempre não apresenta sintomas. Por isso é considerada como “assassina silenciosa”. É causada por tipos de vírus que provocam uma inflamação no fígado. Estima-se que milhões de pessoas são portadoras desses vírus, sem saber disso. Há dois tipos muito perigosos de hepatite B e C.

Pensando nisso, o Rotary Club de Santa Cruz do Capibaribe desenvolveu neste domingo (20), uma ação rotariana de combate a hepatite. A ação aconteceu no Moda Center Santa Cruz e contou com parceria da Secretaria Municipal de Saúde do município e realizou testes em 390 pessoas.

Quase todos os diretores do Rotary se fizeram presentes e de acordo com a presidente, Áurea Xavier, a ação é de extrema importância tanto para as pessoas poderem saber se tem a doença como também divulgar as formas preventivas. “A hepatite é silenciosa, não tem sintomas e por isso tem feito muitas vítimas fatais em todo mundo. Nós do Rotary temos a grata satisfação de fazer essa testagem aqui em nossa cidade, porque se essa doença for descoberta a tempo as chances de cura são enormes”, explicou Áurea Xavier.




sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Comunicado CDL


A CDL de Santa Cruz do Capibaribe, comunica a todos os associados e comunidade em geral que a entidade estará fechada nos dias 26 de dezembro de 2015 e no dia 02 de janeiro de 2016. O fechamento da CDL se dará em função dos feriados festivos de Natal e Fim de Ano. Desde já, a CDL deseja a todos os sinceros votos de um bom Natal e um 2016 cheio de sucesso!

Certificado Digital é na CDL Santa Cruz do Capibaribe

A Certificação Digital é o documento eletrônico, que comprova a identidade de pessoas e/ou empresas na internet, proporcionando maior segurança e validade jurídica em suas transações online, trocas de documentos e e-mails.


quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

CDL aprova incremento de novos guardas municipais no Centro comercial da cidade

Quem costuma visitar o Centro Comercial de Santa Cruz do Capibaribe pode observar um movimento da inserção de novos guardas municipais já em atuação para servir a população da cidade. A ação trata-se de uma política de segurança pública, através da Secretaria de Defesa Social, que tem a frente como secretário o Major Sena e a execução do Sargento Júnior da Rocam, que tem se destacado no quesito segurança pública e está como secretário-executivo de Defesa Social, a qual irá atuar de forma integrada com a Polícia Militar.

Ao todo serão colocados na rua 30 Guardas Civis Municipais (GCM), trabalhando em duplas, nas principais ruas do centro, equipados com rádio de comunicação, supervisionados pelo Secretário Executivo de Defesa Social. “Este efetivo terá o apoio da viatura da Polícia Militar, Patrulha do Bairro, que atua no Centro”, explicou o Sargento Júnior.

O presidente da CDL, Valdir Oliveira, disse que este é um trabalho muito importante para os lojistas da cidade, pois o simples fato de ter a presença de uma guarda nas ruas, já intimida possíveis assaltos. “Nós da CDL estamos felizes pela ação. Os guardas passaram nas lojas, se colocaram à inteira disposição do lojista e explicaram o trabalho que será feito em parceria com a Polícia Militar. São ações como estas que precisamos, vemos a ação de forma muito positiva e esperamos que seja consolidada em nossa cidade”, concluiu.





terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Comunicado CDL



A CDL de Santa Cruz do Capibaribe, comunica a todos os associados e comunidade em geral que a entidade estará fechada nos dias 26 de dezembro de 2015 e no dia 02 de janeiro de 2016. O fechamento da CDL se dará em função dos feriados festivos de Natal e Fim de Ano. Desde já, a CDL deseja a todos os sinceros votos de um bom Natal e um 2016 cheio de sucesso!

Não vamos perder a guerra contra o mosquito. Cada um fazendo a sua parte, todos nós eliminaremos o mosquito da dengue



Mercado de vestuário deverá cair 1,4%, em 2015

Fonte: Abratex

Mercado de vestuário deverá cair 1,4%, em 2015.
Estudo realizado pelo IEMI, que mostra as pequenas lojas independentes como o principal canal de venda do varejo em 2014, estima redução nas vendas em volume e faturamento.
Em relação ao ano passado, o mercado brasileiro de vestuário deverá apresentar cair 1,4% em volume de peças comercializadas, movimentando cerca de 6,4 bilhões, com uma queda de 2,5% em reais totalizando R$ 188 bilhões em 2015, segundo o estudo Canais de Varejo de Vestuário, realizado pelo IEMI – Inteligência de Mercado. De acordo com a análise, relativa ao comportamento do varejo em 2014, as lojas de vestuário independentes foram o principal canal de venda do setor com a comercialização de 2,4 bilhões de peças, representando 37,5% de participação no mercado.
Calças jeans aparecem como o segundo produto mais vendido no varejo, com 20,3% de participação, vindo logo após de blusas, que detêm 34,4% das vendas, e antes dos vestidos, com 15%, em valores.
Conforme o estudo, o canal que obteve maior crescimento de vendas em 2014 foi o de lojas de departamentos especializadas com 0,2%, como C&A e Renner, seguido por lojas de departamento não especializadas, como Pernambucanas, com 0,1%. Já os hipermercados registraram queda de 0,3% no departamento de roupas. Em média, 33,5% dos pontos de venda que comercializam vestuário estão localizados em shopping centers e outros 66,5% são lojas de rua, localizadas principalmente em regiões centrais das cidades.
As redes de pequenas lojas tiveram uma participação de 16,5% nas vendas de vestuário no país e foram aquelas que apresentam preços mais elevados, quando comparados a outros canais, devido a investimentos em atendimento, qualidade dos produtos e ambientação das lojas, avalia o IEMI.
A participação dos importados no mix de produtos teve crescimento gradativo desde 2010, quando respondia por 6% do volume comercializado, subindo para 9,3% em 2011, 10,9% em 2012, 12,1% em 2013 e 13% no ano passado.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015


Dica SPC Brasil


Para potencializar as suas vendas de fim de ano, uma promoção “limpa estoque” gera nos clientes a sensação de oportunidade imperdível de comprar determinado produto com uma condição especial.
É uma ótima maneira de movimentar itens parados no seu depósito.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Comunicado CDL



A CDL de Santa Cruz do Capibaribe, comunica a todos os associados e comunidade em geral que a entidade estará fechada nos dias 26 de dezembro de 2015 e no dia 02 de janeiro de 2016. O fechamento da CDL se dará em função dos feriados festivos de Natal e Fim de Ano. Desde já, a CDL deseja a todos os sinceros votos de um bom Natal e um 2016 cheio de sucesso!


Receita prorroga condições especiais de reparcelamento do Simples Nacional

Fonte: Agência Brasil

As micro e pequenas empresas que reparcelarem dívidas com o Simples Nacional até 31 dezembro de 2016 não precisarão dar entrada mínima de 10% ou 20% do saldo devedor. A decisão consta de resolução aprovada hoje (9) pelo Comitê Gestor do Simples Nacional. Vinculado à Receita Federal, o órgão prorrogou as condições especiais de refinanciamento.

Em 2013, o comitê tinha dispensado o recolhimento mínimo para as empresas que fazem o segundo parcelamento de dívidas com o Simples Nacional. O prazo acabaria em 31 de dezembro deste ano.

O comitê também estabeleceu que, a partir de julho de 2017, as empresas com mais de três empregados serão obrigadas a obter certificação digital. A certificação digital é uma ferramenta de assinatura eletrônica vendida por empresas. No caso do Simples Nacional, a certificação será usada para o pagamento da Guia de Recolhimento do FGTS e. Informações à Previdência Social (GFIP) e Documento de Arrecadação do eSocial (DAE).

Em setembro, o Comitê Gestor do Simples tinha estabelecido a obrigatoriedade da certificação digital. Atualmente, a exigência vale para empresas com pelo menos dez empregados. A obrigação será estendida para empresas com mais de oito empregados em 1º de janeiro de 2016 e com mais de cinco empregados em 1º de julho do próximo ano. A resolução também incluiu a ocupação de artesão têxtil a se inscrever como microempreendedor individual.

Outra resolução aprovada pelo comitê divulgou os sub-limites de recolhimento do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para empresas inscritas no programa. Em 2016, as empresas que faturam até R$ 1,8 milhão por ano em quatro estados – Acre, Amapá, Rondônia e Roraima – e R$ 2,52 milhões em seis estados – Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Piauí e Tocantins – poderão pagar o ICMS por meio do Simples Nacional. Acima desse faturamento, as empresas terão de recolher o imposto pelo método tradicional.

As empresas de Alagoas serão excluídas do sub-limite no próximo ano. O Simples Nacional aplica-se às micro e pequenas empresas que faturam até R$ 3,6 milhões por ano. No entanto, em alguns estados de menor renda per capita, existe um teto mais baixo para as empresas recolherem ICMS pelo regime simplificado. Caso contrário, praticamente todas as companhias desses estados estariam inscritas no programa.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Venha para o Sicoob



A Agência do Sicoob está funcionando na sede da CDL Santa Cruz do Capibaribe.

Crédito para pequenos negócios é saída para recessão

Fonte:Agência Sebrae

A queda de 1,7% do Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre repercutiu em todos os setores da economia. Para os pequenos negócios, a solução no curto prazo é a concessão maior de crédito. A opinião é do presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, para quem, na ausência de crédito, a crise afetará ainda com mais força as micro e pequenas empresas. Ele lembra que, apesar de ainda manter saldo positivo de 70 mil empregos em 2015, nos últimos dois meses os pequenos negócios mais demitiram do que contrataram.

“As micro e pequenas empresas são as que menos socorro têm. Para os pequenos, o crédito caiu vertiginosamente. Os bancos acham que aplicar no pequeno é risco. Isso vai criar um problema muito sério, porque o emprego está nas micro e pequenas empresas”, diz Afif, referindo-se ao fato de o setor ser responsável por 52% dos empregos formais no país. Apesar de medidas estruturais para melhorar a perspectiva a médio e longo prazo, como o Crescer sem Medo - PLC 125, em tramitação na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado – é preciso buscar soluções imediatas, defende.

“Quem financia a micro e pequena empresa é o fornecedor, depois vem o cheque pré-datado, (além do) cartão de crédito e o cheque especial, que cobram juros de agiotagem institucionalizada. E o crédito bancário para capital de giro sai a 60%, 70% ao ano. Isso significa que, em período de crise, em vez de dar oxigênio para o empreendedor respirar, estamos enfiando uma mangueira na boca para ele se afogar. Se não houver crédito, vamos aprofundar muito a recessão”, alertou.

CDL participa de convocação da prefeitura em combate ao mosquito Aedes Aegypti

Nesta terça-feira (08) a prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe realizou uma reunião com a presença de entidades da cidade, membros da Secretaria de Saúde e outras secretarias municipais, vereadores e imprensa. 
O objetivo do encontro foi apresentar o plano de ação que está sendo executado no município e chamar a sociedade civil organizada para discutir novas ações e unir esforços com a gestão municipal para combater o mosquito Aedes aegypti.
O secretário de Saúde, Breno Feitoza, apresentou os dados das viroses no país, estado e município, contextualizando a dimensão do problema que está sendo vivenciado, além dos números dos atendimentos na rede de saúde do município. Ele mostrou ainda as ações que estão sendo desenvolvidas como participação em reuniões semanais com o Governo do Estado, mutirões de visitas às residências, reforço de profissionais nos hospitais, ações educativas nas escolas, entre outras. O secretário ainda explicou que no momento Santa Cruz do Capibaribe não foi contemplada com o exército, pois a prioridade está sendo os municípios em situação mais grave.
Após a apresentação, o público tirou dúvidas e apresentou sugestões à equipe da Secretaria de Saúde e ao prefeito Edson Vieira. Representando a CDL de Santa Cruz do Capibaribe, o presidente Valdir Oliveira, colocou a entidade a disposição para contribuir com os trabalhos da Prefeitura na luta contra o mosquito transmissor das viroses.
“Não foi à toa que vocês foram convidados para essa reunião, cada um aqui pode ser um agente multiplicador de informações e de combate ao mosquito. A sociedade precisa assumir o papel de protagonista nesta luta para que possamos vencê-la. É uma luta séria e não podemos politiza-la por baixo, como infelizmente já foi colocado em Santa Cruz do Capibaribe a culpa de três vírus que se espalharam pelo país em uma gestão municipal. Estamos aqui para tratar a questão com responsabilidade e peço a colaboração de todos nessa causa”, disse Breno Feitoza na abertura da reunião.
O prefeito Edson Vieira falou durante o evento em agradecimento às entidades que enviaram representantes para a reunião e pediu a colaboração de todos. “Agradeço a presença de todas as entidades que se dispuseram a se engajar nessa luta contra as viroses que tem acometido muitas pessoas no nosso país, pois o poder público sozinho não chega a lugar nenhum. Já conseguimos diminuir os números em Santa Cruz do Capibaribe, mas não estamos de braços cruzados, continuamos reforçando as ações e por isso convocamos essa reunião”, pontuou o prefeito.

Dando continuidade às ações de enfrentamento ao Aedes aegypti, nesta quarta-feira (09), haverá mutirão no bairro São Cristóvão saindo às 8 horas da Igreja São Cristóvão. Paralelo ao mutirão, os agentes de endemias e de saúde estarão trabalhando nos bairros Dona Dom, Dona Lica, Cohab e Neco Aragão. 

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Convenção coletiva de trabalho comércio e serviços - 2015/2016 foi homologada e já está validada

SINDICATO DAS EMPRESAS DO COMÉRCIO DE BENS E SERVIÇOS DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE - SINDILOJA, em conjunto com a CÂMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS - CDL do município de SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE e a FECOMÉRCIO/PE, INFORMAM as empresas do COMÉRCIO DE BENS E SERVIÇOS estabelecidas no município de SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE, que foi celebrada com o SINDICATO DE EMPREGADOS NO COMÉRCIO DE BENS E SERVIÇOS DE TORITAMA, SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE E SURUBIM, CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO período 2015/2016, retroativa a 1º de MARÇO de 2015.

PRINCIPAIS ITENS NEGOCIADOS CCT 2015/2016:

  • DATA BASE: 1º de MARÇO de 2015
  • EXIGÊNCIA DE ACORDOS TRABALHISTAS PARA EMPRESAS FUNCIONAREM EM DOMINGOS E FERIADOS (esses acordos devem ser feitos junto ao Sindiloja)
  • PISO SALARIAL:
  • SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE E TORITAMA – R$ 830,00 (retroativo a 1º de MARÇO de 2015);
  • REAJUSTE SALARIAL (todos os municípios): 8% (retroativo a 1º de MARÇO de 2013);
  • DIA DO COMERCIÁRIO SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE E TORITAMA: 3ª SEXTA FEIRA DE MARÇO DE 2016.

Para evitar excesso de despesas numa única folha salarial, foi convencionado que as diferenças decorrentes dos acréscimos oriundos deste instrumento jurídico previstos no parágrafo 5º da Convenção, no que se refere ao REAJUSTE SALARIAL com repercussão nos salários de MARÇO, ABRIL, MAIO, JUNHO e JULHO de 2015, PODERÃO ser quitados até o prazo final para o pagamento da folha de NOVEMBRO de 2015. Os acréscimos oriundos deste instrumento jurídico previstos nesta CLÁUSULA no que se refere ao REAJUSTE SALARIAL com repercussão nos salários de AGOSTO, SETEMBRO, OUTUBRO e NOVEMBRO de 2015, PODERÃO ser quitados até o prazo final para pagamento da folha de DEZEMBRO de 2015.


Para quaisquer informações, ligue para o Sindilojas (81) 3731-2850, falar com Tais Cardoso.



Dica SPC Brasil


O ideal é não amenizar o fato, afinal o não cumprimento da meta gera baixas financeiras para a empresa. 
Reúna sua equipe, procure motivá-la, mas sem deixar de apontar os principais motivos que levaram a esse resultado, isso deixará todos mais atentos para as próximas metas.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Colabore com o Espaço Ampliando Saberes


Cerca de 93% dos brasileiros pretendem presentear neste Natal, mas os gastos serão em torno dos 22%, aponta pesquisa do SPC Brasil

Fonte: Ascom SPC Brasil

Aproximadamente 137 milhões de brasileiros devem presentear alguém neste Natal, segundo uma pesquisa realizada em todas as capitais pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Na comparação com o ano passado, o total de consumidores que pretendem presentear alguém passou de 87% para 93%. Apenas, 1,1% dos consumidores ouvidos não têm a intenção de comprar presentes e 5,6% ainda estão indecisos.

Apesar do número elevado, constatado em todos os estratos sociais, o gasto médio por presente deve sofrer uma queda em razão do agravamento da crise econômica, com pressão inflacionária e escalada dos índices de desemprego. Para os consumidores que já projetam os gastos, a redução real será de 22,00%.

Levando em consideração os entrevistados que disseram o quanto iriam desembolsar, o gasto médio por presente deverá ser de R$ 106,94, quantia inferior aos R$ 125,22 verificados no mesmo período de 2014. Os consumidores das classes C, D e E devem gastar um valor ainda menor: R$ 97,85 em média por presente. O número de indecisos também é alto: 46,6% dos entrevistados não têm ideia do valor que devem desembolsar para pagar os presentes natalinos. No ano passado, o percentual de consumidores que não sabiam o quanto iriam gastar era de apenas 8,7%.

Para a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, mesmo diante de um cenário adverso para o comércio varejista, os dados demonstram que o Natal exerce uma forte influência no estímulo ao consumo e carrega um significado cultural importante para as relações sociais e emocionais dos brasileiros, visto que a maioria absoluta dos consumidores deve presentar pelo menos uma pessoa no período.  “Por outro lado, os números também indicam que os entrevistados estão receosos com as despesas de Natal, em virtude da queda da confiança do consumidor, consequência direta do aumento do desemprego, da alta da inflação e da atividade econômica mais fraca. O consumidor quer presentear e não vai deixar de fazê-lo, mas sabe que o momento é de cautela e que por isso, os gastos devem ser mais bem pensados”, afirma a economista.

O estudo do SPC Brasil constata ainda que cada consumidor deverá comprar entre quatro e cinco presentes, em média, neste fim de ano – praticamente a mesma quantidade observada no Natal de 2014.

Inflação e crise econômica são os vilões do Natal

Sete em cada dez (74,3%) consumidores relataram ao SPC Brasil a percepção de que os presentes de Natal estão mais caros neste ano na comparação com igual período do ano passado. As principais razões apontadas são a pressão inflacionária (46,8%), o cenário econômico difícil e menos favorável (38,1%) e o aumento do dólar (8,7%). No ano passado, apenas 13,6% citavam o cenário econômico ruim como justificativa para o aumento dos preços dos presentes. “Os dados comprovam que os efeitos da crise já são sentidos pelo bolso do brasileiro”, afirma a economista Marcela Kawauti.

Se em 2014 o percentual de consumidores que queriam diminuir os gastos com os presentes era de 29,1%, em 2015, eles passam a corresponder a 41,2% dos entrevistados. Outros 26,7% pretendem gastar a mesma quantia que no ano passado e apenas 14,4% desses consumidores estão dispostos a desembolsar mais neste ano do que no Natal de 2014. Além disso, 17,7% dos que não descartam a intenção de presentear ainda estão indecisos em relação ao valor gasto.

Dentre os consumidores que planejam gastar menos, a inflação também é a principal culpada. Mais de um quarto (25,9%) dos brasileiros que pretendem gastar menos no Natal citam o aumento dos preços como impeditivo para desembolsarem mais com os presentes – no ano passado apenas 1,8% citaram essa alternativa. Outras opções mencionadas pelos entrevistados são o endividamento (14,7%), o desemprego (12,8%), a necessidade de economizar (12,2%) e a situação financeira ruim (10,2%).

O aumento dos preços é a principal razão mencionada por 26,8% dos entrevistados que acreditam que vão desembolsar valores maiores neste ano – em 2014, apenas 8,0% citavam a inflação. Outros motivos alegados pelos entrevistados são o fato de terem economizado ao longo do ano (21,9%), o recebimento do 13º salário (16,2%) e o fato de ter mais pessoas para presentear (9,8%). Outras explicações mais positivas, como a melhoria de salário e a estabilidade no emprego são razões apontadas por apenas 9,2% e 2,7% dos entrevistados, respectivamente.

Maior parte dos consumidores pretende pagar em dinheiro

Com juros elevados e crédito mais restrito, o dinheiro será a forma de pagamento mais utilizada neste Natal (42,3%) – principalmente entre os entrevistados da classe C, D e E (47,1%), seguido pelo cartão de crédito parcelado (27,7%), cartão de crédito à vista (13,6%) e cartão de débito (12,1%).

Para quem vai parcelar, a média é de cinco prestações. Isso significa que quem comprar os presentes neste mês novembro ou dezembro, estará com a renda comprometida com prestações a pagar pelo menos até os meses de abril e maio de 2016, respectivamente. “O impacto das compras de fim de ano no orçamento dos consumidores brasileiros não deve ser subestimado. Dividir as compras em parcelas a perder de vista pode atrapalhar o planejamento para o começo de um novo ano livre das dívidas”, orienta José Vignoli, educador financeiro do portal Meu Bolso Feliz.
Filhos serão os mais presenteados e roupas os principais presentes

De maneira geral, a pesquisa identificou que os filhos aparecem em primeiro lugar na relação dos mais presenteados, citados por 46,7%, seguidos pelos cônjuges (42,6%), pelas mães (35,0%) e pelos sobrinhos (19,4%). Quando se trata da lista dos que receberão os presentes mais caros, os filhos (20,1%), os maridos e esposas (19,4%) e o próprio entrevistado (13,2%) são os mais citados.

As roupas (67,2%) devem ser os presentes mais comprados neste Natal, seguidas pelos calçados (37,0%), pelos brinquedos (31,7%) e também pelos perfumes e cosméticos (27,7%). Acessórios, como cintos, bolsas e bijuterias (19,8%), livros (18,8%), celulares (13,9%) e videogames (9,0%) completam o ranking dos produtos mais procurados.

No momento de escolher o item a ser comprado, o perfil do presenteado (45,9%) é o principal fator levado em consideração, seguido pela própria escolha de quem será presenteado (21,0%) e pelo preço do presente (11,2%). A maior parte dos consumidores que pretendem presentear neste Natal vai fazê-lo porque tem o costume (47,8%) ou porque considera a troca de presentes um gesto importante (42,7%). Apenas 3,3% o fazem por obrigação social.
Shopping é o lugar favorito, mas três em cada dez vão comprar online

Para 64,6% dos consumidores, o preço é o fator de maior peso no momento de escolher o local onde os presentes serão comprados. A diversidade de produtos (39,6%) e a localização da loja (38,0%) também influenciam na decisão sobre o estabelecimento. E um alerta aos comerciantes: a maioria (82,5%) dos consumidores revela disposição para pesquisar melhores preços. A economista Marcela Kawauti acrescenta que essa é uma dica valiosa para todo o comércio varejista. “É fundamental oferecer condições atraentes neste Natal, no que diz respeito às ofertas. Com tantos consumidores inseguros para gastar, as lojas que apresentarem preços e condições de pagamentos diferenciados vão sair na frente para ganhar atenção dos brasileiros. Além disso, as vantagens precisam ser realistas, uma vez que a maioria dos consumidores garante que fará pesquisas antes de comprar”, afirma.

Assim como no ano passado, os shopping centers (50,4%) se destacam como o principal local de compra para este Natal. Em segundo lugar estão as lojas de rua (30,8%), seguidas de perto pelas lojas virtuais (30,3%). Na comparação entre gêneros, os homens devem concentrar suas compras principalmente nos shoppings (55,3%) e na internet (35,5%), ao passo que as mulheres devem frequentar mais as lojas de rua (36,2%). Considerando os 30,3% de entrevistados que irão comprar presentes em lojas virtuais, em média, quase a metade (46,3%) dos presentes destas pessoas serão adquiridos na internet. As versões online de lojas tradicionais são as preferidas para compras via internet (74,6%), acompanhadas das lojas virtuais especializadas em roupas, calçadas e acessórios (25,2%) e dos sites de leilões (24,9%). Os sites de compras coletivas (10,0%) e os sites internacionais (5,1%) completam a lista.

Para a economista-chefe do SPC Brasil a significativa presença das vendas online deve-se muito à praticidade e à possibilidade de fazer comparações de preços, fatores que juntos acabam atraindo o interesse das pessoas. “Mas é preciso ter cuidado para realizar compras online. O ideal é fazer os pedidos com certa antecedência para que os presentes cheguem a tempo das festas. O atraso na entrega de encomendas é um problema que os consumidores costumam enfrentar nesta época do ano, mas que podem ser evitados se houver planejamento”, alerta Marcela Kawauti.

TV Jornal/SBT destaca a alta temporada no Moda Center Santa Cruz

No último domingo (29), a TV Jornal/SBT cobriu a movimentação de clientes no Moda Center Santa Cruz.

A repórter Nayara Vila Nova e o cinegrafista Kylton Bezerra vieram conferir de perto o otimismo dos comerciantes e a satisfação dos compradores em fazer suas compras no maior centro atacadista de confecções do Brasil.

Veja o vídeo: