Topo

Topo

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Benefícios CDL - Parcerias em prol da qualificação profissional

Atualmente os colaboradores de uma empresa precisam estar constantemente atualizados. Profissionalmente falando, quem não busca se atualizar para o mercado de trabalho e com a crise que vem assolando a economia, a tendência é que o desemprego aumente e só os melhores ficarão no mercado. Para isso, faz-se necessário uma educação profissional que promova essa qualificação atualizada para empresários e colaboradores.

A CDL Santa Cruz do Capibaribe mantem parcerias com Instituições de renome nacional para trazer os melhores treinamentos, cursos, palestras e seminários para os seus associados e comunidade em geral da Capital das Confecções.




Juros cobrados ao consumidor final podem começar a cair em 2017, prevê SPC Brasil

Fonte: SPC Brasil

Dados divulgados na última quarta-feira (27) pelo Banco Central mostram que apesar do leve recuo de 0,6 pontos percentuais na passagem de maio para junho, os juros cobrados no rotativo do cartão de crédito seguem como um dos mais caros do mercado, chegando a 470,9% ao ano. Apesar do nível elevado, é a primeira vez desde outubro do ano passado que se observa queda nesses números. Já as taxas de juros do cheque especial cresceram 4,2 pontos percentuais entre maio e junho, atingindo 315,7% ao ano.

Os números do BC também mostram que a taxa de inadimplência total das carteiras de crédito caiu entre maio e junho, passando de 3,7% para 3,5%. Para o presidente do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), Roque Pellizzaro Junior, se o comportamento de recuo nos dados da inadimplência se repetir nos próximos meses, aliado à perspectiva de que o Banco Central dê início neste segundo semestre a um novo ciclo de redução da taxa Selic, é provável que se inicie a partir do início do ano que vem, uma queda nos juros cobrados para pessoas físicas, dando impulso adicional ao consumo.

“O risco de inadimplência é um dos fatores que mais potencializam o aumento dos juros nas operações de crédito. Se os atrasos derem sinais mais consistentes de melhora, os juros para o consumidor final podem começar a cair, o que será bastante positivo para reaquecer a economia”, diz Pellizzaro Junior.

O balanço divulgado hoje pelo BC mostra ainda que o saldo de crédito no Sistema Financeiro Nacional continua em queda. Na comparação entre maio e junho, a proporção de crédito concedido frente ao PIB caiu de 52,5% para 51,9%. Na comparação com junho do ano passado, o recuo foi ainda maior, uma vez que a taxa estava em 53,4%.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

CDL bem representada na reunião que tratou da criação de regime tributário específico para o Polo de Confecções

Foto: Assessoria Moda Center
A Câmara de Dirigentes Lojistas, CDL de Santa Cruz do Capibaribe, esteve muito bem representada na reunião que aconteceu na tarde terça-feira (26), na sede da Secretaria da Fazenda de Pernambuco, em Recife. O encontro contou com a participação de técnicos da SEFAZ-PE e representantes da indústria e do comércio de Santa Cruz do Capibaribe e Toritama, para tratar de assuntos pertinentes a legislação tributária que visa beneficiar os confeccionistas do Polo de Confecções do Estado.

Foto: Rede Social, Marcelo Lima
Como representantes da CDL, estiveram o Presidente, Valdir Oliveira, Vice-presidente, Fábio Lopes, o Diretor Jurídico, Marcelo Lima, que representou a Câmara Setorial dos Atacadistas Têxteis da CDL, como Assessor Jurídico da Câmara, além do Secretário de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Meio Ambiente, Bruno Bezerra, ele que também é Diretor de Desenvolvimento e Empreendedorismo da CDL.

Representantes de outras entidades também participaram da reunião, como o Síndico do Moda Center, Allan Carneiro, Presidente da ASCAP, José Gomes e o presidente da ASCONT, Jacks Barros, além do presidente do Parque das Feiras de Toritama, Prudêncio Gomes.

Os empresários e representantes das entidades foram recebidos pelo Coordenador de Tributação da SEFAZ-PE, Bernardo D’Almeida, pelo Diretor Geral da Receita, Benedito dos Santos e pelo Secretário Executivo da SEFAZ-PE, Roberto Abreu.

Na oportunidade, Bruno Bezerra destacou que "a informalidade é energia empreendedora em estado bruto que precisa ser lapidada. Precisamos transformar a legislação tributária em mais um diferencial competitivo do nosso polo" e justificou a necessidade da criação de uma legislação específica para o setor, o que já vem sendo discutido há algum tempo pelos entes ligados à cadeia têxtil local.

Os representantes da SEFAZ-PE se mostraram solícitos e terão outra reunião com as entidades no próximo dia 4 de agosto, a fim de apresentar a análise das demandas apresentas pelas entidades santa-cruzenses.

CDL participará do 1º Feirão de Orientação para o Crédito

Nos dias 08 e 09 de agosto de 2016, o Moda Center Santa Cruz e o Sebrae realizarão o 1º Feirão de Orientação para o Crédito. O evento é aberto ao público e acontecerá na área interna do maior centro atacadista de confecções do Brasil.

terça-feira, 26 de julho de 2016

Compre o presente do seu pai no comércio de Santa Cruz do Capibaribe


E-book orienta empresas a melhorar relacionamento com cliente

Fonte: Agência SEBRAE

Para uma empresa destacar-se da concorrência, em um mercado cada vez mais disputado, o empresário precisa conhecer bem o perfil, as preferências e o padrão de gastos dos seus clientes. Um novo e-book, lançado em parceria pelo Sebrae e Endeavor, vai ajudar os pequenos negócios a usar uma ferramenta estratégica: o CRM, sigla para Customer Relationship Management (Gerenciador de Relacionamento com o Cliente).

 O livro eletrônico CRM: atraia, fidelize e satisfaça mais clientes é gratuito e traz, em uma linguagem descontraída e simplificada, quais os pontos de atenção na hora de implantar um sistema que visa gerenciar o relacionamento com o cliente, ajudando a identificar qual é o momento ideal para fazê-lo e como gerenciá-lo de forma mais eficiente, de modo a criar valor para a empresa. O e-book está disponível para download gratuito na página da Biblioteca Interativa do Sebrae.

 “O CRM é uma plataforma que pode contribuir para ampliar a presença da empresa no mercado, uma vez que possibilita o relacionamento mais próximo do cliente, promovendo a sua fidelização. Ao oferecer produtos e serviços que atendam à necessidade do cliente, este pode recomendar a marca em evidência e o empresário pode vislumbrar uma perspectiva mais segura para seu empreendimento”, assinala a diretora técnica do Sebrae, Heloisa Menezes.

O livro eletrônico também pode ser acessado em smartphones e tablets, por meio do aplicativo BIS, disponível em Android e iOS.

 Esse é o segundo e-book lançado pelo Sebrae e a Endeavor neste ano. O primeiro, de junho, orientou sobre modelos de expansão da empresa. Até 2017, a parceria prevê o lançamento de um total de seis livros nesse formato.

Indícios da necessidade do CRM

 1) As informações estão dispersas: Se antes era possível conhecer cliente por cliente, seus contatos e preferências, agora, é tanta gente sendo atendida que você até confunde um pouco quem é quem. Não existem registros das interações com cada cliente e o controle feito pelo time de vendas está em planilhas, separadas por ano, mês ou pastas, o que dificulta o momento de buscar alguma informação de valor.

 2) A burocracia toma conta: Para tentar organizar minimamente o trabalho de todos, é criado um conjunto burocrático de papéis, como relatórios e gráficos, que ocupa o tempo das pessoas e não traz nenhuma vantagem, já que o papel se acumula e as pessoas deixam de consultá-lo. Em um momento de necessidade, é preciso mobilizar a equipe toda para procurar uma informação, o que resulta na insatisfação do cliente e na ineficiência da empresa para continuar competitiva no mercado. A sensação é a de  estar tudo uma “grande bagunça”.

 3) O atendimento é prejudicado: Agora que a empresa possui mais funcionários, os problemas internos começam a atrapalhar o “clima perfeito” que era motivo de orgulho. Os primeiros clientes sentem falta do “tratamento VIP” que possuíam e os novos já não entram tão encantados com a empresa. A desorganização transparece em todos os setores, o nervosismo de quem precisa de uma informação e não a tem fica claro e, assim, os clientes vão abandonando a empresa, dando desculpas e procurando a concorrência.

 4) O planejamento é falho: Por mais que você insista em criar um planejamento estratégico, parece que ele não se concretiza. O crescimento até vem, mas você não sabe nem como e nem de onde. A previsão para o futuro? Você nem faz ideia. Essa falta de dados, de informações e de conhecimento sobre negócio é o que acaba atrapalhando o crescimento da empresa, impedindo que ela escale suas vendas, amplie seu mercado e encante seus clientes. 

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Mais uma turma de empretecos é formada em Santa Cruz do Capibaribe

Uma das parcerias que tem rendido frutos positivos para o empresariado da Capital das Confecções é a parceria da CDL local com o SEBRAE. Em todas as edições de cursos, palestras ou treinamentos os empresários e colaboradores lotam os auditórios da entidade a fim de se aperfeiçoarem.

Na semana passada, a CDL junto ao SEBRAE formou mais uma turma de empretecos, em um dos seminários que têm mexido com a mente dos empreendedores da cidade e da região.


Confira abaixo as imagens do Empretec:





CNDL organiza a 55ª Convenção Nacional do Comércio Lojista

A CNDL – Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas há 55 anos realiza com sucesso este evento que ressalta a classe lojista do Brasil e proporciona o crescimento das empresas, indústrias, instituições e prestadores de serviços que tem interesse no segmento.

As 27 Federações Estaduais e as mais de 1400 Câmaras de Dirigentes Lojistas do Brasil incentivam seus associados a participarem da Convenção Nacional visando o conhecimento de novas técnicas para fomentar negócios.

Em 2016 ocorrerá a 55ª Convenção Nacional do Comércio Lojista, realizada pela CNDL , FCDL Bahia e CDL Salvador, um grande evento que mais uma vez envolverá empresários de todo o território nacional e de alguns países da América do Sul.

A finalidade da Convenção é promover o fortalecimento da classe lojista em relação ao aprimoramento e desenvolvimento de novos negócios, por meio da troca de experiências.

Desta vez a Convenção ocorrerá na Praia do Forte/BA, de 01 a 04 de setembro, com a expectativa de receber 2300 participantes que terão acesso a palestras, painéis informativos, reuniões de líderes, exposição de produtos e serviços, além de momentos de confraternização e lazer.

sexta-feira, 22 de julho de 2016

CDL Santa Cruz do Capibaribe capacita seus colaboradores

Os colaboradores da CDL Santa Cruz do Capibaribe vivenciaram esta semana uma capacitação profissional. O objetivo é de capacitar os funcionários cedelistas para que os mesmos possam melhorar seu campo profissional, de modo a atender melhor o público em geral.

Sob o tema Desenvolvimento Ético-Profissional, o treinamento aconteceu em dois dias e abordou temas como: Ética profissional, qualidade no atendimento, cooperativismo, comprometimento, motivação e comportamento. A capacitação foi ministrada pelos consultores Betto Aragão e Madellon Leite, eles que atuam com educação superior na cidade e região.


Para a executiva da CDL, Katyane Amaral, a capacitação visa melhorar a forma de atuação da entidade. “Nós temos em mente ofertar sempre um atendimento de excelência para nossos associados e público em geral. Dessa forma, iniciamos um processo de qualificação profissional dos nossos colaboradores, para que assim possamos identificar possíveis melhorias em nossa forma de atuação, de modo a contemplar missão da nossa CDL que é unir, representar e fortalecer o comércio de Santa Cruz do Capibaribe”, explicou a executiva.






MEI poderá contratar dois empregados

Fonte: Fenacon

Os microempreendedores individuais, os chamados MEIs, poderão passar a contratar dois empregados para o desenvolvimento de suas atividades empresariais de pequenos negócios.
Essa foi uma das propostas entregues nesta semana ao presidente em exercício, Michel Temer, por representantes de sindicatos de micro e pequenas empresas industriais.
Após a audiência no Palácio do Planalto, o presidente do Sindicato da Micro e Pequena Indústria do Estado de São Paulo, Joseph Couri, disse que essa "medida jurídica simples" pode ser adotada para aumentar a geração de emprego no País.
"É uma solução fácil que pode aumentar o emprego de imediato", comentou Couri, citando que a proposta foi encaminhada por representantes dos Estados do Pará, Rondônia e Mato Grosso.
Já no Brasil cerca de 6 milhões de MEIs, cuja renda anual não pode superar a marca de R$ 60 mil. Eles têm direitos empresariais e previdenciários assegurados mediante o pagamentos de taxas em torno de R$ 60,00 por mês.

Encerramento do Qualipolo 2016 foi sucesso

Com oferta de oito cursos e quase 200 inscritos, a edição do Qualipolo 2016, foi sucesso absoluto, considerado pela organização do Projeto. De acordo com a Diretora do SENAI, em Santa Cruz do Capibaribe, Cristina Barbosa, o Qualipolo é de suma importância para o aperfeiçoamento dos empresários e colaboradores da cidade e região.


A diretora esteve no encerramento do Projeto, que aconteceu na Câmara de Vereadores, onde os próprios alunos apresentaram a importância dos cursos, seja para vida pessoal ou profissional. Para os alunos, o Qualipolo é feito com muita credibilidade e os mesmos ficaram maravilhados com o aprendizado adquirido no decorrer dos cursos.

Confira as imagens do encerramento do Qualipolo:















quinta-feira, 21 de julho de 2016

Compre o presente do seu pai no comércio de Santa Cruz do Capibaribe


Não existem empresários que querem se aproveitar de trabalho barato, diz presidente da CNI

Fonte: BBC Brasil

Há duas semanas, após uma reunião com o presidente interino Michel Temer e líderes empresariais, Andrade disse a jornalistas que o Brasil deveria "estar aberto" a mudanças na legislação trabalhista. Ele citou o exemplo da França, onde o governo adotou uma reforma no setor.
"A França, que tem 36 horas, passou agora para 80, a possibilidade de até 80 horas de trabalho semanal e até 12 horas diárias", afirmou na ocasião.
Na verdade, a mudança no país europeu prevê 60 horas em casos excepcionais. Logo corrigido pela própria CNI, o equívoco de Braga foi o suficiente para levantar discussão sobre possíveis alterações nas leis trabalhistas e suas consequências.
Na quarta-feira, o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, afirmou que o governo vai enviar ao Congresso até o final do ano três propostas na área, entre elas a atualização da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). A ideia é abrir a possibilidade de flexibilizar jornada e salário.
Em entrevista à BBC Brasil um dia antes do anúncio do ministro, Andrade defendeu a mesma flexibilidade para acordos entre patrões e empregados, onde as duas partes possam acertar as condições do expediente. E negou que seja necessário diminuir ou aumentar a carga horária de trabalho no país.
Sobre a polêmica, Andrade disse que por trás da resistência e das críticas a mudanças nas regras estaria o "corporativismo das centrais sindicais".
Para o presidente da CNI, é uma "visão atrasada" acusar empresários de querer se aproveitar de mão de obra barata. "Hoje você quer pagar bem o trabalhador, porque isso aumenta a produtividade, o interesse, a motivação."
Para ler a entrevista completa, clique aqui!

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Estande de Santa Cruz do Capibaribe na Fenearte supera expectativas de vendas

Foto/Elivaldo Araújo
Fonte: Blog do Ney

O município de Santa Cruz do Capibaribe marcou presença na 17ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), no Centro de Convenções (Cecon), em Olinda, onde cinco mil expositores, entre artesãos de todos os estados brasileiros e de 41 alguns países, ocuparam 800 espaços da área de 30 mil metros quadrados (m2).

Foto/Elivaldo Araújo
A programação que teve início no último dia 07 de julho e encerrou neste domingo (17), contou além das exposições de vendas, com oficinas, espaços infantis, rodadas de negócios, apresentações culturais, desfiles de moda, apresentações musicais, entre outras opções culturais.

Segundo informações da assessoria da Fenearte, ao todo, mais de 323 mil pessoas passaram pelo evento durante os onze dias. Os homenageados deste ano foram o músico Naná Vasconcelos e o ceramista caruaruense, Manoel Eudócio.

Em relação às novidades nesta edição foram o Salão de Arte Popular Religiosa de Pernambuco, oficinas gratuitas de artesanato para crianças a partir de cinco anos de idade e os Food Trucks, espécies de veículos adaptados para produzir e servir refeições.

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe contou com um stande na Fenearte, onde os expositores Edpo Nunes, Patrícia e Cumadre Sebastiana estiveram atendendo os visitantes e comercializaram bolsas feitas através de retalhos, além de caixinhas de madeiras decoradas, entre outros produtos.

Foto/Elivaldo Araújo
Edpo Nunes falou do movimento no stande de Santa Cruz do Capibaribe durante os dias de evento e se mostrou feliz por ter superada a expectativa em relação às vendas dos produtos.

“Todos os anos somos muito bem recebidos, pois trazemos novidades e além do mais somos famosos na produção de roupas e sempre em nosso espaço, contamos também com produtos criativos feitos de retalhos, do designer e também com a criatividade digital. Esse ano apesar da crise, vieram muitas pessoas e em relação a nossa meta de vendas, superou todas as nossas expectativas” – completou o expositor santa-cruzense.

No Dia do Amigo, nada melhor do que a bela canção do Oswaldo Montenegro para refletirmos sobre a importância de se ter um bom amigo.


terça-feira, 19 de julho de 2016

O comércio de Santa Cruz do Capibaribe tem o presente ideal para o Dia dos Pais


Empresários que irão participar do 2º Moda e Negócios receberão treinamento

Com a aproximação do 2º Moda & Negócios do Agreste Pernambucano e, conforme projeto apresentado aos confeccionistas, a CDL estará com um treinamento para utilização do sistema de pedidos. O treinamento acontecerá nesta quarta-feira (20) e quinta-feira (21), às 19 horas, na Unopar, que fica por trás do Mercadão.

De acordo com a executiva da CDL, Katyane Amaral, o evento é de suma importância para todos os empresários que irão participar do Moda e Negócios. “Para obtermos o resultado esperado com a implantação do sistema é fundamental o treinamento de todos os envolvidos com o evento, portanto, contamos com a participação de todos os confeccionistas para que possam receber um treinamento de 2h com André, desenvolvedor do sistema, onde na ocasião iremos mostrar o passo-a-passo, como funciona o sistema e como operacionalizar o mesmo”, ressaltou.


Apesar de serem dois dias de treinamento, o lojista pode optar por apenas um dia, pois em ambos os dias, o treinamento será o mesmo. A CDL comunica ainda que se faz necessário levar um notebook para o treinamento.

Indicador Antecedente Composto da Economia tem alta de 2% em junho

Fonte: Agência Brasil

Pela quinta vez seguida, o Indicador Antecedente Composto da Economia (Iace) para o Brasil apresentou alta com variação de 2% em junho último, atingindo 96,1 pontos. Na apuração anterior, a expansão tinha sido mais significativa: 2,8%. Cinco dos oito componentes apresentaram avanços: as taxas de juros de Swap 360; os Índices de Expectativas da Indústria, de Serviços e do Consumidor; e o Ibovespa.

O Iace é calculado em conjunto, desde julho de 2013, pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) e pela instituição norte-americana The Conference Board (TCB). Por meio dessa apuração, é possível fazer comparação dos ciclos econômicos do Brasil com os de outros onze países e regiões já cobertos pelo The Conference Board: China, Estados Unidos, Zona do Euro, Austrália, França, Alemanha, Japão, México, Coréia, Espanha e Reino Unido.

Na pesquisa feita pelas duas instituições em torno do Indicador Coincidente Composto da Economia (Icce) do Brasil, sobre as condições econômicas correntes do país, houve queda de 0,1% e 98,1 pontos. Na revisão do indicador sobre os dois meses anteriores a junho mostra um recuo de 0,1%, em abril e uma alta de 0,3%, em maio.

O economista Paulo Picchetti, do Ibre/FGV, afirmou que “todos os indicadores de expectativas que fazem parte do Iace continuaram sua trajetória de elevação em junho, sinalizando uma potencial reversão do ciclo econômico ao longo do segundo semestre”.

Ele, no entanto, observou que o resultado do Icce, próximo de zero pelo quarto mês seguido,evidencia que “ essa reversão não é imediata e está condicionada à definição do ambiente político necessário para a melhora efetiva dos fundamentos econômicos”.

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Santa Cruz do Capibaribe inicia nova turma para o EMPRETEC

O SEBRAE em parceria com a CDL Santa Cruz do Capibaribe, inicia mais uma turma do EMPRETEC que reuniu mais uma turma de empreendedores locais que está começando hoje (18). Ao longo desta semana, os participantes aprenderão a desenvolver técnicas empreendedoras que deverão ser desenvolvidas em sua vida profissional e pessoal.

O EMPRETEC é um seminário que teve início no Brasil trazido pelo SEBRAE nacional em 1992, e a primeira capital a ser apresentado foi em Porto Alegre seguido de Recife. O sistema EMPRETEC está inserido em 157 países, tem inscrição na Organização das Nações Unidas – ONU e no Brasil a aplicabilidade do sistema fica a cargo do SEBRAE. O principal objetivo do EMPRETEC é estimular todas as características individuais do empreendedor, de forma a desenvolver seu potencial.

Depois de 4 anos, os consultores Victor Hugo e Everilda Araújo voltam a Santa Cruz do Capibaribe para conduzir o aprendizado de mais uma turma do Empretec. Com vasta experiência, ambos os consultores deverão surpreender essa turma de empreendedores Santa-cruzenses.


Parabéns

Hoje quem comemora idade nova é o diretor do Conselho Fiscal da CDL Santa Cruz do Capibaribe, Severino Pedro, empresário da Biutex tecidos. A ele, os mais sinceros votos de saúde e muita paz. É o que deseja todos os que fazem a CDL Santa Cruz do Capibaribe.

Confiança da indústria cresce pelo terceiro mês consecutivo

Fonte: Agência Brasil

A confiança dos empresários industriais cresceu em julho, revela pesquisa divulgada hoje (15) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O índice de confiança do setor ficou em 47,3 pontos neste mês, o que representa alta de 1,6 ponto em relação a junho.

É terceiro mês consecutivo em que o indicador cresce, acumulando aumento de 10,5 pontos. Além disso, na comparação com julho de 2015, a confiança dos empresários da indústria cresceu 10,1 pontos.

Apesar do desempenho, o índice segue abaixo da linha divisória de 50 pontos. Quando o indicador está acima desse número, significa que os empresários estão confiantes e, quando fica abaixo, que há insegurança quanto à economia. Em junho, as pequenas indústrias mostraram maior desconfiança, marcando 44,7 pontos. As médias registraram 46,7 pontos e as grandes, 48,8 pontos de confiança.

As perspectivas dos empresários para os próximos seis meses melhoraram. O indicador de expectativas em relação à situação das empresas e à economia subiu de 51,1 pontos, em junho, para 52,3 pontos em julho. A CNI considerou positivo o indicador ficar acima dos 50 pontos, já que, em julho de 2015, ele registrava 42 pontos.

Para o gerente executivo de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco, a recuperação da confiança dos empresários é “condição fundamental, mas insuficiente para reativação da atividade”.

Segundo Castelo Branco, “é preciso criar condições para que as expectativas se materializem na vida real”. Ele defendeu ajuste fiscal, reforma da Previdência, melhora no acesso ao crédito e maior prazo no recolhimento de impostos, com adequação dos tributos ao calendário de recebimento da indústria.

Moda Center iniciou divulgação com a nova garota propaganda, Carol Nakamura

Medindo 18x3m, as peças publicitárias dobraram de tamanho em relação às anteriores

O Moda Center Santa Cruz concluiu a instalação de 10 novos outdoors ao longo das principais rodovias federais que dão acesso a Santa Cruz do Capibaribe. A novas peças medem 18x3m e substituem as anteriores, que mediam 9x3m.

Reforçando a imagem do centro de compras com sua garota propaganda, Carol Nakamura, os novos outdoors também ganharam novos locais: Vitória de Santo Antão (PE), na BR-232, próximo ao túnel; Soledade (PB), na BR-230, sentido Campina Grande; Cahoeirinha (PE), na BR-423, sentido BR-232; João Pessoa (PB), na BR-230, sentido Campina Grande; Bezerros (PE), na BR-232, sentido Caruaru; Sumé (PB), na BR-412, próximo à PB-214; São Caetano (PE), na BR-232, sentido Caruaru; Agrestina (PE), na BR-104, sentido Caruaru; Taquaritinga do Norte (PE), na BR-104, em Pão de Açúcar, vindo de Campina Grande; e no município de Caruaru (PE), na BR-104, na altura do distrito de Lajes.

A diretoria do Moda Center ressalta que anunciar em outdoor traz um resultado positivo para o centro de compras. “Além da campanha na televisão, no rádio, em revistas e na internet, é um tipo de mídia que orienta o cliente e reforça grandemente a marca”, disse Allan Carneiro, síndico do Moda Center.

quinta-feira, 14 de julho de 2016

CDL apoia Feirão de Orientação para o Crédito realizado pelo Moda Center e SEBRAE


Investir em moda plus size é oportunidade para pequenas empresas

Fonte: Agência SEBRAE

Fonte: foto mundo das tribos
Mais da metade da população brasileira está acima do peso e, destas, 17,9% são obesas. São pessoas que demandam por roupas de tamanhos grandes e aquecem um nicho em expansão: o de moda plus size. A procura por roupas do tipo é crescente e existem poucas empresas atuando nesse mercado, criando uma oportunidade de negócio, especialmente para as micro e pequenas empresas. De acordo com pesquisa inédita do Sebrae, 17,7% das lojas do varejo da moda do Brasil vendem roupas em tamanho grande, sendo que apenas 3,5% delas são especializadas em moda plus size.

Para conhecer o perfil dos consumidores de moda plus size e os hábitos de consumo deles, outra pesquisa do Sebrae mostrou que 71% das pessoas que usam GG têm dificuldades para encontrar roupas nas lojas e 86% delas se dizem insatisfeitas com as opções de roupas para manequins grandes. Segundo o estudo, a maioria do público tem dificuldades de comprar vestido de festa (59%), calças (56%) e lingerie (49%). Além disso, a maior parte deles compra roupas mensalmente (38%) em lojas de departamento, em sua maioria (52%).

“Estes dados são importantes para os empresários que atuam ou desejam atuar com plus size. Com a pesquisa, é possível entender melhor as necessidades dos consumidores para produzir e comercializar roupas com mais informação de moda, variedade de tamanhos, modelagem e caimento perfeitos ao biótipo do cliente”, afirma o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, ressaltando que a pesquisa buscou saber a altura, o peso e o manequim de quem tem dificuldades de comprar roupas em lojas convencionais.

Mercado

O setor da moda plus size cresce a cada ano e movimentou, em 2014, cerca de R$ 5 bilhões, o que representa 5% do faturamento total do segmento de vestuário, segundo a Associação Brasileira do Vestuário (Abravest). “Os dados mostram que o mercado ainda se encontra muito aquém do seu verdadeiro potencial, uma vez que mais da metade dos brasileiros se encontra acima do peso”, ressalta Afif. Pesquisa do Instituto IEMI – Inteligência de Mercado identificou ao menos 492 indústrias de confecção no Brasil que já desenvolvem coleções específicas para o segmento – o equivalente a apenas 2,5% do total dos estabelecimentos em atividade no setor. De acordo com o IEMI, de 2013 a 2015, o segmento avançou 7,9% em volumes de peças e quase 13% em receitas nominais.

A moda plus size é direcionada para pessoas, especialmente mulheres, que usam roupas acima do padrão convencional existente nas lojas, isto é, muito altas, com coxas grossas, bustos maiores, pés grandes e que usam roupas de tamanho acima do 44 e calçados acima do 39. A quantidade de potenciais clientes das roupas GG é, ao mesmo tempo, oportunidade e desafio, pois atuar nesse nicho exige uma compreensão sobre o público, suas necessidades, anseios, percepções e comportamentos. São pessoas que não querem apenas vestir uma roupa que atenda ao seu manequim, mas, sobretudo, ressaltar seu estilo e beleza por meio do uso de roupas e acessórios da moda.

“As mulheres estão cada vez mais exigentes e sofisticadas. Além disso, uma parcela considerável da população acima do peso é jovem. Uma vez que os jovens impulsionam o mercado da moda, é importante estar atento ao seu comportamento de consumo e às tendências da moda para esse público”, recomenda Afif. “A pesquisa com os consumidores mostrou, por exemplo, que 70% deles avaliam que os produtos plus size são básicos e apenas 16% acham que eles despertam desejo de compra”, acrescenta.

Fórum

A pesquisa é base para os debates do Fórum Sebrae Discute Plus Size, que a instituição está realizando este ano com o objetivo de acompanhar mais de perto as tendências e as inovações no segmento. O primeiro fórum aconteceu no dia 1º de julho, em São Paulo. Outras duas edições serão realizadas em Fortaleza e em Campo Grande no segundo semestre. O evento tem o objetivo de reunir empresários e especialistas para debater sobre novos modelos de negócios, comportamento do consumidor e desafios do comércio desse tipo de roupa para subsidiar as ações do Sebrae voltadas ao desenvolvimento e ao fortalecimento dos pequenos negócios desse nicho.

Campanha CDL para o Dia dos Pais


quarta-feira, 13 de julho de 2016

Pesquisa diz que 81% dos brasileiros são contra aumento de impostos

Fonte: Agência Brasil

O governo já arrecada muito e não precisa aumentar impostos para melhorar os serviços públicos. A avaliação é de 81% de brasileiros consultados em pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada nesta terça-feira (12).

O percentual que considera os impostos no Brasil muito elevados passou de 44% em 2010 para 65% em 2016. Os que consideram que os impostos vêm aumentando muito subiram de 43% em 2010 para 83% este ano. Além disso, 70% concordam que a baixa qualidade dos serviços públicos é mais consequência da má utilização dos recursos do que da falta deles.

Para 84% dos entrevistados, os impostos no Brasil são elevados ou muito elevados e 73% são contra o retorno da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

Serviços públicos

Saúde e segurança pública são os serviços públicos mais mal avaliados. Com base na opinião da população, foi construído um índice que vai de zero a 100. Valores superiores a 50 representam a parcela da população que considera o serviço de alta ou muita qualidade e aqueles abaixo de 50 indicam maior avaliação negativa do serviço.

A saúde e a segurança têm as piores avaliações entre 13 serviços analisados. Receberam os índices mais baixos: 20 e 22 pontos.

Nenhum dos serviços alcançou índice acima de 50 pontos. Os que tiveram a melhor avaliação foram o fornecimento de energia elétrica e os Correios, com 48 e 46 pontos, respectivamente.

Contas públicas

Para 80% dos entrevistados, o governo deve reduzir as despesas atuais para diminuir os déficits orçamentários e 59% consideram que os gastos públicos subiram muito nos últimos anos.
Entre os que recomendam o corte de gastos, a prioridade deve ser reduzir o custeio da máquina pública e os salários dos funcionários públicos, na opinião de 32% e 22%, respectivamente.

Para os que acham que o governo deve manter os gastos, foram apresentadas três opções para estabilizar as contas. E 42% disseram que o governo deve vender ou conceder bens e estatais à iniciativa privada, 17% defenderam a criação de impostos e 12% acham que é melhor aumentar a dívida pública. Outros 30% não souberam responder.

Quanto menor a instância de governo, maior a percepção da população de que o dinheiro é bem utilizado. A pesquisa apurou que 83% consideram que os recursos federais são mal utilizados ou muito mal utilizados pelo presidente da República e seus ministros. O percentual cai para 73% quando se analisa o orçamento estadual e para 70% quanto se verifica o municipal.

A pesquisa foi feita em parceria com o Instituto Brasileiro de Opinião e Estatística (Ibope) e entrevistou 2.002 pessoas em 143 municípios, entre os dias 17 e 20 de março.

terça-feira, 12 de julho de 2016

cursos do Qualipolo iniciam com um público satisfatório

Os cursos do Projeto Qualipolo, desenvolvido pelo SENAI e CDL Santa Cruz do Capibaribe, em parceria com outras entidades da cidade, a exemplo da Ascap, Ascont, Moda Center, Fadire, CESAC, além do SEBRAE. Os cursos tiveram início nesta segunda-feira (11), e está tendo um público dentro das expectativas dos organizadores.

Confiram as imagens do primeiro dia do Qualipolo.